19 jan

Lesões no Joelho: sintomas, cuidados, como evitar, tratamento

Lesão no Joelho ou Lesões no Joelho

O joelho do homem e capaz de suporta entre 20 a 25 vezes o peso do próprio corpo. Mas isso não significa que você está livre de lesões no joelho.

Segundo alguns estudos as mulheres apresentam uma maior tendência a desenvolver naturalmente alguns problemas nos joelhos devido a condições anatômicas.

No entanto, quando relacionamos as lesões no joelho decorrentes da prática de exercícios físicos observa-se justamente o contrário.

Embora a maioria das lesões sejam referentes à acidentes de moto, inúmeras lesões são ocasionadas pela prática incorreta de exercícios físicos e treinos muito intensivos.

Observa-se uma maior prevalência de lesões no joelho em homens praticantes de atividades físicas (78,8%) que em mulheres. Outra preocupação, é que na maioria das vezes não ocorre o rompimento de apenas um ligamento, mas de 2 (43,5%) ou 3 (41,2%) ligamentos numa mesma lesão.

E por isso um cuidado dobrado se faz necessário. As lesões podem passar desapercebidas inicialmente.

É interessante que o diagnóstico seja feito no início, ainda na fase aguda para que o tratamento comece no período de tempo adequado, tudo volte ao seu rumo.

Mas o ideal é cuidar e aprender a prevenir essas lesões.

Nesse post traremos algumas explicações, falaremos dos sintomas, os cuidados que precisam ser tomados para evitar lesões no joelho e como trata-las.

 

Como seu joelho funciona e como as lesões acontecem

 

O seu joelho é composto por duas articulações, 4 ligamentos, 2 meniscos, cartilagem articula, membrana sinovial e alguns ossos. São ao todo 10 componentes responsáveis pela sustentação do seu corpo, comumente chamada de joelho.

Mas é interessante porque esses 10 componentes podem, em alguma medida, sofrer algum tipo de lesão.

As lesões no joelho podem acontecer devido a dois tipos de causas principais:

  • Causas diretas: aquelas que atingem diretamente o joelho em algum de seus componentes, sendo o trauma o mais comum; ou
  • Causas indiretas: são decorrentes de lesões em outros membros ou regiões do corpo que geram sobrecarga de peso ou entorses no joelho.

Em qualquer uma delas, a depender da gravidade da lesão, o indivíduo pode ser impedido de continuar a praticar atividade física.

Todos os exercícios físicos realizados por você impactam sobre seu joelho de alguma maneira. Seja no levantamento de peso, no agachamento ou outros exercícios como a corrida, por exemplo.

Leia também:

Lesões no Ombro: sintomas, cuidados, como evitar e tratamento

Lesão no Pulso: sintomas, cuidados, como evitar e tratamento

Lesão no Tornozelo: sintomas, cuidados, como evitar e tratamento

Talvez você já tenha ido se exercitar ou mesmo andando e ouvir um leve “creque” no joelho, ou mesmo sentiu que ele parecia meio enferrujado. Pois então…

Um dos fatores que trazem um pouco mais de preocupação para as lesões no joelho são o fato de que a lesão, na maioria dos casos, só é percebida quando se sente incômodo ou muita dor na articulação.

E nem sempre damos a devida atenção a esses pequenos fatos.

 

Lesões mais comuns no Joelho

 

As mais comuns são o desgaste das cartilagens e dos meniscos, assim como as lesões nos tendões e nos ligamentos.

Whey Protein GrowthCreatina Growth

Os ligamentos são responsáveis por estabilizar a articulação, limitando alguns movimentos e mantendo os ossos no seu devido lugar.

Quando falamos em lesões no joelho relacionadas aos ligamentos, estas podem ser de dois tipos:

  • Lesões de estiramento: na qual não há a ruptura do ligamento, mas ocorre um alongamento dos ligamentos além dos limites normais;
  • Ruptura do ligamento: nesses casos o alongamento se dá de tal forma que ocorre a ruptura do ligamento, ou este se rompe devido a uma causa mecânica ou externa.

