Turinabol – Para que serve, benefícios, função, excesso, colaterais e como tomar

Turinabol para que serve, beneficios, função, excesso, efeitos colaterais, como tomar
Whey Protein Growth
Whey Protein Growth
Whey Protein Growth
Whey Protein Growth

Turinabol também chamado de Clorodehidrometiltestosterona é um esteroide anabolizante, no passado famoso e agora de uso limitado.

Mesmo após  mais de 50 anos da criação do Turinabol pelo laboratório Jenapharm, falar sobre este anabolizante propriamente:

Traz a tona um dos casos mais gritantes e revoltantes sobre doping na história dos esportes.

Como este esteroide  não era detectado nos testes anti-doping no passado, somente anos mais tarde houve a comprovação que a Alemanha Oriental havia ministrado a substância entre 10.000 atletas, alguns inclusive que participaram das olimpíadas de 1974 e 1989.

O episódio envolveu muitos desportistas, tanto homens como mulheres,  que usaram o esteroide sem mesmo saber o que estavam consumindo, pois quem os ministrava argumentava que eram vitaminas.

Anos mais tarde (1994) a proibição do Turibanol é assegurada, porém, em 2016 novos casos de doping com este esteroide foram detectados.

Todas as histórias que envolvem o uso indiscriminado de anabolizantes, em especial que envolvem a astúcia alemã de introduzi-los entre competidores, são dignas de leitura.

Inclusive para que se conheça também malefícios físicos e emocionais que a atitude trouxe para esses atletas.

Explicar a você o que é propriamente o Turinabol, para que serve, benefícios e tudo o que envolve esse polêmico anabolizante é nossa proposta com o artigo. Boa Leitura!

 

O que é Turinabol?

 

Turbinabol é o nome comercial da fórmula química científica 4-chlorodehydromethyltestosterone, que neste caso, deriva do clostebol (esteroide androgênico) e hormônio testosterona na sua forma natural.

Trata-se de um esteroides com níveis de segurança moderados para usuários, inclusive, mais seguro que outros anabolizantes do mesmo setor como Dianabol e até mesmo Oximetolona e Trenbolona.

Potencialmente usado para fins de anabolismo, oferece efeitos androgênicos quando usado por mulheres, por exemplo, enquanto que para homens é bastante seguro.

O químico Albert Stachowiak tem o crédito pela criação do Turinabol.

Graças a combinação que propôs em meados dos anos 60, onde unificou moléculas de testosterona com ligações de carbono do tipo 1 e 2, alcançando assim a fórmula com mais poder anabólico.

Porém, incluiu carbono 4, metil carbono 17, garantindo assim a não aromatização, consequentemente diminuindo o androgenismo.

E, melhorando a metabolização pelo fígado, diminuindo os riscos de danos, inclusive.

 

Para que serve o Turinabol?

 

Turinabol já não é comum entre os usuários de esteroides, pois não é disponibilizado tão facilmente no mercado.

Destacamos que para o processo de Cutting (definição) Turinabol tem ação relevante o que leva a procura e preferência.

Um grande diferencial nesta droga é a capacidade de ganho muscular de forma gradual, sútil, sem retenção, mas, que se mantém por um tempo prolongado.

E, justamente devido a essa lentidão o organismo fica protegido de efeitos colaterais comuns aos esteroides como a ginecomastia, por exemplo.

Outro momento de uso com bastante êxito é no período de corte, onde atletas precisam eliminar gordura e definir.

Clorodehidrometiltestosterona também serve para:

Creatina Growth
Creatina Growth
Creatina Growth
creatina Growth
  • Melhorar a recuperação entre cada período de treino;
  • Sua versatilidade também a leva para uso em fase bulking (OFF season)
  • Ajuda a aumentar a força;
  • Preserva a qualidade do músculo.

 

Quais os benefícios de usar Turinabol?

 

Clorodehidrometiltestosteronapresente no Turinabol  oferece uma vantagem importante para ganho de massa.

Ela se relaciona com um shape duro, sem retenção de líquido sob a derme, igualmente não deixa que o organismo acumule gordura.

Conforme alguns usuários, Turinabol apresenta efeitos colaterais mais brandos em relação ao seu maior concorrente Dianabol.

Do qual é considerado um derivado.

Outro aspecto considerado benefício, é a sua fórmula em comprimidos, melhorando assim a aceitação, porque as tomadas são simples e dinâmicas.

Assim como quase todos os AAS –  Anabolic Androgenic Steroids, o Turinabol também irá proporcionar o crescimento da células de vários tecidos, fazendo assim com que se desenvolvam.

Outros benefícios oferecidos por este esteroide, são:

  • Aumento da densidade de nitrogênio;
  • Crescimento da massa magra;
  • Atua na prevenção de doenças;
  • Melhora a disposição e o ânimo:
  • Retenção da gordura, especialmente no abdomem;
  • Melhorias na síntese protéica;
  • Remodelação corporal.

Mas, assim como no berço de esteroides anabolizantes (Alemanha na Segunda Guerra) o uso na medicina traz benefícios interessantes para recuperar pessoas doentes.

 

Qual a função do Turinabol?

 

Clorodehidrometiltestosterona  tem boa capacidade para ligar globulinas sexuais a o SHBG (proteína matriz que “administra” vários hormônios no organismo).

Dessa forma, a testosterona livre é disponibilizada sempre dentro de padrões recomendados, o que leva a maior chance de anabolismo.

Potencialmente difundido como um esteroide que aumenta a força e resistência, justamente por isso foi usado indiscriminadamente por médicos em atletas, especialmente na Alemanha e Rússia como citamos antes.

Inclusive, há relatos que o próprio Adolf Hitler fez uso desse esteroide para melhorar a resistência física.

Logo, presume-se que Turibanol é de fato um  anabolizante para atletas e não para aqueles que desejam seguir o estilo bodybuilder.

 

O que o excesso de Turinabol pode causar?

 

Caso uma mulher escolha tomar Turinabol estará oferecendo ao organismo grande chance de desenvolver características masculinizadas preponderantes.

Por isso não é um anabolizante recomendados para fêmeas.

Para homens, quando não respeitarem os ciclos, poderá surgir problemas severos no fígado, principalmente.

Mas, outras decorrências são comuns do uso de esteroides como por exemplo, insuficiência cardíaca do anabolizado.

Além do aumento na pressão arterial, aterosclerose, aumento do LDL e triglicerídeos, diminuição na contagem de espermatozoides, entre outros inconvenientes.

 

Quais os efeitos colaterais do Turinabol?

 

Mesmo que pouco androgênico, Turinabol pode ser massacrante em mulheres deixando-as muito masculinizadas.

Para homens, o efeito de conversão e mais estrógeno é inibido, mas, um prejuízo na síntese de testosterona é evidente.

O que é um sinal claro de necessidade de terapia pós ciclo.

Outros efeitos colaterais ainda podem se manifestar como:

  • Aumento de níveis séricos de colesterol ruim e baixa no colesterol bom;
  • Queda na testosterona;
  • Perda de massa magra;
  • Humor alterado;
  • Aumento do peso;
  • Osteopenia.

 

Importante!

Quem sofre de dislipidemias, doença cardiovascular e outras patologias não devem tomar este esteroide.

Turinabol também não deve ser combinado com outros esteroides, por se tratar de um anabolizante bastante hepatotóxico.

Durante os ciclos é muito importante evitar o consumo de álcool e alimentos cheios de gordura saturadas como fast foods.

 

Como tomar Turinabol?

 

Esteroides, mesmo quando não são em injeções,  devem ser ministrados em ciclos.

Para o Turinabol essa divisão em ciclos poderá ser em 3 níveis.

Os quais levam em conta usuários iniciantes, intermediários e experientes.

 

Ciclo Iniciante

Observamos que é importante manter os níveis de testosterona para aproveitar os benefícios do Turinabol.

Uma sugestão é incrementar o ciclo com repositor de variante longa o qual pode se manifestar eficiente em até 3 semanas.

Neste ciclo, inesperientes passam por um test drive no uso de anabolizantes, por isso é importante não ultrapassar 8 semanas.

Um exemplo deste ciclo pode ser:

  • Testosterona (300 até 500mg) semanalmente com duração de uma até 12 semanas;
  • Turinabol (30mg) a cada dia por no intervalo de uma até 8 semanas.

 

Ciclo Intermediários

Doses maiores podem ser ministradas, inclusive, elementos como Cipionato de Testosterona ou Deca Duralin podem estar na relação para manter os niveis de testosterona neste estágio.

Um exemplo para intermediários pode ser:

  • Cipionato de Testosterona, usado semanalmente na quantia de 100mg, enquanto que para DECA a quantia passa para 400mg ara uma semana.
  • Turinabol pode ser administrado de uma até 8 semanas, sendo 60mg o ideal para cada dia.

Finalmente para o usuários avançados, o ciclo (pilha) avançado tem como propósito ganhos em músculos irredutíveis e de muita qualidade.

Para este momento, deve-se conjugar doses de Turinabol de 80mg por dia.

Em contrapartida, 100mg de Propionato de Testosterona na quantia de 100mg para uma semana, ainda incorporar Trenbolone semanalmente em até 400mg.

Levando em consideração que o ciclo dura de uma até 8 semanas para todos os elementos que o compõe.

A meia-vida do Turibanol é de 16 horas em média, e as tomadas podem ser em dose única ou fracionada duas vezes por dia (mais recomendado).

 

Para finalizar…

Lembre-se se você é um atleta, saiba que Turibanol permanece  no organismo até 6 semanas após o encerramento do ciclo.

Sendo assim, é identificado facilmente em testes anti-doping. Caso inclusive, que afastou o americano Jon Jones do ranking da UFC.

Saiba também que o anabolizante em questão não é comercializado aqui no Brasil.

Por isso, muitos buscam no mercado negro, aumentando as chances de comprar produtos não legítimos.

Lembramos que não orientamos usar e como usar anabolizantes, pois isso é tarefa de um médico.

E a justificativa para o post está no caráter informativo para nossos leitores.

 

Aproveitamos também para sugerir que compartilhe este post e se ainda tem dúvidas sobre Turinabol entre em contato.

 

Referências

CARLSON, N.R. O comportamento reprodutivo. In: CARLSON, N.R. Fisiologia do Comportamento. 7 ed. São Paulo: Manole, 2002

HALBE, W.H. Anabolizantes e substâncias ergogênicas – substâncias que aumentam a força muscular. Sinopse Ginecol. Obstet.,São Paulo. 2001.

KOROLKOVAS, A.; BURCKHALTER, J.H. Desenvolvimento de fármacos. In:__ Química Farmacêutica. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1988.

 

...VEJA TAMBÉM...



Whey Protein Growth Grupo DT

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui