18ago

Causas e sintomas de Baixa Testosterona em Homens

Baixa Testosterona em HomensA baixa testosterona masculina nem sempre se manifesta rapidamente, e por isso, é necessário que você se mantenha alerta. Veja porquê!

Você bem sabe que é indiscutível que tanto o organismo feminino como o masculino reagem conforme os níveis hormonais.

Vários estudos comprovam que, a influência dos mesmos é tão intensa ao ponto de colocar o corpo em estado de êxtase ou fadiga intensa.

Basta passar os olhos em vários sites sobre este assunto que você vai encontrar relatos em que decisões a serem tomadas, situações de medo, estresse e também de baixa autoestima estão relacionadas com os níveis de testosterona no sangue.

Mas, para um homem a baixa testosterona merece o olhar cauteloso, individualizado, com investigação minuciosa, inclusive de um médico urologista.

Sim, é verídico que os níveis hormonais masculinos tendem a reduzir com o avançar da idade. Para homens, a testosterona tem declínio já a partir de 30 anos em alguns casos, e com quedas em até 1% ao ano a partir dos 40.

Mas, também é fato que o estilo de vida do homem contemporâneo, tem influenciado para que quedas de testosterona aconteçam em plena idade onde a performance masculina deveria estar em alta.

E, é sobre isso que vamos conversar com você hoje!

Por isso, leia com atenção, faça sua autoanálise e se dúvidas surgirem, não hesite, procure ajuda médica, realize exames clínicos para medir a testosterona, e considere os suplementos naturais para aumentar os níveis.

 

Causas da Baixa Testosterona

 

A classe médica orienta que a queda do hormônio testosterona, pode estar associada a doenças comuns como a obesidade e a bronquite, por exemplo.

Porém, há outras, que chamamos de doenças de síndrome metabólica (conjunto de doenças associadas) que podem também interferir na baixa produção do hormônio no sexo masculino.

Um indivíduo que receber o diagnóstico de 3 dessas doenças abaixo, poderá ser enquadrado como portador de síndrome metabólica:

  • Hipertensão elevada;
  • Índices glicêmicos acima do normal;
  • Colesterol HDL (bom) muito baixo;
  • Taxa de triglicerídeos acima do normal;
  • Obesidade central (medida do abdômen fora de padrão).

Além desses fatores, a baixa testosterona pode também estar relacionada a infecções causadas pelo HIV; doenças debilitantes (esquizofrenia, artrite reumatoide, poliomielite, paralisia cerebral, distrofia muscular, etc.); doenças psicológicas, uso inadequado de medicamentos, e, existem ainda os fatores psicológicos, como ansiedade, alto nível de estresse, entre outros.

Sim, as desregras da vida como excesso de álcool, cigarro, drogas ilícitas e má alimentação, também interferem para que não mantenha sua testosterona em alta.

 

Sinais de Baixa Testosterona em Homens

 

Você, seja um atleta que está lendo este artigo a procura de mais  informações sobre a testosterona ou mesmo para ganhar massa muscular, ou ainda um homem em busca de conteúdo para melhorar a performance sexual, observe se alguma das situações a seguir tem acontecido.

 

O interesse sexual diminuiu

Esse é o sintoma clássico da baixa testosterona!

E não apenas o desinteresse, como também alguns sinais de que sua performance sexual, não está lá…igual, ou como deveria ser.

BI 01BI 01

Causas e sintomas de Baixa TestosteronaCoisas “banais”, mas comuns na vida do homem, como a ereção matinal, ou a necessidade latente de sexo (várias vezes por semana) começam a diminuir ou não ocorrem podem sugerir que o hormônio está baixo.

 

Você malha, pega pesado, mas os músculos…

Logo no início da puberdade (por volta dos 12/13 anos) a produção de testosterona começa a eclodir, e naturalmente o corpo do homem começa a se modificar. Voz, altura, e músculos se modificam e assim seguem o processo normal.

Os especialistas em assuntos masculinos, afirmam que o auge da produção de testosterona no homem ocorre, entre 20 e 30 anos, e é neste momento que os músculos hipertrofiam com muita facilidade.

Quando treinos são direcionados com esse objetivo, e mesmo com intensa dedicação, a forma física não se desenvolve (ganho muscular masculino).

Atenção! Isso pode ser um sinal de baixa testosterona masculina.

Especialmente neste caso, você pode contar com a suplementação. O Tesdodrol Cycle, está entre os melhores e mais recomendados.

Não custa nada saber mais sobre este produto!

 

Cansaço extremo e constante

Testosterona normal, e energia em alta são sinônimos!

Claro que o excesso de cansaço tem origem em outros fatores, mas também, é um dado relevante para o diagnóstico sobre os níveis do hormônio no homem.

 

Instabilidade no humor

Gerald Lincoln, é um conceituado médico escocês e professor da Unidade de Ciências da Reprodução Humana do Conselho de Pesquisa Médica, em Edimburgo.

Sua pesquisa sobre a influência da testosterona no humor masculino, resultou na Síndrome do Homem Irritável (SHI), batizada por ele próprio.

Onde, através de experiências com mamíferos (carneiros e primatas, entre outros) declara que a baixa testosterona pode sim interferir no estado de espírito, causando:

  • Depressão sem motivos aparentes ou mesmo em decorrência de problemas comuns do cotidiano;
  • Interferência na capacidade de concentração no trabalho e em outras atividades, diminuindo o senso crítico de análise e deixando as ações mais lentas;
  • Até mesmo certa dificuldade em assimilar coisas novas, como por exemplo aprender algo complexo;
  • Se sentir triste e sem motivação.

E, é claro se ficar muito estressado, sem paciência para coisas simples, do dia a dia, além de muita dificuldade para dormir.

 

A baixa testosterona influencia na perda de massa óssea

Esta informação é bem específica para os homens maduros!

Outra fonte segura de pesquisa sobre as consequências da baixa testosterona masculina, vem da análise da University of Western Australia, que ao observar mais de 3550 homens (melhor idade, mais de 70), constatou baixos índices do hormônio e a relação com fragilidade óssea.

Isso significa que: se os níveis hormonais chegarem a dose muito baixas, doenças como a osteoporose podem se desenvolver.

 

Pelos que não crescem

Assim como os músculos, os pelos masculinos aumentam por volta dos 12 anos. Quando os níveis de testosterona são baixos, os pelos pubianos, principalmente demoram a crescer.

 

Baixa fertilidade

É inevitável, a baixa testosterona, será a influente direta na qualidade e quantidade dos espermatozoides.

Tanto que, a pesquisa do hormônio, é o primeiro passo em casos de dificuldade de gerar um filho.

Outros sinais, como aumento da gordura abdominal, agitação noturna, disfunção erétil, também indicam a baixa testosterona e devem ser relacionados quando buscar ajuda para resolver este problema.

Mas, há duas coisas que você poderá fazer agora mesmo para aumentar a testosterona sem nenhum prejuízo para sua vida (aliás para ajudar na sua performance sexual e nos treinos):

 

 

Referências
drauziovarella / deficiencia-de-testosterona
endocrino /sindrome-metabolica
pebmed / as-doencas-mais-debilitantes-parte-1
bbc.com / 020228_homenscb
uwa.edu

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

INSCREVA-SE para receber dicas de treino, nutrição e suplementação

Ir para o topo

Copyright © 2017 Dicas de Treino.