01 jan

CREF você é a favor ou não? (Debate)

CREF - Conselho Regional de Educação FísicaSobre o CREF, pago isso todo ano e o que o conselho faz por mim e pelos outros profissionais habilitados? Simplesmente nada!!!

Só mandam um boleto e uma revistinha no início do ano. Mal fiscalizam academias e os profissionais que estão nelas. Um órgão público como os demais que só visam lucros e nada fazem pelos seus contribuintes.

Sou a favor sim, da credencial e também de um número de registro nacional, isso mesmo, um único número como temos de CPF, RG, etc.. Porque quando mudamos de estado, temos que refazer a “porcaria” de novo e pagar mais tributos para voltar exercer a profissão, ou seja, uma nova carteira tem que ser expedida e você precisa pagar o tributo para o CREF estadual. Na minha opinião, deveria ser um CREF NACIONAL e ponto final! Acredito que esse imposto para se poder trabalhar deveria acabar, ou se continuasse, nos desse algum benefício além do boleto para pagar e uma revistinha do CREF com assuntos que quase sempre, pouco nos interessa.

É JUSTO para quem estudou ou fez cursos de especialização, o número de registro, assim como a cobrança do aluno em pedir ao profissional esse número. As academias também deveriam pedir o número de cédula na recepção para professores, personais ou coachs, isso evitaria transtornos maiores.

Mas algo bem sério vou falar agora: conheço muito profissional formado e com CREF que não sabe nada sobre nada. Como diria minha avó: não sabem mal o que comeram no almoço!

Whey Protein GrowthWhey Protein Growth

Mal preparados, alguns jamais treinaram e ao olhar para o físico deles dá até pena. Ai eu te pergunto: alguém assim, mesmo com CREF, está pronto para dar aulas para alguém? Creio que NÃO!!!

Por isso digo: número de CREF não certifica que você está contratado um bom profissional, pois a prática faz a perfeição, mas o número de cédula é justo e tem que ser cobrado pelo aluno. Porém, se certifique se a pessoa além de possuir o número, treina e vive a teoria que ela prega!

Eu conheço pessoas sem CREF que “dão baile” nos formados. Fisiculturistas sem formação são exemplos disso que estou falando, os caras (mulheres também) vivem o que pregam, apesar de não ter o número de CREF, sabem orientar como muitos não sabem!

Resumindo, CREF sem prática não vale de nada. Teoria sem prática não leva a perfeição! O número é válido para os todos profissionais terem e o aluno, devem cobrar no ato da sua matrícula com o personal ou professor.

Essa é a minha opinião, sou a favor do número sim e da especialização daqueles que não sabem nem o que estão fazendo na academia… Quanto ao órgão CREF, esse deixa a desejar como sempre deixou, só manda o boleto para fins lucrativos deles e nada fazem pelos credenciados!

 

Aluno e Profissional Credenciado qual a sua opinião sobre o tão famoso CREF?

 

Salvar

Salvar

Salvar






DICAS RELACIONADAS


7 comentários em “CREF você é a favor ou não? (Debate)

  1. Sou totalmente a favor do seu pensamento de você Deyvson.
    Infelizmente muitos professores possuem o CREF mas não valem um OVO!
    Como você fala, o ideal é ter a teoria (CREF) + a pratica ai sim!

  2. Sinceramente sou contra quando se trata de ver pessoas despreparadas dando aula somente baseada no CREF. Acho que para trabalha como personal, treinador pessoal ou coach poderia ter cursos profissionalizantes igual acontece com infermagem, que é uma pessoa que lida com a saúde de pessoa e não é médico(a)… Essa e minha humilde opinião.

  3. Isso é uma bosta, esse orgão só existe para lucrar…
    Não importa o conhecimento, o cara paga R$600,00 por més para aprender brincar de pega pega durante quatro anos, não se preocupa em se capacitar em cursos específicos de musculação, não tem experiência nenhuma na área… Se forma paga um valor e pronto está apto para trabalhar em uma academia…
    Qual o sentido disso? Pronto se torna um profissional capacitado???

  4. A regulamentação deveria servir para garantir que os cidadãos fossem atendidos por pessoas habilitadas em educação física e não por “práticos” sem conhecimentos específicos sobre o corpo humano e seu funcionamento. Sabemos que competência não se adquire só indo pra Faculdade, mas isto de certa forma, forçaria os “práticos” a irem pra Faculdade para fundamentarem sua prática.

    Infelizmente, o sistema CONFEF/CREFs que deveria nos “proteger” serve apenas para nos arrancar dinheiro todo ano, pra NADA. Conheço várias academias que trabalham com “profissionais” não habilitados e também conheço vários notórios que não estudaram e não tinham direito adquirido pela Lei e possuem o registro só porque são conhecidos ou porque conhecem alguém no CREF. Dunga, não tem direito a registro, mas tem é filiado ao CREF2/RS.

    Certamente, muitos profissionais de educação física torceram pela promulgação da Lei 9696/98, mas os CREFs tem usado a lei pra beneficio próprio e fez com que muitos se tornassem contra, pois em nada nos beneficia. Se não bastasse, agora estão invadindo as escolas, autuando professores com anos de profissão e os acusando de exercer ilegalmente a profissão por não se registrarem nesse maldito sistema.

  5. Não sou do ramo, mas treino há 22 anos. Comecei aos 15 anos e hoje estou com 37.
    Tenho muita prática e conhecimento empírico adquirido durante todos esses anos. Não consigo pedir a nenhum professor de academia para montar um treino pra mim, pois sempre deixam a desejar. De 5 anos pra cá tenho feito o meu próprio treino.

    Outro dia descobri que formados em licenciatura não poderiam atuar em academias e na academia onde eu treino mais da metade dos profissionais que trabalham lá são licenciados, sem formação em bacharel. Queria saber o pq do CREF não fiscalizar e impedir esse tipo de exercício ilegal da profissão… Por mais que eles tenham conhecimento e alguns são até competentes, eles não estão autorizados a atuar em academias…

    Sou da época em que o professor era um cara mais experiente em treinamento… E isso era bom, pois só ficavam os bons…

    Recentemente fiquei 2 meses nos EUA a trabalho. Procurei uma academia para treinar e lá descobri que não existe qualquer regulamentação para a profissão de professor de educação física… Qualquer um pode ser personal ou instrutor… Fiquei assustado com o nível dos caras que mesmo sem formação universitária deixam os nossos graduados e pós graduados no chinelo.

    1. Beto, esse é o Brasil.. Entendo que é bacana ter um órgão que cuida desse tipo de trabalho mas infelizmente hoje em dia as academias estão abarrotadas de professores que não merecem estar ali… Outra coisa é, as faculdades não formam profissionais para estar em uma academia, quem é formado e manja do negocio é porque correu atrás e porque gosta do negocio.. Vejo que a grande maioria se forma mas se decepciona no final.. (Infelizmente)..

      Função do CREF hoje, recolher encargos… Esse é meu ponto de vista.

  6. Há mais de 40 anos trabalho como professor de musculação.
    A educação física era praticada nas escolas e no exército, nesse tempo ouvíamos o seguinte: isso faz mal para o coração, você vai ficar importante, enfim, ninguém queria conta com a musculação, salvo uns poucos.
    O que eu posso dizer é que não tomei o emprego de ninguém, mas alguns querem fazer isso a todo custo, quando deveriam respeitar e preservar aqueles que trabalharam para que esse nicho de mercado fosse como hoje, tão disputado.
    Nos Estados Unidos, país que domina o esporte mundial não existem cursos de graduação em educação física e nem por isso, os profissionais que são qualificados tecnicamente são menos valorizados.
    Não é prerrogativa de estudantes de curso algum o conhecimento científico, mas daqueles que mesmo não tendo curso de nível superior, sempre, estudou além de ter um robusto conhecimento prático.
    “Respeitem quem abriu esse mercado para vocês”…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Ir para o topo

Copyright© 2018 Dicas de Treino.