14fev

Entrevista com o Atleta João Vicente Lobe Ladewig

João_Vicente_Lobe_LadewigNome: João Vicente Lobe Ladewig

Idade: 17

Altura: 1,72

Peso: 93kg

Principais Medicas: 44cm braços, 67cm coxas

Naturalidade: Brasileiro

Cidade Atual: Blumenau – SC

Douglas Guimarães: Olá João, você é um fisiculturista muito jovem, dessa forma lhe pergunto, qual foi sua inspiração para iniciar o treinamento com pesos? Na adolescência, houve algum personagem de desenho animado ou de filmes que colocou esse sonho dentro de você?
João Ladewig: Eu sempre gostei muito de esportes desde a infância, aos 13 anos comecei a pesquisar sobre musculação, ver vídeos, filmes como pumping iron, e isso foi me inspirando a treinar.

Douglas Guimarães: João, grande parte das pessoas não entendem nosso esporte e, principalmente no começo é difícil conquistar o apoio das pessoas ao nosso redor, você não tinha nem 18 anos quando conquistou seu primeiro título, como foi a reação dos seus pais, pré e pós campeonato e de que forma eles pensam sobre sua carreira de bodybuilder?
João Ladewig: Pois é, no começo foi muito complicado, meus pais não entendiam, eram contra suplementos e tudo mais. Com o tempo, eu mesmo fui tentando fazer eles entenderem o esporte; minha mãe foi atrás também de gente que é do meio e foi passando a entender mais e me apoiar; já na preparação da competição ficaram do meu lado o tempo inteiro, ficaram muito orgulhosos do resultado e acreditam muito em mim; hoje minha relação com eles sobre isso é muito tranquila.

Douglas Guimarães: João, a maioria das pessoas quando entram pela primeira vez em uma academia são totalmente leigas em relação ao treinamento com pesos, dieta e suplementação, acabam seguindo cegamente o conselho dos profissionais disponíveis, sendo estes bons ou não, no seu caso é evidente que encontrou o caminho certo muito cedo, o que contribui para isso? Como foi o começo para você?
João Ladewig: Minha força de vontade de ir atrás de conhecimento. Eu nunca segui a clássica fichinha do instrutor “risos”, sempre pesquisei treinamento, nutrição desde o início, no começo fazia muita coisa errada também, mas com o tempo fui aprendendo e até hoje aprendo cada dia mais.

Douglas Guimarães: Já que tocamos no assunto, quais suplementos são essenciais na sua dieta em OFF e pré contest?
João Ladewig: Não muda muita coisa, em off uso whey, dextrose, albumina, bcaa, creatina, glutamina, omega-3 e multivitamínico em pré contest uso algum termogênico e uso mais aminos, uma vez ou outra uso algum pré treino também.

Douglas Guimarães: Não são todos que entendem a importância da dieta quando se tem como objetivo uma mudança corporal. Se pudesse dar dicas sobre alimentação, quais seriam?
João Ladewig: Nutrição é tudo nesse esporte, sem uma boa alimentação, não vai chegar a lugar nenhum, pesquise muito busque o que é melhor pro seu corpo, só assim vai ter algum resultado, esqueça essas dietas milagrosas de revista ou suplementos milagrosos, tem que ter disciplina!

Douglas Guimarães: João, você é muito novo, mas suas escolhas de vida já mostram sua maturidade, dessa forma já deve ter feito planos para seu futuro profissional e no esporte. Quais são?
João Ladewig: Atualmente, pretendo me formar na faculdade (provavelmente Educação Física), e quero seguir carreira no fisiculturismo.

Douglas Guimarães: No mundo bodybuilding há defensores do treino pesado onde se executa com a maior carga possível e os que acreditam em amplitude de movimento e execução perfeita, em qual destas você se encaixa?
João Ladewig: Um pouco de cada um, acredito na amplitude de movimento com a melhor execução possível com a maior carga possível, mas diria que me encaixo mais na segunda opção.

Douglas Guimarães: João, o governo sempre aparece com ideias de investimento no esporte para tirar crianças das ruas e afasta-las da criminalidade. Será que uma academia decente e acessível para a população não daria esse retorno?  A maioria dos competidores tem uma vida regrada, sem álcool, drogas e balada, sendo então, o que acha que impede a disseminação desse esporte tão edificante para a população brasileira?
João Ladewig: Seria ótimo porque musculação não deixa de ser um esporte, mas infelizmente ainda existe muito preconceito e por isso não investem nisso.

Douglas Guimarães: Voltando ao treinamento, como divide seu treino durante a semana e quais exercícios são essenciais para você?
João Ladewig: Em off divido meu treino em 5x na semana geralmente assim: costas/panturrilhas, peito/abdômen, pernas/panturrilhas, ombros/abdômen, braços/panturrilhas, não tenho um exercício favorito, gosto do básico, supinos, remada curvada e cavalinho, agachamento…

Douglas Guimarães: João, sabemos que o fisiculturismo é um esporte de detalhes, dessa forma, fale um pouco sobre a semana final pré competição. Como trabalha com os macronutrientes, com a água e com o sódio?
João Ladewig: Para essa preparação eu fiz assim, na depleção cortei o carbo em 50%, muito sódio e muita agua, com treino muito intenso por 3 dias, e depois comecei o carb up na sexta feira de manhã, batata-doce a cada 2 horas, 0 sódio, 5 litros de agua no primeiro dia, 2 litros no segundo, cortando a agua as 18h da tarde do dia anterior a competição.

Douglas Guimarães: Você é uma promessa do bodybuilding brasileiro, quais dicas você daria para um iniciante e até mesmo intermediário na musculação? E se tivesse a oportunidade de se sentar ao lado de um menino desacreditado e pudesse dizer algumas palavras para leva-lo ao mundo do treinamento com pesos, quais seriam?
João Ladewig: Acreditar em si mesmo, se você acreditar, você pode, não adianta ficar sentado esperando acontecer um milagre, corra atrás de seus sonhos lute por eles todos os dias de o seu melhor e sinta prazer em fazer isso, você tem que sentir prazer em treinar em fazer dieta, tem que gostar do que faz, a única pessoa que vai impedir seus resultados é você mesmo.

Douglas Guimarães: Ano que vem subiremos lado a lado no palco do campeonato paranaense, você me dará uma colher de chá, de whey, ou de albumina pura com água?
João Ladewig: Vou te dar um duplo bíceps na sua frente no posedown (risos), acho que um rodízio de pizza depois do campeonato seria melhor.

Douglas Guimarães: Brincadeiras a parte, a quem presente em sua vida você gostaria de agradecer? E qual mensagem final gostaria de dar aos leitores do site?
João Ladewig: Gostaria de agradecer primeiramente minha família, principalmente meus pais, e amigos que me apoiam e sempre estão do meu lado me ajudando tanto psicologicamente como nos treinos também a mensagem que eu deixo é não acreditem em milagres com ergogênicos ou o que for, treinem duro, tenham disciplina com a dieta, dê o seu melhor a cada dia, a cada mês e a cada ano, porque isso é um estilo de vida!

 

João_Vicente_Lobe_Ladewig__

Salvar

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Sempre que for iniciar uma rotina de treinamento, consulte um Educador Físico. Sempre que for fazer uso de suplementos alimentares, procure a recomendação de um Nutricionista.

Todo o post publicado possui autorização expressa do autor. Não é autorizada a cópia total ou parcial de nenhum conteúdo disponível no site.