PARABOLAN – Para que serve? Benefícios, Colaterais e Ingestão

PARABOLAN - Para que serve? Benefícios, Colaterais e Ingestão

Parabolan, nome comercial para o princípio ativo Hexahidrobenzilcarbonato de trembolona, é um anabólico injetável muito potente e com colaterais menos agressivos.

A atividade anabólica da Hexa é potente, isso é fato!

Especialistas no assunto ousam compará-lo ao Dianabol em potência, mas, uma coisa é única nesse anabólico, ele não converte em estrogênio.

Outra particularidade do Hexahidrobenzilcarbonato de trembolona é sua ação prolongada, ou seja, ele age no corpo até 15 após ser injetado.

É comum associar esse esteroide a outro, mais antigo (anos 80), que era um injetável para cavalos e comercializado pelo nome de Finajet.

Entretanto, o princípio ativo do Finajet era o acetato de trembolona e com ação quase que momentânea, como você pode ler neste texto:

TREMBOLONA - O que é? Quais seus Benefícios, Colaterais e Como Tomar?
Quais os principais Efeitos Colaterais da Trembolona?

Ganhos incomparáveis, menos retenção de líquidos, maximização da síntese proteica, são algumas das vantagens que podemos destacar no Parabolan.

No entanto, não é uma droga que se pode usar descontroladamente, por tempo prolongado ou ignorar a TPC.

No texto de hoje vamos falar sobre um dos esteroides mais potentes do mercado, suas particularidades entre outras coisas.

 

O que é o Parabolan?

 

De forma resumida, podemos dizer ser um anabólico esteroide injetável oleoso, com poder único, versátil e que pode ser usado em doses baixas e mesmo assim alcançar bons resultados.

Também é o nome comercial, assim como o Hexabolan, para Hexahidrobenzilcarbonato de trembolona, comercializado inicialmente na França e para uso clínico.

Trata-se ainda de um estér com estrutura R-COOR’, proveniente da trembolona, porém decodificado para uso em humanos.

Com capacidade anabólica até 5 vezes se comparado com a testosterona, Parabolan é também o mais amplo entre as versões com Hexahydrobenzylcarbonate.

De fato, é um anabólico recomendado para homens, por se tratar de um peculiar entre todos em relação a sua potência androgênica.

Igualmente, não há ou é pouquíssima a conversão em estrogênio durante o ciclo, o que aumenta sua preferência, inclusive entre  atletas e halterofilistas.

Esse anabólico garante um físico seco, uniforme, rígido e com aparência natural, o que eleva seu status como um dos preferidos também por fisiculturistas de competição.

 

Para que serve o Parabolan?

 

A Hexahidrobenzilcarbonato de trembolona serve para melhorar a massa muscular do homem, porém, com efeito prolongado superior a outros esteroides da mesma linha.

Por se tratar de um esteroide androgênico anabólico sintético, estimula o crescimento de de células e sucessivamente as divide, formando, portanto, um volume adicional nos tecidos.

Associado a treinos de força (musculação) o tecido é manipulado, hipertrofiando músculos e gradualmente modificando o físico.

No entanto, Parabolan, tem outro diferencial. Os níveis de receptores androgênicos são significativos durante seu uso a ponto de auxiliar na redução de gordura corporal.

 

Quais os benefícios do Parabolan?

 

Entre todas as vantagens da Hexahydrobenzylcarbonate do trenbolone está a sua capacidade para deixar o corpo denso, porém, definido.

O potencial anabólico da Hexa (muito superior em relação a testosterona), lhe permite adição linear de massa, no entanto, a retenção de água – comum na maioria dos esteroides – não se manifesta no Parabolan.

Outros benefícios ainda percebidos nesse anabólico são:

    • Melhorias relevantes na síntese proteica;
    • Não ocorre ou é quase imperceptível a aromatização;
    • Minimiza a ação do cortisol no organismo, algo muito positivo, considerando ser essa hormona  um co-responsável do catabolismo muscular;
    • A absorção de nutrientes – para ganho de massa – provenientes dos alimentos melhora significantemente;
    • Ocorre um aumento na síntese do hormônio do crescimento IGF-I;
    • Proporciona a vasodilatação;
    • Os percentuais de nitrogênio no músculo também são aumentados.

Além disso, é um dos anabólicos mais eficientes para a fase de cutting.

Veja Também:

Cutting na Musculação: O que é o Cutting, como funciona e como fazer?
Lista dos Top 10 Anabolizantes para Secar (emagrecer)
Lista dos Top 10 Anabolizantes para Ganhar Massa Muscular

 

Qual a função do Parabolan no organismo?

