17dez

Bodybuilding um estilo de vida…

Bodybuilding um estilo de vidaOutro dia me chamaram de maluco. As pessoas tem mania de criar rapidamente algum estereótipo ou uma zoeira para poderem lidar com aquilo que é maior que elas. No nosso caso, Marombeiros, bem maior! Já ouviu a frase: “Ninguém odeia o feio e ninguém inveja o fraco?” Pois é!

No fundo, todos queriam ter a determinação que temos. Ou você acha que as pessoas gostam de ser obesas, gordas, barrigudas, magricelas ou frangotes? Daí, quando te veem trocando um lanche do Mc Donalds por um punhado de batata doce com peito de frango, te chamam de maluco. Essas mesmas pessoas quando te veem sem camisa na praia, para anestesiar seus egos, comentam entre si: “Com bomba até eu”, “ Esse ai tomou bomba”… Como se elas pelo menos soubessem o que são esteroides anabolizantes e quais são os reais efeitos. Se fosse só tomar bomba pra ficar gigante e forte todos seriam. Esteroides são baratos, aplique e fique gigante se acha que é fácil assim.

Se você é como eu e como a maioria das pessoas do mundo e não tem uma genética de mutante, precisa caminhar pelo inferno pra poder chegar ao paraíso. Não falo só de musculação. Entenda que nada na vida vem fácil para a maioria das pessoas. Quem quer algo melhor, uma posição melhor, uma vida melhor tem que passar péssimos dias pra poder desfrutar de uma posição realmente confortável. Um grande empresário, uma grande executiva, ou um grande marombeiro, tem todos que passar por momentos piores do que melhores para se atingir tal posição.

BST - Whey Protein HTPro IIBST - Whey Protein HTPro II

Sem sacrifícios, a vitória não vale a pena! Eu prefiro conquistar algo difícil do que algo fácil. Geralmente, as coisas difíceis de se conquistar valem mais a pena. Quantos happy hours o empresário trocou por fazer relatórios, reuniões, estudos para crescer na vida? Quantos prazeres se sacrifica para ter uma vida melhor em todos os sentidos? Para depois ter de ouvir um invejoso na rua chamando-o de playboy. Ou, no nosso caso, de bombado. É complicado para as pessoas admitirem que não tem a gana que poucos que estão em um patamar digno tem. Vamos esquecer elas e acreditar nos nossos sonhos, pois é possível.

Ouvi um cara dizer que não tem dinheiro pra comprar suplementos e se alimentar direito, por isso não cresce. Outro dia ele comprou um abada de 200 reais para uma micareta. Entendem do que eu estou falando? Eu faço do meu sonho minha prioridade. Eu não deixo de viver ou de aproveitar a vida porque escolhi o bodybuilding. Aliás, acredito que estou vivendo muito melhor, tão bem como nunca vivi. Aconselho-os a introduzir um pouco de inferno na vida de vocês, pra depois olharem pra trás e se sentirem orgulhosos de ter caminhado por lá. Se você tem que acordar 5 horas da manha pra fazer seu aeróbico em jejum, azar seu! Se você tem que comer um mingau de aveia horrível, problema seu. O que faz um campeão é toda a jornada e não a linha de chegada apenas. Se você quer ser um campeão, quer ser o cara da praia que é olhado e não mais o que olha e chama de bombado, está na hora de rever seus conceitos de determinação. Não existe atalho, existe trabalho duro. Bodybuilding não são 45 minutos na academia de segunda a sexta. É um estilo de vida. É hora de construir uma estrada digna e honrosa, onde só os fortes de mente e coração conseguem caminhar.

 

E você, está pronto?

 

Salvar

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

23 comentários em “Bodybuilding um estilo de vida…

  1. Ameeei o texto! Concordo plenamente “Se você é como eu e como a maioria das pessoas do mundo e não tem uma genética de mutante, precisa caminhar pelo inferno pra poder chegar ao paraíso. Não falo só de musculação. Entenda que nada na vida vem fácil pra maioria das pessoas”.

  2. Afff Amei!
    Fiquei uns meses fora da academia (e nunca fui de malhar muito pra dizer bem a verdade…) mas exatamente hoje estou voltando, e motivada nao só com a musculação em si, mas com o contexto todo (aprender a me alimentar direito, ter persistencia no anaerobico, e levar o aerobico todos os dias a sério).

    Entao, valeu! Estou longe de ser bombada, mas já admiro quem esta nesta caminhada.

    bjO

  3. Boa Vinicius!! estou malhando a 2 anos, mas resolvi pegar pesado mesmo ( andar nesse inferno) a uns 12 meses cerca de 1hr de aeróbico e 1:30 de ferro, to suplementando ( preworkout, proteina, NO…) e é verdade, a estrada não é fácil, mas ja posso olhar pra traz, e ter um “certo orgulho”, que certamente irá aumentar esse índice…
    Parabéns pela Matéria…

  4. Ótimo texto! Só quem tem esse estilo de vida sabe muito bem o que se significa cada palavra.

    É um caminho difícil, cheio de ventos contrários mas que não me arrependo em nada. Hoje em dia sou muito mais feliz e me amo muito mais.

    Beijos e ótimos treinos para todos!

  5. Muito manero esse texto e esclarece bem o fato de sermos tachados de bombado, alias uma das coisas q mais me deixam puto é nego fala q com bomba é facil, kkkk quem me dera q anabolizante fosse q nem as raçoes dada pros frangos de granja que faz um animal de 3 meses parecer um de 1 ano , mas nao é assim , obrigado pelo texto! Bons treinos e bons ganhos ae galera!

  6. Post digno de aplausos. Me lembrou uma entrevista de Fernando Sardinha para o fórum hipertrofia, que existe o preconceito contra magro, Gordo e body building …. muito musculo também incomoda

  7. Lendo esse post, isso so me faz focar mais ainda, exatamente isso tem que ser..
    “sua critica e sua inveja, so fortalece os meus braços e projeta o meu corpo”

  8. Gostei muito do texto, e de fato já houvi todas estas frases preconceituosas, eles mexiam comigo, mas deixaram de me abalar, quando eu mudei um ponto, ponto este que você comenta, em vários momentos, principalmente no final: “Se você quer ser um campeão, quer ser o cara da praia que é OLHADO”, eu não malho pra ninguém mais, eu não malho para outro olhar; eu malho, porque sinto a necessidade, tenho que correr 1:00 por dia, tenho que fazer um treino pesado, tenho que transpirar, o meu corpo sente falta.

    No momento, que deixei de malhar para ouvir elogios e pensar o quanto sinto prazer em ir para o inferno, o inferno virou o céu. Este foi a premissa que mudou, o dia que faço o dia do lixo( domingo – comendo besteiras ), no subsequente, eu fico um caco, aí eu percebi que todo o sacrifício que faço, não é sacrifício, mas sim prazer, este é outro ponto que me fez descordar do seu texto. Em sumo, não existe inferno, quando se tem prazer no que faz; não existe preconceito, quando a pessoa que faz, realiza em prol do seu desejo.

    Obs: Gostei bastante da reportagem.

  9. Sábias e estimulantes palavras, toca no meu coração, e creio que no coração de qualquer um que sonha e luta pra ter esse estilo de vida.
    VOU CHEGAR LÁ!

  10. Sim , Ninguém Inveja o Feio e Odeia o Fraco. Muito Obrigado por essa mensagem Vinicius por esta nessa luta de acreditar que isso vai se tornar real, e agradeço a Deus!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ir para o topo

Copyright © 2017 Dicas de Treino.