Clomid no TPC – Para que serve? Benefícios, Colaterais e Ingestão

O que é o Clomid, para que serve

Clomid ou citrato de clomifeno, que integra a lista de medicamentos recomendados para tratar problemas de fertilidade em mulheres, mas também é usado para a TPC (Terapia pós Ciclo) com esteroides.

O uso de esteroides é uma ação básica para maximizar ganhos enquanto os músculos são trabalhados visando a hipertrofia.

Entretanto, praticamente todas as substâncias usadas em ciclos e aqui podemos citar algumas como Nandrolona; Durateston; Stanozolol, enfim, tem um efeito substancial sobre a testosterona, reduzindo-a.

E quando os ciclos se encerram, devido aos esteroides androgênicos liberados no organismo, certa dificuldade na retomada da produção natural do hormônio é notável.

É neste momento que os repositores sintéticos da testosterona se tornam valiosos aliados para manter o desempenho.

O Clomifeno é um desses repositores, apesar de ser considerado um remédio para tratar mulheres com problemas de infertilidade.

Quer saber mais sobre esse remédio e por que também é recomendado para homens para retomar a testosterona pós ciclagens?

Neste texto vamos explicar detalhes sobre essa droga e como ela funciona.

 

O que é Clomid?

 

Sumariamente o Citrato de Clomifeno é uma substância sem esteroides, mas que induz a ovulação em alguns casos de mulheres que não ovulam.

Você pode encontrar esse princípio ativo também em outros nomes de remédios similares como o Indux® e o Serofene®.

Na  composição deste fármaco está o Clomifeno, onde a predominância de propriedades são estrogênicas. No entanto, a substância aumenta a secreção de GnrH (ganodotropinas).

Esses hormônios, também são estimuladores da testosterona, portanto, recomenda-se o Clomid para uso em homens no pós-ciclo.

Essa droga que deve ser consumida de forma oral, ocupa no sistema nervoso central, a função dos receptores do estrogênio.

De certa maneira o Clomid “engana” o cérebro para produzir mais FSH (hormônio folículo estimulante) e LH (hormônio luteinizante).

Veja Também:

Deca Durabolin (nandrolona) - Para que serve, Ciclos, Colaterais e Como Tomar
DURATESTON - Para que serve, Ciclos, Colaterais e Como Tomar
STANOZOLOL (winstrol) - O que é, Benefícios, Colaterais e Como Tomar

 

Para que serve o Clomid?

 

Basicamente o Citrato de Clomifeno serve para estimular a gonadotrofinas pituitárias para que secretem um hormônio, o GnRH.

Com o nome de Clomid, é um remédio aprovado pela Food and Drug Administration (FDA) e usado como alternativa de tratamento oral para a infertilidade.

No entanto, usar o Clomid para tratar a infertilidade requer uma avaliação médica prévia com a finalidade de descartar outros prováveis problemas que impedem uma gravidez.

Para homens, mesmo que não usualmente, o fármaco é utilizado para fins de aumentar a testosterona.

Neste caso, a droga aguça as glândulas prostáticas e a vesícula seminal para aumentarem a secreção de testosterona, agindo diretamente na glândula pituitária o resultado é um volume maior de sêmem, naturalmente muito mais produção de espermatozoides.

Agora, quando usado o Clomid para amenizar os efeitos de ciclagens com esteroides, o homem também usufrui de benefícios únicos, como veremos no próximo tópico.

 

Quais os benefícios do Clomid

 

Essencialmente, esse fármaco também pode ser usado para estimular a ovulação em mulheres com infertilidade inexplicada e aquelas afetadas com a Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP).

Outro benefício é que esse remédio pode ser prescrito para aumentar as chances de gravidez na reprodução assistida, como a inseminação intrauterina ou fertilização in vitro.

Entretanto, um dos maiores benefícios do clomid é sua eficácia. Aproximadamente 80% das mulheres que se submetem ao tratamento com Clomid ovularão.

Em se tratando do Clomid como alternativa para o pós-ciclo com anabolizantes, é sua performance como receptor de estrogênio sútil seu maior benefício.

Logo, a quantidade gerada de estrogênio devido aos ciclos com esteroides pode ser bloqueada com o medicamento. Porém, sua ação efetiva não é equiparada a outros da mesma linha, entre eles o Tamoxifeno.

Inclusive, você pode saber mais sobre o Tamoxifeno, através deste nosso texto aqui:

 

O que o excesso de Clomid pode causar?

 

Durante o tratamento com Citrato de Clomifeno, o desenvolvimento da Síndrome de Hiperestimulação Ovariana (SHEO) pode ocorrer.

Ainda mais quando combinado com gonadotrofinas, o estímulo exacerbado para ovulação pode piorar a Síndrome, gerando efeitos colaterais graves como hemorragia ovariana, trombose, insuficiência renal entre outros problemas.

Para homens que recorrem ao Clomid como opção para regular a testosterona e por isso usam em doses maiores que o recomendado, o principal problema gerado é no seu psicológico.

Afinal, o uso excessivo pode resultar em um aumento exagerado de testosterona, levando a problemas como ejaculação precoce e ganho de peso inexplicado.

Leia Também:

Lista dos Top 10 Anabolizantes para Secar (emagrecer)
Lista dos Top 10 Anabolizantes para Ganhar Massa Muscular

 

Quais os efeitos colaterais do Clomid

 

Um dos efeitos colaterais mais comuns do Citrato de Clomifeno, tanto em homens como mulheres, é a turvação da visão, igualmente a escotoma cintilante, que são os pontos de luz aleatórios.

Esse sintoma colateral prejudica o desempenho para operar máquinas e dirigir veículos.

Entretanto, apesar de comum, na maioria das vezes esse efeito é reversível à medida que cessa o uso do medicamento.

Além desse, outros efeitos adversos podem surgir durante e após o uso de Clomid por mulheres pode ocasionar em Endometriose; Ovário policístico; Fibroma uterino e Sangramento vaginal inexplicável.

E quando o Clomifeno é usado por homens, alguns dos efeitos são:

    • Sensação de bexiga cheia;
    • Cansaço;
    • Vertigens;
    • Desregulação na pressão arterial;
    • Irritabilidade e insônia.

 

Como tomar Clomid?

 

Como é um remédio que concentra corantes como a Tartazina, não deve ser usado por pessoas alérgicas a essa substância, igualmente deve ser utilizada por diabéticos somente sob supervisão médica devido a alta concentração de açúcar.

O início da reposição hormonal com Clomid nas terapias pós ciclos, deve ocorrer conforme a substância(s) usada para a ciclagem.

Se você usou o Hemogenin, por exemplo, pode tomar o Clomid após 12 horas da última dose.

Aproveite e leia este post completo sobre Hemogenin:

HEMOGENIN - Para que serve, Benefícios, Colaterais e Como Tomar

Para homens, doses usuais entre 12,5 a 400 mg por dia podem servir de regra para tratamentos que visam a eficácia como reprodutor, no entanto, o ideal é iniciar com apenas 25 mg e aumentar gradativamente.

Enquanto isso, na TPC, doses entre 100 e 150 miligramas ao dia, são seguras, trazem resultados positivos e podem ser usadas em prazos maiores de até 3 semanas.

Por fim, ressaltamos que este texto serve apenas para instruir o leitor, jamais tem o objetivo de induzir o uso, portanto, converse com seu médico antes de decidir tomar Clomid.

 

Referências

Legro, RS; Barnhart, HX et al. Clomiphene, Metformin, or Both for Infertility in the Polycystic Ovary Syndrome. N Engl J Med 2007; 356:551.

Deaton, JL; Gibson, M; Blackmer, KM et al. A randomized, controlled trial of clomiphene citrate and intrauterine insemination in couples with unexplained infertility or surgically corrected endometriosis. Fertil Steril 1990; 54(6):1083-8.

Murray, DL, Reich, L, Adashi, EY. Oral clomiphene citrate and vaginal progesterone suppositories in the treatment of luteal phase dysfunction: a comparative study. Fertil Steril 1989 Jan; 51(1):35-41.

 

...VEJA TAMBÉM...



Whey Protein Growth Chamada Grupo Whats

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui