SUSTANON – O que é, para que serve, Ciclo e Como Tomar

Sustanon 250mg - O que é, para que serve, Ciclo e Como Tomar
Whey Protein Growth
Whey Protein Growth
Whey Protein Growth
Whey Protein Growth

Sustanon é um remédio injetável desenvolvido para tratar doenças masculinas e é proveniente da testosterona.

Entretanto, também é muito usado para aumentar a força e dar mais volume muscular.

Ainda com efeito redutor de gordura corporal simultaneamente.

Muitos dos EAA – anabolic androgenic steroids, são provenientes de ésteres de testosterona, que no caso deste em questão são 4, como veremos adiante.

O fato, é que este esteróide anabólico em forma de injeção, é bastante potente, e graças a convergência deste 4 ésteres leva a um aumento considerável de resistência nos treinos auxiliando também no ganho de massa magra, porém, ainda aumenta a secreção de testosterona natural.

Para entender com mais profundidade no que consiste e ao que leva o Sustanon, sugerimos que leia integralmente este artigo.

 

O que é Sustanon?

 

Sustanon é um esteróide sintético em forma de injeção, com alto poder anabólico que serve para tratar a baixa produção da testosterona (projetado para aumentar a testosterona) em homens.

Na musculação a substância passou a agradar os praticantes pois promete ganho muscular intenso, com incidência de efeitos colaterais moderados e possibilidade de uso em ciclos.

Sua performance também para o ganho de força é reconhecida mundialmente, sendo assim, um importante indicativo de uso por quem deseja ganhar massa e definição.

O diferencial do Sustanon está na sua fórmula, já que combina os ésteres:

  1. Isocaproato;
  2. Decanoato;
  3. Propionato;

Todos provenientes da testosterona.

Porém, os dois últimos são de ação curta e trazem a tona rapidamente as vantagens do Sustanon.

Enquanto que os dois primeiros são reconhecidos pelos efeitos prolongados e moderados, respectivamente.

 

Para que serve o Sustanon?

 

Estamos falando de uma droga reconhecida devido propriedades terapêuticas para tratar o hipogonadismo em homens.

O hipogonadismo é uma doença que afeta 20% dos homens já aos 30 anos de idade, conforme a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia do Estado de São Paulo.

Leia também:

Entretanto, ela pode se manifestar em várias fases da vida e é classificada de duas maneiras:

 

1 – Hipogonadismo Hipergonadotrófico

Que se caracteriza pela produção inapropriada de testosterona (menor que o desejável, normalmente decorrente de alguma patologia adquirida ou mesmo congênita.

 

2 – Hipogonadismo Hipogonadotrófico

Os níveis do hormônio testosterona são baixíssimos e assim impede que outras hormonas sejam produzidas.

É muito provável nos casos de doenças na glândula hipófise.

Creatina Growth
Creatina Growth
Creatina Growth
creatina Growth

Entretanto, entre fisiculturistas o sustanon traz um efeito benéfico diretamente para o ganho muscular pois este acréscimo de testosterona sem interrupções no sangue leva também a secreção de outros hormônios como o GH (hormônio do crescimento).

Sendo assim, cabe agora explicar como cada éstere se comporta na fórmula do Sustanon para aumento de massa.

 

Propionato de Testosterona

 

No Sustanon é disponível em 30 mg, 60 mg, 250mg e como dito é de ação muito breve.

Sozinho ele teria pouco efeito para o ganho muscular, exceto se fosse usado em dias alternados e por um tempo maior.

Mesmo sendo um esteróide conhecido não é comercializado tão facilmente, sendo que muito desta substância entra no Brasil através do mercado negro.

É inegável sua performance quando usado com outros ésteres de testosterona, assim como procede no Sustanon e Durateston.

 

Decanoato de Testosterona

Nas 100 mg a meia vida superior, faz deste elemento um dos principais no Sustanon.

Estima-se 15 dias de meia-vida com circulação no organismo de 30 dias com ápice no décimo primeiro dia.

Sendo assim, isoladamente pode ser uma única vez ao mês quando usado para repor testosterona.

Para fins estéticos de ganho muscular, aplicações quinzenais são recomendadas, porém sempre com acompanhamento médico.

 

Isocaproato de Testosterona

A meia vida do Isocaproato de Testosterona chega a 9 dias. O que leva este éster para o nível de intermediador do propionato e decanoato.

 

Fenilpropionato de Testosterona

Este éster também tem meia vida entre propionato e o decanoato.

Estima-se que o ápice do Fenilpropionato no corpo seja entre 4 e 5 dias, sendo assim, um aporte importante para que o decanoato comece a agir.

Como pode perceber, cada elemento do Sustanon contribuí para que a máxima da droga, que é a não interrupção da secreção de testosterona,  ocorra favorecendo ganho expressivo de massa e em pouco tempo.

 

Quais os benefícios do Sustanon

 

Sumariamente, anabolizantes esteróides trazem benfeitorias imediatas para o usuário.

Inclusive, defensores destes elementos afirmam que a lista de vantagens é preponderante a qualquer efeito colateral, desde que exista supervisão médica.

No caso do Sustanon, os diferenciais graças aos elementos da fórmula, são percebidos através:

# Regulagem de diferentes funções metabólicas (quando o acréscimo de testosterona é sutil a moderado);

# O tempo de recuperação após treinos é menor;

# Aumenta a retenção e o fluxo do nitrogênio intramuscular;

# Hormônios provindos do hormônio do crescimento GH, entre eles: IGF-1 serão aumentados também;

Entretanto, existem ainda dois campos do organismo que o Sustanon se mostra muitíssimo eficiente, são eles: Retração do cortisol e adição de hemácias no sangue.

No primeiro caso, o Sustanon age como um supressor do cortisol, que por sua vez, não é nada benéfico para o organismo, tão pouco para quem está seguindo um programa de treino e dietas para ganho de massa.

Enquanto que no segundo caso, aumentar glóbulos vermelhos é uma maneira de melhorar a oxigenação dos músculos.

Em contrapartida quanto maior o volume de hemácias (obviamente dentro de um padrão aceitável) melhor será a nutrição para os músculos.

Sendo assim, Sustanon também é uma ponte para curar as micro lesões decorrentes de exercícios de musculação,  mais rapidamente.

Sem falar que a vontade de treinar também cresce porque dor e cansaço estarão fora de cogitação.

 

Porque tomar Sustanon

 

Tomar Sustanon é uma prática pelo potencial e tempo recorde de ação. Porém o mesmo deve ser usado com base em orientação médica.

Além disso, na maioria dos casos, o consumo apenas semanal de uma injeção com concentração de 250mg é mais que o suficiente para atingir o objetivo.

Porém, é preciso pontuar que resultados com Sustanon são também são variáveis, até mesmo porque cada organismo reage de forma diferente ao aumento do hormônio.

O tamanho do ciclo e a pilha que escolheu podem sim promover um ganho muscular em torno de 12 libras em um tempo de 3 meses em média.

Em contrapartida, o peso também aumento, relatos apontam até 30 quilos a mais neste período de 3 a 4 meses.

 

Como tomar Sustanon

 

Alguns usuários aumentam esse consumo para dosagens até 750 mg, o que nem sempre é necessário e pode ainda comprometer a saúde.

É necessário ressaltar que Sustanon deve ser consumido em ciclos e é comum que seja com outros anabolizantes do tipo esteróides. Neste caso, Dianabol e Deca são recomendados.

Destaca-se ainda que o ciclo com Sustanon é para a fase de bulking e não ao contrário.

Leia também:

Durateston – Para que serve, benefícios, ciclo e Como Tomar

O que é Oxandrolona, Ciclo, Efeitos Colaterais e Como Tomar

Devido seu efeito de retenção de líquidos e também por isso, ciclos de até 12 semanas no máximo, devem ser respeitados.

Pode-se valer de um ciclo de 8 semanas, com tomadas semanais de 400 mg de Sustanon em conjunto com Dianabol na proporção de 300 mg semanalmente.

Entretanto, vale usar paralelamente diminuidores de aromatização e protetores hepáticos.

 

Efeitos colaterais do Sustanon

 

Terapias pós-ciclos serão providenciais quando usar Sustanon pois irá servir para reparar a incidência da aromatização, principalmente.

Afinal essa conversão de testosterona (hormônio masculino) em estrógeno (hormônio feminino) não é nada agradável.

Sendo assim, de certa forma a enzima de nome aromatase, precisa ser contida a fim de evitar a ginecomastia, por exemplo.

Contudo, outros efeitos colaterais também são percebidos com o uso do Sustanon. Vejamos quais são:

# Inchaço;

# Aumento da próstata;

# Calvíce;

# Sudorese excessiva;

# Acne;

# Colesterol;

# Hipertensão.

 

Se uma mulher usar Sustanon poderá sofrer efeitos colaterais comuns com o uso de anabolizantes, como masculinização, onde a voz engrossa, os pelos aumentam e o clitórios cresce, se modificando esteticamente.

Sendo assim, nossa pesquisa na maioria, revelou que este anabólico não é recomendado para mulheres.

 

Onde comprar e valor do Sustanon

 

Como a injeção de Sustanon se trata de um medicamento específico para tratar doença em homem é comum e contrá-lo em farmácias.

Contudo, é vendido sob receita médica e deve ser aplicado com cautela. O valor é baixo em relação a outros esteróides.

Para destacar é importante saber que algumas pessoas não devem consumir este esteróide, entre essas:

# Aqueles que apresentarem algum tipo de alergias aos componentes;

# Quem receber diagnóstico de neoplasias e outras doenças na próstata;

# Alérgicos a soja e amendoim;

 

Para concluir, lembramos que a concentração e poder anabólico do  Sustanon é alta, porém, não pode e não deve servir como o único mecanismo para o ganho muscular.

Sabe-se que a dieta (a maior responsável para ganhar massa muscular) assim como:

…  seguir um programa de treinamento focado e naturalmente usar suplementos adequados e que garante o crescimento muscular bonito, forte e sustentável.

 

E se os esclarecimentos sobre Sustanon lhe foram apropriados e úteis lembra de compartilhar este artigo, igualmente envie seu comentário sobre o tema anabolizante, sempre interessante!

 

Referências

BONETTI, A. et al. Side effects of anabolic androgenic steroids abuse. International Journal of Sports Medicine, Stuttgart, v. 29, no. 8, p. 679-687, 2008.

HARTGENS, F.; KUIPERS, H. Effects of androgenicanabolic steroids in athletes. Sports Medicine, Auckland, 34, no. 8, p. 513-554, 2004.

WU, F. C. W. Endocrine aspects of anabolic steroids. Clinical Chemistry, Baltimore, v. 43, no. 7, p. 1289- 1292, 1997.

 

...VEJA TAMBÉM...



Whey Protein Growth

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui