26 maio

Whey Protein para Crianças, Lactantes e Bebês. Eles podem tomar? Assunto Polêmico!

Whey Protein para Crianças, Lactantes e Bebês. Eles podem tomar

Muitas pessoas se perguntam se dar Whey Protein para Crianças é ou não um problema, capaz de gerar distúrbios de saúde nelas. Para entendermos melhor esse assunto, precisamos ter em mente o que é o suplemento, como ele é fabricado e qual o seu valor biológico e nutritivo.

No texto de hoje, vamos elucidar se o whey pode ser consumido por crianças, lactantes ou mesmo por bebês. Confira mais abaixo o que separamos.

 

Estudos sobre Whey Protein

 

Antes de pensarmos na possibilidade de dar whey protein para crianças, precisamos entender o que é o suplemento e como é sua fabricação. Diferente do que muitas pessoas imaginam, ele nada mais é do que um tipo de composto alimentar – como qualquer outro.

Basicamente, o nome whey protein resume o soro da proteína do leite. Um bom exemplo é a água branca que vemos no queijo. Anos atrás, ela era eliminada, até que algumas pesquisas indicaram que nela havia um altíssimo valor nutricional.

Leia também:

WHEY PROTEIN: O que é, para que serve, benefícios, função, colaterais, como tomar

Aquecer o Whey Protein altera seus Benefícios e Propriedades?

Foi através dessas descobertas que surgiu o Whey Protein, que hoje tem espaço garantido nas academias do mundo todo e faz parte da composição alimentar de quem pratica atividades físicas com frequência.

Mas será que ajudar no ganho de massa muscular é o único benefício do suplemento? Na verdade, não. Há uma série de estudos que provam a relação entre o Whey Protein e a saúde como um todo. Vamos entender melhor:

 

Whey Protein e Imunidade

Segundo nutricionistas[1] e médicos, o Whey Protein tem grande ligação com o aumento da imunidade e da saúde como um todo. Isso porque os estudos indicaram que a proteína do leite pode combater alguns vírus e bactérias perigosos para a saúde – o que representa uma melhora na imunidade.

 

Ação Antidiabética

Há também chances que o consumo do Whey Protein age contra o diabetes[2], especialmente porque ele evita que o corpo absorva um excesso de gorduras – que é uma das causas do diabetes tipo II. Vale citar o fato de que esse benefício é ainda maior em pessoas que não fazem atividade física, que é justamente o grupo que mais precisaria da intervenção da suplementação.

 

Whey Protein e Idade Mínima

 

Voltado ao assunto principal do nosso texto, que é validar ou não a prática de dar Whey Protein para crianças, temos que ser ainda mais cautelosos. No geral, precisamos entender o suplemento como um composto alimentar tão comum quanto qualquer outro.

Um bom exemplo é pensar no leite em pó. Ele pode ser dado às crianças, desde que não seja a única fonte nutritiva delas. Seguindo essa lógica, especialistas garantem que não há riscos no consumo do Whey, porém, é necessário pensar em alguns pontos:

  • A criança tem uma alimentação rica em proteínas? Se a resposta for sim, o consumo de Whey pode não ser necessário – já que o suplemento é basicamente composto pelo nutriente.
  • Há algum tipo de déficit proteico na alimentação da criança? Se sim, a suplementação não só está liberada, como é altamente indicada.

Por isso, é sempre bom que os pais procurem um nutricionista de confiança e garantam que o Whey Protein seja um complemento saudável para a vida das crianças. No geral, o que é importante citar é que ele não irá fazer mal – desde que o consumo esteja alinhado com a dieta.[3]

 

Whey Protein para Lactantes

 

De fato, esse é um dos pontos mais polêmicos em relação ao consumo de Whey Protein para crianças. Existem estudos diversos sobre o assunto e ainda há muita desinformação a respeito do que é melhor para as mamães que treinam.

Um estudo recente[4] indicou que as mães lactantes que consumiam o Whey Protein durante a amamentação produziram um leite mais rico em nutrientes chamado LgA – capaz de aumentar a imunidade dos bebês.

Porém, ainda estamos em fase de pesquisas e novas refutações. Por isso, vale lembrar que o auxílio do seu médico de confiança é a melhor forma de saber qual a atitude é a mais correta para o seu caso em específico.

Whey Protein GrowthWhey Protein Growth

Isso porque algumas mulheres atletas já têm o consumo de proteína bem elevado. Isso dispensaria a necessidade de consumir o whey protein durante a gestação e até durante a lactação. Sua dieta e seus hábitos contam muito para a melhor escolha!

 

Whey Protein para Bebês

 

No caso do consumo de whey protein para crianças de até um ano, a indicação mais geral dos médicos é que ele não ocorra. Isso porque os bebês dessa idade só precisam de um tipo de alimento: o leite materno.

De seis meses a um ano, o leite materno ainda é a fonte principal de nutrientes e os outros alimentos devem ser complementos para que a criança comece a se acostumar com a alimentação normal.

Leia também:

Tomar Whey Protein com Leite ou Água? O Leite corta o efeito do Whey?

Whey Protein engorda, emagrece ou ajuda no ganho de massa muscular?

Após um ano, a alimentação começa a ser variada e o leite materno se torna o completo. Em todas essas fases, o uso do Whey Protein ainda é considerado desnecessário – a não ser em casos onde o consumo de proteínas seja prejudicado de alguma forma, como é o caso de vegetarianos, por exemplo.

Em todos os casos, bebês merecem um cuidado extra quando falamos em suplementação. Como o leite materno ainda é a fonte principal, o excesso de qualquer outra fonte de alimentação precisa ser muito bem estudado por médicos e nutricionistas.

 

Whey Protein para Crianças

 

Já quando falamos em crianças maiores, a suplementação de Whey Protein pode ser uma solução para o caso de necessidade ou falta de proteínas.

Isso porque as crianças acima de um ano já podem incluir em sua alimentação diária diversos nutrientes – entre eles, o Whey. Porém, temos sempre que manter a consciência de que procurar um médico é a melhor solução em todos os casos.

 

Existe Whey Protein exclusivo para Crianças?

 

Muitas pessoas se perguntam se o whey protein que será dado às crianças tem alguma diferença no consumido pelos adultos. Na realidade, por definição, o suplemento é o extrato do soro do leite, ou seja, sua fórmula é sempre a mesma – independente de qual faixa etária ele será direcionado.

Porém, temos que pensar também que há suplementos que, além do Whey Protein em sua composição, possuem outros tipos de nutrientes ou vitaminas. Nesse caso, é importante observar o rótulo e conferir todos os componentes.

Dificilmente uma criança irá precisar de suplementação de outros minerais ou vitaminas, então, evite ao máximo o uso de produtos que não seja o Whey Protein na sua fórmula pura.

 

O que os Especialistas Dizem

 

Como explicamos ao longo desse artigo, a suplementação de Whey Protein para crianças e lactantes é um tabu que pode ser facilmente derrubado por pesquisas e por estudos bem fundamentados. Especialistas são unânimes em dizer que a composição do suplemento não é perigosa, já que estamos falando de um composto natural, feito do extrato do leite.

Sempre procure um médico em caso de dúvidas. Essa é a melhor saída para tomar uma decisão relaciona à sua saúde e de seu filho.

 

Como conclusão, o que podemos falar a respeito do Whey Protein é que o seu uso é bastante seguro e recomendado, especialmente para quem pratica atividades físicas com regularidade.

Se você pretende começar a sua suplementação, é importante ter em mente que a procedência do seu produto conta muito pontos para garantir um bom resultado. Indicamos como parceiro de confiança a Growth Supplements. Na loja, os suplementos são preparados de forma pura e em diversas versões – além de serem vendidos com um desconto de até 40%, comparado às lojas tradicionais. Clique aqui e confira!

 

 

Referências Bibliográficas

1. Priscila Antunes, nutricionista
2. Médico Endocrinologista Flávio Cadegiani
3. Nutrólogo Antonio Lancha
4. Estudo realizado por BORTOLOZO et al., Protein supplementation effects on human milk protein and A immunoglobulin concentrations

 




Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



INSCREVA-SE para receber dicas de treino, nutrição e suplementação

Ir para o topo

Copyright© 2018 Dicas de Treino.