07jun

O maior obstáculo psicológico para o sucesso na prática do Exercício Físico

Obstáculo Psicológico que bloqueia os Resultados nos TreinosManhã de segunda-feira, uma chuva gostosa bate na janela, você se ajeita embaixo do edredom, sentindo-se confortável. Que maravilha! Que preguiça boa! Como é bom dormir, ainda mais com esse tempinho. De repente o relógio toca… É hora de levantar e se preparar para o dia. Banho, um café apressado, trânsito, metrô e ônibus cheio de gente, guarda-chuva pingando, carros correndo e jogando água pra todos os lados, pessoas com um péssimo humor. Pode haver um acidente no caminho e, então, você pega outro percurso para o trabalho ou os motoristas de ônibus podem estar em greve, o que te faz tirar o carro da garagem ou pegar um táxi. Por outro lado, o dia pode estar bonito, o trânsito mais ou menos, as pessoas estarem gentis, mas você estar com uma gripe chata, dor de cabeça, dor de barriga. Assim, como vai ter paciência para lidar com seu chefe? Ainda mais se o chefe grita, xinga e faz cobranças além do limite. Desse modo, como suportará aqueles clientes chatos? Principalmente aqueles fregueses que são eternamente insatisfeitos, rudes, mal educados e indecisos. Quem sabe, você está com problemas em casa, com a família, cônjuge ou filhos. Quantas vezes você já passou por coisas assim? Agora diz: Quantas vezes coisas assim te impediram de ir trabalhar?

Apostamos que muita gente passou por alguma situação parecida com as citadas. Mas também, é possível arriscar dizer que a maioria das pessoas que passam ou passaram por tais situações, poucas vezes deixou de ir trabalhar por isso. Por quê? Será que é a vontade de trabalhar que motiva as pessoas a enfrentarem todos os obstáculos possíveis para bater o ponto? Será o salário? Seria o medo de ser demitido? Quase impossível saber. Afinal, seu atraso não é tolerado, suas faltas precisam de justificativa e/ou de um atestado e às vezes, geram descontos no salário ou até mesmo demissão. O que sabemos é que com o trabalho não há muito espaço para a desculpa.

Todavia, basta uma pia cheia de louça, uma casa para limpar, uma mesa de bar, um espetinho de carne, uma pizza de micro-ondas, um cachorro quente de rua, um dia de trabalho puxado, chuva, feriado, fim de semana, visita de amigo, dor de cabeça, cinema, familiar em casa, dia de futebol na TV, cachorro doente, piscina cheia, piscina vazia, etc. Qualquer coisa pode servir de desculpa para uma pessoa não ir treinar.

Veja bem, tudo isso são coisas que abrimos mão de fazer quando temos que trabalhar, quando temos um horário a cumprir. No entanto, por que não fazemos os mesmo sacrifícios pela nossa saúde, para manter uma prática de exercício físico regular? Por que inventamos tantas desculpas? Será que temos um instinto caridoso que nos faz trabalhar para os outros e depois gastar o dinheiro no comércio de outros detonando nossa qualidade de vida? Ou nos sentimos tão obrigados a trabalhar que tudo que queremos no fim do dia é descarregar o estresse adquirido? Difícil saber as resposta. Tudo que sabemos é que isso são desculpas.

Treinar não é pensamento, nem sentimento, é ação. Treinar é verbo. Vá e faça, regularmente e sem desculpas. Encare a chuva, encare o trânsito, peça para o amigo ou parente visitá-lo um pouco mais tarde, não deixe a louça acumular, mantenha a casa organizada e limpa guardando as coisas em seus devidos lugares, defina um dia para relaxar no bar, organize sua dieta, peça para alguém levar seu cachorro doente ao veterinário de carro e vá correndo atrás a pé, mas não deixe de bater o ponto do treino.

De forma saudável e regular, é preciso assumir um compromisso com você mesmo, estabelecendo o treino como parte “obrigatória” do seu dia a dia. Você não abre mão de ir à praia todo ano porque a empresa deixou de te dar férias? Você passa oito, doze horas no trabalho e não pode cuidar de si durante uma “horinha”?  Então você é capaz de fazer sacrifícios pelos outros, mas não por você?

Espere até o mês que vem para se matricular na academia, para economizar e observe. É bem provável que você gaste esse dinheiro com um monte de bobagens como: cerveja, comida prejudicial, futilidades, dentre outros. Acontece que você só perceberá isso depois, quando já tiver perdido um mês de saúde e qualidade de vida. Deixe de ir caminhar hoje e observe se amanhã não acontecerá a mesma coisa.

A desculpa é o maior obstáculo psicológico para o sucesso na prática do exercício físico e ela atinge, não só pessoas comuns como nós, ela também afeta atletas iniciantes e de alto desempenho.

Treino é regularidade, disciplina, perseverança, desafio e bater metas. Para isso é necessário fazer, treinar, mas a desculpa mata o treino no ninho. Aceitando a desculpa, dia após dia, ela se tornará sua prática regular, seu hábito. Quando você perceber que isso aconteceu, será uma manhã de segunda-feira… de 12 meses adiante.

 

Faça chuva ou faça sol, assim na segunda como sábado: eu estarei lá. E você?

 

Salvar

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Sempre que for iniciar uma rotina de treinamento, consulte um Educador Físico. Sempre que for fazer uso de suplementos alimentares, procure a recomendação de um Nutricionista.

Todo o post publicado possui autorização expressa do autor. Não é autorizada a cópia total ou parcial de nenhum conteúdo disponível no site.

11 comentários em “O maior obstáculo psicológico para o sucesso na prática do Exercício Físico

  1. Eu estava precisando dessa “injeção de animo”… porque tem dias que bate um desanimo… e qualquer coisa é motivo pra deixar o treino pra amanha… e esse “amanha” é o suficiente pra começar a pensar em gradativamente desistir, comecei a acompanhar suas postagens agora, minha intenção é emagrecer… conto sempre com sua vasta sabedoria no assunto, preciso diminuir medidas (braço, pernas) e acabar com esse culotes horríveis,rsrs.
    Sucesso!!

    1. Isso mesmo Erika, a prática regular do exercício físico é fundamental para o condicionamento físico e psicológico, o que tem total relação com os resultados. Obrigado por acompanhar as postagens e pelos elogios. Ótimos treinos. Um abraço.

  2. Nossa falou tudo! isso ai mesmo que acontece sempre temos uma desculpa na ponta da língua, já cheguei a pagar academia e ir somente um dia, do resto 30 desculpas inventadas, mas segunda começo novamente e depois desse post com pensamentos diferentes pois nossos pensamentos são na maioria das vezes nosso maior obstáculo vai de nós indentifica-los e corrigi-los né? afinal o que realmente queremos deve ser mais importante do que nossas desculpas para não agir de acordo para conquistar.
    Adorei parabéns

  3. nooooossa.. arrasou no texto.. é isso aí.. as ATITUDES diferenciam as pessoas normais dos vencedores.. daqueles que abdicam do posto de vítima da situação..

  4. Caramba… É isso mesmo, na segunda eu chego do serviço é só sentar no sofá pra dar uma “descansada” e pronto… já era o treino, aí como não vou na segunda, acabo não indo na terça, como já perdi dois dias não vou o resto da semana =/
    É um costume que tenho que praticar senão vou passar a vida toda lendo textos e vendo fotos na internet, mas eu mesma não saio do lugar…!!!
    Hoje vou treinar sem desculpas… e sem sentar no sofá pra dar uma “descansada” se não já sei o que vai acontecer kkk..

    1. Susane,

      A dica que eu dou é: Não vá pra casa antes da academia, primeiro vá à academia.

      Já fiz isso e funciona, faça um teste e depois comente ai!

  5. Literalmente isso acontece comigo quase todos os dias. Acordo de manha, sem nenhuma disposição para nada. Vou dia sim e dia não, e sinto muita falta quando não vou, mas as vezes a motivação foge de mim, e as vezes da vontade de sair da academia, mas ainda estou empurrando com a barriga.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *