18ago

3 mitos sobre Perda de Gordura em Mulheres

Perda de Gordura

 

Mito #1

 

A Perda de Gordura é mais difícil para Mulheres do que para Homens

 

Realidade: Tecnicamente, as mulheres não têm mais dificuldade na perda de gordura corporal do que os homens. Na verdade, as mulheres são metabolicamente saudáveis, tendo melhor sensibilidade à insulina, menos gordura visceral e níveis mais baixos de gordura circulando em sua corrente sanguínea.

As mulheres queimam mais gordura durante o exercício do que os homens porque têm uma porcentagem muito maior de fibras musculares do tipo 1, que são capazes de queimar gordura em vez de glicogênio (a forma de armazenamento de carboidratos nos músculos). Maior concentração de estrogênio nas mulheres também tem um efeito positivo sobre a queima de gordura:

Ela limita a desagregação de triglicerídeos no sangue. Triglicerídeos no sangue tendem a ficar armazenado como gordura.

Ela aumenta a produção de adrenalina e hormônio do crescimento para uma maior queima de gordura.

Estudos mostram que embora os homens possam perder gordura mais rapidamente do que as mulheres, quando em uma dieta de baixa caloria, em geral , a perda de gordura será a mesma a longo prazo.

Agora, é verdade que os homens têm corpos maiores e geralmente têm mais massa muscular do que as mulheres. Os músculos queimam muitas calorias, então esta combinação significa que os homens tendem a ter maior necessidade de reposição calórica do que as mulheres. Mas, se você pesa o mesmo que um homem, tem o mesmo percentual de massa muscular e são igualmente ativos, você vai ser capaz de comer a mesma quantidade.

 

Mito #2

 

Deve ser feito aeróbico de longa duração e baixa intensidade para perder gordura

 

Realidade: Aeróbico de longa duração e baixa intensidade não são úteis para uma duradoura perda de gordura. O corpo se adapta muito rapidamente ao exercício aeróbico repetitivo. Portanto, a fim de sustentar a composição corporal, você tem que aumentar continuamente a sua distância.

Outra preocupação é que, apesar do aeróbico queimar mais calorias, enquanto você está fazendo isso, não irá construir massa muscular ou aumentar significativamente a quantidade de calorias que você queima em um período de recuperação de 24 horas.

 

Mito #3

 

Exercícios de perda de gordura devem deixá-la absolutamente exausta

 

Realidade: É verdade que a perda de gordura exige uma intensidade maior, mas nunca deve chegar à exaustão. Isso porque quando você treina dessa forma os hormônios do estresse pode desequilibrar seu sistema nervoso podendo afetar sono e a taxa metabólica.

A solução é usar a dose mínima eficaz de exercício. Em um estudo as mulheres fizeram 4 intervalos de 30 segundos em uma esteira 3 vezes por semana durante 6 semanas. As mulheres perderam em média 1,4 kg, gordura corporal reduziu em 8 % e houve diminuição de 5% da circunferência da cintura.

 

Referências Bibliográficas:

Sawyer, B., et. al. Predictors of fat mass changes in response to aerobic exercise training in women. Journal of Strength and Conditioning Research. 2014. Publish Ahead of Print.

MacLean, P., et. al. Biology’s response to dieting: the impetus for weight regain. American Journal of Physiology. 2011. 301(3): R581–R600.

Nematy, M., et al. Effects of Ramadan fasting on cardiovascular risk factors: a prospective observational study. Nutrition Journal. 2012 Sep 10;11:69.

Rothschild, J., et. al. Time-restricted feeding and risk of metabolic disease: a review of human and animal studies. Nutrition Reviews. 2014. 72(5):308–318.

Hunter, G., et. al. Exercise Training and Energy Expenditure following Weight Loss. Medicine And Science And Sports And Exercise. 2014. Published Ahead of Print.

Hazell, T., et al. Running sprint interval training induces fat loss in women. Applied Physiology, Nutrition, and Metabolism. 2014. 39: 1–7.

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Sempre que for iniciar uma rotina de treinamento, consulte um Educador Físico. Sempre que for fazer uso de suplementos alimentares, procure a recomendação de um Nutricionista.

Todo o post publicado possui autorização expressa do autor. Não é autorizada a cópia total ou parcial de nenhum conteúdo disponível no site.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *