Início AES - Anabolizantes Esteróides MASTERON – O que é, para que serve, Benefícios, Colaterais e Ingestão

MASTERON – O que é, para que serve, Benefícios, Colaterais e Ingestão

Masteron é um dos nomes comerciais para o propionato de drostanolona e trata-se de um AAS injetável, popular e com alta disponibilidade.

Em linhas gerais, o propionato de drostanolona, além de usado por atletas por décadas, desde 1961 é um remédio usado para tratamento clínico.

Mais especificamente é uma droga que foi usada, por algum tempo, para tratar câncer de mama em mulheres.

Trata-se de um substância controlada por se derivar da dihydrostestosterone (DHT) que sofreu modificações na estrutura molecular com o especial objetivo de maximizar sua atuação como anabólico.

Uma, ou melhor, duas particularidades do propionato de drostanolona, é que é um anabólico com efeito androgênico sutil, portanto, um dos preferidos pelas mulheres.

A outra característica, que desta vez agrada os homens, é sua fraca ação estrogênica, ou seja, os colaterais são menos agressivos para o homem.

Drostanolona é ofertada em dois formatos: propionato (tema deste texto) e enantato.

A principal diferença aqui é o tempo de atividade no organismo.

Enfim, neste texto falaremos sobre o Masteron e seus similares. Explicar como funciona, colaterais, benefícios, entre outras pautas. Acompanhe!

 

O que é o Masteron?

 

A descrição científica do dihydrostestosterone se define como sendo um esteroide androgênico anabolizante exógeno.

Basicamente, esteroide porque faz parte de uma classe complexa de hormônios onde a testosterona tem total importância.

É um androgênico ou testóide porque é um anabólico primitivo (natural) que age como precursor dos hormônios mais específicos da mulher e do homem, ou seja, estrogênio e testosterona.

Por último, é um exógeno, ou seja, é uma substância sintética que é ingerida de maneira intramuscular, através de uma fórmula sintética.

Veja também:

No entanto, podemos resumir tudo isso quando dizemos que o Masteron é um anabólico estér bem específico para ganho de massa e aumento de resistência, quando usado fora da prescrição.

Vale ressaltar que esse anabólico, pela predominância androgênica, evita que o estrogênio alcance níveis comprometedores, o que traria efeitos colaterais como ginecomastia.

 

Para que serve o Masteron?

 

Basicamente este AAS serve para criar massa muscular mais rapidamente, além disso ajuda para a queima de gordura.

A dihydrostestosterone, em síntese, é mais poderosa que a testosterona em até 6 vezes. Naturalmente é criado na próstata.

Essa substância aumenta o desempenho para atividades que envolvam exercícios físicos, por isso é um anabólico usado também por atletas.

A ação deste esteroide também contempla melhorias na síntese proteica no interior da célula, levando, portanto, ao aumento de tecido muscular.

Com exercícios de musculação – a massa resultado do anabolismo é manipulada – ganhando forma e resultando em um físico único, atraente e que representa força e virilidade.

 

Quais os benefícios do Masteron?

 

Para maximizar a produção de novas fibras musculares os anabólicos são excepcionais. Enquanto ele percorre o organismo através da corrente sanguínea estimula a produção celular, acelerando a hipertrofia.

No entanto, não é vantajoso usar Masteron se o que quer é eliminar gordura. Para essa situação a Trembolona, por exemplo, é mais recomendada.

Você pode saber mais sobre Trembolona neste nosso texto aqui:

TREMBOLONA – O que é? Quais seus Benefícios, Colaterais e Como Tomar?

Contudo, os benefícios do Masteron são percebidos na qualidade muscular, ou seja, ele consolida a musculatura.

Essa vantagem levou esse anabólico a ser o preferido por competidores halterofilistas, afinal, seu efeito ‘cosmético’ é inigualável, ainda mais para cutting.

Pois, enquanto faz crescer músculos visivelmente, promove a firmeza do músculo e o deixa unido à pele.

Em outros esportes, como corridas, os participantes também se beneficiam com o propionato de drostanolona, pois ele auxilia para o aumento de resistência, de forma e melhora a performance.

Destaca-se ainda a vantagem de não aromatizar e de garantir efeitos colaterais mais brandos, justamente por isso, é uma das primeiras opções para iniciantes em anabólicos.

Inclusive, esse anabólico pode reduzir o acúmulo de líquido nos organismos em casos de gordura corporal inferior a 10%.

Destaca-se ainda um benefício raro deste anabólico que é a baixa probabilidade de se tornar hepatotóxico.

Leia também:

 

O que o excesso de Masteron pode causar

 

A dihydrostestosterone DHT é essencial para a saúde humana, no entanto,  quando adicionada ao organismo na forma sintética, traz problemas sérios.

Entre esses problemas estão o câncer de próstata .  Isso porque causa o crescimento irregular e excessivo deste órgão, tornando-o suscetível a neoplasias benignas e malignas.

Outro fato ligado ao excesso de DHT é o bloqueio da espermatogenese. Situação essa que reduz as chances de gerar filhos.

A atrofia testicular é outro efeito pertinente ao uso de anabólicos sintéticos, afinal enquanto são consumidos inibem a produção natural de hormônios.

 

Quais os efeitos colaterais do Masteron?

 

O efeito androgênico desse esteroide anabolizante recebeu pontuação máxima de 40 se comparado a testosterona.

Essa análise é uma garantia de menos efeitos androgênicos, no entanto, eles ainda existem e podem se manifestar aumentando a oleosidade da pele, em contrapartida, a acne.

Além disso, níveis altos de DHT é o maior responsável pela calvície (esse hormônio está presente no couro cabeludo), agressividade e modificação nos níveis de colesterol (LDL e HDL).

Embora, o Masteron esteja na lista de inibidores de aromatase e com propriedade antiestrogênica, quando usado em pilhas (com outros anabólicos) os efeitos estrogênicos podem prevalecer.

Neste caso,  colaterais típicos de anabólicos com prevalência estrogênica como a ginecomastia (hipertrofia das glândulas mamárias) pode ocorrer.

Além disso, outros colaterais como:

  • Inchaço;
  • Insônia;
  • Irritabilidade;
  • Retenção hídrica
  • Elevação da pressão arterial.

E a virilização em mulheres poderá surgir.

Vale lembrar que não há necessidade de consumir o propionato de drostanolona com outros bloqueadores da enzima aromatase como Anastrozol ou Exemestano.

Você pode saber sobre esses inibidores de aromatase em nosso texto:

Exemestano – O que é, para que serve, como e por que tomar?

Pois isso poderia reduzir drasticamente os níveis de estrogênio no homem, o que não é nada bom.

Conforme, uma reportagem bastante completa e publicada no ZH Educação e Trabalho sobre a pesquisa realizada pela Universidade da Pensilvânia, liderada pelo Dr. Peter J. Snyder e divulgada no New England Journal of Medicine – é o estrogênio um dos hormônios essenciais para que o homem mantenha a libido em alta, entre outras coisas.

 

Como tomar Masteron?

 

O propionato de dromostanolonao, comercializado também com os nomes de Drolban , Masteril é um esteroide disponibilizado somente injetável.

Doses semanais de até 400mg são comuns. No entanto, ela é desmembrada em no máximo 150mg em dias aleatórios, sempre respeitando a meia vida do propionato.

Ciclos de no máximo 6 semanas são recomendados para homens, porém não dispensa a TPC.

Enfim, vimos este texto o que é Masteron, vimos também que é um esteroide com muito pouco efeito androgênico e colaterais.

No entanto, essa vantagem não dispensa o acompanhamento de um médico especialista. Por fim, se o texto lhe ajudou de alguma maneira, lembre-se de compartilhar na sua rede social preferida.

 

Tudo sobre Masteron – Propionato de Drostanolona

 

(Vídeo YouTube por Leandro Twin)

 

 

Referências

Administração de propionato de drostanolona (Masteron) – a dose para tratar o câncer de mama. Masterone . 2020-01-24 .

BASARIA, S; WAHLSTROM, J. T; DOBS, A. S. Anabolic-androgenic steroid therapy in the treatment of chronic diseases. The Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism, Springfield, v. 86, no. 11, p. 5108-5117, 2001.

Osborne C, Tripathy D. Aromatase inhibitors: rationale and use in breast cancer. Annu Rev Med. 2005.

 

Salvar

...VEJA TAMBÉM...



29 COMENTÁRIOS

  1. Infelizmente não é bem assim, fui no meu urologista, fiz uma porrada de exames para saber como estavam meus niveis hormonais, e na consulta de retorno, ele me deu os parabéns dizendo que minha saúde estava em perfeito estado, aí pedi pra ele receitar pra mim a testosterona (Dura), o FDP não quis e não receitou a paradinha. Porra, puta sacanagem!
    Já a minha endocrinologista, me disse para procurar um endocrino do esporte só que minha cidade não tem! Tô fudido, quero fazer as coisas corretamente, mas tudo influencia para que não. Então, com base nos resultados dos meus exames hormonais, comprei Trembo e Dura, e agora to mandando um ciclo de 08 semanas, sendo 500 mg semanal de dura e DSDN de trembo.

    • Nossa, você já fez outros ciclos? Porque este de trembolona, deus pai não recomendo kkkkk….
      Eu e marido usamos, muito forte estávamos no terceiro ciclo quando usamos ela… fala verdade destruiu organismo hormônios, não recomendo.

      • Por 04 semanas eu usei DSDN 1/2 (meio) ml de Trembolona, mas pensa num shape fod@ do cara***!
        Mano, me sentia um Deus do Olimpo. Depois nos ultimas 04 semanas aumentei a dose para 1 ml DSDN, e vou te falar francamente, puta bagulho loko, show! Ia treinar chegava na academia tirava a blusa pra começar a treinar e já estava com um pump FDP, sem falar na força de cavalo.
        O único colateral que tive foi, na fase final do ciclo, já estava cansado de mandar DSDN, aí fiz com pressa e mandei errado, a hora que tirei a seringa esguichou sangue na parede do banheiro, mas com não doeu nada fui para o treino mesmo assim.
        Então, senti os efeitos uns dois dias depois, a famosa “TOSSE DO CÃO” mas depois de 02 dias tudo voltou ao normal.
        Voltarei a usar a trembolona sim, mas só na finalização do ciclo, pois, estudei mais profundamente sobre a trembolona e percebi que é preciso muita cautela.

  2. Comecei a tomar masteron dia sim e dia não com ciclo6 2ml por semana. Me recomendaram tomar junto. Pode isso ou só no final do ciclo mesmo?

  3. Usei trembolona ciclo de 8 semanas, fiquei com o shape fodastico, todas as filés da academia levei para cama, não teve uma que não quis, pois a performance na cama é tipo de ator pornô.
    Mas assim passei com o Dr. Walnyr aqui de SJ Campos o cara é açougueiro dos tops! Não brinquem com a saúde.

  4. Amigo, muito informativo o texto, parabéns pela elaboração, com certeza vai esclarecer muitas dúvidas do público. Gostaria somente de suscitar uma observação sobre o trecho “EAs (AES = Anabolizantes EsteróideS)”: a sigla EAS significa Esteróides Anabolizantes Sintéticos, seria essa a correta leitura. Obrigado.

  5. Muito bom o texto parabéns!

    Já fiz dois ciclos de Stan ano passado. E esse ano usei Oxan (20 mg dia) por 10 semanas.

    Precisando agora secar com definição. Então estou querendo fazer um ciclo de 10 semanas usando Primabolan (1ml) semana e Masteron (1ml) cada 5 dias.

  6. Bom dia, Terminei um ciclo de Oxandrolona 10mg por 8 semanas. Cresci um pouco mas estou me achando inchada. conversei com uma amiga que ja cicla a algum tempo, ela é profissional na área e me passou para ciclar com esses: Masteron, oxiandrolona 20m g, Brontel e Boldenona 200mg 10 ml.

    Estou com um pouco de medo, pois só faço com oxiandrolona.

    Alguém poderia me falar algo a respeito desses. Obrigada!

  7. Olá,

    Dentre os colaterais de quase todos os AES, se destaca a possibilidade de problemas cardíacos pela diminuição do do HDL e aumento do LDL.
    O sangue torna-se mais viscoso e isso pode levar a infartos.
    Minha pergunta é. Concomitante ao uso dos AES, para prevenir este efeito, não seria bom tomar aspirinas junto?

    Att.

  8. Olá,

    Quase todos os EAS tem como um dos efeitos colaterais a possibilidade de causar problemas cardíacos.

    Crescimento do LDL e diminuição do HDL, aumento da viscosidade do sangue.

    Minha pergunta: Não seria bom utilizar, junto com os EAS a aspirina, já que esta tem a característica de afinar o sangue?

    Att.

    • Associar aspirina prevent é essencial e por longo prazo pois o aumento das células vermelhas perdura muito tempo após parada do uso dos hormônios.

  9. Parabéns pelo Post. Não só pela boa orientação, mas também pelo cuidado com o seu uso frisando a todos de tomar as precauções necessárias.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sair da versão mobile