Início Artigos Ludmila Merlin Inclua o Treinamento Pliométrico em sua rotina!

Inclua o Treinamento Pliométrico em sua rotina!

Pliométria pode ser mais bem descrita como “reação de explosão” em um treinamento de força. Este tipo de treinamento envolve poderosas contrações musculares, em resposta a um rápido alongamento da musculatura envolvida. Essas contrações poderosas têm um alto grau de envolvimento do sistema nervoso central. É uma combinação de um reflexo involuntário (isto é, um evento neural), que é seguida por uma contração muscular rápida (isto é, um evento muscular voluntário).

A pliometria vive presente em nossa vida. Por exemplo, a pessoa que foi a um médico tem experimentado um evento de pliometria. Quando o médico bateu em seu joelho, fazendo com que a perna reaja, o que você acha que ele/ela estava verificando? O batido causou um estiramento abrupto do tendão que se liga ao quadríceps (músculo da frente da coxa). Pequenos receptores dentro dos quadríceps criam um reflexo de estiramento, de forma que o quadríceps responde com a contratação de forma explosiva.

O reflexo de estiramento que causou a perna levantar é chamado de “reflexo miotático” e é a base da fisiologia pliométrica. O movimento humano mais comum, sendo executado, é completamente um evento de pliometria. Outros eventos pliométricos comuns incluem jogando, balançando um taco de golfe, saltando e pulando.

Muitas vezes as pessoas confundem algumas formas de treinamento de força para com pliometria. O treinamento pliométrico é apenas uma forma de treinamento de força. Um verdadeiro exercício de pliometria deve conter uma fase de carregamento rápido. Ou seja, para o reflexo de estiramento invocar uma contração forte, deve ocorrer extremamente rápido. Se o médico que empurrou o tendão abaixo da rótula, em vez de rapidamente ele tocasse nela devagar, sua perna não teria aquela reação.
Portanto, um salto em uma caixa de 60 cm é um exercício de explosão, mas não é um exercício de pliometria. Para torná-lo um exercício pliométrico, deverá pular de uma caixa de 15 a 30 cm, bater no chão e saltar imediatamente para a caixa de 60 cm tudo isso com muita rapidez.

Exercícios pliométricos estimulam vários grupos de músculos diferentes ao mesmo tempo. Embora pliométricos sejam geralmente utilizados para melhorar o desempenho atlético, eles também podem ser usados para melhorar a perda de gordura, força e resistência. Todas essas coisas contribuem juntamente para a perda de gordura e o ganho de massa muscular magra, enquanto eleva a sua frequência cardíaca e acelera sua queima calórica.

O treinamento pliométrico desafia os músculos, nervos e tendões, porque é necessário força explosiva para realizar as repetições.

Exercícios Pliométricos:

  • Saltos com agachamento ou saltos verticais;
  • Flexões explosivas;
  • Saltos de profundidade;
  • Saltos longos;
  • Saltos na caixa;
  • Saltos com obstáculo;
  • Saltos laterais;
  • Sprints.

 

No exemplo abaixo, reparem na rapidez em que se é executado o movimento.

 Lembre-se sempre que é importante o acompanhamento de um profissional da área.

 

Obrigada por lerem e Bom Treinamento!

 

Salvar

...VEJA TAMBÉM...



3 COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sair da versão mobile