13abr

Faço tudo para emagrecer e não consigo “A OBESIDADE COMO SINTOMA”

obesidadeVocê já deve ter escutado alguém dizer que faz tudo para emagrecer e não consegue… Ou que consegue… mas volta a engordar depois… Mas o que é “fazer tudo para emagrecer”? É fazer todos os tipos de dietas existentes no mercado e/ou passar fome? É fazer exercícios extenuantes e/ou treinar durante horas? Pois saiba que nenhum desses comportamentos fará com que você se mantenha efetivamente magro.

Geralmente, o “pensamento gordo” é oito ou oitenta, tem sempre presente o radicalismo.

Não existe moderação e não aceita escorregões. Se “sai da linha” na dieta ao invés de corrigi-la e seguir, a abandona ou quando está de dieta, jejua.

A OMS (Organização Mundial de Saúde) considera a obesidade um dos dez principais problemas de saúde pública do mundo e a classifica como epidemia, sendo que suas causas são múltiplas, envolvendo fatores genéticos, metabólicos, comportamentais, emocionais, culturais e sociais.

A maioria das pessoas prefere ‘culpar’ o metabolismo e a genética. Porém, das pessoas que sofrem com algum tipo de obesidade, 2% derivam de causas endocrinológicas, outros 8% são diabéticos e não produzem insulina no organismo suficiente para metabolizar os alimentos. Existem também aproximadamente 10% de pessoas com tendência genética a obesidade e provavelmente mais uns 10% que são obesos na vida adulta por terem sido crianças gordas. Ainda pode-se contar 10% que desenvolvem a obesidade por aspectos culturais, tais como hábitos familiares, sociais ou étnicos. Já os outros 60% das pessoas obesas, certamente desenvolveram esse problema devido às causas emocionais. No entanto, a obesidade ocorre devido a uma combinação de fatores.

BST - Whey Protein HTPro IIBST - Whey Protein HTPro II

Dizem os médicos, que as pessoas engordam apenas por comerem em excesso ou porque descontam suas ansiedades, carências e depressões na comida, mas nem sempre se consegue explicar porque esses problemas levam as pessoas a comerem demais. A falta do entendimento clínico do por quê a pessoa obesa come demais, mesmo que lhe traga sofrimento e complicações, reforça as crenças naturalizadas tanto no meio médico como no social, de que o obeso não emagrece por preguiça, desleixo ou falta de “força de vontade”. O que não é verdade, ninguém é gordo porque quer!

Independentemente de fatores biológicos ou hereditários, o acesso aos alimentos aumentou atualmente. Junto com a disponibilidade de alimento, está a procura do ser humano pelo prazer. Uma vez que o ato de comer está associado à sensação de prazer, o indivíduo acaba comendo mais do que necessita. Desta forma, indivíduos que perdem o controle quando começam a comer, tornam-se comedores compulsivos, desenvolvem a obesidade assim como diversos transtornos alimentares e precisam de ajuda para superar essa dificuldade.

Há uma profunda relação entre o excesso de peso, os aspectos culturais e os aspectos emocionais, que influenciam o comportamento alimentar. O corpo obeso pode ter incontáveis significados que o indivíduo carrega dentro de si, sem ao menos dar-se conta disso…

Alguns indivíduos utilizam o alimento como objeto das relações pessoais. A consequência dessa relação é que o alimento perde seu papel essencial de nutrição, passando a servir como instrumento que alivia os sofrimentos emocionais de ansiedade, medo, depressão, rejeição, raiva, entre outros.

 

A obesidade é um sintoma que coloca o corpo como principal depositário de tudo o que o ser humano precisa mostrar…

 

O corpo que padece e sofre por seu excesso de peso reflete sintomas formados pelo inconsciente e que a medicina não cura!

Para que ocorra um emagrecimento efetivo é necessário que a pessoa consiga abrir mão de sua forma obesa e dos benefícios que a “capa” de gordura fornece enquanto defesa.

O primeiro passo rumo ao emagrecimento é o autoconhecimento.

  • O que te impede de perder peso?
  • O desejo da perda de peso é seu ou de outros?
  • Qual é a sua crença sobre peso? Como está sua autoestima?
  • Você realmente deseja perder peso? É prioridade para você?
  • O que irá mudar em sua vida ao perder peso?
  • Qual a sua meta?
  • Como você se enxerga? O que você fala para você?

A partir desses princípios, do momento que você tiver um motivo para seguir em frente e você possuir o seu objetivo traçado, é que conseguirá obter resultados.  Portanto, pense… reflita….

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Sempre que for iniciar uma rotina de treinamento, consulte um Educador Físico. Sempre que for fazer uso de suplementos alimentares, procure a recomendação de um Nutricionista.

Todo o post publicado possui autorização expressa do autor. Não é autorizada a cópia total ou parcial de nenhum conteúdo disponível no site.

129 comentários em “Faço tudo para emagrecer e não consigo “A OBESIDADE COMO SINTOMA”

  1. Eu não tenho força de vontade nenhuma…comer pra mim é como um vício…e como muito e sem qualidade…gosto de frituras, comida gorda e sem nutrientes…tudo o que faz mal. Já tentei fazer dieta, já entrei inumeras vezes em academias….mas nao dura…daí fico depressiva…nao sou feliz com meu corpo, mas minha cabeça é de gordo…não sei se preciso de um acompanhamento psicológico….o que eu faço?? Preciso mudar urgentemente, pois jah sou hipertensa.

    Obrigada!

    1. Querida Roberta, pelo seu relato, percebe-se que vc usa a comida para aliviar suas tensões emocionais… Porém, não se sinta uma fracassada, sem força de vontade… Vc é humana e todo ser humano pode vir a ser viciado em algo. O ato de comer pode se tornar um vício sim, até porque a gordura libera substâncias chamadas endocanabinoides, similares à da maconha e que trazem sensação de prazer, segundo estudo publicado na revista “Proceedings of the National Academy of Sciences”. O açúcar tb pode viciar. E há pessoas, assim como vc, que se viciam em comida. Portanto, se vc não está conseguindo lidar com esse vício, procure ajuda profissional. Um grande abraço, Renata.

      1. Olá Juliana!
        Infelizmente, a comida pode causar sintomas de abstinência sim, como tremedeira, suor frio, tonteira, etc…
        Isso porque tanto o carboidrato como a cocaína e a anfetamina envolvem os mesmos circuitos cerebrais sob o comando do sistema nervoso central. Alimentos altamente calóricos injetam no sangue dopamina, neurotransmissor que, ao atingir o centro de recompensa do cérebro, gera um efeito imediato de bem-estar e felicidade – o mesmo que causa a dependência química. Tudo o que dá prazer, guloseima ou droga, aciona uma rede complexa de neurônios que, ao ser ativada, reconhece a sensação agradável, cristaliza-a na memória e provoca a repetição do gesto.
        Portanto, o ideal é realmente ir diminuindo aos poucos, como você disse, mas sabendo que pode sentir mal estar físico além do emocional, é claro.
        Abraço.

        1. Nossa, achei meu problema, já estou desenvolvendo esses sintomas.
          Não como doces nem muitas frituras, mas sinto tonturas e mal estar físico terríveis, só passa se eu comer pão ou comida(arroz, feijão, essas coisas).
          Vou ir parando gradativamente esse vício.
          Só uma pergunta, como faço na hora da tontura?
          Se eu não alimentar o vício vai passar?
          Ou ao invés de comer um pão, devo comer meio pão.
          Têm remédio que possa ajudar nesse processo?
          Já estou iniciando um tratamento, fazendo exames. Quero muito voltar pros meus 60 quilos.
          Estou com 95kg e 1, 60 de altura.
          Não aguento mais.
          Nem consigo me depilar direito.

  2. Olá Renata!
    Adorei sua matéria, acho que sempre é bom um incentivo para nós, gordinhos.. rs
    Gostaria de pedir opinião de vocês que convivem com isso…. Preciso perder 10kg. Estou super empolgada para começar uma alimentação saudável e caminhadas de 1 hora diariamente. Mas como muitas outras pessoas já fiz dieta várias vezes, e a lentidão dos resultados acaba desanimando um pouco. Então gostaria de tomar algum tipo de termogênico, pelo menos no começo para dar um gás.
    Pesquisei sobre vários, e existem várias opiniões diferentes.
    Meu amigo me incicou o Oxyelite. Já li a respeito do Oxilin Pro, mas ouvi dizer que é o mesmo que mandar manipular 400mg de cafeína…
    Então, gostaria de uma opinião de quem entende do assunto, pois quero um auxilio no meu emagrecimente, porém, nada que prejudique minha saúde.
    Você recomenda algum de confiança??
    Obrigada!
    Parabens! Estou curtindo muito as dicas do site.

    1. Boa tarde Bella! Parabéns pela sua iniciativa em começar a se alimentar de forma saudável e a praticar caminhadas… Vc está no caminho certo para o emagrecimento! Em relação ao termogênico… não aconselho! Pode ser que ele ajude vc a ter mais gás, porém, vc tb pode ter insônia, taquicardia, distúrbios gastrointestinais… A maioria dos termogênicos possui muita cafeína, por isso que “dá um gás”… mas cafeína em excesso faz mal! O melhor “gás” que vc pode ter é a sua motivação… e paciência!!! Tenha foco, determinação e paciência para ver os resultados… afinal, vc não engordou 10kg da noite para o dia e terá que aguardar 2/3 meses para emagrecer esses 10kg de forma saudável. Se vc não tiver nenhuma lesão osteomioarticular, comece a correr para acelerar o seu emagrecimento. A corrida proporciona um gasto calórico maior do que a caminhada. Espero tê-la ajudado… Se tiver mais dúvidas estou disposta a esclarecê-las… Um grande abraço!

  3. Buenas acabo de enterarme de tu pagina web y la verdad es que me parece muy bueno no sabia de mas personas interesadas en estos temas, aqui tienes un nuevo lector que seguira visitandote constantemente.

  4. Olá Renata, adorei o seu post, mais eu estou meio que desesperada pra emagrecer, tenho 30 anos e tenho Hipotiroidismo há 1 ano, no qual faço tratamento direitinho, desde março deste ano resolvi mudar radicalmente minha alimentação e fui pra academia, qd comecei estava com 94kg, já vou fazer 8 meses de academia e reeducação alimentar e so consegui chegar nos 87,5kg, pra mim só não é considerado esforço em vão pq minha alimentação mudou muito e me sinto bem melhor, mais gostaria de ver mais resultados, já fui em tres medicos diferentes ambos falaram pra ter paciencia que meu metabolismo é lento mesmo, mais pra quem está se sacrificando muito quer resultados não é mesmo??? Se vc tem alguma dica pra mim me ajude…

    Obrigada

    1. Olá Amanda! Você está no caminho certo… O importante é que vc mudou sua alimentação e está se exercitando! Para ajudar o seu metabolismo a dar uma acelerada, acrescente à sua rotina algo chamado de atividade termogênica sem exercício (conhecida pela sigla em inglês Neat). São movimentos de baixo impacto que ativam o metabolismo, tais como mexer no jardim, varrer casa, cozinhar, passear com o cachorro, subir escadas, fazer sexo, ou seja, MOVA-SE O MÁXIMO POSSÍVEL DURANTE O DIA. Outra coisa, procure controlar a sua ansiedade com exercícios respiratórios, alongamentos, ioga… pois a ansiedade e o estresse elevam o nível de cortisol, o que dificulta o emagrecimento. Leia esse artigo aqui http://www.dicasdetreino.com.br/quer-emagrecer-mais-rapido-acelere-seu-metabolismo/, que eu escrevi para acelerar o metabolismo. Espero tê-la ajudado. Se precisar de ajuda, trabalho com consultoria e assessoria em emagrecimento. Abraços.

  5. OI ,PRECISO MUITO PERDER UNS 20 KILOS RSRS ,ESTOU COM PROBLEMAS RESPIRATÓRIOS,DOR NOS JOELHOS ME SINTO CANSADA SEM CONTAR QUE TENHO ROUPAS LINDAS E NADA ME SERVE.ESTOU COM 85KILOS E MESSO 1,58
    FIZ UMA LIPO AHA 12 ANOS PESAVA 52 KILOS E USAVA 36 RSRSR ALUCINA
    ÑAO SEI POR ONDE COMEÇAR…… Ñ TENHO GRANA PARA PAGAR UM PERSONAL…
    UM ABRAÇAO ADOREI AS DICAS E A PAGNA

    1. Olá Alecsandra! É importante que vc faça uma reflexão sobre o que a impede de emagrecer e busque soluções para esse impedimento. Mas hoje, vc pode começar pelo movimento…. Acrescente à sua rotina algo chamado de atividade termogênica sem exercício (conhecida pela sigla em inglês Neat). São movimentos de baixo impacto que ativam o metabolismo, tais como mexer no jardim, varrer casa, cozinhar, passear com o cachorro, subir escadas, fazer sexo, ou seja, MOVA-SE O MÁXIMO POSSÍVEL DURANTE O DIA. Faça caminhadas diárias, analise a sua alimentação honestamente e reveja os hábitos não-saudáveis, pois a sua ingestão calórica provavelmente está acima das suas necessidades. E adote uma ATITUDE MENTAL POSITIVA. Foque no seu objetivo e utilize suas capacidades para alcançar a sua meta. Vc possui todas as qualidades e virtudes para conseguir realizar o seu objetivo, conecte-se com essas capacidades, estão todas dentro de vc! Abraços.

        1. Alecsandra, busque sua coragem, sua força e sua determinação! Se você quer, você pode, você consegue!!! Se ocorrerem recaídas, não desista! Faz parte do processo. O importante é seguir em frente na direção da sua meta e não olhar para trás. Abraços.

  6. Olá, Renata. Gostei muito do texto. Preciso emagrecer 15 quilos pelo menos, estou com 70 quilos e tenho 1,60. O peso extra me incomoda muito. Mas o que me incomoda mais são as críticas das pessoas. O TEMPO TODO. Amigos, familiares… acho que é isso que me desgasta, quando eu tô toda animadinha… Começo super bem, e depois fico triste e acho que não sou capaz. Preciso de um tratamento? Sei que para emagrecer é necessario uma dieta balanceada e exercicios. Inclusive ja fui na nutricionista… entendo que ‘dietas malucas”, restritivas só dão resultado a curto prazo. Resultado esse que é só visualmente, pois, as restrições fazem muito mal a saúde.Apesar de todo esse conhecimento, vem uma força enorme que me faz desistir….

  7. Olá Aline! Vc não tem como controlar o que as pessoas pensam, falam, criticam… mas vc tem O PODER de controlar os seus sentimentos e pensamentos, portanto, a partir de agora, exercite essa atitude de buscar não se incomodar com as críticas alheias. Não é fácil, mas é possível! Outra coisa: vc precisa aprender a ter paciência (vc não engordou da noite para o dia e tb não irá dormir com sobrepeso e acordar magra!) e monitorar o seu diálogo interno, não seja dura consigo. Recaídas fazem parte do processo de emagrecimento, e isso não quer dizer que vc não seja capaz. Se a sua voz crítica negativa ecoa na sua cabeça, orientando os seus pensamentos de forma destrutiva e promovendo sentimentos negativos, certamente não a ajudará em nada! É primordial que reoriente essa voz, de forma que a capacite para a ação. Se vc precisa ou não de tratamento, só vc poderá responder… Se precisar, posso ajudá-la, mas só vc pode decidir isso. Abraços.

  8. Olá Renata,
    Boa tarde!

    Estou ENCANTADA com a forma como você abordou o tema! Com muito cuidado com os sentimentos do outro e de uma maneira muito doce!
    Parabéns pelo texto!!!
    A parte da reflexão é de fato o passo mais importante! Auto conhecimento faz toda a diferença. A “tomada de consciencia” é a principal ferramenta para dar os passos certos e encontrar o resultado que queremos. E deve ser feita mais de uma vez!!! Sempre refetindo e AGINDO!!!
    Falo isso pois estou vivendo esse processo de emagrecimento e seu texto fez com que eu parasse novamente para rever meus conceitos.
    Sempre fui magra e depois que fui morar em outra cidade, com outros hábitos, ganhei 16kg. Isso em 7 anos, mas os 8 primeiros foi em 1 ano.
    No início me fez até bem! “Ganhei Corpo” passei de menina para mulherão e foi muito bom… .Só que não tive consciencia dessa mudança e fui levando a vida pensando – Ah, sempre fui magra, perco com facilidade!
    E essa facilidade nunca ocorreu!
    Tive que compreender que eu precisava de ajuda! Assumir que eu não era a “magra que estava passando por um momento!” mas que havia me tornado uma “gordinha”.
    A melhor forma que estou encontrando para emagrecer é de fato TOMAR CONSCIENCIA e admitir que eu mesma sempre me boicoto! Eu sou a minha maior vilã! E só consegui entender isso após responder a perguntas parecidas com as que você colocou! Sendo muito sincera comigo mesma!!! Assumindo minha responsabilidade!!!
    Hoje, pratico esportes diariamente! Incorporei a corrida na minha vida e me apaixonei! Ainda não eliminei os quilos que desejo, mas meu foco mudou! Busco prazer nos exercícios físicos e hábitos alimentares saudáveis… e o emagrecimento vem como consequencia!!! Assim a ansiedade de ficar magra foi embora! hoje sei que isso vai acontecer! É questão de tempo!
    Por acaso conheci o site de vocês hoje e econtrei sua matéria.
    Parei um pouco nas perguntas e fiz questão de respondê-las escrevendo mesmo!!! Para que eu pudesse lê-las depois !!! E me surpreendi com minhas respostas. AINDA ME BOICOTO!
    Muito grata por fazer-me refletir novamente !!! Trouxe de volta uma consciencia existente, mas que estava adormecendo!!!

    Sucesso!!! Você é fantástica!

    1. Olá Camila! Muito obrigada pelo reconhecimento e carinho! Fico muito feliz em saber que minhas palavras puderam ajudar realmente alguém, pois tenho certeza que vc está no caminho certo! Vc está agindo perfeitamente, mudando o foco e buscando prazer em ser saudável, é isso aí!!! Procure sempre refletir… se autoconhecer… que vc conseguirá tudo o que vc desejar. Força, foco e determinação! Um grande abraço.

  9. Olá, Roberta

    Creio que esses 60% citados no texto devem-se ao conformismo da população obesa, ainda bem que notei isso a tempo de não fazer parte desses cálculos. Nunca fui gorda, até o momento que tive que fazer uso de corticoideem um período seis meses. Resultado: engordei 22 kg. Resignada, jogava a culpa na retenção de líquido que a medicação causa no organismo e ignorei o fato de que ela abre o apetite.Vi o tempo passar e meu corpo engordar mais, mesmo com a suspensão do remédio. Dormi pensando em um modo de mudar a situação e acordei no dia 20/10/2012 determinada a fazer uma reeducação alimentar acompanhada de exercícios. Hoje peso 6 kg a menos e espero voltar aos meus 53 kg até o segundo semestre de 2013.

    1. Olá Priscila! Parabéns pela sua coragem e determinação em reverter esse processo. Você está no caminho certo, fazendo RA e exercícios, e o mais importante, consciente de que a escolha é sua e de que vc pode mudar. Tenho certeza que vc conseguirá voltar ao seu peso ideal até o segundo semestre de 2013. Força, foco e determinação! Abraço, Renata.

  10. Tenho 37 anos 1,59 e peso atualmente 94 kilos. Nunca fui obesa. Tive meu filho e logo voltei aos meus 55kg. No entanto a 6 anos atras após o divorcio começei a engordar e não consigo parar. Já tentei de tudo até um balão gástrico no estomago. Mais o meu corpo rejeitou e com 24h após ter colocado fiquei internada por 7 dias na esperança que o meu corpo se habituaria com o balão gástrico, pura ilusão e perda de dinheiro. Antes estava com 75kg e ja estava infeliz, imaginem agora? Já entrei em academia, não consigo continuar pois não gosto de exercício, ja usei tantos remédios indicados pelo endocrinologistas, mas nenhum fazem efeito parecem que estou tomando água. O último agora foi a VICTOZA e nada aconteceu. Percebo que preciso de ajuda de alguém pra me ajuadar a prosseguir pois sozinha não saio do lugar. Fui demitida agora há pouco e sem dinheiro tudo fica mais difícil ainda. Tenho vergonha de sair de casa por conta dessa obesidade. Pelo amor de Deus me ajudem, estou desesperada. Como muito, chego a sentir falta de ar mais não consigo parar de comer principalmente doces. Todos meus exames graças a Deus estão normais: tireóide, colesterol, glicose. todos normais. Como não cozinho como o que encontro na despensa. O meu sonho é emagrecer no decorrer deste ano. Caso alguém possa me ajudar estou disposta a receber ajuda.
    Muito obrigada a todos.

    1. Olá Fabiana! Percebo que vc se encontra num ciclo vicioso de comer que só irá se interromper no momento em que vc voltar a se amar. Não é porque vc se divorciou que vc não merece ser amada. Que dor é essa que vc carrega? Aprender a relacionarmo-nos com a dor, sempre que ela se faz sentir, pode acalmar essa mesma dor. Não, não é fácil, mas é primordial. Acolher a dor, aceitá-la, acalmá-la, suportá-la, combatê-la, amenizá-la são tudo formas de superá-la. Esqueça a culpa, nem vc nem ninguém tem culpa de nada, mas vc é responsável pelo rumo em que a sua vida se encontra. Assuma essa responsabilidade e sinta que vc tem o poder de mudar a sua vida. Primeiramente, vc pode fazer uma pequena mudança de hábitos, como cozinhar, por exemplo. Fazer exercícios físicos é essencial, não só pela parte física, mas, principalmente, a emocional. Substitua pensamentos negativos por pensamentos positivos, e bloqueie o mais breve possível o pensamento negativo. Com o seu sonho em mente, siga-o, abrace-o, acarinhe-o, alimente-o, conforte-o, comece a vivê-lo. Agora vá e faça a mais pequena coisa que estiver ao seu alcance para que comece a ficar mais perto de tornar o seu sonho realidade. A força está em você. Você é a FORÇA! Abraços, Renata.

  11. Olá Fabiana! Percebo que vc se encontra num ciclo vicioso de comer que só irá se interromper no momento em que vc voltar a se amar. Não é porque vc se divorciou que vc não merece ser amada. Que dor é essa que vc carrega? Aprender a relacionarmo-nos com a dor, sempre que ela se faz sentir, pode acalmar essa mesma dor. Não, não é fácil, mas é primordial. Acolher a dor, aceitá-la, acalmá-la, suportá-la, combatê-la, amenizá-la são tudo formas de superá-la. Esqueça a culpa, nem vc nem ninguém tem culpa de nada, mas vc é responsável pelo rumo em que a sua vida se encontra. Assuma essa responsabilidade e sinta que vc tem o poder de mudar a sua vida. Primeiramente, vc pode fazer uma pequena mudança de hábitos, como cozinhar, por exemplo. Fazer exercícios físicos é essencial, não só pela parte física, mas, principalmente, a emocional. Substitua pensamentos negativos por pensamentos positivos, e bloqueie o mais breve possível o pensamento negativo. Com o seu sonho em mente, siga-o, abrace-o, acarinhe-o, alimente-o, conforte-o, comece a vivê-lo. Agora vá e faça a mais pequena coisa que estiver ao seu alcance para que comece a ficar mais perto de tornar o seu sonho realidade. A força está em você. Você é a FORÇA! Abraços, Renata.

  12. Parabéns Renata gosto de alguns artigos publicados aqui e o seu é de muita importância para todas as áreas envolvidas com a obesidade.

    Sou personal trainer também e vejo que muitos clientes procuram o emagrecimento mas acham que o “social com os amigos” deve ser regado a cerveja e churrasco, e infelizmente tais individuos não procuram um apoio profissional especifico, achando que somente o profissional de E.F. pode solucionar seus problemas, culturais, sociais e emocionais.

    Parabéns novamente!

  13. Obrigada, João! Infelizmente ou felizmente (rsrsrs) não há um único conhecimento para lidar com todas as demandas do ser humano. Em qualquer tratamento o ideal é sempre um trabalho interdisciplinar, pena que isso ainda é muito raro no Brasil. E a maioria quer que os outros solucionem os seus problemas, não enxergando que somente cada um pode solucionar os seu próprios problemas. Somos apenas um instrumento para tal transformação. Abraços

  14. Óla,
    Adorei a sua matéria, faz a gente refletir bastante nos nossos habitos do dia-a-dia.
    Tenho 25 anos sou comissária, deste que começei a voar tem 2 anos e meio, engordei 10 kilos em media,
    Estou na luta para voltar ao meu peso, oque me salva é minha altura, meço 1,76 por isso n aparenta mto, mas ja estou incomodada comigo mesma, ja fiz dieta, nos hoteis que fico me exercito, mas sempre dou uma recaida, ta dificil, to sem ânimo, pelo fato de não ter companhia, sempre trabalho com pessoas diferentes e não consigo criar vinculo de amizade para ir a academia. Nas minhas folgas que nao são mtas sempre tenho mto compromissos, e acabo não pagando mensalidade em nenhuma academia, ja paguei mas nunca ia na minha cidade nas folgas. Outo fator é que passo em media 10 horas por dia trabalhando, a alimentação que entra a bordo n sou mto fã, por isso fico mtas horas sem comer por dia e qndo chega no hotel as vezes mais de 23:00 a cozinha ja fechou, la vou eu comer fandangos que sempre trago na mala para essas horas….sei que eh possivel, ja fui em nutricionista mas to perdida pode me dar uma luz no fim do tunel?
    Hj estou com 85 kilos qual seria meu peso ideal?

    1. Olá, Jessica! Seu Índice de Massa Corporal (IMC) está em 27, o que indica um sobrepeso (acima de 30, é obesidade). O seu peso ideal somente vc pode saber, pois deve-se considerar também o seu bem estar, como vc se sente com determinado peso. Porém, o recomendado para a sua altura é entre 65 e 77 kg, levando-se em conta o IMC. No entanto, Jessica, não será com desculpas para a sua falta de comprometimento em cuidar da sua saúde que vc conseguirá mudar a sua situação. Não é a falta de companhia, nem o seu trabalho, muito menos a alimentação a bordo que faz vc sentir-se desanimada em se exercitar e se alimentar melhor. A motivação está dentro de vc, somente vc pode encontrá-la. Sei que é difícil mudar hábitos, mas é possível com muita força de vontade e determinação. Recaídas fazem parte do processo, mas o que importa é não desistir. Vc terá que travar uma batalha com as suas vontades e escolhas. Planeje algumas estratégias, tais como: se comprometer em ir à academia do hotel em que estiver hospedada nem que seja para conhecer (estando lá, fica mais fácil se animar e se exercitar), colocar um fone no ouvido e sair para caminhar ouvindo música, levar lanches saudáveis na mala (não fandangos) e não ficar mais de 3 hs sem comer, subir escadas em vez de usar o elevador, fazer um plano de 6 meses na academia da sua cidade e pensar sempre no dinheiro que está sendo ‘jogado fora’ se vc não for, escrever um diário com as suas conquistas e dificuldades, etc. Infelizmente, não há fórmulas mágicas. Somente com muito esforço diário, força, foco e determinação é que vc conseguirá emagrecer. Tenho certeza que vc já precisou usar essa sua força para conseguir algo que vc muito queria, não é verdade? Resgate essa força, vc é capaz! Abraços

  15. Oi Renata!
    Primeiramente, parabéns pelo artigo! Muito esclarecedor e tenho certeza de que vai ajudar muita gente, inclusive a mim.
    Tenho 20 anos, 1,58 e 61 kg. Eu sempre fui magra, mas sempre tive uma barriguinha que me incomodava, pesava em média 56 kg. Nunca regulei muito a minha alimentação, mas era ponderada em alguns aspectos, como beber refrigerante só aos fins de semana, e moderar nos doces durante a semana. Em 2010 comecei a ganhar peso do nada, passei a pesar 63 kg, comecei a fazer exames e fui diagnosticada com a Síndrome dos Ovários Policísticos, o que me traz até hoje muita dificuldade pra perder esses quilos extras.
    Há dois anos me mudei para uma cidade muito longe da dos meus pais pra fazer faculdade, e moro aqui sozinha. Meu curso é muito pesado (faço Medicina), e na maior parte do tempo fico sozinha pois meus amigos moram mais perto da família do que eu. Pra completar, há sete meses atrás terminei um relacionamento longo, o que foi uma mudança muito drástica pra mim. Meu rendimento na faculdade caiu e eu entrei em depressão, o que me fez passar a comer uma caixa inteira de bombom todos os dias, duas barras de chocolate… era completamente viciada. E quanto mais ficava sozinha, mais engordava, mais depressiva ficava. Até que no Natal desse ano percebi que ia passar mais um verão encucada com o meu corpo e decidi mudar de vez, não aguento mais essa situação.
    Agora tô começando a melhorar… Expus meu problema pras minhas amigas, que estão me ajudando muito. Passei a frequentar a academia todos os dias e tô apaixonada por corrida, libera tanta endorfina que eu nem sinto mais falta do chocolate! Tô mudando a minha alimentação aos poucos, cortei o refrigerante e as frituras, e já vai para uma semana que não como nem uma grama de chocolate. Como cerca de tr~es porções de fruta por dia e tô diminuindo as porções de arroz branco. Consegui perder dois quilos que havia ganhado (em 3 semanas), e pretendo perder mais 8! E depois voltar com tudo na musculação, que eu adoro, mas não conseguia ver resultados por causa da minha má alimentação.
    Vou me dar de presente a inscrição no Circuito Adidas, e a minha maior felicidade vai ser correr os 5 km direto, já que eu era daquelas pessoas que corriam 30 segundos e ficava sem fôlego.
    Agora o lema é “Saúde em primeiro lugar”! Como futura médica, tenho que dar exemplo para os meus pacientes, como vou dizer a eles pra melhorar seus hábitos se eu mesma não conseguia melhorar os meus??
    Beeeeijos!

    1. Obrigada, Mari! Estou feliz por vc! Que bom que vc ‘acordou’ e está dando um novo rumo para a sua vida. Tenho que parabenizá-la pela sua atitude, pela sua força e coragem. Mas por que vc não volta logo para a musculação?! Ela tb irá lhe ajudar nesse processo de emagrecimento, pois quanto mais massa muscular vc tiver, maior será seu gasto calórico. E outra coisa: troca o arroz branco pelo integral, é mais saudável e mais gostoso. Tenho certeza que vc conseguirá atingir o seu objetivo. Boa corrida! Abraços

  16. Oi, renata
    Adorei a matéria, apesar de não me considerar exatamente “gorda”. Tenho 1.63 de altura e peso 48kg. Há dois anos e meio comecei a namorar e pesava 42kg. Nesse tempo de namoro, engordei 6kg e me sinto péssima. Não sou gorda, mas como sou baixa e não tenho nada de seio, minha gordura se concentra na parte interna das coxas e na barriga. Com esses 6kg a mais vieram celulites em lugares que eu não tinha, braços e coxas flácidos e uma barriguinha que me incomoda demais! O problema é que não sei mais o que fazer pra emagrecer. Não tomo refrigerantes nunca, já faz 4 anos que parei, bebo pouquíssima cerveja, não como nenhum tipo de carne (vegetariana), não como arroz branco, bebo muita água, sucos naturais, água de coco e chás, como muita salada, amo verduras e legumes. Claro, às vezes como uma besteira ou outra, mas nada de mais. Minha alimentação é basicamente proteína de soja, salada, iogurte natural, frutas, aveia e muita água. Faço academia todos os dias (aeróbica + musculação) já faz 6 meses e não consegui perder nem um kg! Estou super desanimada. Não sei o que fazer. Sempre que me peso é uma decepção, não consigo baixar meu peso. Passo os finais de semana com meu namorado, que se alimenta super mal, mas não mudo tanto minha alimentação. Ocasionalmente pedimos uma pizza ou saímos pra comer batata frita e uma cervejinha, mas não é sempre. Será que é isso que me atrapalha? Ai, renata. Será que mesmo eu me alimentando certinho e treinando diariamente nunca poderei me dar o prazer de comer uma pizza com meu namorado? Hahaha obrigado desde já!

    1. Olá, Bruna! Desencana, garota! Você está com um peso ótimo e parece-me que vc não precisa emagrecer. Somente uma avaliação física poderá mostrar se vc está com o % de gordura acima do ideal ou se é encanação da sua cabeça. Por ser vegetariana, pode ser que vc não esteja consumindo a quantidade necessária de proteína e com isso não consegue ganhar massa muscular para melhorar a flacidez. Consulte um nutricionista. Outra coisa, fazer academia todo dia não quer dizer que vc esteja fazendo o treino corretamente para atingir seu objetivo. Converse com o professor da sua academia. Para conseguir resultado estético tem que treinar pesado, se esforçar de verdade, não adianta fazer corpo mole. Tem que suar! E não precisa deixar de beber a sua cerveja e comer a sua pizza no fim de semana com o seu namorado. Só não exagera na cerveja e procura pedir uma pizza menos gorda (eu costumo pedir a marguerita ou a napolitana). E fica com a pizza em vez da batata frita. Espero tê-la ajudado. Se precisar, estou aqui. Abraços.

  17. Olá Renata

    Muito interessante o artigo. Dos questionamentos no final do artigo sobre “auto conhecimento” respondi todos, menos o primeiro. Não sei o que me impede de perder peso. Digo isto porque realmente faço tudo o que é necessário. Há pouco mais de 2 anos fiz uma dieta (muito simples e tranquila) orientada pelo médico e diminui os 8 quilos que precisava em 5 meses. Fiquei um ano e meio com o mesmo peso. Depois fiz uma viagem à Itália e voltei com quase quatro quilos a mais. Com muito sacrifício (fazendo as mesmas coisas) perdi só 2 quilos. O grande problema é que nos últimos seis meses, apesar de comer corretamente, beber muita água, fazer caminhadas e consumir alimentos ditos “termogênicos” e ainda tomar capsulas de chá-verde, estou com os quatro quilos a mais novamente. Em resumo: minha alimentação é saudável e na medida certa e faço atividades físicas (fiz exames laboratoriais e está tudo certo) mas continuo engordando. O quê fazer?

    1. Olá, Heloisa! Provavelmente, o seu balanço energético não está adequado. E talvez você precise fazer mais coisas além das de sempre. Nosso corpo se adapta, por isso é preciso desafiá-lo sempre. Será que vc não está consumindo mais do que está gastando? Será que vc não está ‘beliscando’ fora de hora? Consulte um nutricionista novamente e reveja a sua alimentação. Outra coisa, vc precisa fazer exercícios de força para aumentar a massa muscular e, consequentemente, aumentar o gasto calórico. A caminhada é ótima para quem está sedentária e acima do peso, mas, infelizmente, o gasto calórico não é lá essas coisas depois que o corpo se adapta ao esforço. Para contribuir efetivamente com o emagrecimento, você deveria caminhar todos os dias por, no mínimo, 60 minutos, e num ritmo forte. Comece a correr junto com a caminhada. Espero tê-la ajudado. Abraços.

  18. Bom Dia,

    Gostei das dicas,.

    Porém minha hisotoria éw assim:

    A cada 02 anos faço dieta, sempre perco em torno de 15 ks. Tenho 25 anos. Só que este ano eu não consigo emagrecer 01 kilo sequer, e olha que 02 anos atras eu perdia 03 kilos por semana era muito fácil. Já fiz de tudo, estou preucupada, ja tomei o Puran T4, não adiantou, já tomei termogenicos e nada adianta. Gostaria da sua ajuda.

    1. Olá, Vania! Como poderei ajudá-la?! Infelizmente, dieta engorda! O ideal é fazer uma reeducação alimentar para nunca mais engordar. Enquanto vc não mudar a sua forma de pensar, vc permanecerá nesse eterno “efeito sanfona”. Vc diz “já fiz de tudo”, mas o que vem a ser esse fazer tudo? Vc só precisa fazer o básico: exercícios físicos e alimentar-se equilibradamente. Vc pode tomar o que for para emagrecer, porém, o emagrecimento só ocorrerá quando vc ‘emagrecer a sua cabeça’. Abraços.

    1. Olá, Fernanda! Pensar que toda pessoa que está acima do peso, está assim porque quer, faz parte do senso comum. Porém, como vc mesma diz “obvio que existe exceções”. Nem tudo que fazemos ou deixamos de fazer nessa vida é porque queremos e pronto! Nossa mente é contraditória e muitas das nossas atitudes não condizem com o que queremos de verdade. Provavelmente, vc faz muita coisa que gostaria de mudar, mas continua fazendo. Ou não faz muita coisa que gostaria de fazer e continua não fazendo. Reveja seus (pre)conceitos. Abraços.

      1. exatamente Renata.. quando você diz: “Nossa mente é contraditória e muitas das nossas atitudes não condizem com o que queremos de verdade.” você está, na minha opinião, QUASE certa.

        Digo porque quem quer, mas quer MESMO dá um jeito.. não adianta ter vontade e não ter atitude. Não adianta falar que “pobre de mim, não consigo emagrecer” e continuar a tomar refrigerantes ou comer carboidratos polidos. Ou a não praticar atividades físicas com regularidade.

        A vida das pessoas só muda quando elas deixam o papel de vítima e aceitam sair da zona de conforto. Fora isso, pra mim, é balela.

        1. Querida Fernanda, não tenho a mínima pretensão de estar certa (rsrsrs), o meu papel é somente repassar informações de cunho científico. Não escrevo “achismos”, tudo que escrevo é fruto de pesquisas. E quando se trata de mudanças de hábitos, seja em qualquer área da vida, os estudos demostram que a motivação para alcançar determinado objetivo pode estar em conflito com alguma outra motivação. Já que em cada um de nós há várias necessidades adormecidas, e muitas vezes elas concorrem entre si. Se eu fosse lhe explicar a complexidade que envolve o emagrecimento (para a maioria das pessoas) precisarei de dias e esse tempo eu não tenho (rsrsrs). Há os motivos explícitos e os implícitos. As razões explícitas resultam de um mix complexo de expectativa de terceiros, intenções estratégicas e desejos da própria pessoa. Os implícitos são inconscientes e coordenam principalmente nossas reações emocionais. Isso quer dizer que aquilo que “achamos” que queremos muitas vezes não é o que realmente nos move.

          E concordo com vc que a vida só muda quando deixamos o papel de vítima e assumimos a responsabilidade pela nossa vida. Porém, pela minha experiência, percebo que mesmo sentindo-se responsável, há muitas pessoas que não conseguem atingir o seu objetivo por questões complexas que envolvem fatores emocionais, sociais, culturais, etc. Percebo também que muitos colocam a expectativa da felicidade no emagrecimento e quando conseguem emagrecer, geralmente engordam novamente (o tão conhecido efeito sanfona) por não terem clareza a respeito dos motivos que as guiam.

          Portanto, Fernanda, é muito fácil pensarmos que “só é gordo quem quer” quando não temos conhecimento científico sobre o comportamento humano.

          No entanto, defendo e respeito o seu direito de pensar livremente sobre esse e qualquer outro assunto. E que bom que vc pensa que “quem quer, mas quer MESMO dá um jeito…”, pois assim tudo que vc quiser nessa vida vc conseguirá. Abraços.

  19. Ola primeiro gostaria de parabenizar os responsáveis pelos artigos, são sempre muito bons. Eu sempre “me acho” nos artigos.
    Bom eu nunca fui magrinha estilo modelo mais já estive durante muito tempo no meu peso ideal, mas desde que comecei a trabalhar não consigo emagrecer. E não por falta de interesse malho todos os dias de 6 as 7:40 da manhã em jejum (como foi orientado pela nutricionista), sigo a dieta passada pela mesma nutricionista e não consigo obter resultados satisfatórios
    Hoje em dia me sinto horrível toda vez que me olho no espelho, tirando pelo pessoal lá de casa que são todos magros inclusive minha irmã mais nova que pesa 52 kg. E eu com meus 80 chego a chorar, eu vejo que estou indo de mal a pior e não sei mais o que fazer para emagrecer. Gostaria da sua ajuda para me dizer o que posso tentar a partir de hoje para mudar definitivamente a minha vida e o meu corpo.

    1. Olá, Andreia! Primeiramente, não recomendo exercitar-se durante 1:40 minutos em jejum. E, provavelmente, seu consumo calórico está acima do que vc gasta. Reveja sua dieta com a nutricionista. Já que vc diz que segue a dieta recomendada e se exercita regularmente, o que a impede de obter os resultados almejados?Alguma coisa está errada e somente vc pode saber o que é e o que fazer para mudar essa situação. Vc disse que desde que começou a trabalhar que não consegue emagrecer. Portanto, como o seu trabalho interfere no seu emagrecimento? Será que vc “belisca” durante o expediente e nem percebe? Será que vc fica muito tempo sentada? E o seu sono e o estresse? Faça um diário alimentar, escrevendo tudo o que vc come e o que vc está sentindo no momento. Anote tb a companhia, se vc estava só ou com alguém. Reveja seu comportamento e vc descobrirá o que a está impedindo de emagrecer. Abraços. Renata.

  20. Rose Mary 10 de março de 2013 nao consigo emagreçer tenho 97 kilos e to compoblemas de saude por causa do peso.tenho acido urico alto e quando to em crise eu moro de dor no pe e com opeso e muinto nao consigo nen andar direito me da umas dicas como perder peso tenho 159 de altura fico grata se puder mim ajudar

    1. Olá, Rose! Que tipo de ajuda vc quer? Dizer que vc precisa fazer reeducação alimentar e exercícios/atividades físicas ajudará em alguma coisa? Pois vc já deve saber que isso são recomendações básicas para emagrecer. Busque uma orientação nutricional para eliminar os alimentos que aumentam o ácido úrico e a partir daí comece a fazer uma reeducação alimentar, esse é o primeiro passo necessário rumo ao emagrecimento. Abraços.

  21. Bom dia Renata!

    Entrei por acaso nesta página e realmente as suas respostas aos questionamentos enviados são excelentes e muito equilibradas, seja no conhecimento expressado, seja na atenção dispensada.Amei! e parabéns!
    Como muitas pessoas, já emagreci e já engordei durante minha vida toda que nem me lembro mais a quantidade de vezes, mas nunca consegui equilibrá-lo efetivamente.
    Minha sorte é que o sobrepeso é bem distribuído, tenho boa altura então, mesmo pesando bastante, as e pessoas não me criticam, sempre me elogiam e tal, mas estou com pelo menos 30 kg acima do peso.E tenho uma saúde excelente, mas é muita coisa!
    Às vezes deixo prá lá o assunto…esqueço, depois volto a pensar, e reinicio tudo novamente animada, porém não vou até o fim, uma sensação de fracasso toma conta de minha mente e acabo desistindo.. como se nunca fosse possível conseguir….E quando estou me cuidando, fazendo tudo corretamente, fico pensando nisso o tempo todo…o dia inteiro nisso, na reeducação alimentar…e isso me deixa bem irritada.
    Sei bastante coisas sobre alimentação, pois busco esse conhecimento e tento aplicar no meu dia a dia e já consigo muitas coisas pois sou bem consciente relativo à alimentação saudável, porém não aplico efetivamente em minha vida e me sinto frustrada, tipo: não consigo mudar mesmo aí estaciono.E tudo permanece igual ano após ano…aff! acho que consegui me expressar…pode me ajudar?

    1. Olá, Luciana! Percebo que no seu caso, vc acaba desistindo por medo de fracassar. Porém, quando vc desiste, vc já está fracassando. O verdadeiro fracasso está na desistência e não em não ter conseguido. O que a impede de ir até o final? Quantas coisas na vida vc quis, achou que não fosse conseguir e conseguiu? Recaídas fazem parte do processo, o importante é não desistir. Coragem, Luciana! Siga em frente, não deixe que o medo a paralise. Vc já o venceu outras vezes e pode vencê-lo agora tb. Abraços.

      1. Bom dia Renata!
        Gostei muito do que você disse relativo ao medo de fracassar e analisando, concordo com você. É isso mesmo, me cobro demais e, como esse é um problema que começou lá atrás na adolescência e nunca teve um desfecho no assunto ( pelo menos por um bom tempo ) eu acabo sentindo essa frustação , ou decepção em não conseguir o domínio sobre ele, o que acaba me paralisando durante o processo. O que tenho feito Renata,é uma reeducação alimentar através de um site conhecido e procurado caminhar todos os dias, eliminei 600 grs essa semana e logo veio aquele sentimento: poxa! só isso? mas logo desisti dessa forma de pensar e me alegrei, e vou continuar focando, mesmo que for de grão em grão rss.
        Como li acima em outros comentários seus, o emagrecimento envolve muitos fatores, sendo o principal o fator psicológico porque infelizmente, a maioria utiliza o alimento como uma fuga para se sentir bem e aliviar o desgaste de viver neste mundo com suas contingências.
        Vou me lembrar do que me disse para que sirva de combustível quando eu não estiver firme.
        Obrigada mais uma vez, por dispensar seu tempo precioso em ajudar as [email protected]!

        1. Olá, Luciana! Fico feliz em saber que as minhas palavras estão ajudando pessoas como vc. E eliminar 600 gr em uma semana é uma vitória, sim! Emagrecer é bem mais difícil do que engordar… É fácil conseguir engordar em apenas um dia, mas para emagrecer leva-se mais tempo. Aumente o seu gasto calórico intercalando caminhadas com trotes e faça tb uns exercícios em casa mesmo (agachamentos, flexões, abdominais, etc.) e procure tb se mexer mais (subir escadas, levantar-se a cada 1 hora sentada, fazer serviços domésticos, andar até a padaria, etc). Vou lhe contar um segredo: quando tenho que fazer serviços domésticos, em vez de me chatear, procuro focar no bem que estou fazendo em me mexer mais. Se precisar de mais ajuda, terei um enorme prazer em ajudá-la. Força, foco e determinação! Vc é capaz, Luciana! Lembre-se: recaídas fazem parte, desistir jamais! Um grande abraço.

          1. Bom dia minha flor, obrigada mais uma vez!
            Renata, eu ia procurar na internet algumas dicas, mas existe muitas coisas que não confio e no momento não tenho condições de consultar um personal ou professor.Se você tiver uma página que eu possa consultar uma tabela sobre essa caminhada com trotes e dicas de exercícios que eu possa fazer em casa eu agradeceria muito.
            Não tenho problemas de saúde, meus exames estão ok, tenho 41 anos e meu peso atualmente é 103,6 kg e tenho 1,68 de altura.
            Caminho 01 hora nível iniciante mas consigo aumentar o ritmo sem problemas( só não consigo correr, mas com treino, acredito que uma hora eu consiga rss.. ) .
            Trabalho fora e sentada e realmente vou ter que me levantar como você indicou e na hora do meu almoço, vou sair e andar, mesmo que devagar. Faço as tarefas domésticas também como todo mundo quando chego em casa e moro no 3º andar de um prédio com escadas, e trabalho em um edifício no 5º andar, como posso aproveitar para me exercitar sem prejudicar os joelhos, não tenho problema algum, mas me disseram que não é muito bom..
            FFD-força-foco e determinação! bjs!

            1. Olá, Luciana! Desculpe-me, mas esqueça o trote por enquanto. Revendo seu caso, percebi que vc está mais de 10kg do seu peso ideal. Então, não é recomendado fazer trotes com esse peso, pois pode sobrecarregar as suas articulações. Aumenta a intensidade da caminhada, mas espera eliminar mais peso para fazer trotes. Vc pode intercalar a intensidade da caminhada, ex: 1 minuto na velocidade mais forte que vc conseguir, 2 minutos numa velocidade moderada e mais 1 minuto numa velocidade mais fácil. Não há problema algum em subir escadas, a sobrecarga na articulação é maior na descida. Começa subindo um andar e vai observando como o seu corpo reage. Se vc não sentir desconforto no joelho, pode ir aumentando os andares.
              Tenho uma página no facebook: http://www.facebook.com/EmagrecimentoSaudeBemEstar e um blog: http://emagrecimentosaudebemestar.blogspot.com.br/ que podem ajudá-la. bjs

    1. Olá, Márcia! Para emagrecer é necessário diminuir a ingestão calórica e aumentar o gasto de calorias, e o exercício físico contribui com o aumento do déficit calórico. No entanto, não há melhor exercício para emagrecer. O que determinará o gasto calórico é a intensidade e a duração do exercício. Portanto, priorize os exercícios conjugados, por ex: agachamento com elevação frontal, passada com desenvolvimento, à fundo com rotação da cintura, etc. Exercícios com peso livre, geralmente, aumentam o gasto calórico. E faça também treinos em forma de circuito, sem descanso entre os exercícios, e conjugando os exercícios de força com os aeróbios. Lembre-se que é a intensidade que propicia um maior gasto calórico, portanto, esqueça a preguiça! Abraços.

  22. eu engordei 20 kg depois que casei eu me sinto mal com isso na hora de sair pra passear me sinto horrível não consigo me olhar no espelho direito,as vezes pulo refeição pra vÊ se eu emagreço mas não consigo tem dias que to mal comigo mesmo não sinto nem vontade de sair pra lugar nenhum espero encontrar uma solução pro meu problema….

    1. Olá, Amanda! Pular refeição só fará vc sentir mais fome e comer mais ainda na refeição seguinte. A solução para o seu problema está dentro de vc mesma. Busque o autoconhecimento que vc encontrará a resposta. Abraços.

  23. “”Dizem os médicos que as pessoas engordam apenas por comerem em excesso ou porque descontam suas ansiedades, carências e depressões na comida, mas nem sempre se consegue explicar porque que esses problemas levam as pessoas a comerem demais. A falta do entendimento clínico do porque a pessoa obesa come demais mesmo que lhe traga sofrimento e complicações, reforça as crenças naturalizadas tanto no meio médico como no social, de que o obeso não emagrece por preguiça, desleixo ou falta de “força de vontade”. O que não é verdade, ninguém é gordo porque quer! “””
    GENTE HOUVI ESSES COMENTÁRIOS DIVERSAS VEZES… SÓ QUEM SABE O QUE REALMENTE ACONTECE É O PROPRIO “CIDADÃO”! É TRISTE HOUVIR ESSES COMENTÁRIOS/OPNIÕES ALHEIAS….. é muito importante a pessoa “querer” se conhecer, se auto-visualizar e ter vontade de mudar…. ´Pra mudar é só começar…. e começar devagar… aos poucos…e fazer dessa decisão tomar proporções maiores….
    Creio que o mais importante é ter alguem que realmente te ententa e ter compreenda…. que te ouça sem críticas…. mas alguem que realmente te apoie… e esse apoio pode vir de um familiar, um amigo, um estranho (o que é o mais comum), de um colega de trabalho,…. ou realmente de um “profissional” de verdade, pois tem muitos que tratam a situação com descaso.
    Sempre tive problemas de sobrepeso e obesidade desde criança, e hoje, minha herança é uma condromalácia, ou seja, minha rótula é lateralizada devido ao sobrepeso desde sempre, e para uma futura gravidez, somente com o peso idealíssimo. Hoje, com 28 anos, mudei habitos alimentares, o que não resolve o problema do sebrepeso/obesidade, mas a vontade de ter uma qualidade de vida melhor me faz querer mudar….. todos os dias penso nisso como meta….. o importante é nos tornar prioridade e não deixar para depois, deixando a mudança como opção. Abraços!

    1. Olá, Carol! Que ótimo que vc mudou seus hábitos alimentares pensando em ter uma qualidade de vida melhor, pois o emagrecimento é consequência de uma vida equilibrada. Abraços.

  24. Boa tarde Renata Fernandes
    Muito Bacana seu post, eu tenho 31 anos, a três anos atrás eu fiz uma dieta com uma nutróloga e ela uma série de remédios manipulados para emagrecer e consegui perder 13 kg, só que quando parei com os medicamentos eu continuei a dieta e exercícios mas comecei a engordar hoje engordei 12 dos 13kg tenho tentado de tudo pra emagrecer e não consigo, já fiz caminhada, treinei MMA e não consigo obter resultados. O que eu faço? você tem alguma dica?

    1. Olá, Liliane! Vc já realizou exames laboratoriais para saber se os seus hormônios estão funcionando equilibradamente? Faça novamente uma consulta com essa nutróloga ou com outro profissional e explique a sua situação, pois, pelo seu relato, parece que vc está fazendo a coisa certa. Porém, reveja seu comportamento com relação à comida e à prática de exercícios, com sinceridade. Geralmente, costumamos superestimar nosso gasto calórico na realização das atividades físicas e subestimar nossa ingestão calórica, e assim, acabamos consumindo mais do que gastando. Abraços.

  25. Olá, Renata Fernandes.. Eu tenho 18 anos, meço 1,77 m e peso 107,8 kg.. Minha meta é perder entorno de 15 kg, mas está difícil demais. Completei há pouco tempo 1 mês de muita ralação na academia, e nesse período tinha engordado, mais ainda, mas depois voltei ao peso quando fui procurar a academia (107,8 kg) e isso para mim está sendo desesperador! Eu esperava que com pelo menos 1 mês de academia emagreceria 100 gramas, sei lá! Me enquadrei em uma dieta, sem refrigerantes, frituras, ou as famosas “besteiras” e nada, mas isso sem ter procurado uma nutricionista, e mesmo assim não houve nenhuma mudança, absolutamente nada! E por conta disso minha auto-estima vai de mal a pior.. Eu preciso muito de uma luz no final desse túnel! Você tem alguma dica???

    1. Olá, Lucas! Provavelmente, vc não está sabendo fazer seu balanço energético. Geralmente, costumamos superestimar o gasto calórico com os exercícios e acabamos comendo mais do que gastando. O ideal seria que vc consultasse um nutricionista para receber uma orientação adequada às suas necessidades nutricionais. Tenha em mente que o emagrecimento é consequência da mudança de hábitos e isso inclui a prática de exercícios/atividades físicas, reeducação alimentar e gerenciamento das emoções/sentimentos/pensamentos. Vc está na “flor da idade” e tem uma vida inteira para aprender a viver de uma forma saudável. Essa mudança só depende de vc, das suas atitudes perante à comida, às emoções e ao exercício. Se vc não está conseguindo sozinho, procure ajuda profissional. Abraços

  26. ola Renata!!!

    Eu como quase todas estas pessoas acima, sou mais uma infeliz com minha condição fisica, tenho 32 anos tenho um filho e era perfeita de corpo, nunca fui magrinhaa, sempre tive de tudo um pouco, depois de ter meu filho 2 anos depois fiquei mais bonita que antes dele, ai com o passar do tempo, tem mais ao menos 3 anos comessei a engordar, tenho 1. 67m e estou com 86kg, levo uma vida cidentaris, pois trabalho muito e passo o dia todo sentada, em frente um pc. faço aulas de pilates 2 vezes na semana, mas mesmo assim nao consigo emagreçe, eu sou muito critica de mim mesmo………me acho gorda, me chamo de gorda, me chamo de feia de ridicula, me alto critico pra ver se consigo emagreçer, tenho cintura fina, mas pernas muito groças quadril largo e bubum grande….isso me mata pois nada me serve na parte de baixo, visto 46…. acho horrivel o exagero….e tembem me sinto mal, pois ultimamente sinto dores nas pernas, nao tenho condiçoes financeiras para ter um acompanhamento medico, nem personal este tipo de coisa que gasta dinheiro, pois sou solteira e mãe independente……não gosto de refrigerantes, nem bebidas alcolicas, e dentro de casa faço tudo de varrer lavar passar tudo apos o trabalho….que é meu exercicio…..sinto-me mal, sou bonita de rosto mas mal com meu corpo e infeliz, pois penso que vou morrer solteira…..e tambem nao me considero que como exageradamente, pela manha tomo uma xicara de cafe e um pão frances, as 11h almoço com meu filho…..arroz feijão, salada e carne vermelha, não como nada a tarde, pois bebo muita agua, e a noite sempre comemos alguma coisa, mesmo que seja um miojo, ou comida normal……….sou muito vaidosa, com cabelo pele e outros, mas ultimamente para mim nada me deicha bonita….me ajuda por favor, pois estou infeliz….

    1. Olá, Ana Lucia! Somos o que temos em mente. Dizer para si mesma palavras pejorativas, que minam sua autoestima, não adiantará nada! Primeiramente, para se cuidar vc não precisa gastar dinheiro. Vc pode fazer caminhadas, que é de graça. Outra coisa, o Pilates não contribui com o emagrecimento. Ele é ótimo para atingir outros objetivos, como fortalecimento do core, melhora postural… Mas gasta-se muito pouca energia no Pilates. Em vez de vc continuar no Pilates, já que o dinheiro é curto, matricule-se numa academia, onde vc terá variadas atividades que ajudarão no processo de emagrecimento. Vc pode até não comer exageradamente, mas concorda que a sua alimentação não está correta, senão vc não estaria com esse peso. Se vc não tem dinheiro para consultar um nutricionista, faça pequenas mudanças no seu cardápio: Café somente com adoçante; troque o pão branco pelo integral; evite manteiga, margarina, embutidos; use requeijão light, queijo minas ou mussarela, presunto magro ou peito/blanquet de peru; leite e iogurte somente desnatados; troque o arroz branco pelo integral; coma mais peixe e frango em vez de carne vermelha. ESQUEÇA O MIOJO, É UM VENENO!, é melhor comer macarrão do que miojo (costumo dizer que Miojo deveria se chamar KINOJO!). Eu só uso macarrão integral (no mercado tem um com a marca do meu nome que não é caro). Cuidado com o molho na salada! Tempere somente com vinagre, limão e UM POUCO de azeite (que é muito calórico). Não coma frituras e diminua a quantidade da comida. Coma legumes, verduras e frutas à vontade. Lembre-se: COMA PARA O CORPO QUE VC QUER TER E NÃO PARA O CORPO QUE VC TEM! Vamos aumentar essa sua autoestima! Faça esse exercício com imagens mentais três vezes ao dia: ao acordar, antes de almoçar e antes de dormir por 21 dias. Veja, sinta, perceba, imagine e faça de conta que você está sentado sobre um baú no meio de um deserto. Olhe ao seu redor e veja que o céu está cinzento e que a terra está seca e desnutrida. Saiba que este deserto representa você. Respire uma vez e abra a tampa deste baú. Imagine-se tirando de dentro dele sementes que você jogará ao seu redor e cada vez mais alto e mais longe. Veja surgir flores, árvores, pássaros, rios. Olhe o céu azul e veja o sol brilhando sobre você. Sinta a sua transformação e um novo ser nascendo de você. Desperte para a luz e para a alegria de amar-se definitivamente. Respire e abra os olhos. Acredite em vc, pois eu acredito! Se precisar de mais ajuda… Bjs.

  27. Ola tudo bem
    Estou seguindo a dieta do meu endocrinologista tomo remedios adequados no qual ele me passou e
    remedios de aceleracao do meu metabolismo
    pesava 111 e agora estou com 95 quilos
    Agora faz um mes que nao consigo emagrecer continuo sim fazendo o mesmo procedimentos
    da dieta o que posso fazer para perca do meu peso

    1. Olá, Dayane! O nosso organismo é inteligente e se adapta aos estímulos, portanto, consulte novamente o seu médico para que ele possa alterar a alimentação e a medicação, e comece a fazer exercícios/atividades físicas para aumentar o gasto calórico. Não tem jeito, tem que se mexer mesmo! Esqueça as desculpas e comece hoje mesmo a se exercitar. Se vc é sedentária, pode começar com caminhadas. E parabéns por emagrecer! Continue nessa jornada firme e forte. Recaídas fazem parte do processo, mas não desista! Se cair, levanta e continua. Vc é capaz! Força, foco e determinação! Abraços.

  28. Olá Renata!hoje estou desanimada porque subi na balança e vi o que tinha medo :61kg!!durante os últimos 20anos meu peso foi de 54kg e cheguei até a preocupar as pessoas por manter 50kg com muito exercicio e pouca comida.estou tentando buscar forcas pra lutar e conseguir meus 54kg de novo,mas meus esforços são inúteis…mudei de país,me casei novamente e apesar do meu marido me achar a pessoa mais linda do mundo,minha auto estima está no chão…
    não sei ser gorda,amo moda,pratico boxe com frequencia ,corro,pedalo…enfim…
    usei anfepramona por muito tempo e meu metabolismo parece que está lento.tive cancer de tireoide,entao tomo syntroid.Fui diagnosticada como anoréxica e agora tenho um problema real e ele está me vencendo…sempre fui determinada e amava meu corpo magro e sarrado.
    nao sei me ver assim… Preciso acreditar que consigo novamente..

    1. Olá, Margot! Como no seu caso há histórico de doenças, consulte um médico de confiança e também um psicólogo que trata de transtornos alimentares, pois o seu caso necessita de um acompanhamento profissional multidisciplinar. Como vc mesma disse, vc foi diagnosticada como anoréxica, portanto, é necessário tratar esse transtorno. Abraços.

  29. Olá, tenho muita vontade de voltar ao meu peso de 60 kg, mas o desanimo me acomoda. sempre fui gordinha, mas engordei mesmo foi na segunda garvidez, e hoje atingi os 95 kg. to muito triste, e quero muito emagrecer, comecei uma dieta a uma semena e não emagreci nenhuma grama…isso desanima.
    e o que me deixa mais nervosa, é o comentario e brincadeiras das pessoas, principalmente familiares.
    to meia perdida por onde começar…e também não tenho muita condição financeira para comprar os ingredientes de uma dieta perfeita. o que eu faço? adorei a materia

    1. Olá, Denise! Não será com desculpas que vc irá atingir o seu objetivo. Quem disse que é necessário ter condição financeira para se alimentar adequadamente?! Concordo que os alimentos integrais e desnatados são um pouco mais caros, mas isso não é empecilho. Esqueça o termo “dieta”. Dieta engorda! O ideal é fazer reeducação alimentar, ou seja, aprender a se alimentar equilibradamente e evitar a ingestão de doces, frituras e carboidratos simples. Consuma frutas, legumes e verduras à vontade. Vc tem o controle do que entra na sua casa, portanto, não compre mais alimentos que são reconhecidamente danosos. Sei que os comentários maldosos são um “banho de água fria”, mas não desista! Emagreça para vc e não para agradar alguém. E quando vierem com brincadeiras seja firme e diga que não gosta desse tipo de brincadeira. Imponha-se, exija respeito. Outra coisa: TEM QUE SE MEXER! Deixa esse sedentarismo e essa preguiça de lado. Somente vc é capaz de mudar a sua atitude perante à vida. Abraços.

  30. Ola, Renata! Acho que sou um caso um pouco diferente, tenho 1,58 e peso 78 kg, não sei explicar o que me impede de emagrecer, tenho nutricionista, ja entrei em varias academias, de varias modalidades, até me empolgo na primeira semana, mas depois logo desanimo, tenho total respaldo pra conseguir emagrecer, mas me perco, sinto muita vontade de comer, cheg a se incontrolavel a vontade de comer doces, lanches e sou completamente viciada em frituras e refrigerante. Me sinto muito mal, me sinto feia, uso praticamente a mesma roupa por vergonha de inovar, quero sair dessa vida pq nao gosto de ser apontada com: “akela gordinha ali”, ou algum conhecido dizer:” nossa vc ta gravida, que alegriaaa”. Quero mudar, ja tentei varias nutricionistas, mas nao consigo comer o que elas passam, por desespero de ver minhas roupas nao mais me servindo, eu ja dei todas essa semana. Não sei mais o que fazer. Será que é uma doença??

    1. Olá, Thaila. Vc diz que não sabe explicar o que a impede de emagrecer, porém, percebo em seu próprio relato que a comida parece servir de “válvula de escape” para as suas emoções e frustrações. E vc não é um caso diferente dos demais, a maioria dos que querem emagrecer tem dificuldade em identificar o que realmente as impede. Os doces, as frituras e o refrigerante geram uma compulsão, um vício, mas é possível mudar o foco através do autoconhecimento. E não será um nutricionista que propiciará essa mudança. Busque um acompanhamento emocional, uma terapia cognitiva-comportamental, ioga, meditação… Algo que faça vc olhar para si em busca desse autoconhecimento, pois somente quando conhecemos nossas potencialidades e limitações é que conseguimos mudar. Não sei se o seu caso poderia ser classificado como doença, porém, compulsão alimentar é considerado doença. E não diga que vc não sabe o que fazer, pois a resposta está dentro de vc, ninguém poderá lhe dizer o que fazer, senão vc mesma. Abraço.

  31. fiz de tudo para emagrecer e não gonsigo ,vou para academia todos os dias ,corro 30 minutos antes de começar me exercita .cheguei até tomar bomba mais nada adiantou ,tenho 1,65 peso 85k se eu chegasse a 70k ja tava bom .o que eu faço

    1. Olá, Luciano. Vc pode até ter feito de tudo para emagrecer, mas se não conseguiu, provavelmente foi porque não fez corretamente. Vc já respondeu as perguntas acima, Luciano? O que o impede? Não será a forma como vc se relaciona com a comida? Não tenho receita pronta nem fórmula mágica para lhe dizer o que fazer, somente vc pode saber o que fazer. Abraço.

  32. Olá Renata,
    Estou com 54 anos, estou na menopausa. Fui uma criança normal, nem magra nem gorda. Sempre consegui estar bem com o meu corpo. Durante a vida adulta, após os 40 anos não consegui controlar o meu peso. Quando jovem meu peso era 42 Kg, tive duas gestações onde não engordei muito e voltei ao peso logo depois. Hoje eu tenho evitado açucar a quase um mês e não perco peso, já fiz dieta com endocrinologista, onde eu só comi durante um mês, todas as refeições preparadas e servidas por uma cozinha industrial, também não emagreci nada. Tenho feito exames e aparentemente está tudo normal, mas eu tenho a impressão de que sofro de algum distúrbio metabólico que me dificulta emagrecer, hoje não estou caminhando porque machuquei o joelho numa queda, mas mesmo fazendo atividade física meu resultado é muito pequeno. O meu maior pavor é que fazendo restrição eu não emagreço, mas se eu volto a comer normal engordo rapidamente. Sei que não sou compulsiva por alimentos. Sinto uma angústia muito grande em perder minhas roupas a cada dia. Espero que voce possa e tenha condições de me ajudar.

    1. Olá, Katia. Se vc fez exames e está tudo normal, provavelmente vc não tem nenhum distúrbio metabólico. Mas se vc não sente confiança nos resultados, peça novamente ao médico para fazer outros exames, principalmente os da tireoide. A queda hormonal ocorrida com a menopausa tb dificulta o emagrecimento, mas não é algo contundente. O estresse tb é um fator impeditivo para o emagrecimento, pode ser que seus níveis de cortisol estejam altos. Porém, mesmo que haja um desequilíbrio metabólico, geralmente, só se engorda muito se a ingestão calórica for alta e o gasto pequeno. Reveja seu comportamento com relação a comida, faça um diário alimentar e anote tudo que vc consumir durante uma semana. Lembre-se de anotar até uma “balinha”, um “biscoitinho”… Às vezes consumimos mais do que percebemos e acabamos nos sabotando. Abraço.

  33. Óla,
    Eu se chamo Sara, tenho 16 anos, tenho um corpo bonito(as pessoas dizem a mim que tenho corpo de violao), o professor da academia ate mesmo comentou que estou, so que nao estou contente com o meu peso, mas como esta distribuído devido a academia as pessoas acham que tenho menos peso, mas estou obesaaa. O pior de tudo é minha alto estima, e sou muitoo depressiva nao saio com meus amigos, nem tiro foto, nao vou quase nos eventos de familia, e nem na academia quase vou, por vergonha do meu corpo, entre muitaas outras coisas. Nao sei se devia ir a uma psicologa, mas quanto tempo mais passa mais eu to se sentindo mal, e nem meu rendimento escolar nao esta ficando bom, comparado de antes. O que me afeta tambem e minha familia, porque meus pais sao separados e casarão de novo so que faz muitoos anos, só que me interfere tambem como eles estao, onde eu como por esses motivos de problemas deles. Nossa principalmente quando gosto de um menino fico feliz nao como, mas se acontece qual quer coisa ja como, o que tiver pela frente. Teve um tempo que gostava de um menino, foi o tempo que mais se cuidei, nossa, eu ia de manha na academia fazia 3 vzs na semana de manha jump fit, e a noite todo dia ia fazer 3 hrs de aulas diferenciadas. Só que nao deu certo, tinha emagrecido uns 7 kg precisava emagrecer mais 8 Kg que o professor disse, so que agora engordei 9 Kg, e isso me apavora…
    Se for possível, você poderia me orientar o que fazer? Serei muitoo grata…
    Mesmo assim obrigada pela ajuda, acima…
    E Parabéns pelo trabalho, excelente…
    Mais uma vez obg!

    1. Olá, Sara! Penso que seria interessante vc buscar um acompanhamento emocional/psicológico, sim, já que vc não está conseguindo lidar com os fatos ocorridos em sua vida. Vc é muito jovem ainda e tem tempo suficiente para aprender a se relacionar com a comida e consigo própria. Não espere as coisas piorarem e os sintomas se cristalizarem, peça ajuda. Procure na sua cidade um psicólogo, de preferência, que seja especializado em transtornos alimentares ou que trabalhe com TCC (Terapia Cognitiva-Comportamental). Cuide-se, Sara. Abraço.

  34. Renata,

    A 4 anos sofri um acidente e fiquei quase um ano sem andar, eu era magra, pesava 55 Kg e engordei até chegar aos 92 Kg. Quando fiquei liberada totalmente para fazer exercícios, comecei a ir em uma academia, diminui minha alimentação. Como de 3 em 3 horas, bastante frutas, bebo muita água, só como carboidratos integrais, reduzi drasticamente o açúcar, como bastante proteína(de soja principalmente), quase não como carne vermelha. Em um ano reduzi 16 Kg e nos últimos meses ganhei 2 Kg de massa magra. Mudei meu treino de musculação a duas semanas, faço pilates 2 vezes por semana, musculação 3x por semana, spinning 2x por semana e ioga as sextas. Aos sábados caminho cerca de 40 minutos e aos domingos sempre faço atividades ao ar livre: Algum esporte, caminhada, passeios, praia, etc.
    As vezes dou uma “escapada”, como um bolo, um lanche ou algo mais calórico. Deixei de comer frituras, comprei uma fritadeira a ar e faço tudo sem óleo, tipo a pelo do frango, como fibras e iogurte, mas estacionei na perda de peso e as medidas estão reduzindo menos também.
    Tenho 28% de gordura corporal e gostaria de chegar aos 22%.
    Estou variando o peso entre o 76 e o 79. Gostaria de chegar aos 65 Kg pelo menos. Por que os resultados não aparecem se eu me esforço tanto.
    Ando stressada por causa do trabalho, e isso me deixa exausta, mesmo assim continuo malhando e fazendo meus exercícios, chego em casa a noite após as aulas, deito e apago, quando acordo no outro dia, parece que apenas cochilei, continuo cansada. Eu treino assim a mais de um ano e nunca tinha me sentido tão cansada e desanimada. Quando sinto essa vontade de comer, por causa do stress, como uma maça, uma banana ou qualquer outra fruta que sempre tenho a mão, geralmente com um pouco de aveia.

    1. Olá, Aline. O estresse pode estar alterando seus níveis hormonais e dificultando o emagrecimento ou você pode estar com deficiência de algum nutriente. Procure um médico e faça exames laboratoriais para verificar. Reveja também sua alimentação com um nutricionista, pois, às vezes, subestimamos o que consumimos. Abraço.

  35. Sempre pesei 64 kg, de três anos para cá engordei 25 kg, e quando engordava era 2 ou 3 kg, e perdia rápido, hoje faço dieta, academia tomo tudo que é chá e não consigo emagrecer nada, fora que essa gordura tá toda no abdomem ou seja na barriga, estou em depressão, já fiz de tudo e não consigo, se puder me dá uma ajuda. Obigada.

    1. Olá, Lucia. Gostaria muito de ajudá-la, mas não tenho “fórmula mágica”. Questione-se, busque o autoconhecimento. O que a impede?! Abraço.

  36. Oi Renata,tenho um grande problema com peso, quando mais jovem não engordava nem um grama tomava remedios para engordar, hoje aos 37 anos, 1,68 de altura e 82 kg não consigo perder nada. Tomo capsulas de cha verde, branco, vermelho, oliveira e nada oque poço fazer? Me ajude por favor!

    1. Olá, Rilda. Não adianta tomar isso e aquilo e não mudar a sua forma de se relacionar com a comida. o aumento de peso é consequência de maus hábitos alimentares e sedentarismo. Portanto, como todo mundo já sabe: tem que fazer reeducação alimentar e exercícios. Não tem jeito! E o mais importante: mudar a forma de se relacionar com a comida e consigo mesma. Abraço.

  37. Olá, Renata!Tenho apenas 16 anos de idade , 1.61m de altura,67 kg.
    Há uns três anos,tinha o IMC adequado,mas não sei o que aconteceu comigo,de uma hora para outra comecei a engordar,talvez a adolecência tenha contribuído para essas transformações desenfreadas!E agora já tentei diversas vezes,mas não consigo emagrecer,pelo contrário ,tô engordando mais.
    Desejo muito voltar ao meu peso adequado,mas não sei o que fazer.
    Acadêmia não dá,porque estudo muito e quando chego em casa ,tudo que eu quero é deitar e dormir.
    Me ajuda,Renata!!!
    O que você me aconselha?
    Obrigada!

    1. Olá, Luíza. Tudo na vida é questão de prioridade. Pelo visto, você está priorizando os estudos – o que é ótimo – mas está deixando de lado a sua saúde. Não coloque a responsabilidade pelo seu aumento de peso na adolescência, pois se essa fase engordasse todos os adolescentes seriam gordos, concorda?! Provavelmente, o seu aumento de peso está ocorrendo devido aos maus hábitos alimentares e falta de exercícios. Reveja sua alimentação, anote tudo que você consumir durante uma semana e observe se você está ingerindo muitas guloseimas e comidas calóricas. E será mesmo que você não tem 30 minutos do seu dia para fazer alguma atividade física?! Reveja suas prioridades. Abraço.

  38. Ola Renata bom dia!
    Em primeiro lugar parabens pela materia, muito boa e de grande ajuda ao menos pra mim.
    Eu tenho 35 anos e sou obesa tenho1,68 e peso 92 k sendo q pesava 99 e ja emagreci 5 em 45 dias. Eu tenho um grande problema eu sinto muito prazer em comer, e uma das tres coisas na vida q eu mais gosto, porem eu me concintizei q isso estava me prejudicando e afetando minha vida sempre quis emagrecer mais a satisfaçao em comer era maior. Eu entao resolvi mudar mais nao tiinha condiçoes de procurar um nutricionista e nao sei fazer reeducaçao nao sei por onde coneçar a me reeducar. Fiz entao assim eu tirei o arroz da minha rotina o açucar tomo agora adoçante e como pao integral light queijo e folhas e legumes variados nao gosto de fruta entao tomo suco e estou fazendo 40 minutos em media de caminhada, com isso perdi 5 kilos e pouco mais ja e alguma coisa so q agora to percebendo mais dificuldade de enagrecer eu queria saber sera q vou voltar emagrecer se continuar? e como funciona essa reeducaçao alimentar?
    Obrigado pela atençao e pelas informaçoes no seu post parabens.
    Juscimara

    1. Olá, Juscimara. Fico feliz em saber que você se conscientizou da necessidade de mudar e está buscando uma vida mais saudável. Vou lhe dar umas dicas, mas o certo é aprender a reeducação alimentar com um nutricionista, Juscimara. Não precisa tirar o arroz, vc pode substituí-lo pelo integral. E na hora de cozinhar tem que usar pouco óleo e sal nos alimentos. Diminua também a quantidade de comida e aumenta o tempo da caminhada para 1 hora (pense na possibilidade de entrar numa academia). Consuma frango sem pele, carne sem gordura e peixe grelhados ou assados; leite e iogurte desnatados; verduras e legumes à vontade. Já que vc não gosta de frutas, consuma-as no suco mesmo, mas sem adoçar. Só esqueça o suco de laranja que é muito calórico, o ideal é chupar a fruta. O mais importante é descobrir outros prazeres além da comida e mudar a sua forma de lidar com ela. Também é preciso se mexer mais: subir escadas, levantar a cada 1 hora sentada, andar a pé pequenos percursos diários, fazer tarefas domésticas, etc. Persista nessa sua nova vida! É difícil, mas vale muito a pena. Força, foco e determinação! Você é capaz, Juscimara! Abraço.

  39. Olá! Renata. tenho 13 anos de idade, peso 67 kg, a minha meta seria 58 kg, mas não consigo emagrecer toda vez que eu vou tentar fazer uma dieta sempre paro, Coloco coisas na minha cabeça que nunca irei conseguir chegar no peso ideal, tenho sempre força de vontade logo no começo mas depois tudo cai sobre a minha mente que não irei conseguir, as vezes choro por está mim sentindo gorda demais nunca mim sinto bem com meu corpo, quero muito emagrecer sem muito sacrifício. Mas se Deus quiser tudo vai dar certo porque Deus coloca pessoas como você em nossas vidas para nos ajudar a combater isso e ficar de bem com a vida sem estresse.

    1. Olá, Cassia Janaina. Em vez de focar no emagrecimento, concentre-se num estilo de vida mais saudável e ativo, o emagrecimento será consequência. Vc precisa trabalhar sua autoestima que está baixa e aumentar a sua autoconfiança. Seria interessante procurar um acompanhamento psicológico. Abraço.

  40. Ola Renata.
    Queria parabenizá-la por duas coisas: Primeiro, pela qualidade dos artigos, valiosos em informações e claros no ponto a que se destinam.
    Segundo (e mais importante): Seu retorno!
    É impossível não notar a atençao que voce dispensa aos que comentam nos seus artigos, isso mostra quão excelente profissional voce deve ser. Sendo assim, só posso desejar tudo de bom para alguem como voce. Parabéns!

    Quanto a mim, tenho uma questao a ser levantada:
    Sempre fui gordinho, desde pequenino mesmo, vindo para os dias atuais estou com 130Kg, o que dá uma disfarçada pois sou alto (tenho 1,95m de altura).
    Academias ja perdi as contas de quantas ja me matriculei, nao consigo “engatar” a coisa sem desanimar, e não é por faltas de resultados, pois eles sao visiveis quando sigo a dieta das nutris (que tbm ja foram varias) e faço exercícios. Lembro que no começo de 2012 estava com 106Kgs, as pessoas me diziam como eu estava magro, mas me enxergava no expelho EXATAMENTE como me vejo hoje.
    Sei que isso deve ser trabalhado com a ajuda de algum profissional, e acredite, ja passei em 2 psicólogas mas nao me ajudaram em nada, alias uma delas era bem acima do peso e me aconselhava a desencanar e me aceitar como eu sou. Não concordo, pois a obesidade não é apenas questao de estética, mas de saúde. Tenho 3 hérnias na região L/S e quando perco peso as dores diminuem radicalmente.
    Resumindo tudo, gostaria de uma opinião sua quanto ao meu “desânimo” digamos assim, em seguir com o foco de dieta/exercicios. Sei dos beneficios, de como é bom praticar alguma atividade, mas falta ânimo, sei la. Já comprei roupa, sapato, mp3, suplementos, enfim, tudo que pudesse me dar uma “motivada” inicial. Sei que sou extremamente ansioso, antes descontava no tabagismo, mas há 15 meses nao coloco um cigarro na boca, as vezes o desconto vinha na comida (entenda: DOCES). Uma colega do trabalho tbm muito ansiosa me disse que desconta toda essa ansiedade em exercicios, mas esse náo é meu caso.

    1. Olá, Adriano! Obrigada pelo reconhecimento e parabéns para você também que busca mudar a sua condição atual de obesidade e sair do conformismo. Já ouviu a frase: “Somos o que pensamos ser”? Parece que se encaixa no seu caso, já que você não conseguiu se enxergar magro mesmo quando estava. Sua imagem corporal parece estar cristalizada, por você se enxergar assim desde pequeno. Quando uma pessoa é obesa desde criança, certamente ela terá insatisfação com a sua auto-imagem quando na idade adulta.
      Com relação ao seu desânimo… Você é animado em outras áreas da sua vida como no trabalho, nos relacionamentos familiares e amorosos? Reflita se o desânimo está presente em outros setores da sua vida, que não seja cuidar da saúde. E o fato de você estar acima do peso também contribui para o desânimo, já que a gordura é inflamatória e “rouba” nossa energia.
      A comida assim como o cigarro pode se tornar vício. E o vício de fumar é um dos piores de controlar. E VOCÊ CONSEGUIU! Use as ferramentas necessárias, QUE VOCÊ JÁ TEM, para conseguir também mudar seus maus-hábitos salutares. Se você foi capaz de largar o cigarro, você é capaz de mudar a sua relação com a comida e com os exercícios. Acredite!
      Porém, se você acha que será mais difícil fazer isso sozinho, a psicologia pode ajudá-lo a aprender a se relacionar com a comida de forma saudável. Procure na sua cidade algum psicólogo com especialização em transtornos alimentares ou em terapia cognitiva comportamental. E não desista! Como você mesmo já sabe: obesidade é doença. E você merece ser saudável! Abraço.

  41. Eu preciso muito emagrecer! Tenho 1,64 altura e estou pesando 80 kilos, preciso perde 20 kilos. Não tive força de vontade para fazer dieta de longo prazo sempre desistia e voltava a comer tudo que eu gosto que é frituras, lanches pizza massa. Meu marido nunca me ajuda! Ele sempre quer come comida calorica, ai eu acabo quebrando a dieta. Estou fazendo esteira todo dia faço 30 minutos de manha e 30 a noite. Tirei refrigerante, fritura. Doces e estou comendo a cada 3 horas. Estou na 3 semana da dieta estou com 77kilos. Preciso de força pra não voltar a comer e quebrar a dieta. Me ajude..

    1. Olá, Denise! A força que você precisa está dentro de você que já conseguiu iniciar a mudança de alguns hábitos alimentares e praticar exercícios. O que você precisa mudar é a forma de encarar o que você gosta de comer. Assim como você aprendeu a gostar tem como aprender a desgostar. Você não precisa eliminar todos os doces (é só comer com moderação), mas beber refrigerante e comer frituras sim. Muda o foco! Coma frutas, verduras, legumes, ovos, oleaginosas, pão integral, macarrão integral, arroz integral com feijão, peixe, frango… Faça uma reeducação alimentar e não dieta. Você é capaz, Denise. Persista! E não faça comidas calóricas como seu marido quer. Quem manda na cozinha é você… rsrsrs. Abraço.

  42. Olá, o meu caso é o seguinte: tenho 39 anos, meço 1,62 de altura e estou pesando 61 kilos. O problema é que quero chegar aos 55 kilos, quando começei a fazer dieta e exercícios frequentes estava com 65.2 kilos, ouseja, perdi mais menos 4 kilos desde então, isso faz 1 mês e meio. Só que nos últimos 15 dias notei que apesar da manutenção da dieta e dos exercícios meu peso está estacionado, não consigo perder mais nada. Desde que começei a dieta aumentei o meu consumo de água, estou conseguindo ingerir cerca de 1,5 litros por dia, porém não urino quase nada. Entretanto, ao examinar meu corpo, não percebi sinal de inchaço em nenhuma parte. Estou consumindo poucos carboidratos e frituras, e passei a comer pão sem glúten light e a tomar chá de hibiscus todos os dias. Para ver a que ponto cheguei, comprei um suplemento vitamíinico chamado AQUADRAINING, que promete reduzir a retenção de líquidos, estou usando há aproximadamente uma semana, não vi resultado algum, nem com o chá nem com este tal suplemento, que por sinal é caríssimo. Mê dê uma dica do que posso estar fazendo errado, pois é muito desistimulante cumprir tudo o que é recomendado e não obter resultados, dá frustração e ansiedade, pois meu esforço pare que está sendo em vão.

    1. Olá, Luziane!
      Parece que você está passando pelo efeito platô, o que é muito comum. A sua dieta é com acompanhamento profissional? Pois se não for, pode ser que ela não esteja adequada às suas necessidades nutricionais. E os exercícios será que estão adequados também? Nosso organismo necessita de constantes mudanças de estímulos.
      Abraço.

  43. Oká Renata, lia a matéria e gostei hoje estou com 42 anos e pesando 94,800 kl e 1,63 alt estou obesa mas comecei a fazer atividades em casa e mudanças de hábitos alimentares espero que de certo pois minha meta sera de 69 kls! Espero alcançar em um ano nada de pressa mas o texto me ajudou mto obrigada!!!

  44. Olá, há anos tento emagrecer e não consigo, ao contrário engordo, sei que como errado, mas tem algo diferente comigo, cansei, estou nesta luta ha 17 anos, preciso de ajuda, médicos, nutricionistas e nada..
    E hoje a depressão veio com toda força… Desculpe o desabafo…

    1. Olá, Karina!
      Não há do que se desculpar…
      Se você precisa de ajuda, busque essa ajuda.
      Depressão também é um fator da obesidade, agindo num círculo vicioso.
      A luta é grande, eu sei. Mas, com ajuda profissional adequada, você consegue!
      Persista!
      Abraço.

  45. Não consigo emagrecer já fiquei sem comer quase um mês, mas sempre volto a engordar..
    O que eu faço, estou com 63 quilos nunca cheguei a esse peso?

    1. Olá, Camila!
      Ao dizer “Não consigo” você já está colocando um bloqueio em conseguir. Começa agora mesmo a mudar essa forma de pensar e sentir…
      E ficar sem comer quase um mês não é o caminho!
      Não se desespere. Busque ajuda profissional.
      Abraço.

  46. Boa Tarde,
    Será que você pode me ajudar já tentei de tudo para emagrecer e não consigo depois que tive minhas duas filhas, não consigo voltar ao peso anterior, tenho 25 anos e peso 82kg e sou muito ansiosa..
    Já tomei remédio e eu sempre volto ao meu peso de novo 80kg não saio disso gostaria muito de emagrecer mas não sei por onde começar se possível me orienta por favor estou muito para baixo pois sou baixa e sou gordinha minha auto-estima esta lá em baixo…

    1. Olá, Alessandra!
      Pelo visto você já sabe que remédio não é a solução, a não ser se for para tratar essa ansiedade junto com acompanhamento psicoterápico.
      Começa com orientação nutricional e praticando alguma atividade física. consulte um nutricionista e se matricule em numa academia, se possível.
      Abraço.

  47. O QUE ME IMPEDE DE PERDER PESO? A existência de comida saborosa que consegue satisfazer a minha carência a nível sentimental, porém eu sei que ela apenas me satisfaz a curto prazo pois ela é saborosa mas depois transforma se em gordura no meu corpo tornando me menos útil, retirando capacidades e principalmente tirando me confiança … Tornando me uma gordinha feia…

    O DESEJO DE PERDER PESO É SEU OU DE OUTRA PESSOA? O desejo de perder peso é meu, afinal de contas sou eu que vivo dentro deste corpo, porém os olhares das outras pessoas e as bocas delas incomodam me. Eu gostaria de conseguir perder peso para provar que consigo! Provar a elas e a mim mesma que sou capaz.

    AMO ESTÁ SUA AUTO ESTIMA? Quando estou no processo da “dieta” sinto que a vida tem valor, que todos os dias existe um jogo onde eu tenho de ser vitoriosa, porém quando como sinto me controlada pela comida pela necessidade dela para me sentir feliz e na realidade ela não me trás felicidade apenas uma sensação de prazer que tem um prazo curto de duração e um prazo longo de infelicidade.

    DESEJAS MESMO PERDER PESO? É PRIORIDADE PARA TI? Tem dias que acordo e a minha prioridade é perder peso… sinto aquela vontade enorme de mudar de ser aquilo que sonho, porém eu vou mudar e desta vez vou conseguir afinal de contas devemos amar nos para um dia sermos amados afinal de contas se nos não gostarmos de nós mesmo como vamos fazer as outras pessoas amar nos?

    VOU QUE MUDARÁ NA SUA VIDA AO PERDER PESO? Muita coisa, mas principalmente a autoestima, e sentir que venci que sou capaz que apenas cabe eu mudar, pois só eu posso sentir os benefícios e só eu sinto o sofrimento de estar nesta pele de não aguentar ver me ao espelho e saber no que me tornei e torno todos os dias… mudar depende única e simplesmente de mim, mais ninguém tem culpa no que eu me tornei… afinal de contas fui eu que fui tomando as decisões ao longo da minha vida e está também foi tomada por mim mais uma vez. (mudar=decisão=objetivo)

    QUAL A TUA META? A minha meta não tem um número específico… a minha meta é sentir-me bem. Ficar bem com o meu corpo e ter aquela sensação de vitória, eu peso 75 kg e tenho 1.59.

    TENS CONSCIÊNCIA? Todos Temos consciência… todos querem mudar, ai é que está a diferença de um vencedor é de um perdedor… um vencedor cai ao chão tantas vezes como o perdedor, a diferença é que o vencedor conseguiu se levantar enquanto que o perdedor se deixou ficar lá deitado esperando que um dia tudo mude… ele quer mudar mas é demasiado fraco para se erguer e vencer.

    1. Olá, Ana! Excelente reflexão. Agora, é partir para a ação. Como você mesma disse “mudar depende única e simplesmente de mim”…
      Você está capacitada para isso! Caiu?! Levante-se!
      Abraço.

  48. Olá Renata,

    Tenho 28 anos, pratico atividades física (pilates, trekking e corrida) meus treinos duram cerca de 1h e meia, e em dias alternados, sou vegana, tenho uma alimentação equilibrada, muitas frutas, verduras legumes e consumo algumas castanhas todos os dias, não utilizo alimentos brancos, como arroz e pães, tomo água corretamente,não consumos doces a todo momento, normalmente mais frutas desidratadas como tâmaras. Mudei minha rotina, uso o carro apenas em dias de chuva. Tenho uma vida tranquila em uma pequena cidade. Não tenho problemas de tireoide, mas nos últimos tempos venho engordando vagarosamente, como um kg por ano, isso por 4 anos(minha rotina não mudou nesses anos). Não sou obesa, atualmente possuo 1,63 e peso 60Kg, por enquanto está tudo ok, mas se continuar nesse caminho terei problemas com obesidade com certeza. Tem alguma idéia o que pode estar ocorrendo?

    1. Olá, Karine!
      Seria interessante você consultar um nutricionista, pois você é vegana e pode estar com deficiência de proteínas ou vitamina B12, e também pode estar consumindo mais calorias do que você gasta.
      Geralmente, as pessoas acham que vegetarianos ou veganos não engordam por não consumirem alimentos de origem animal, mas isso é um ledo engano.
      Você também pode aumentar seu gasto calórico praticando mais atividades físicas, já que você treina em dias alternados.
      Abraço.

  49. Olá.
    Tenho 21 anos e peso 72 kg com 1,69 de altura, cheguei a pesar 78 kg e já tomei sibutramina e emagreci 10 kg , hoje estou com 72.
    Meu café da manhã tomo apenas 1 copo de leite com nescau, não como pão porque tenho medo de engordar muito.
    Lá pelas 9 hrs como uma fruta;
    As 11 hrs almoço, geralmente como 1 concha de feijão bastante salada e carne ou frango.
    lá pelas 3 hrs eu como outra fruta e mais outra fruta as 18 logo após o minha andada de bicicleta, ando 10 km por dia, ( tem dias que eu não faço) mais 2 vezes na semana é certeza que faço.
    Quando chego da faculdade as 22:30 como uma fruta ou tomo leite,( confesso que as vezes dou um deslize na faculdade comendo um cachorro quente, mais é 1 vez no mês e olha lá). e assim acaba o meu dia.
    Não acho a minha alimentação tão pesada e mesmo assim não consigo emagrece, vejo relatos de pessoas que em 1 semana emagrece 1 kg pelo menos e eu nada :(
    Não sei o que acontece, só sei que tudo isso me faz desanimar.
    Queria apenas saber o que você acha? Estou exagerando ainda sim na comida?

    Obrigada!

    1. Talvez seja a quantidade de açúcar que está consumindo no decorrer do dia… Começando pelo achocolatado (uma bomba) e quantidade de frutas (também contam açúcar). Pense nisto.

    2. Oi, eu tbm estou na mesma situação, tenho 23 anos, 1,61 m de altura, peso 72,7 kg, já cheguei a pesar 75,6 kg no mês passado, eu tinha emagrecido 5,75 kg, mas engordei 2,85 kg, mas pretendo emagrecer.

    3. Olá, Leidi!
      Provavelmente você tem que aumentar o seu gasto calórico – 10km de bike nem todo dia é pouco – e rever a sua alimentação. Como disse a Laura, esse achocolatado é algo para repensar.
      Abraço.

  50. Preciso de ajuda, tenho 49 anos e já fiz muitas dietas mas não consigo emagrecer.. Não sinto vontade de fazer dieta estou desmotivada meu marido fica falando que to gorda ai como mais ainda tenho 85kg.. Não sei o que fazer estou com autoestima lá em baixo…

  51. Faço academia com personal 3 vezes por semana , treino funcional , alimentação saudável , não bebo nem fumo , não tenho problema tireoide , hormonal e nada. Porém não consigo perder peso. Nos 2 últimos meses ganhei 10 kilos mesmo não comendo doces , açúcar , não sei o que tem de errado comigo…da desanimo… Me esforço ao máximo na academia, não sou sedentária… Não sei mais o que fazer..

    1. Olá, Mari!
      Talvez você precise aumentar seu gasto calórico treinando todos os dias. E mesmo não comendo doces, pode ser que haja excesso de gordura ou carboidrato na sua alimentação.
      Sua rotina alimentar é orientada por um nutricionista? Às vezes achamos que estamos nos alimentando de forma saudável, mas mesmo assim ingerindo calorias em excesso.
      Somente você é capaz de achar o motivo para ter engordado 10kg em 2 meses, se não há nenhuma causa clínica justificável.
      Se possível, faça acompanhamento profissional para emagrecer.
      Abraço.

  52. Ola, tenho 23 anos, 1,66m e 96kg. Já emagreci muito peso e de um tempo pra CA não consigo mais. A um mês que só como alimentos integrais, de 3 em 3 horas, bastante água e faço circuito funcional 3x na semana. Nesse um mês eu não perdi nenhuma grama, pelo contrario, engordei. To desesperada, porque eu tenho uma meta a seguir e não to conseguindo, não posso desanimar mas fico muito triste. Seria o caso de algum disturbio hormonal? Não sei mais o que faço…

    1. Olá, Karol! Desculpa não respondê-la antes, mas só vi sua mensagem agora.
      Talvez seja interessante você fazer exames laboratoriais para saber como estão as suas taxas metabólicas e consultar também um nutricionista.
      Abraço.

  53. Oi! Não sei se este post ainda é visto e respondido mas preciso muito de algum conselho para uma situação de obesidade mórbida da minha sogra..

    Ela tinha 94kg em 2011 e fazia tudo bem até aparecer doença que não se sabe nome até hoje em que apodreceu a perna dentro e fora, agora esta melhor, mas o medico Dr. Miranda que foi preso receitou medicamento que fez num ano engordar até chegar a 160kg! Hoje esta com 147kg com insuficiência cardíaca, e mal consegue caminhar sem ficar com respiração ofegante!

    Toma mais de 10 medicamentos este e aquele para proteger este e o outro, enfim! Tem érnia e sofre de apneia à noite, ficou com maquina em casa para respirar bem à noite.

    Preciso de ajuda! Ela mal consegue fazer 10 minutos de caminhada! Como posso ajuda-la? Exist algo medicamente ou operação válida que possa fazer?

    Preciso de opinião válida e decente pois os médicos não querem fazer nadinha..

    1. Olá, Jéssica! Infelizmente, assim, à distância, não tenho como ajudá-la…
      Não desista, busque opiniões de outros médicos, já que o caso é complexo e precisa de intervenção multidisciplinar.
      Boa sorte, abraço.

  54. Olá, gostaria de saber se com uma dieta de 1.600 calorias mais atividade física diariamente é o ideal para quem deseja perde peso? s
    Sndo que minha atividade física fica abaixo da quantidade que consumo durante o dia? Como por exemplo, consumo em média 1.250 calorias, sendo que minha atividade física como caminhada e academia gira em torno de 300 a 550 calorias?

    Grato!

    1. Olá, Leandro! A ciência sobre o gasto e o consumo calórico não é muito precisa, pois engloba inúmeros fatores nem sempre quantitativos.
      Teoricamente, com esse consumo e gasto calórico, você emagrecerá. Mas o ideal é consultar um nutricionista para que ele calcule especialmente para você a sua necessidade.
      Abraço.

  55. Olá Renata, você ainda responde?

    Tive hipertireiodismo em 2009, um infarto e emagreci muito na época, o meu cardiologista começou a tratar também da tireoide de repente eu estava hipo, ou seja engordei demais. Para ajudar tenho oesteopenia e um problema sério de menisco que só vai curar com cirurgia, mas como tenho todos estes problemas o meu cardiologista fica preocupado.

    Tenho, atualmente, 1,72 e estou pesando 98kg, não consigo parar de comer bobagens e nunca fui deste jeito, sempre tive muito boa vontade para tudo, atualmente não tenho vontade de fazer regime, como demais, por favor me ajude.

    1. Olá, June! O primeiro passo para emagrecer é querer. Portanto, comece a trabalhar em você esse desejo, a sua força de vontade e a determinação. A única pessoa que pode ajudá-la é você mesma, o poder de mudar está em você. Se possível, busque ajuda profissional.
      Foco, força e fé!
      Abraço.

  56. Tenho 25 anos, e um filho que vai fazer 11 meses. Sempre fui muito magra mais a algum tempo venho engordando já tentei comer melhor cortei arroz da alimentação, cotei refrigerante e chocolates . Não tenho tempo para exercícios devido ao trabalho e ao meu pequeno, estou muito triste as vezes não consigo nem fazer janta devido a correria do dia a dia.
    Isto esta estragando meu casamento a falta de tempo , sinto vergonha de me vestir, quando vou comprar roupas parecem gigantes visto e não serve saio quase chorando da loja .
    Não sei mais o que fazer.

    1. Olá, Renatynhaa! Você disse que tentou comer melhor, cortando o arroz da alimentação, refrigerante e chocolates. Ok para o refrigerante e o chocolate! Mas o arroz é um alimento – principalmente o integral – nutritivo que não deve ser eliminado da alimentação. Busque a reeducação alimentar, com consciência do que você está ingerindo. Coma pensando em se nutrir e não somente em emagrecer.

      A única pessoa que pode te ajudar realmente é você mesma, mudando a tua forma de pensar, sentir e agir.
      Talvez seja interessante procurar um tratamento psicológico.

      Abraço.

  57. Olá Renata, tenho 19 anos e moro com meu namorado, bom, sempre fui gordinha e atualmente estou com 90kg e não tenho problemas na minha tireoide, porém não consigo emagrecer, e desde que pequena não sou de comer muita besteira, já tentei fazer dietas e exercício mas não conseguir seguir adiante.

    E até agora não tenho diabete nem problemas com a pressão quero emagrecer antes que elas me alcance. Me ajude!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ir para o topo

Copyright © 2017 Dicas de Treino.