Benefícios e Malefícios do DIANABOL / ANABOL / DBOL / DIANA

O que é Dianabol para que serve benefícios função excesso efeitos colaterais como tomar

Dianabol é uma das marcas para venda da methandrostenolone. Trata-se de um anabólico andrógeno e serve para ganho de massa entre outras coisas.

 

Antes de mais nada, se você se deparou com a methandrostenolone recebendo vários nomes, saiba que isso está correto.

 

Por se tratar de uma droga anabólica sintética conhecidíssima e também uma das mais usadas, a substância é ofertada com diferentes nomes comerciais.

 

Basicamente, Metandienon é a maneira divulgada universalmente deste anabólico. No entanto, Dianabol, Anabol, DBOL, DIANA, Nabolin e Nerobol também são nomes da substância.

 

Mesmo popularizada e uma das preferidas por fisiculturistas, a methandrostenolone, é proibida em muitos países.

 

Enfim, se você tem curiosidade sobre anabolizantes ou deseja saber mais sobre o Dianabol propriamente, este texto é para você.

 

 

O que é o Dianabol?

 

 

Dianabol é um dos nomes do princípio methandrostenolone, popularmente chamado de esteroide anabólico androgênico ou AAS.

 

Em síntese, medicamentos do gênero AAS, são usados na medicina como estimulantes para aumentar os músculos.

 

Para o renomado American College of Sports Medicine, AAS podem ajudar em caso de baixo peso, puberdade atrasada e também em casos de câncer.

 

Designa-se a essas substâncias potenciais androgênicos por conterem na sua estrutura, elementos sintéticos semelhantes a andrógenos naturais como a testosterona.

 

O efeito de maximizar a síntese proteica também é reconhecido neste anabólico, que ainda tem a fama de combater a fadiga e melhorar a síntese de nitrogênio no músculo.

 

Reforçando que metandienone, methandienone ou methandrostenolone são sinônimos.

 

E, primordialmente, a CIBA – empresa fundada em 1859 em Basel (Suíça) – que começou a produzir a substância em meados de 1955.

 

Aliás, nos países da Europa essa substância ganhou repercussão ainda na década de 60.

Na Suíça, por exemplo, foi um dos anabólicos mais consumidos.

Enquanto isso, nos Estados Unidos tornou-se uma droga proibida.

 

Para que serve Dianabol?

 

 

Na essência, todos os AAS são usados na musculação para ganho de massa, porém, alguns ajudam diminuindo o tempo para isso.

No entanto, a methandrostenolone, depois de alguns anos após sua fabricação, foi aceita como parte de tratamento para o hipogonadismo masculino. A substância servia também para terapia de reposição hormonal.

Outros ramos da medicina, apontam a metandrostenolona para tratamentos endocrinológicos e na traumatologia.

Neste último caso, Anabol age como um fusor de fraturas por auxiliar na produção de cálcio em estruturas também chamadas de osteões.

Em se tratando de coadjuvante para a hipertrofia e também na medicina desportiva, esse AAS serve para acelerar a síntese proteica uniforme, ou seja, em todas as partes do corpo.

Isso é possível porque as moléculas do composto penetram diretamente na célula e, portanto, aumentam sua eficiência (capacidade) promovendo ganho de energia significante.

Essa maximização da síntese proteica e de energia, permite maior queima de gordura e, em contrapartida, formação de massa que é manipulada com as atividades de musculação.

 

Quais os Benefícios do Dianabol?

 

O organismo, de forma geral, tem a capacidade única de gerenciar hormônios anabolizantes, por exemplo, GH que é o Hormônio do Crescimento; o IGF-1 Fator de Crescimento similar à Insulina, além de estrogênio e testosterona.

Neste último caso, são as células localizadas nos testículos (Células de Leydig) na sua maior parte e é essencial para a síntese proteica.

Como o DBOL, DIANA e outros, são substâncias químicas com elementos quase idênticos (análogos sintéticos da testosterona), agem como um indutor de síntese proteica.

Entretanto, outros benefícios estão disponibilizados no Dianabol, como:

    • Ganho substancial de massa – estimativas de ganho em massa superior a 4kg em 30 dias;
    • Força e resistência – muito acima do normal, permitindo mais ânimo para realizar treinos e repetições;
    • Aumento da vascularização –  a dilatação das veias serve para melhorar o transporte de nutrientes visando crescer os músculos;

 

 

Qual a Função do Dianabol?

 

O poder e a maior função do Dianabol está na ajuda para construir massa muscular,  e ao mesmo tempo queimar gordura corporal.

 

Além disso, também é um anabólico que foca na retenção de nitrogênio, chegando a níveis superiores em pouco tempo.

 

Mas como falamos, o Dianabol está fora do mercado americano desde 1983, quando a CIBA Pharmaceuticals, após determinação da FDA (Food and Drug Administration) o classificou como Droga Ilegal Controlada de Classe C.

 

Por essa razão, esse anabólico, considerado por muitos um divisor de águas nos anos 70 e na Idade de Ouro do Fisiculturismo, já não reina tão absoluto entre os fisiculturistas com esse nome.

 

Hoje, fórmulas com o princípio base são acessíveis com os nomes mencionados anteriormente, entre eles, Anabol.

 

 

O que o excesso de Dianabol pode causar?

 

 

Assim como praticamente todos os AAS, a methandrostenolona traz resultados rápidos, porém, o excesso pode comprometer a saúde.

 

Entre os efeitos que o abuso de esteroides pode gerar, está o aumento da pressão arterial e junto a isso, problemas cardíacos, inclusive paradas cardíacas fatais.

 

Outro efeito totalmente relacionado ao excesso de Anabol, são os danos hepáticos. Casos de câncer no fígado foram relatados depois do uso prolongado deste esteroide.

 

A ginecomastia, mamas que se desenvolvem em homens, também é uma consequência do uso prolongado de Dianabol.

 

Saiba mais sobre a ginecomastia através deste texto:

O que é Ginecomastia, como surge, como evitar e tratamentos

 

Esse fato ocorre pela alta dose de estrogênio e mesmo em ciclos curtos pode surgir e aumentar inconsequentemente se o uso da substância não cessar.

 

 

Quais os efeitos colaterais do Dianabol?

 

 

Entre os colaterais mais notados do Dianabol está o inchaço. Esse efeito é justificado pela capacidade da substância permitir que a gordura e a água se acumulem sob a pele.

 

Além desse efeito, outros são comuns em quase todos os usuários, e estão relacionados a:

 

    • Aumento de pelos pelo corpo;
    • Traz modificações nos níveis de colesterol, especialmente diminuindo o LDL;
    • Reduz a produção natural de testosterona;
    • Dificulta o sono e gera insônia;
    • Desenvolvimento de acne;
    • Retenção de água;
    • Hipertrofia prostática;
    • Prejudica o desempenho cardíaco.

Além disso, atrofia do tecido testicular, seguido de impotência e infertilidade também são colaterais possíveis.

No entanto, mulheres que fazem uso de DIANA podem sofrer efeitos colaterais relevantes como voz engrossada, pelos no corpo, menstruação desregulada e outras características de masculinização.

 

Como tomar Dianabol?

 

A metandienona é uma substância perigosa para pessoas com doenças hepáticas prévias, doenças pulmonares, problemas cardíacos e neoplasias malignas.

Dianabol tem uma vantagem sobre outros esteroides, ele é de uso oral, em forma de comprimido.

Certamente pode ser usado no início de ciclos com esteroides. A meia-vida deste anabólico é em média de 4 horas.

As tomadas podem ser alternadas ao longo do dia, inicialmente no total de 15 mg. Entretanto, doses maiores (de 30 mg até 150mg) são ingeridas por maduros no uso de AAS.

Se faz necessária a TPC depois de usar methandrostenolona e para isso algumas substâncias recomendadas são Clomifeno, Tamoxifeno,  além de vitaminas, conforme poderá ler nestes nossos textos aqui:

O que é o TPC? Quais seus Benefícios, Colaterais, como se faz?
Tamoxifeno, para que serve, Benefícios, Colaterais e Ingestão

 

Enfim, vimos neste texto o que é o Dianabol e que seu uso é proibido em muitos países.

 

Lembre-se que esteroides devem ser consumidos sob orientação médica, mas se o texto lhe ajudou de alguma maneira, pode ser compartilhado em sua rede social preferida.

 

 

Dianabol ou Metandrostenolona

 

(Por Lenadro Twin via YouTube)

 

 

Referências

 

CUNHA, Tatiana Sousa Cunha et al. Esteróides anabólicos androgênicos e sua relação com a prática desportiva. Revista Brasileira de Ciências Farmacêuticas.

 

Dianabol. CIBA, maio de 1961

Liddle, GW, & Burke, HA esteróides anabolizantes em medicina clínica . Helvetia Med. Acta, 1960.

 


Salvar

...VEJA TAMBÉM...



Whey Protein Growth Chamada Grupo Whats

2 COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui