20out

Conheça alguns dos Malefícios da Pílula Anticoncepcional

Malefícios da Pílula AnticoncepcionalAntes de tudo, quero deixar claro que aqui você vai encontrar informações, não todas as soluções do mundo para seus problemas. A intenção é sim causar certo espanto, para que todas comecem a pensar melhor se realmente precisam usar a pílula anticoncepcional. Eu sei de toda autonomia que ela dá para nós, mulheres (eu mesma usei por 10 anos), mas se colocarmos numa balança os prós e os contras, não vale à pena. Fica a critério de cada uma decidir se vai usar ou não, eu particularmente não recomendo. Mas quem tem que saber isso é você e seu médico (espero que seja um competente).

Eu acho tão engraçado e contraditório o que alguns médicos fazem: condenam e falam horrores sobre o uso de hormônios anabolizantes, mas prescrevem pílula anticoncepcional para meninas que mal entraram na puberdade! (Não, eu não estou fazendo apologia ao uso de anabolizantes, apenas acho engraçado condenarem uma coisa e não se importarem com a outra).

Pior ainda, é quando uma paciente leva um exame com sua taxa de testosterona livre praticamente a ZERO e o (a) médico (a) fala que não dá para confiar no resultado nem no laboratório e que não precisa parar com a pílula anticoncepcional, só tomar um outro remedinho para melhorar a taxa (oi?? é sério isso?? mascarar o que um hormônio faz com mais remédio?!)

Eu só queria entender o motivo para ignorar o fato, de uma paciente apresentar uma alteração tão significativa num exame e continuar entupindo ela de hormônio sintético. Mas vamos lá, darei mais alguns bons motivos para que vocês não ignorem nada disso:

Pense na SHBG (Globulina Transportador de Hormônio Sexual) como uma esponja que absorve o excesso de hormônios. Os hormônios sintéticos encontrados nos anticoncepcionais NÃO SÃO absorvidos pela SHBG, portanto não há um controle real sobre eles. Na mulher, a SHBG absorve principalmente a testosterona. Portanto, a mulher que usa anticoncepcionais tem a tendência de ter níveis mais baixos de testosterona. Um baixo nível de testosterona pode significar baixa libido, metabolismo lento e aumento de peso, secura vaginal, perda óssea, dificuldade de ganhar massa magra, etc. Se você toma anticoncepcionais, provavelmente está deixando de usufruir os benefícios de um nível normal de testosterona.

Os hormônios sintéticos também vão para o cérebro, onde eles desativam as gonadotrofinas, especificamente o LH e o FSH, que regulam o ciclo menstrual. Então, a mulher que toma anticoncepcionais não fabrica o seu próprio estrogênio, nem progesterona, nem testosterona, e não está ovulando. Se você suprimir essa parte do cérebro pelo tempo suficiente, ela será desativada por falta de uso. Se você parar de usar anticoncepcionais, pode levar algum tempo para reativá-la, mas em algumas mulheres (em algumas, não falamos aqui de todas, interpretem o texto corretamente) ela jamais volta à ativa. Enquanto isso, seu organismo acostumou-se a produzir toda aquela quantidade de SHBG, deste modo, mesmo que você volte a produzir seus próprios hormônios, a SHBG vai absorver todos eles. As mulheres que param de usar anticoncepcionais podem se tornar extremamente deficientes em hormônios por semanas ou meses, e às vezes por anos.

O Dr. Victor Sorrentino diz que “São remédios de hormônios considerados potencialmente cancerígenos pela OMS (Organização Mundial da Saúde), que causam bloqueio da produção de Testosterona, diminuição de sua biodisponibilidade, prejudicam a tireoide, provocam efeitos de retenção secundária de líquidos, inflamação crônica e celulite, entre muitos outros problemas reais.”

Mas já que a maioria das mulheres e meninas usam e abusam destes remédios, pelo menos deveriam ser avisadas de que ainda se ingerirem a noite, terão bloqueio da produção de Melatonina, diminuição da qualidade das fases do sono, diminuição na produção dos hormônios noturnos como o Gh (hormônio de crescimento), tendência ao ganho de peso, diminuição da imunidade, maior desgaste celular e físico, e precisaria de mais muitas linhas para poder escrever todo o resto…

Portanto, avisem suas familiares e amigas para optarem por tomá-los de dia, a fim de diminuir os danos à produção de Melatonina, já que colegas médicos ainda insistem em ter preconceito com DIU sem hormônios (de cobre). Aliás, além deste preconceito, a maioria não tem contra uso de hormônios! Só esqueceram que as pílulas são hormônios sintéticos da pior qualidade…

O Dr. Bruno Pitanga Silvares diz que “É uma das substâncias mais destrutivas que algum dia alguém teve a infelicidade de inventar. Não sobra um sistema integro em uma mulher que faz uso dessa substância. Ela é a soma de um hormônio chamado etinilestradiol (mulher nenhuma no planeta produz isso) com Progestogênio derivado do Carbono 19 e do carbono 17. A mãe desse Progestogênio chama-se medroxiprogesterona (não existe essa substância em ninguém também e nem receptor para ela).

Com o início do uso, seu ovário PARA DE PRODUZIR HORMÔNIOS NATURAIS e você fica com níveis de uma mulher em menopausa. Imagine isto desde os 15 anos aos 50, e aí chega a menopausa verdadeira, sem a proteção dos seus hormônios você aumenta seu risco de trombose, infarto e derrame.

Eu poderia ficar horas falando das desordens metabólicas que o uso de anticoncepcionais causa em uma mulher. Uma verdadeira destruição hormonal. Varizes, problemas tromboembólicos, osteoporose, câncer, diminuição da libido, gordura localizada,..

A Testosterona despenca. Como ganhar massa muscular? Queimar gordura localizada? Ter saúde e performance? Fazendo uso dessas substâncias!?. A queda de testosterona acaba com a libido, perda da massa muscular, aumenta a gordura corporal, diminui a massa óssea, diminui o “bom” colesterol, acaba com a disposição, e para terminar o desabafo: não existe anticoncepcional fraquinho, Todos são péssimos.

Antes que me perguntem o que fazer. Não existe contraceptivo bom, mas o DIU de cobre + coito programado (tabelinha) seriam as melhores opções.”

Cada um sabe de si, não posso obrigar ninguém a parar, mas me sinto na obrigação de compartilhar tudo que tenho lido sobre isso. Nem todos os médicos ignoram isso, graças a Deus, então procurem bons profissionais! Se tiver alguma outra opção que não seja injetar hormônios sintéticos em você, ótimo! Se não tiver jeito, procure a forma menos agressiva.

 

Pílula Anticoncepcional

 

Salvar

  • 1.2K
  •  
  •  
  •  
  •  

Sempre que for iniciar uma rotina de treinamento, consulte um Educador Físico. Sempre que for fazer uso de suplementos alimentares, procure a recomendação de um Nutricionista.

Todo o post publicado possui autorização expressa do autor. Não é autorizada a cópia total ou parcial de nenhum conteúdo disponível no site.

13 comentários em “Conheça alguns dos Malefícios da Pílula Anticoncepcional

  1. Ha um certo tempo eu comecei a ouvir sobre os malefícios dos anticoncepcionais, em um grupo de musculação que participo. Vi que ele atrapalha muito no desenvolvimento/ performance na hipertrofia. Já tinha decidido procurar um médico para conversar sobre a possibilidade de colocar o Diu, agora estou mais decidida ainda. Obrigado pela alerta. Ótimo post, muito bem explicado. Parabéns!
    Passarei está alerta a diante!
    Bjs

  2. Já tentei parar com a pilula, usando só camisinha, mas não deu, tive muito efeito colateral.Passei a ter cólicas, muita oleosidade da pele, e conseguintemente muitas acne, além do que vivia irritada. Me obriguei a voltar. Estou fazendo treino para hipertrofia e agora!!!!

    1. Paula, entendo perfeitamente essas consequências, mas acredite, é por um curto período, até o corpo se readequar a se livrar desse lixo sintético e voltar a funcionar por si só. Esses sintomas podem ser contornados de outras formas, analgésico, bolsa de água quente, produtos tópicos para a pele podem ajudar com a oleosidade, acne, se for o caso procure um dermato. Eu usei pílula acho que por mais de 20 anos (com poucas pausas) e estou limpa há 3 meses. Seja forte, valerá à pena!

  3. É fácil parar quem não tem endometriose e ovário policístico e desde 11 anos de idade sofre com hemorragias e muita cólica. Cólica que só diminui com uso de relaxante muscular a cada 30 minutos e de anti-inflamatório a cada 4 horas, ou seja, ou fica escrava de um medicamento ou de outros.

  4. O texto estava interessante, até ler “DIU DE COBRE” + “Coito Programado”, só faltou o interrompido….
    E o que fazer com a cólica horrenda que o DIU de cobre causa?…

  5. Ganhei meu bebê em 2013 e desde então uso a injeção de 3 em 3 messes, até agora não desceu minha menstruação desde que engravidei e pelo que eu sei é pra não descer mesmo. Os riscos da pílulas se aplicam também ao uso daquela injeção? Estava pensando colocar o DIU devido a vários daqueles efeitos que você mencionou, mas fiquei um pouco na dúvida pois dizem que com o DIU as cólicas voltam e tenho pavor disso, pois já sofri muito com isso..

  6. Fiquei quase dois anos sem tomar anticoncepcional, e jamais pretendia voltar. Senti muitas melhoras no meu corpo nesse período.
    Então resolvi colocar o diu de cobre, já estava tudo certo, e descobri que eu desenvolvi ovários policísticos. O único tratamento para esse caso, segundo a minha médica é tomar anticoncepcional, e o mais forte de todos, Diane 35.
    Não queria por nada ter que tomar, e fico horrorizada quando leio sobre os malefícios da pílula.
    Porém os sintomas do ovário policísticos também já estavam prejudicando minha qualidade de vida: muitas espinhas, muita queda de cabelo, atraso na menstruação, cólicas e TPM muito forte que chegam a durar mais de 15 dias.
    Fora que se eu não tratar, corro o risco de ficar infértil no futuro.

    Me sinto péssima todos os dias quando engulo esse veneno que é a pílula, mas meu plano é tomar por alguns meses e ver se tenho melhoras e se os cistos no ovário vão embora, para ai sim parar de vez com a pílula e colocar o diu. Mas sabendo que tenho grandes chances de os cistos voltarem.
    Sinto que não tenho muita saída. E o pior é que eu mesmo sem tomar pílula, sou muito magra e tenho grandes dificuldades de ganhar massa muscular, agora isso tende a piorar ainda mais.

    Então o que será que eu posso fazer nesse caso? Alguém tem alguma dica?

    Agradeceria qualquer informação que me ajude.

    Obrigada.

    1. Estou na mesma situação que a sua, a procura de alguna solução ate porque também emagreci ainda mais tomando a pílula. Mas ate agora não encontrei nada que pudesse me ajudar :(

  7. No caso da minha filha, que tem 16 anos, menstrua irregularmente sem o uso de anticoncepcional, fortes dores,etc. Quando usa para as espinhas e as dores e regula o ciclo.
    O médico indicou um anticoncepcional bem fraco, segundo ele, só para regular a menstruação.

    Mas como convencer o médico a ter outra visão ou adotarmos quais soluções para o caso da minha filha?

    Sou pai e estou preocupado… Desde já agradeço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *