26 abr

Conheça alguns Benefícios dos Vegetais

Benefícios dos Vegetais

 

#1 – Vegetais ajudam na Redução de Gordura Corporal

 

A maioria das pessoas pensam em vegetais como “saudável”, mas eles não necessariamente fazem a conexão de que comer mais deles é uma das melhores coisas para ficar magra, devido a serem extremamente baixos em calorias. Uma xícara de legumes tem cerca de 50 calorias, com vegetais como folhas verdes sendo ainda menor.

Além disso, o corpo utiliza a maior parte da energia fornecida para digerir vegetais, porque vegetais são ricos em fibras e carboidratos não digeríveis.

 

#2 – Aumentar os Níveis de Energia

 

Legumes são embalados com antioxidantes que irão apoiar a saúde mitocondrial, que é importante para qualquer um em uma dieta de alta proteína. Você deve se lembrar da biologia que as mitocôndrias transformam energia dos alimentos em ATP para abastecer a atividade celular.

O subproduto desse processo são  radicais livres, que saltam ao redor, danificando tudo à vista e acelerando o envelhecimento. Os antioxidantes nos legumes e frutas ajudam o organismo a eliminar os radicais livres que danificam as células e dificultam a produção de energia.

Coma estes: folhas verdes, abacate, azeitonas, aspargos, alcachofra e brócolis.

 

#3 – Combater a Inflamação

 

Um benefício relacionado é que eles vão combater o stress oxidativo que se acumula e causa inflamação. De onde vem esse estresse oxidativo? Tudo a partir do treinamento duro, a falta de sono, dietas alimentares, aos alimentos ricos em proteínas.

 

#4 – Intestino Saudável

 

Legumes fornecem uma série de benefícios para facilitar a digestão e um intestino saudável:

  • Eles contém mais 75 por cento de água, que é essencial para a função intestinal ideal.
  • Eles são embalados com fibras, o que ajuda a expulsar os resíduos e substâncias irritantes gástricas.
  • Eles contêm prebióticos, que são carboidratos não digeríveis que alimentam as bactérias saudáveis no intestino.

 

Whey Protein GrowthWhey Protein Growth

#5 – Melhorar o Metabolismo do  Estrogênio

 

Uma maneira simples de obter proteção contra o excesso de estrogênio é comer vegetais crucíferos, como couve-flor e brócolis todos os dias. Excesso de estrogênio, quer devido a desequilíbrios hormonais ou da exposição a produtos químicos que imitam o estrogênio, aumenta o risco de câncer e provoca uma série de efeitos colaterais, incluindo dificuldade em perder gordura.

 

#6 – Reduzir o Stress

 

Vegetais fornecem uma abundância de vitaminas e minerais que o corpo não pode sintetizar e muitos destes nutrientes pode ajudar a protegê-lo do stress.

Por exemplo, magnésio e vitamina C são dois nutrientes que são rapidamente esgotados durante períodos de estresse. Magnésio irá acalmar o sistema nervoso central, transmitindo um efeito calmante que o torna mais resistente e melhora o sono. Vitamina C suporta a imunidade e ajuda o corpo a metabolizar o hormônio do estresse,  cortisol.

 

#7 – Estabilizar o Açúcar no Sangue

 

Sendo de baixo teor de açúcar e rico em fibras, os legumes são o alimento perfeito para equilibrar o açúcar no sangue. Leva tempo para quebrar as fibras de celulose em vegetais, levando a uma liberação muito lenta de açúcar na corrente sanguínea para a energia .

Além disso, os antioxidantes dos  vegetais reduzem o efeito dos carboidratos refinados na  resposta de insulina.

 

Referências Bibliográficas

Hu, J., et. al. Intake of cruciferous vegetables is associated with reduced risk of ovarian cancer: a meta-analysis. Asian Pacific Journal of Clinical Nutrition. 2015. 24(1):101-9.

Gunn, C., et. al. Increased intake of selected vegetables, herbs and fruit may reduce bone turnover in post-menopausal women. Nutrients. 2015. 7(4):2499-517.

Kim, J., et. al. Association of vegetables and fruits consumption with sarcopenia in older adults: the Fourth Korea National Health and Nutrition Examination Survey. Age and Aging. 2015. 44(1):96-102.

Limbers, C., Young, D. Executive functions and consumption of fruits/ vegetables and high saturated fat foods in young adults. Journal of Health Psychology. 2015. 20(5):602-11.

Lustgarten, M., et al. Serum Predictors of Percent Lean Mass in Young Adults. Journal of Strength and Conditioning Research. 2013. Published Ahead of Print.

Jourdan, C., et al. Body Fat Free Mass is Associated with the Serum Metabolite Profile in a Population-Based Study. PLoS One. 2012. 7, e40009.

 

Salvar






DICAS RELACIONADAS


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Ir para o topo

Copyright© 2018 Dicas de Treino.