29 ago

O que é Calistenia, para que serve? Dicas para fazer os Exercícios!

O que é Calistenia, para que serve

Calistenia, Calisthenics ou ainda ginástica calistênica é um conjunto de atividades físicas, harmonicamente pensadas, para trazer melhorias internas e externas a pessoa.

Cheio de vigor é a forma literal de interpretar o termo calistenia, que tem esse nome diferente graças a etimologia grega, cuja associação kallos + sthenos (belo e força) respectivamente, complementado com o sufixo “ia”.

Como já pode perceber, essa técnica de exercícios é deveras antiga, justamente por isso tem todo um “enredo” e sentido, digamos místico.

A harmonia da calistenia tem por objetivo atingir a máxima tão almejada pelos gregos: Mens sana in corpore sano, que pode até hoje também estar no propósito de quem busca pela boa forma (física e mental).

Como poderia utilizar a calistenia para melhorar minha vida? Quais os exercícios estão inclusos na técnica?

São dúvidas sobre esse método que promete o equilíbrio, manter a forma e auxiliar para otimizar funções metabólicas. Continue lendo e saiba mais!

 

O que é Calistenia?

 

Calistenia é uma modalidade de exercício que inclui movimentos aleatórios onde o foco é utilizar a força física uniformemente.

Quando pensamos em treinar seguindo o método da calistenia, devemos estar cientes de que a própria força é o mecanismo exclusivo do exercício, quando muito poderemos contar com barras e apoios.

Leia também:

Conheça os riscos do HIIT, o Aeróbio de Alta Intensidade

Como fazer o HIIT na Esteira (Guia com exemplo de Treino)

Como fazer o HIIT na Rua (Guia com exemplo de Treino)

Como fazer o HIIT na Escada (Guia com exemplo de Treino)

Lendo este post, poderá pensar que a Calistenia é uma atividade comum, que poderá ser executada com facilidade, neste caso, podemos te dizer que está mesmo muito equivocado.

Se tonificar e aumentar (consideravelmente) a força, são alguns dos objetivos desta modalidade antiguíssima… Acredite que irá se surpreender do quanto será preciso focar a atenção, além de seguir uma rotina de treinos para “dominá-la”.

 

A origem da Calistenia

 

Uma “bela alma dentro de um belo corpo” sempre foi objetivo de povos astutos e progenitores de hábitos e condutas de culto a aparência. Entre esses estão os gregos, como mostram a literatura e as artes.

Não é ilusão o quanto este povo priorizava a forma física, higiene e louvor a buscar se destacar em várias áreas da vida.

Atividades diárias incluíam o cuidado com o corpo e uma forma de se exercitar (era a Calisthenics) primordial para enrijecer músculos, queimar calorias e equilibrar o “eu” interno e externo.

Por um bom tempo a calistenia ficou adormecida e um dos motivos foi a objeção do Imperador Teodósio (393 d.C.) a prática e aos jogos olímpicos.

Contudo, no final do período moderno, a Calistenia revigorou-se, e passou a ser divulgada mundo a fora.

Benefícios da Calistenia + TreinoConforme a história, foi o professor Christian Carls André, que em 1785 iniciou a aplicação de uma nova versão da técnica para ocupar seus alunos em dias chuvosos.

A forma como a ginástica calistênica de Christian trouxe benefícios ao corpo, em especial para a postura, logo caiu no gosto feminino.

Mulheres suecas, dinamarquesas e suíças encantaram-se com a versão apresentada pelo ginasta Phoktion Heinrich Clias em 1829.

Muitos outros nomes do meio, influenciaram para que novas adaptações fossem incluídas na técnica, nos Estados Unidos, a calistenia já pertenceu ao currículo escolar de crianças.

Atualmente, podemos dizer que é uma modalidade conhecida, mas pouco praticada, o que é lamentável.

 

Benefícios da Calistenia

 

Calisthenics visa alcançar um tipo de força surreal e útil ao ponto de poder levantar o próprio corpo no ar, com efeito semelhante a flutuação.

Além disso, outros benefícios são percebidos para quem opta pela ginástica calistênica, como por exemplo:

Whey Protein GrowthWhey Protein Growth
  • Influência sobre a massa magra fazendo-a crescer na medida certa;
  • Ótimos ganhos em força muscular;
  • Ajuda a ampliar a flexibilidade e a mobilidade;
  • Melhora a coordenação motora;
  • Leva mais oxigenação para o cérebro;
  • Melhora o sistema cardiovascular;
  • Energiza o corpo, aliviando o estresse;
  • Age sobre a postura, melhorando-a consideravelmente;
  • Ajuda a emagrecer;
  • Confere atividade para todos os músculos do corpo;
  • Ajuda a alcançar um shape

Tudo isso e mais, porque a Calistenia engloba todas as esferas do organismo, ou seja, fisiologia, anatomia e ainda observa a mecânica em cada movimento. Não são movimentos sem sentido, mas sim, elaborados a partir de estudos científicos.

E é por isso, que a ginástica calistênica deve seguir pilares de prática, como veremos adiante.

 

O que é a Ginástica Calistênica?

 

Vários exercícios – mas localizados em grupos musculares – que visam corrigir e melhorar processos fisiológicos englobam a eclética e eficiente ginástica calistênica.

Sua dinâmica permite estar juntos com outros programas de treinamentos, como a musculação e atletismo, por exemplo. Sem contar sua magnitude para tratamento em processos de reabilitação.

Como dito, a calistenia tem seus princípios, que na verdade são guias para quem deseja se expandir na técnica. São estes:

Princípio da seleção: Os exercícios da Calistenia devem ser escolhidos com rigor para cada pessoa, levando em conta o objetivo e disponibilidade do organismo;

Principio da precisão: Significa que cada exercício deve se executado com o máximo de idoneidade, seguindo o padrão, sempre mantendo a elegância na execução;

Princípio da totalidade: Neste quesito se avalia e defini a persistência para seguir o programa, insistindo até que o objetivo seja alcançado na totalidade.

Um corpo elegante, equilibrado e com definição harmônica já era o objetivo dos gregos e essas premissas ainda são premiadas na ginástica calistênica.

 

O que é exercício de Calistenia?

 

O método Street Wokkout incorpora uma série de atividades, muitas bem simples, enquanto que outras oferecem um nível de complexidade altíssimo, só conquistado após muito treino e dedicação.

A forma ideal de execução é administrar ciclos separados por grau de dificuldade. Um exemplo pode ser:

Exercícios na barra fixa supinada + tríceps nas paralelas +flexão de braços tradicional +abdominal suspenso na barra (bater os pés na barra) +agachamento com salto.

Ainda podem ser combinados com exercícios aeróbicos como polichinelo e burpees.

Já, exercícios calistênicos avançados podem ser compostos por front lever; flexões de parada e de mão; muscle ups nas paralelas ou barra, entre outros.

 

Como começar a fazer a Calistenia

 

Sempre que iniciar treinos é importante poder contar com ajuda profissional, contudo, nossa dica para essa prática, é aprender a separar a sequência por grupos musculares.

Assim, enquanto um grupo será trabalhado outro descansará. Treinos ditos ABC que significam periodicidade de 3 a 6 oportunidades de treino por semana, são fundamentais para trabalhar alternadamente grupos musculares.

 

Um exemplo de treino para começar a fazer a calistenia pode ser:

 

#Treino A

Um dia especial para treinar músculos do grupo frontal e na parte superior, compostos por:

  • Abdômen
  • Bíceps
  • Peitorais
  • Parte frontal dos ombros.

 

#Treino B

Momento também para trabalhar músculos superiores, porém, localizados na parte de trás (costas, tríceps e a parte atrás dos ombros).

 

#Treino C

Consiste no treino para músculos dos membros Inferiores. Neste grupo estão inclusos as coxas, panturrilhas e glúteos.

Como citado, foram os suecos que aprimoram a Calistenia, logo, também elaboraram uma tabela com divisões em grupos de exercícios (grupo I, grupo II, grupo III) denominados: Introdutórios; Fundamentais; Conclusivos, respectivamente (vale aprender mais sobre eles) antes de iniciar a prática da calistenia.

Com esta “tabela referência” é possível montar uma rotina de treino para exercícios calistênicos. Considerando aproveitar um de cada grupo para um ciclo.

 

Dicas para fazer os Exercícios Calistênicos

 

A ginástica estética, pedagógica, médica, educativa e militar, a qual falamos neste post, conhecida no mundo todo e com aspecto cultural significativo, é recomendada para a maioria das pessoas e de todas as idades.

Entretanto, o bom senso é essencial para quem está começando, logo:

  • Escolha sequências curtas de exercícios calistênicos;
  • Prefira iniciar com um instrutor experiente;
  • Faça todos os alongamentos iniciais e posteriores;
  • Alimente-se e hidrate-se com foco em fortalecer músculos e ossos;
  • Crie e respeite e rotina de treinos;
  • Investigue mais sobre o assunto;
  • Inspire-se na sua trilha sonora preferida (os gregos praticavam a calistenia ao som de melodias cheias de significado).

 

E, acima de tudo, confie que poderá também conseguir “flutuar” e realizar acrobacias incríveis!

A ginástica que os helenos faziam, e que por algum tempo foi chamada de “ginástica para mulheres”, em outro momento serviu para tratar problemas decorrentes da má ergonomia no trabalho, atualmente uma forma de ganhar músculos fortes, além de relaxar a alma, é sem dúvida uma proposta muito interessante de se exercitar.

Motive-se a aprende-la e tenha mais qualidade de vida!

E se gostou deste post aproveita e compartilha na rede social que prefere, lembra também de publicar sua contribuição sobre o assunto e agregar conhecimento aos leitores.

 

Referências

CAPPOZOLI, Carla Josefa. Motivação à prática regular de atividade física: um estudo com praticantes em academia de ginástica Porto Alegre. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2010.

MASCARENHAS, Fernando et al. Acumulação flexível, técnicas de inovação e grande indústria do fitness: o caso Curves Brasil. Pensar a Prática, v. 10, n. 2, p. 69-91, 2007.

FILHO, Carlos Alberto de Andrade. O discurso do profissional de ginástica em academia no Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Gama, 1998.

 






DICAS RELACIONADAS


2 comentários em “O que é Calistenia, para que serve? Dicas para fazer os Exercícios!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Ir para o topo

Copyright© 2018 Dicas de Treino.