28abr

Dicas para não desistir de Treinar no Frio

treinar no frio

Você já deve ter passado por isso… Decidiu deixar o sedentarismo de lado e/ou resolveu que precisava emagrecer e se matriculou numa academia. Porém, principalmente no inverno, em dias chuvosos ou em dias que você chega cansado do trabalho, ou então quando você está com um pouco de preguiça… a academia acaba ficando para depois. Resumindo… todos os dias têm uma desculpa para ficar em casa e não ir treinar no frio …

De acordo com pesquisas da IHRSA (organização que reúne academias americanas), aproximadamente 50% daqueles que se propõe a treinar todos os dias não chegam a completar nem três meses de treino.

O organismo precisa de um tempo para se adaptar à nova rotina. E os três primeiros meses são os mais difíceis… A pessoa pode se sentir obrigada a treinar, mas com pouca motivação. Depois deste período, é comum que o próprio corpo sinta falta, tornando o exercício uma fonte de prazer.

Pensando nisso, elaborei dicas para você buscar motivações e “não parar de treinar no inverno”. Afinal, com o clima mais frio, o corpo gasta mais calorias para se manter aquecido pois o frio é um termogênico natural”. Desta forma, quem pretende eliminar peso pode se beneficiar com as mudanças fisiológicas do corpo geradas pelo frio.

 

Dicas para não desistir de Treinar no Frio

 

Primeiramente, pesquise e saiba quais são os benefícios que o exercício físico irá lhe trazer. Todo praticante colhe inúmeros benefícios para a sua saúde como um todo, abrangendo tanto o aspecto físico quanto os aspectos emocional e social. Sabendo disso, você passa a ampliar a sua visão sobre o exercício físico, compreendendo a sua importância perante a vida.

Se você já costuma sentir preguiça para acordar, no inverno irá piorar. Então, deixe as janelas sem cortinas para que a claridade invada levemente o local que você dorme e tire proveito dela como despertador natural, pois a produção de melatonina, um dos hormônios que regulam o sono, é ativada com a escuridão e interrompida com a luz. Programe também o celular ou o MP3 com aquela música animada que você adora escutar durante um sprint no treino de spinning, por exemplo. Rapidamente, seu cérebro fará a associação da música com a aula, trazendo a sensação de bem-estar que você sente ao terminar o exercício. A música é um agente ergogênico, que regula o humor tanto antes, quanto durante as atividades físicas.

Se mesmo assim você continuar morrendo de preguiça de acordar e trocar de roupa com o tempo gelado lá fora, mude o seu horário de treino. Aproveite a hora mais quente do dia: o período do almoço. Exercitar-se nesse horário dá uma recarregada em sua bateria e a parte da tarde será bem mais prazerosa e produtiva, espantando aquele soninho que geralmente dá depois do almoço.

Agora, se você prefere treinar à noite, não passe em casa depois do trabalho antes de encarar a malhação, não funciona! Haja força de vontade para sair de casa depois de um dia cansativo. Prepare a mochila na noite anterior, deixe no carro e vá direto de onde você estiver.

Estabeleça um objetivo e trace metas atingíveis e reais como, por exemplo, caminhar dois quilômetros, três vezes por semana nas primeiras duas semanas, aumentando 300 metros a cada semana em um período de 12 semanas. Quando o desafio é aumentado gradativamente, é mais fácil de praticar e cumprir do que decidir caminhar cinco quilômetros todos os dias até o fim do ano.

Escolha uma atividade que mais lhe agrade. Temos que praticar o exercício que mais nos dá prazer. Assim, teremos um estímulo pessoal e uma possibilidade de resultado muito mais abrangente.

Reserve um horário do dia para dedicar-se a essa atividade. O maior segredo para manter uma frequência de exercícios é torná-los um hábito, assim como escovar os dentes e tomar banho. Sua rotina de exercícios deve tornar-se entranhada, para se tornar um ritual. 

Procure estímulos. Arranjar uma companhia para ir à academia, principalmente nas primeiras semanas, ajuda a manter o compromisso com a prática do exercício físico, além de tornar este tempo mais agradável.

É muito fácil desistir do treino quando você está sozinho, especialmente naquele dia em que bateu a preguiça ou amanheceu nublado. Você também pode fazer uma aposta com a sua companhia ou com um amigo que também faz exercícios e combinarem de pagar o cinema daquele que faltar menos às aulas.

Faça uma espécie de “diário de treino” em um caderno, em uma agenda ou até mesmo em um blog. Pode ser algo como: “Hoje caminhei dois quilômetros e me senti bem”. E valorize os progressos: “Caminhei 20 minutos e corri cinco minutos. Nossa como correr é legal!” O ato de registrar seu exercício faz com que você visualize sua evolução, o que é altamente motivador.

Compartilhe suas experiências. Converse sobre seu treino com pessoas do mesmo nível que você e com os mais experientes. Até as redes sociais como o Twitter e o Facebook podem ajudar nessa troca.

Varie os exercícios e programe um treino ao ar livre pelo menos uma vez por semana. Escolha um local agradável para a prática, como um parque ou uma praia. Lembre-se de iniciar o treino bem agasalhado e conforme o corpo esquenta o agasalho pode ser retirado. Mas após o treino, quando o corpo começar a esfriar, é preciso se agasalhar novamente para mantê-lo aquecido.

Faça um compromisso de ir todos os dias (mesmo que apenas 20 minutos) por um mês. Isto irá solidificar o hábito do exercício.

Hidrate-se mesmo no frio, é muito importante. Quem tem o hábito de esperar a sede chegar para tomar água, precisa rever esse conceito. Porque quando o corpo pede água quer dizer que o organismo já está precisando ser hidratado. A desidratação faz o rendimento cair durante os exercícios, prejudicando o resultado. Beba água antes, durante  e depois.

Agora, depois que você conseguiu cumprir suas metas e alcançar seu objetivo, dê uma recompensa a si mesmo! Por exemplo, negocie consigo mesmo e estipule uma meta que pode ser semanal, quinzenal ou mensal.

 

A cada meta conquistada se dê um presente pois você merece!!

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Sempre que for iniciar uma rotina de treinamento, consulte um Educador Físico. Sempre que for fazer uso de suplementos alimentares, procure a recomendação de um Nutricionista.

Todo o post publicado possui autorização expressa do autor. Não é autorizada a cópia total ou parcial de nenhum conteúdo disponível no site.

23 comentários em “Dicas para não desistir de Treinar no Frio

    1. Que bom que vc gostou do artigo, Marina. Espero que as dicas tenham ajudado vc a prosseguir com seu treino nos dias frios. Obrigada, abraços.

  1. Vish, essa de deixar a janela aberta não me serve… Minha rua é muito iluminada, e acordo beeeem antes do sol raiar. E olha que é difícil sair da cama quentinha neste frio kkkkkkkkkk

  2. Olá, tenho 38 anos, 1,59 de altura, e hoje estou com 60 quilos, acredito que meu peso subiu devido a um tratamento de ansiedade que fiz por 2 anos, ao longo desse período também fiz uso de corticóide devido a um problema de saúde, nunca cheguei a esse peso, só mesmo na minha segunda gravidez, não me acho gorda, está tudo bem distribuido, mas não estou contente com meu peso, estou indo na academia 3 vezes na semana, faço as aulas de jump, pump e completo com 1 hora de corrida intercalada com caminhada acelerada na esteira, o que queria saber e se estou fazendo o processo para perda de peso corretamente e se só com o pump eu consigo ganhar uma massa muscular e melhorar a flacidez que conquistei nesse periodo =/ ? Faço o uso de uma medicação chamada HUMIRA, injetável a cada 14 dias, para tratamento de um tipo de reumatismo que tenho, esse medicamento baixa a imunidade e funciona como uma quimioterapia leve, isso pode estar piorando o meu quadro de flacidez e celulite, porque nunca estive como estou hoje e só fiquei longe da academia no periodo de 2 anos mas ainda assim fazia pilates 3 vezes na semana. O que posso fazer para melhorar, please?

    1. Bom dia Nani! Realmente os corticóides podem fazer com que a pessoa adquira uma aparência inchada, pois os mesmos atuam no rim aumentando a reabsorção de sódio e consequentemente de água… O pump feito com uma carga de moderada a pesada pode sim ajudá-la a ganhar massa muscular e melhorar a flacidez. Além dos exercícios citados acima, seria interessante você fazer mais exercícios aeróbios nos outros dias em que vc não faz nenhum tipo de atividade para acelerar o seu emagrecimento. Busque também uma ajuda nutricional para verificar se a sua dieta esta adequada, pois a alimentação é um fator importantíssimo no seu emagrecimento bem como na melhora do aspecto da celulite. E não superestime o exercício físico achando que pode comer tudo o que quiser pelo simples fato de estar se exercitando… Para cada 3.500 calorias extras que você consome e seu corpo não queimar, você ganha meio quilo de gordura. Qualquer dúvida, terei o maior prazer em responder… Espero ter ajudado você. Um grande abraço.

  3. Bom dia Nani! Realmente os corticóides podem fazer com que a pessoa adquira uma aparência inchada, pois os mesmos atuam no rim aumentando a reabsorção de sódio e consequentemente de água… O pump feito com uma carga de moderada a pesada pode sim ajudá-la a ganhar massa muscular e melhorar a flacidez. Além dos exercícios citados acima, seria interessante você fazer mais exercícios aeróbios nos outros dias em que vc não faz nenhum tipo de atividade para acelerar o seu emagrecimento. Busque também uma ajuda nutricional para verificar se a sua dieta esta adequada, pois a alimentação é um fator importantíssimo no seu emagrecimento bem como na melhora do aspecto da celulite. E não superestime o exercício físico achando que pode comer tudo o que quiser pelo simples fato de estar se exercitando… Para cada 3.500 calorias extras que você consome e seu corpo não queimar, você ganha meio quilo de gordura. Qualquer dúvida, terei o maior prazer em responder… Espero ter ajudado você. Um grande abraço.

  4. ola muito boa noite,adorei o vosso site acheio muito interessante e aconselhavel PARABENS.

    Queria perguntar ha doutora renata,se podia me indicar alguns sites ou livros que me desse mais alguma motivaçao e tambem eu gostava de perder mais algum peso e queria começar a correr. podia me fazer um planeamento para que eu consiga fazer….ja ha mais de 10 anos que nao corro nem faço exercicio.

    Obrigado desde ja por tudo e continuem o bom trabalho

    1. Olá Sergio! Esses sites http://www.exercite-se.com/ e http://www.webrun.com.br/home/ são sobre corrida e podem ajudá-lo a começar a correr. Já esse site http://www.escolapsicologia.com/ ajuda a desenvolver a motivação. Infelizmente, fazer um programa de corrida para vc, é praticamente impossível! Não prescrevo exercícios para quem eu não conheço pessoalmente, pois há características importantes que eu não sei sobre vc: idade, peso, condição clínica (colesterol, triglicérides, glicemia, pressão arterial, etc), tempo disponível e outras. E como vc não faz exercícios há 10 anos, o ideal é que vc comece a caminhar para de pois começar a intercalar caminhadas com pequenos trotes. Espero tê-lo ajudado, abraços.

  5. Misericórida hein? Tudo bem que o RESULTADO dos treinamentos pode ser prazeroso (corpo definido, peso controlado, flexibilidade), mas daí a dizer que treinar pode ser prazeroso e que “correr é legal” é um tremendo exagero. Ter um corpo lindo é o máximo, mas se esfalfar correndo e levantando peso, especialmente no frio, não tem como ser prazeroso. O único incentivo para isso é imaginar-se com o corpo desejado, ainda que tenha que engolir seco e passar muita raiva treinando, até atingir o objetivo.

    1. Olá, Laura! Que pena que vc não sinta prazer em se exercitar, pois eu sinto, e muito! Talvez vc ainda não achou o seu exercício físico, a atividade física ideal para vc. Esse prazer que somente alguns o sentem, é o que chamamos de motivação intrínseca. Ela é caracterizada pelo estado de fluência, que contém muitos elementos comuns, mas um aspecto-chave é que há um equilíbrio entre a percepção de capacidade de um indivíduo e o desafio da tarefa. Vários fatores, como a confiança, ativação ideal e atenção focalizada, ajudam a alcançar um estado de fluência; outros fatores, como atitude autocrítica, distrações e falta de preparação, podem impedir ou interromper estados de fluência. Vc não precisa “engolir seco e passar muita raiva treinando”, busque uma atividade que lhe dê prazer, bem estar… Ou aprenda a gostar do que vc faz, pensando na sua motivação extrínseca, que é o corpo desejado. Isso é possível! Abraços

  6. Adorei o post,gostei muito das dicas,eu estou começando na academia agora,e tenho que ter muita foça de vontade pra não desistir!eu gosto muito de caminha e corrida(já fazia estas atividades antes de entrar na academia),então acho que isso está me ajudando um pouco!mas pra falar a verdade,o que não curto muito é aquela”pilha”de aparelho que nem sei usar direito!sei que só tem 5 dias que entrei e que é normal!!!!mas se conseguir passar desta fase,sei que o resto é mas fácil!acho que é muito importante olhar no espelho e gostar do que vê,mas mais ainda é esta colaborando pra minha saúde a longo prazo!!!

    1. Obrigada, Aline. Com o tempo vc se sentirá familiarizada com tanta aparelhagem… rsrsrs. Persista! Vc só tem a ganhar em fazer musculação. Foque no lado positivo! Abraço.

  7. O frio realmente dá uma desanimada, mas o calor escaldante é ainda pior, parece q falta ar…
    Esse negócio de ter companhia para malhar não funciona p mim. Sou mt concentrada, chego, faço meus exercícios e tchau. Vejo q mts pessoas q vão à academia acompanhadas mais conversam q treinam.

  8. Sensacional Renata, parabéns!

    Acordar no frio inicialmente é horrível, chovendo então, desequilibra toda a rotina do dia. Suas dicas são válidas e vou usar a parte das “cortinas” no dia anterior, quando bater aquela preguiça… rs. Ótimo post!!!

    Abraços.

  9. Bom aqui aonde moro só quando cai neve não vou malhar… Mas adoro academia… Quando esfria sinto prazer em malhar pois meus amigos sempre duvidam.. Moro em São Joaquim-sc. Uma das cidades mais frias do Brasil …
    Ótima reportagem por sinal esta -2 negativos agora..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *