Ciclo de Stano (Stanozolol) – Efeitos, Prós e Contras

Ciclo de Stano Stanozolol Como é feito Prós e Contras

O Stanozolol é um ester anabólico que se deriva da testosterona.

Muitas pessoas recorrem a ciclos com ele para ganho de massa? Mas quais os prós e contras?

O estanozolol é uma droga com a finalidade primária de tratar uma doença não tão comum que faz inchar partes aleatoriamente do corpo, chamada de angioedema hereditário.

Essa substância foi liberada para uso humano desde 1962, com aval da US Food and Drug Administration, pelos nomes de Winstrol e Stromba, entretanto em alguns países tornou-se terminantemente proibida.

Quer saber mais sobre o Winstrol? Acesse o link e se informe!

STANOZOLOL (winstrol) – O que é, Benefícios, Colaterais e Como Tomar

Outra particularidade deste esteroide é que ele é disponibilizado em uma solução e um dos poucos também disponível em comprimidos.

Seu uso como droga para melhorar o desempenho ( PED ), é antigo, especialmente por auxiliar no ganho de massa e, em contrapartida, evitar efeitos catabólicos, ou seja, perda dessa massa.

Essa substância também já brilhou entre atletas de elite, pois como AAS – anabolican drogenic steroids a base de testosterona também ajuda para ganho de força.

Enfim, o objetivo deste texto é falar sobre os ciclos de Stanozolol, como as pessoas costumam fazer, se há benefícios e quais são os malefícios. Continue a ler!

 

O que são ciclos de esteroides e o que é Ciclo de Stano?

 

Chama-se ciclos, os padrões de uso de esteroides, feitos de forma para eles terem um melhor efeito sobre o corpo.

Basicamente, envolve consumir várias doses durante certo período, previamente especificado.

Os esteroides são tomados durante este tempo, depois é necessária uma pausa, por um período que varia conforme o ester que está sendo utilizado, para retomar logo depois.

Estas drogas podem ser consumidas tanto de forma oral quanto intravenosa, e os ciclos podem durar entre 4 e 12 semanas.

Já o tempo de abstinência, ou seja, o momento em que se interrompe ouso, pode ser de 1 mês ou mais.

Muitas vezes, as pessoas que buscam uma maior definição tomam mais de um esteroide, logo, os ciclos se interpõem.

Veja Também:

Lista dos Top 10 Anabolizantes para Secar (emagrecer)
Lista dos Top 10 Anabolizantes para Ganhar Massa Muscular

 

O que é Ciclo de Stano?

 

Stanozolol, mais conhecido como Stano, é um esteroide similar à testosterona.

Trata-se de uma droga altamente controlada e que também serve para fins terapêuticos, em casos de anemia aplástica, problemas de crescimento, distúrbio vasculares e angioedema hereditário.

Ele não aromatiza como veremos adiante. Isso garante ganhos secos e mesmo para pessoas com menos massa ele ajuda na definição muscular.

Sua disponibilidade no mercado é em comprimidos e solução. Seus usuários o consomem injetando de forma intramuscular ou tomam os comprimidos com algum líquido.

Em síntese, quando injetado, deve ser em doses de 100 miligramas, dia sim, dia não. Ou então 2 doses que tenham 50 miligramas por dia, da mesma forma

Na forma oral, deve-se tomar 1 comprimido de 2 miligramas a cada 6 horas.

Entretanto, os ciclos de Stano não devem passar de 8 a 12 semanas. Já se for tomar de forma oral, então deve durar de 4 a 6 semanas.

Lembrando que indiferente do modo de ingestão, a droga será metabolizada pelo fígado, portanto, é hepatotóxica.

 

Prós do ciclo de Stano

 

O ciclo de Stano (Stanazolol) de fato tem uma vantagem importante para aqueles que costumam usá-lo, ou seja, este esteroide não é convertido em estrogênio.

Mas, seus usuários também o preferem pela sua ação no ganho de massa magra. De fato, ele é mais potente para o anabolismo.

Isso porque aumenta a síntese proteica e a retenção de nitrogênio acima de outros anabólicos. Tanto que o Winstrol, por exemplo, está no top 3 de anabólicos mais usados no mundo, juntamente como a Nandrolona (Deca Durabolin)  e a Metenolona.

Contudo, muitas pessoas usam o Stanozolol por outras razões, entre elas sua eficácia para aumentar a vascularização.

Essas melhorias na vascularização são decorrentes do aumento de glóbulos vermelhos no sangue que a substância garante.

Além disso, outras razões (prós) que usuários de Stano dizem ter para usá-lo são:

    • Aumento da síntese proteica;
    • Afeta positivamente o ganho de força;
    • Normalmente não provoca inchaço;
    • Não há retenção de água;
    • Auxilia para a perda de gordura corporal;
    • Desenvolvimento muscular rápido.

 

 

Contras do ciclo de Stano

 

De fato, assim como anabólicos potentes, pessoas que recorrem ao ciclo de Stano podem comprometer sua saúde de diferentes maneiras.

A começar pelos abscessos que gera na pele quando consumido na forma de injeção.

É o Stanozolol também um dos esteroides que mais interfere nos níveis de colesterol tanto o bom HDL como o ruim LDL, reduzindo o primeiro e elevando drasticamente  o segundo.

Comumente efeitos colaterais como acne, insônia, irritação, cansaço, queda de cabelo e dor de cabeça são mais brandos.

No entanto, há relatos de outros, bem mais fortes como:

    • Atrofia testicular;
    • Distúrbios psiquiátricos;
    • Vômitos;
    • Aumento da pressão arterial;
    • Dores abdominais;
    • Fezes de cor clara;
    • Urina escura.

Sendo essas últimas características de problemas hepáticos, os quais poderão ser bem graves e até levar a óbito.

Além disso, o Stanozolol tem como efeito colateral relevante para mulheres a masculinização e todos os acontecimentos relacionados a isso tendem a acontecer.

E é claro, sendo atleta e fazendo uso desta substância, em casos de doping, poderá ser banido dos esportes.

Lembrando que o Stanozolol não é uma droga bem tolerada por pessoas com problemas de coração, com câncer de próstata e de mama e outras com hipercalcemia, além de proibido para mulheres grávidas e que amamentam.

 

Tudo sobre Estanozolol

 

(PorLeandro Twin via Youtube)

 

Outras informações importantes sobre o Stanozolol

 

No passado e ainda hoje, o Stanozolol é disponibilizado por nomes comerciais diferentes, podemos citar como exemplo: MenabolStanabolic, usado em animais, Tevabolin e os mais famosos Winstrol (suas versões Depot e V) e por fim o Anabol.

Durante o ciclo de Stano (Stanozolol) pode diminuir a quantidade de SHBG por isso pode ficar mais tempo circulando no corpo.

Dados indicam que a meia vida deste ester é de 9 e 24 horas para consumo via oral e injetável, respectivamente.

Mas quando aplicado através de injeção, permanece por até 7 dias na corrente sanguínea e pode ser detectado em exames de urina em até 10 dias, mesmo com apenas uma única dose.

Essa substância faz crescer a massa, no entanto, também age como um modelador, por isso muitos preferem para fase de cutting.

De fato, é uma droga com efeitos colaterais severos. Por isso, jamais deve ser consumida sem orientação médica, tão pouco sem uma TPC (terapia pós ciclo) clara.

Entenda sobre substâncias para pós ciclos com Stanozolol, neste texto:

O que é o TPC? Quais seus Benefícios, Colaterais

Existe ciclo sem TPC? Entenda seu Funcionamento

Clomid no TPC – Para que serve? Benefícios, Colaterais e Ingestão

Tão pouco é um esteroide para iniciantes, devido a sua alta hepatotoxicidade e efeitos colaterais devido a isso, bem como outros secundários e irreversíveis.

Lembrando que  esse anabólico está com a venda proibida em muitos países, inclusive no Brasil.

Enfim, vimos aqui um breve histórico do Stanozolol, destacamos os prós e contras do seu uso.

Relatamos como as pessoas costumam usar o ciclo de Stano e por fim, citamos alguns dados sobre esse esteroide.

 

Lembrando que este texto é apenas informativo e jamais serve como orientação, tão pouco recomenda o uso desta substância, que isso fique claro a você! Afinal, o uso de Stanozolol pode trazer riscos gravíssimos, fique atento!

 

Referências

National Center for Biotechnology Information. PubChem Compound Database; CID = 25249, http://pubchem.ncbi.nlm.nih.gov/compound/25249 (acessado em 27 de abril de 2015).

Silva LSMF, Moreau RLM da. Uso de esteróides anabólicos androgênicos por praticantes de musculação de grandes academias da cidade de São Paulo. Revista Brasileira de Ciências Farmacêuticas. 2003.

Geyer H., Parr MK, Koehler K., Mareck U., Schanzer W., Thevis M. Nutritional suplementos contaminados e falsificados com substâncias dopantes. J Mass Spectrom. Julho de 2008; 43 (7): 892-902.

 

...VEJA TAMBÉM...



Whey Protein Growth Chamada Grupo Whats

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui