20 nov

Benefícios da Glutamina para o Ganho de Massa Muscular

Benefícios da Glutamina para o Ganho de Massa Muscular

Glutamina para ganho de massa muscular não é nenhuma novidade, porém, muitos ainda não sabem sobre outros benefícios que a suplementação oferece.

Partindo do princípio que nosso organismo mantém a síntese de aproximadamente 50% de aminoácidos em forma de glutamina…

Já podemos ter uma ideia do quanto esse elemento é fundamental para vários processos, entre eles, melhorar o ganho de massa.

Sabe-se também, que enquanto e quanto mais treinamos os níveis séricos da substância despencam.

Isso, por si só, justifica a dependência da Glutamina para ganho de massa muscular.

Mas, a lista de benefícios é maior, e justamente para explicá-los vimos a necessidade de preparar este artigo.

Leia com atenção!

 

Benefícios da Glutamina para Ganho de Massa Muscular

 

Glutamina é um aminoácido produzido pelo organismo, que pode ser reposto através de alguns alimentos.

Contudo, para esportistas, doentes e algumas outras pessoas, os níveis caem substancialmente e com muita facilidade, pois o organismo está exposto a eventos atípicos.

Glutamina tem a vital função de fazer com que células cresçam.

Justamente porque é o ‘combustível’ para que haja renovação e multiplicação celular, em especial no sistema imunológico, intestino e músculos.

É deste aminoácido também, a tarefa de prover energia e grandes moléculas de subsistência a leucócitos.

E estes, por sua vez, são células imprescindíveis para defender o organismo.

Entretanto, quando nos referimos a crescimento muscular, a glutamina encurta caminhos para que o nitrogênio chegue aos músculos.

Levando assim a uma consequência muito positiva para mais músculos que é o estímulo para a síntese proteica.

Mas, como dito, outros benefícios também se destacam confiando na glutamina para ganho muscular, os quais passamos a compartilhar agora.

 

#1 – Glutamina para o ganho de massa muscular e o acréscimo na Produção de Hormônios

Repor glutamina é garantir menos processos inflamatórios o que também leva ao crescimento  muscular.

E isso ocorre graças a melhorias nas taxas hormonais de testosterona, mas, com supremacia na síntese de GH – Hormônio do crescimento.

Algumas pesquisas apontam acréscimos de até 300% na secreção de GH.

E, é isso que garante o ganho de massa, mas, não apenas. Pois é o anabolismo o ponto forte de quem secreta mais GH e testosterona.

 

#2 – Glutamina e o Aumento de Energia

Entre todos os aminoácidos, como já dissemos, a glutamina é a de maior quantidade.

Circula pelo plasma e  músculos e por isso é o maior condutor de amônia, importante para catabolizar proteínas e transformar em energia.

Energia essencial para enfrentar todos os inconvenientes do estágio de overtraining.

O qual, traz consigo diversos problemas como exemplo:

  • Cansaço além do habitual e frequente;
  • Diminuição na vontade de se alimentar;
  • Muita sede;
  • Irritação;
  • Redução na força física e mental;
  • Tremores.

Diante disso, para aproveitar a glutamina para o ganho de massa muscular, deve-se pensar o suplemento como um aporte para evitar a Síndrome do Overtraining, impreterivelmente.

 

#3 – Glutamina e maior nível de Hidratação

Impressionantemente a glutamina pode ser enviada para o interior da célula e neste caso, ela atua para dois processos importantes.

O primeiro consiste em melhorias na capacidade de absorver água, melhorando as chances para o anabolismo.

E, no segundo momento, enquanto esse acréscimo de água ocorre, potássio também é liberado na corrente sanguínea e músculos.

Whey Protein GrowthWhey Protein Growth

Leia também:

BCAA – O que é, para que serve, benefícios, função, colaterais e como tomar

Devo tomar a Creatina Antes ou Depois do Treino? Qual o melhor horário?

O que é a Glutamina, para que serve, benefícios, efeitos colaterais, como tomar

6 fatores que podem dificultar o Ganho de Massa Muscular

Efeitos negativos da Falta de Sono para o Ganho de Massa Muscular

Devo tomar Glutamina Antes ou Depois do Treino? Qual o melhor horário?

Permitindo assim melhor desempenho para praticar exercícios de alto impacto.

Porque, é graças a este mineral, que contrações e o relaxamento ocorre de forma harmônica.

Além disso,  níveis ideais de potássio bloqueiam o cortisol, principal hormônio ‘destruidor ‘ de músculos, e que devemos sempre manter afastado.

 

#4 – Glutamina e Bloqueio de Doenças

Eventos importantes que envolvem a ação molecular da glutamina no organismo servem para sinalizar devida proteção celular, em especial, no quesito proliferação.

Graças a possibilidade de sintetizar proteínas, a apoptose celular ocorre, levando a modulações extraordinárias de proteção ao organismo.

A célula também passa a ter uma resposta rápida, porque a estando sua homeostasia ampliada e reage com uniformidade a agentes externos e também estressores.

Entre os quais estão microorganismos que causam infecções, radiações, infectações por vírus, etc.

Diante disso, temos que a glutamina é uma importante aliada no combate a radicais livres, impetuosos para decadência celular.

Além de estar na lista de suplementos  mais recomendados para atletas profissionais, a glutamina ainda é usada como tratamento nos casos de doenças comprovadas, como:

  • AIDS;
  • Câncer;
  • Falência nutricional.

E quadros de recuperação pós cirurgia.

 

#5 – Glutamina para o ganho de massa muscular e Manutenção do Peso

Glutamina tem relação direta com a manutenção do peso, pois, de acordo com pesquisas quem está acima do peso apresenta carência deste aminoácido.

Igualmente, peso acima da média e glutamina baixa são processos antagônicos que levam ao organismo buscar aminoácido no tecido muscular.

Por conseguinte, perdemos massa magra, o que de fato é prejudicial para mais músculos.

Suplementar com glutamina é favorecer o aporte deste aminoácido, inclusive, favorecendo outro importante processo orgânico que é a sensação de estômago cheio.

Neste caso, glutamina para ganho de massa muscular ainda se beneficia da vontade de comer melhor, reduzindo a vontade de ingerir ‘besteiras’.

 

#6 – Glutamina e melhorias ao Sistema Nervoso

A comunidade médica, inclusive, já mencionou por diversas vezes o tamanho da necessidade e repor glutamina, em especial para aqueles que moram em grandes cidades.

O estresse gigante ao qual pessoas de grandes centros estão expostos, desencadeia uma série de doenças muito conhecidas e que precisam ser barradas com ação de agentes como a glutamina, por exemplo.

Já que ela representa o arsenal para combater:

  • Situações de esgotamento tanto físico como mental;
  • Diminuir nervosismo e ansiedade;
  • Combater a insônia;
  • Melhorar a concentração e a produtividade.

 

Como melhorar o abastecimento de Glutamina para o Ganho de Massa Muscular?

 

Trazer glutamina para dentro de si é um processo constante já que as reservas são facilmente esvaziadas.

Você pode e deve recorrer a incrementos na dieta com alimento progenitores deste aminoácido, como:

  • Carnes diversas;
  • Ovos;
  • Diferentes tipos de peixes;
  • Leite e derivados (queijo, iogurte, etc)
  • Feijões, Fava;
  • Ervilha;
  • Beterraba;
  • Repolho, couve, espinafre;
  • Soja, arroz.

Entretanto, é preciso ressaltar que recorrendo a suplementação com glutamina, as chances de ingestão diária recomendada é muito mais assertiva.

Justamente por isso, recomenda-se a L-Glutamina da Growth Supplements de uso oral ou enteral.

 

Um produto pensado com inteligência para atender demandas de pessoas que treinam em busca da hipertrofia ou mesmo para aqueles que desejam mais saúde.

Para usufruir dos benefícios da glutamina para ganho de massa muscular e outros acima citados, entre em contato agora com a Growth.

Faça o pedido e receba L-Glutamina com conforto no endereço que preferir, porém, aproveitando o preço sensacional de 40% inferior ao que lojas físicas praticam! Clique aqui e confira!

 

Diante de tudo o que abordamos neste post, resta agora finalizar o artigo, sugerindo que compartilhe sua experiência com o uso da L-Glutamina, e/ou enviando-nos perguntas sobre o tema.

 

Referências

Rogero MM, Tirapegui JO. Considerações nutricionais e bioquímicas da suplementação de glutamina em atletas: controvérsias e aspectos atuais. J Metab Nutr. 2003

Ziegler, TR. Glutamine supplementation in cancer patients receiving bone marrow transplantation and high dose chemotherapy. J Nutr. 2001.

Peng ZY, Serkova NJ, Kominsky DJ, Brown JL, Wischemeyer PE. Glutamine-mediated attenuation of cellular metabolic dysfunction and cell death after injury is dependent on heat shock factor-1 expression. J Parent Ent Nutr. 2006.

 






DICAS RELACIONADAS


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Ir para o topo

Copyright© 2018 Dicas de Treino.