07 jun

Adaptar o Kefir: é possível transformar kefir de leite em kefir de água ou de água para leite?

Adaptar o Kefir: é possível transformar kefir de leite em kefir de água ou de água para leite?

Será possível adaptar o kefir do leite para a água e vice-versa? Seja porque você ganhou um grão Tibico – que é o Kefir produzido na água com açúcar mascavo e quer preparar um delicioso iogurte com ele ou porque deseja aumentar seus nutrientes e variar no sabor, é sempre importante saber se essa experiência dará certo.

Afinal, os grãos são raros e muitas vezes difíceis de cultivar. Por isso, muita gente não quer desperdiçar a chance de continuar fazendo seu próprio Kefir em casa com testes arriscados. Nós fomos atrás da resposta para que você saiba de uma vez se é ou não possível adaptar o kefir para ambas as colônias. Confira!

 

O que é o Kefir?

 

Se você caiu de paraquedas nesse assunto, talvez ainda não tenha ideia do que é o Kefir. De forma bem simplificada e resumida, trata-se de uma colônia de grãos que possuem vida própria e se reproduzem fermentando no leite ou na água com açúcar – como é o caso dos chamados Tibicos.

Muito comuns no oriente médio, os grãos de kefir têm propriedades medicinais e podem ser utilizados para uma série de receitas. Entre elas, a mais conhecida e procurada é a de iogurte natural. O sabor realmente surpreende e quem experimenta geralmente não troca por nada!

Mas, como são produtos vivos, precisam de cuidados para continuarem se reproduzindo. Antes de mais nada, separamos algumas dicas para sua colônia se manter ativa.

Cuidados:

1. A primeira lição do kefir é que ele é formado por pequenos organismos vivos e, por isso, não pode ser tratado como um alimento comum. Você precisará de um pote de vidro e uma redinha para que não entrem moscas e mosquitos e, ao mesmo tempo, para que a colônia respire.

2. Além disso, ao manusear o seu Kefir, jamais utilize utensílios de alumínio ou ferro. Opte pelos de plástico. Isso é importante para que a colônia não morra e deixe de se reproduzir como você desejava.

3. Como dica extra, indicamos que você sempre verifique a temperatura da sua casa. Em lugares mais quentes, adaptar kefir é mais fácil dentro da geladeira, naquela gavetinha onde guardamos os legumes. Isso porque a colônia morre quando atingimos os 40 graus – temperatura que pode acontecer facilmente no verão.

4. Por fim, se tiver frio, a dica é que ele fique em um canto um pouco mais quente e sempre entre 20 e 30 graus. O equilíbrio é o segredo!

Se você ganhar o kefir de alguém e perceber que sua colônia está crescendo rapidamente, não deixe de compartilhar com seus amigos e vizinhos. Lembre-se que essa é a ideia central do produto e, por isso, é raro vê-lo sendo vendido.

 

Tipos mais comuns de Kefir – Quais são eles?

 

Os tipos mais comuns de Kefir são os produzidos no leite e os produzidos na água. Ambos têm a mesma essência, embora sejam diferentes em alguns aspectos. O Kefir do leite se alimenta da lactose o da água se alimenta da sucralose que derivado do açúcar mascavo adicionado à mistura.

No texto de hoje, vamos explicar se há possibilidade de adaptar o kefir para outras fontes de alimentação que não sejam as suas de origem. Já adiantamos que é possível, porém, será preciso algum cuidado para não causar danos à sua colônia.

 

Kefir é considerado um dos melhores alimentos do mundo?

 

Se você já leu em algum lugar que o Kefir é um dos melhores alimentos do mundo, saiba que essa afirmação tem um fundo de verdade. Embora existam uma infinidade de alimentos saudáveis que podemos citar, o uso do grão de Kefir é uma excelente fonte de vitaminas e de saúde para o nosso corpo.

Para termos uma ideia, a história por trás desse milagroso grão diz que ele foi o responsável até mesmo por uma guerra no oriente, já que era raro e conhecido pelo seu poder de manter o organismo saudável.[1]

Na época, os povos queriam manter o alimento preservado entre eles e evitaram ao máximo sua chegada em outros países. Diz a lenda que inúmeros conflitos graves ocorreram para que o segredo do kefir fosse guardado a sete chaves!

Leia também:

PROBIÓTICOS: o que são, para que serve, benefícios e onde encontrar

Mesmo sem comprovação desse fato, não há dúvidas: o kefir é excelente para o corpo e pode ser consumido sem medo! Médicos e nutricionistas do mundo todo concordam que acrescentá-lo na dieta é uma excelente ideia e que isso pode ser feito por qualquer pessoa, com raras exceções de alérgicos ou intolerantes à lactose.

E, como falamos, há dois tipos mais comuns de kefir. Vamos explicar a funcionalidade de cada um deles:

 

Kefir de água – Para que serve?

 

Whey Protein GrowthCreatina Growth

Mesmo que você queira adaptar o kefir de água para o leite, saiba que ele – por si só – tem muitos benefícios. Além das vitaminas que ele traz, há inúmeras pesquisas que relacionam o seu consumo com um aumento da imunidade e cura de problemas de infecções recorrentes, como é o caso da candidíase em algumas mulheres. Há também estudos que o relacionam com a prevenção de doenças e diminuição da obesidade.

Ingerido geralmente puro, o kefir de água não costuma ser utilizado para outras receitas, embora possa ser facilmente batido com frutas, verduras ou mesmo acrescentado em pratos comuns do dia-a-dia. Mas, a recomendação mais comum é ingerir sua água.

Leia também:

Benefícios do Kefir de Água, como fazer e usar para Emagrecer

Kefir de Água: como Conservar, processo para Congelar e Descongelar

Adiantamos que o gosto desse tipo de kefir é mais amargo e pode causar espanto em quem não está acostumado. Se for seu caso, não se preocupe, o sabor mais ácido é normal devido à fermentação mais acentuada. Tente se adaptar e jamais adicione mais açúcar à mistura!

 

Kefir de leite – Para que serve?

 

O Kefir de leite tem as mesmas propriedades do kefir de água e tem relação com proteção ao sistema imunológico e prevenção de diversas doenças – até mesmo as mais graves, como câncer.[2] Embora esse último benefício ainda necessite de respaldo médico, sabe-se até agora que o consumo do kefir de leite é excelente para a saúde e pode ser feito sem restrições – exceto por pessoas intolerantes à lactose, que devem consultar um médico previamente.

Leia também:

Benefícios do Kefir de Leite, como fazer e usar para Emagrecer

Kefir de Leite: como Conservar, processo para Congelar e Descongelar

Como falamos, o kefir de leite é bem saboroso e lembra bastante o iogurte natural que estamos acostumados a comprar no supermercado. Por esse motivo, ele é bem mais fácil de ser adaptado à nossa rotina e costuma ser um dos mais procurado. Além do iogurte, também é possível fazer queijos e outras receitas com esse tipo de kefir!

 

É possível Adaptar o Kefir de Leite em Kefir de Água?

 

Agora que entendemos o que é o kefir e para que ele serve de maneira geral, vamos à pergunta que não quer calar: é possível transformar kefir de leite em kefir de água e vice-versa?

Obviamente, adaptar o kefir exige cuidado. Como falamos, estamos lidando com uma colônia de bactérias vivas, que são sensíveis e podem morrer se houver um choque muito grande de alimentação, temperatura ou mesmo manuseio excessivo.

Mas, sim, é possível fazer essa alteração. Para transformar grãos de kefir leite em kefir de água, é simples.

Você vai precisar pegar os seus grãos atuais e adpatar o kefir para a nova realidade. Como? Basta colocá-los na água diretamente, com um pouco de leite. Veja:

1. Na primeira, faça o uso do leite e espere 48 horas para que eles se adaptem;

2. Na próxima leva, você pode retirar o leite e mantê-los apenas na água.

Devemos lembrar que essa é uma das experiências mais arriscadas. Em geral, ela dá certo, porém, é mais comum a versão contrária. Ou seja, dá para usar kefir de água no leite mais facilmente do que o oposto.

 

É possível Adaptar o Kefir de Água em Kefir de leite?

 

Como falamos, essa é uma opção mais fácil e nós vamos explicar como passar o kefir de água para o leite. Veja:

1. Para adaptar kefir de água para o leite é bem mais simples, porque podemos simplesmente acrescentar açúcar na mistura, fazendo com que eles possam continuar se alimentando dele durante o período de adaptação.

2. Dessa forma, basta que você pegue um pouco dos seus grãos, adicione no leite e coloque meia colher de açúcar mascavo. Será preciso esperar 48 horas para realizar a troca – assim eles já terão se adaptado melhor.

 

Dicas Extras

Você já sabe como adaptar o kefir, porém, nós ainda indicamos que uso o grão corretamente. Ou seja, evite fazer substituições, pois eles são frágeis e podem morrer durante o processo. A nossa dica é que você sempre tenha cuidado ao manusear a colônia e guarde um pouco do kefir sem interferência – jamais use tudo em uma experiência assim.

Se tiver sucesso, mantenha os dois tipos de kefir e aproveite os benefícios de ambos! Lembre-se de que é possível produzir inúmeras receitas com eles! Use a criatividade e se apaixone por essa febre!

 

Referências

1. Paulo Guilherme Ribeiro, especialista em plantas medicinais
2. Juliano Pimentel, médico.

 




Posts Relacionados

4 comentários em “Adaptar o Kefir: é possível transformar kefir de leite em kefir de água ou de água para leite?

  1. Realmente, da para adaptar sim, porém a longo prazo a colônia enfraquece e não trará mais os nutrientes prometidos pelo probiótico e nem seus benefícios de origem. Se existe um Kefir de água e um Kefir de leite, não há necessidade alguma de efetuar a troca de seu habitat natural. Quem não curte a proteína animal, consome o de água e virse-versa. No final do processo o que você terá é uma colônia totalmente alterada que nem de longe trará os benefícios próprios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



INSCREVA-SE para receber dicas de treino, nutrição e suplementação

Ir para o topo

Copyright© 2018 Dicas de Treino.