 

A maioria das lesões ocorrem entre jogadores de futebol, vôlei, tênis e atletas que realizam a corrida devido à sobrecarga exercida sobre a articulação.

  • Lesões durante a corrida: é comum não nos preocuparmos com o tipo \de pisada no chão nem com os declives e o relevo do percurso da corrida. Por vezes procuramos lugares assim para dar adrenalina ao treino. Eis o perigo. Locais irregulares podem ocasionar tendinopatias;
  • Lesão do Ligamento Cruzado Anterior (LCA): lesões no LCA podem ser decorrentes de corrida, entorses ou excesso de carga. Uma preocupação é que a recuperação é lenta e difícil, além de vir acompanhada de muita dor e inflamação;
  • Luxação patelar: ocorre quando a patela é deslocada da articulação, muito frequente em mulheres;
  • Lesão no menisco: o menisco é responsável por absorver os impactos. Exercícios com movimentos de giro podem ocasionar esse tipo de lesão.

 

Principais sintomas das Lesões no Joelho

 

A sintomatologia das lesões é bem comum. O que varia é a intensidade dos sintomas.

A dor e o inchaço são geralmente os primeiros a aparecer.

Além de fortes dores musculares na região do joelho e nas regiões próximas, podem ocorrer em alguns casos os chamados espasmos musculares.

Também é comum a rigidez na região.

 

Cuidados com Lesão no Joelho durante a Atividade Física

 

Sem dúvida, o acompanhamento de um profissional é essencial para minimizar o risco de lesões no joelho.

Não pensar apenas em exercícios para a musculatura do corpo que mais te interessa. É interessante praticar exercícios que fortaleçam a articulação do joelho.

Fortalecer os quadríceps, os posteriores da coxa e a região abdominal são uma maneira de retirar a sobrecarga dos joelhos durante o exercício.

Evite as sobrecargas de peso e de execução dos exercícios pra prevenir lesões.

 

Tratamentos de Lesões no Joelho

 

A melhor estratégia é procurar um profissional. Em muitos casos o acompanhamento com um fisioterapeuta é necessário.

Em todo caso, alguns cuidados podem ser tomados e realizados em casa mesmo.

Compressa com gelo diariamente por cerca de 30 minutos. Podem ser feitas entre 3 a 4 vezes por dia, sempre na parte anterior do joelho.

Evite movimentos bruscos com o joelho. Não se deve força a articulação após esta sofrer uma lesão, as consequências podem ir desde um rompimento maior à necessidade de intervenções cirúrgicas.

Busque proteger bem o seu joelho.

É essencial que o mesmo seja imobilizado durante todo o período do tratamento, que pode ir de três a seis semanas em alguns casos.

Exercite o repouso, se atenha apenas a executar movimentos leves e coloque sua perna cujo joelho está lesionado elevada.

 

Referências

NASSAU et al. Lesões ligamentares no joelho: prevenção e tratamento
CALDAS et al. Lesões do ligamento cruzado posterior: características e associações mais frequentes
INSTITUTO TRATA. Lesões no joelho: causas, sintomas e tratamento
PORTAL EDUCAÇÃO. Lesões no Joelho
CENTRAL DA FISIOTERAPIA. Principais lesões no joelho

 




Posts Relacionados

Sempre que for iniciar uma rotina de treinamento, consulte um Educador Físico. Sempre que for fazer uso de suplementos alimentares, procure a recomendação de um Nutricionista.

Todo o post publicado possui autorização expressa do autor. Não é autorizada a cópia total ou parcial de nenhum conteúdo disponível no site.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



INSCREVA-SE para receber dicas de treino, nutrição e suplementação

Ir para o topo

Copyright© 2018 Dicas de Treino.