 

Em primeiro lugar, a função deste anabólico, muitas vezes comparada ao decanoato de nondrolona, é a de maximizar resultados em hipertrofia.

Sendo um anabólico sintético, resultado de uma alteração em partículas provenientes da testosterona – especialmente feitas no Carbono 19 – quando injetado no organismo, garante a similaridade com os receptores anterógenos.

Em síntese, enquanto permanece no organismo humano, o princípio ativo Hexahidrobenzilcarbonato de trembolona faz aumentar os níveis de IGF-1.

O IGF-1 (insulin-like growth factor-1), como sabemos, tem influência direta para a hipertrofia graças à sua performance para potencializar a síntese proteica.

Esse hormônio, assim como o IG (hormônio do crescimento) que primordialmente é a hipófise anterior que segrega, também são essenciais não apenas para a hiperplasia, como para as células reparadoras do tecido muscular agirem mais rapidamente após treinos de força.

 

O que o excesso de Parabolan pode causar?

 

Como dissemos antes na lista de benefícios, a Hexa não aromatiza, tão pouco é transformada em estrógeno.

Por outro lado, a ginecomastia (aumento glândulas mamárias) pode ocorrer devido a um acréscimo de progesterona no organismo.

O uso excessivo de Parabolan, associado a uma dieta desregrada, tende a aumentar o colesterol LDL, considerado ruim para a pessoa.

Em contrapartida, o excesso reduz o HDL que é o colesterol benéfico para o organismo.

Dados indicam ainda que o uso abusivo de anabolizantes de forma geral, causam hepatotoxicidade (problemas no fígado), portanto, como a Hexa é metabolizada pelo fígado, esse órgão poderá ser comprometido em casos prolongados de uso.

 

Quais os efeitos colaterais do Parabolan?

 

A Hexahydrobenzyl, mesmo sendo uma versão aprimorada da Trembolona, afeta o sistema nervoso central e desta maneira aumentando a agressividade de quem já é agressivo naturalmente.

Outros efeitos colaterais ainda são:

    • Suores noturnos;
    • Dificuldade para dormir e insônia;
    • Pele oleosa;
    • Ansiedade;
    • Perda de cabelo;
    • Irritabilidade;
    • Acne;
    • Dificuldade de concentração;
    • Sangramento nasal;
    • Dores de cabeça.

 

Como tomar Parabolan?

 

Embora a Hexa possa ser usada com outros esteroides, jamais deverá ser ingerida por pessoas que usam certos medicamentos.

Entre esses remédios proibidos, estão os antidepressivos, supressores de apetite, que auxiliam a dormir e outros.

Mulheres não devem consumir Parabolan, pois sua essência androgênica aumenta significantemente os riscos de virilização permanentes.

A concentração deste anabólico é alta, portanto, doses entre 150 e 200 mg semanalmente são comuns.

No entanto, há usuários experientes que experimentam doses que variam entre 300 e 400 mg.

Em relação ao tempo de uso, 10 semanas é o tempo máximo e a pilha (para corte) pode conter, por exemplo, Masteron e até mesmo Stanozolol.

Enquanto isso, para ganhos em volumes, esse éster harmoniza muito bem com Dianabol.

Inclusive, após ler este texto até o final, você pode aproveitar os links abaixo e se informar sobre esses anabólicos:

MASTERON - O que é, para que serve, Benefícios, Colaterais e Ingestão
STANOZOLOL (winstrol) - O que é, Benefícios, Colaterais e Como Tomar
DIANABOL - O que é, para que serve, Benefícios, Colaterais e Como Tomar

 

Para a terapia pós-ciclo, o sugerido é o Clomid. Além disso, é recomendado que o usuário faça a ingestão de muita água durante os ciclos com a Hexa.

Enfim, vimos aqui várias informações sobre o Parabolan (Hexahidrobenzilcarbonato de trembolona), mas, ressaltamos que para uso e aproveitamento, nada melhor que o acompanhamento médico.

 

Referências

HALUCH, Dudu. HORMÔNIOS NO FISICULTURISMO. 1º ed. Letras Contemporanea, 2017.

Kuhn CM: esteróides anabolizantes. Prog Horm Res recente 57: 411–434, 2002.

Velloso CP. Regulation of muscle mass by growth hormone and IGF-1. British Journal of Pharmacology (2008).

 

Barra Crisp Growt Chamada Grupo Whats

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui