02 fev

O que é a Vitamina D, para que serve, função, carência, excesso, alimentos, suplementos

O que é a Vitamina D, para que serve, função, carência, excesso, alimentos, suplementos

Nossa nutrição passa por uma série de fatores que podem torná-la mais ou menos efetiva, seja a alimentação em si ou até mesmo a exposição ao sol e hormônios como a serotonina. Neste pacote estão as vitaminas, que cumprem um papel fundamental para nos manter saudáveis. E hoje iremos falar um pouco sobre uma das principais para  o nosso corpo: a vitamina D.

Iremos compreender de forma bem simples e didática quais são os seus benefícios para a saúde, qual a melhor forma de encontrá-la e também se existem efeitos colaterais devido ao seu excesso. Você saberá para que a vitamina D serve e como ela age no organismo. Confira logo abaixo tudo que separamos!

 

O que é a vitamina D?

 

Quando pensamos em vitamina D, logo nos vem a mente a exposição solar como sua fonte principal. Isso é em parte verdade, já que a vitamina D é quase 90% derivada do sol. Porém, devemos lembrar que há uma série de alimentos que podem ajudar em casos de deficiência, assim como suplementos – falaremos deles mais abaixo. O que é importante saber sobre a vitamina D é que ela tem um papel essencial no nosso corpo e é o que os médicos chamam de “hormônio lipossolúvel”, ou seja, capaz de chegar mais facilmente às células sem grandes dificuldades.

Então, podemos dizer que, na verdade, a vitamina D é um nome dado para um grande grupo de lipossolúveis que juntos são capazes de manter o equilíbrio do organismo como e promovem mais qualidade de vida como um todo. A vitamina D é considerada uma das mais importantes de ser adquiridas e países onde o sol não brilha com frequência são os que mais precisam de suplementação para a população, que sofre os efeitos da sua deficiência constantemente.

Outro fato importante de citar a respeito da vitamina D é que todas as células do nosso corpo possuem um receptor para ela, o que nos prova a sua importância para a nossa saúde em geral.

 

Para que serve a Vitamina D?

 

Indo um pouco mais a fundo sobre a Vitamina D e sua importância para nosso organismo, basta pensarmos no motivo pelo qual todas nossas células estão preparadas para recebê-la. Isso acontece porque temos necessidade de alguns nutrientes e minerais e a vitamina D é um bom exemplo do que não pode faltar para nos manter vivos.

Em geral, ela irá atuar ajudando a absorver o cálcio, protegendo nossas articulações e se tornando essencial para a nossa movimentação como um todo. Além disso, é ela quem faz com que as células continuem funcionando corretamente e impede o surgimento de doenças, já que age diretamente no sistema imunológico. Também é válido lembrar que doenças crônicas podem ser evitadas com o consumo frequente de vitamina D, como diabetes tipo 2, por exemplo.

Podemos afirmar com certeza de que ela é uma das principais vitaminas para o organismo e sua deficiência tem um reflexo generalizado, levando a inúmeros problemas – falaremos deles mais abaixo.

 

Benefícios da Vitamina D

 

Saúde do Coração

Um dos incríveis benefícios da Vitamina D é a proteção ao coração. Por atuar como um hormônio, ela age ajudando no bombeamento do órgão, impedindo que hajam problemas como infartos ou mesmo insuficiência cardíaca. Ela também irá auxiliar na vasodilatação das artérias ao redor do sistema cardio-respiratório e, em alguns casos, pode prevenir entupimentos e outros problemas do tipo.

Há uma série de estudos que corroboram esses fatos, inclusive acompanhados ao longo dos anos com pacientes que apresentavam deficiência da vitamina e aqueles que estavam com ela em dia. O número de infartos e doenças do coração chegava a duplicar em casos onde a vitamina D era insuficiente. Por isso, ela é considerada essencial nesse sentido.

 

Proteção aos ossos, articulações e músculos

A vitamina D ajuda na produção e ativação do cálcio que, por sua vez, é o responsável pela proteção das articulações e ossos. Por isso, há forte relação entre a vitamina e a saúde total nessa região. Pessoas que sofrem de osteoporose e artrite costumam se beneficiar de suplementos que contenham não só cálcio mas também uma dosagem de vitamina D, além de ser recomendada a exposição ao sol diariamente.

Outro ponto relevante a ser citado é a ação da vitamina em músculos, que se tornam mais fortes e resistentes, incluindo o músculo do coração – sendo esse um dos motivos pelo qual ela é fundamental para a saúde cardiovascular. Para quem treina pesado, a vitamina D é fundamental, pois evita as dores, a fadiga muscular e ajuda o crescimento do tecido como um todo.

 

Proteção contra doenças crônicas e proteção na gravidez

A vitamina D tem sido relacionada com frequência à extinção ou controle de diversas doenças crônicas, como o diabetes tipo II e outras de origem hormonal. Isso porque ela age em todas as células, protegendo-as e amparando das disfunções hormonais que levam ao aparecimento de doenças e distúrbios.

Whey Protein GrowthWhey Protein Growth

Além disso, a vitamina D é fundamental para as gestantes e a falta dela pode gerar inúmeros problemas, como abortos espontâneos e partos prematuros. Por esse motivo, os médicos costumam realizar check-ups de vitaminas e, se houver deficiência, os suplementos são ministrados com urgência para evitar esse tipo de complicação. O sol também ajuda muito a prevenir a carência de vitamina D e as gestantes costumam ser encorajadas a 15 minutos por dia de exposição solar.

 

Carência de Vitamina D – O que ela causa?

 

Qualquer carência de vitaminas pode causar uma série de problemas para o organismo, já que elas são fundamentais para o bom funcionamento dos órgãos e das funções básicas. Com a vitamina D não é diferente. Vamos aos principais sintomas da sua deficiência no corpo:

Problemas de saúde agravados: Gripes, resfriados e suscetividade ao aparecimento de ataques de vírus e bactérias são alguns sintomas de que há uma deficiência de vitamina D no organismo. Isso porque ela age diretamente no sistema imunológico, como falamos logo acima e sua falta pode gerar má proteção contra invasores.

Problemas nos ossos, articulações e músculos: Outro sintoma mais comum da carência de vitamina D são músculos mais fracos, dificuldades para treinar e até mesmo problemas mais severos nos ossos e articulações, como osteoporose e afins.

Em ambos os casos, os sintomas podem se confundir com outras deficiências, por isso, sempre procure um médico para ter o diagnóstico completo.

 

Excesso de Vitamina D – O que ele causa?

 

É raro, porém, há casos onde a vitamina D aparece em excesso e pode causar alguns sintomas desagradáveis. Isso ocorre geralmente com o uso indiscriminado de suplementos sem prescrição médica. Nesse caso, pode haver:

Problemas nos rins: devido ao excesso de cálcio absorvido, causado pela vitamina D circulando em grandes quantidades no corpo. Para diminuir possíveis riscos, qualquer suplementação deve ser evitada ao máximo e os alimentos ricos na vitamina precisam ser moderados.

Em suma, esse é o efeito colateral mais comum e até hoje o único relatado pelo excesso de vitamina D. É importante citar, porém, que dificilmente alguém passa por ele, exceto quem abusa de suplementos específicos.

 

Alimentos com Vitamina D

 

A maioria das pessoas sabe que a melhor forma de conseguir Vitamina D é através da exposição solar diária – os  médicos recomendam ao menos 15 minutos pela manhã, evitando sempre o pico do meio dia as 16 horas. Porém, alguns alimentos ajudam a manter os níveis de vitamina D sempre estáveis. São eles:

Carnes brancas: Atum e salmão são um dos peixes de carne branca que mais podem ter uma quantidade razoável de vitamina D. No atum, por exemplo, a quantidade pode chegar até a 3% do total. No salmão esse valor pode ser um pouco menor, chegando a 1% apenas. Outro peixe campeão de vitamina D é a sardinha, com cerca de 2%.

Ovos e leites: Alimentos de origem animal como um todo podem apresentar uma quantidade de vitamina D, embora ela seja pequena. Nos ovos, o valor total pode chegar a 0,5% e no leite a 0,4%. Ambos também são fontes de cálcio de proteínas, valendo a pena o consumo de toda maneira.

Em suma, a melhor saída é ainda optar por suplementos com indicação médica caso haja uma deficiência ou exposição solar com frequência, sempre cuidando com o excesso em horários de pico, como dissemos lá em cima.

Leia também:

Alimentos ricos em Vitamina_D para complementar sua Dieta

 

Suplementação

 

É possível obter a vitamina D através de suplementos produzidos em laboratório e eles precisam ser recomendados por um médico especialista. Afinal, é possível obter a vitamina de forma natural, seja com a exposição solar ou mesmo com alguns alimentos mais específicos. Por isso, o consumo de suplementos específicos sempre deve ser prescrito.

Leia também:

O que é e para que serve a Vitamina B6

O que é e para que serve a Vitamina B12

Já suplementos mais generalistas, que têm como principal finalidade otimizar treinos e atividades físicas gerais costumam vir com pouca quantidade de vitamina D e não são arriscados no sentido de causar algum excesso. Procure sempre ler a bula e em casos de dúvidas, fale com seu médico responsável – ele saberá recomendar a atitude correta.

 

Gostou do artigo? Curta e compartilhe com seus amigos!

 




Posts Relacionados

Sempre que for iniciar uma rotina de treinamento, consulte um Educador Físico. Sempre que for fazer uso de suplementos alimentares, procure a recomendação de um Nutricionista.

Todo o post publicado possui autorização expressa do autor. Não é autorizada a cópia total ou parcial de nenhum conteúdo disponível no site.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



INSCREVA-SE para receber dicas de treino, nutrição e suplementação

Ir para o topo

Copyright© 2018 Dicas de Treino.