21 jul

Sertralina (Zoloft): O que é, para que serve, benefícios, função, colaterais, como tomar

Sertralina Zoloft o que é, para que serve, benefícios, função, colaterais, como tomar

Sertralina ou cloridrato de sertralina é um medicamento controlado, que tem como finalidade tratar depressão e doenças subsequentes deste evento.

Síndromes e transtornos entre: TOC- (obsessivo-compulsivo) pânico, fobia social, ansiedade e até mesmo TPM (tensão pré-menstrual) podem ser tratados com sertralina.

Mas, é como antidepressivo que o cloridrato de sertralina entra na lista dos remédios mais vendidos no Brasil.

De acordo com dados publicados pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil é país que apresenta o maior número de indivíduos com depressão.

Para se ter ideia, apenas no Brasil a OMS estima que 5,8% da população brasileira sofra de depressão. Essa taxa quando comparada com países de menor índice de desenvolvimento, causa ainda mais preocupação devido a criticidade da situação.

Já no âmbito global a estimativa é de que 322 milhões de pessoas sofram de depressão. Esse número quando comparado com a década anterior é 18% maior.

A depressão é uma doença que precisa ser acompanhada por especialistas para que o paciente possa evoluir.

Leia também:

Efedrina: Para que serve, benefícios, colaterais, como tomar

Saxenda: para que serve, benefícios, função, colaterais, como tomar

É importante lembrar que existem diferentes níveis dessa complicação, ou seja, algumas mais brandas, enquanto outras mais avançadas e críticas.

De qualquer forma, medicamentos como a Sertralina podem ser úteis para amenizar as dificuldades causadas pela doença.

Mas, o que é a Sertralina, será que pode ser usada para outros fins, quais os benefícios e malefícios deste fármaco?

Essas e outras perguntas serão abordadas neste artigo que a equipe Dicas de Treino preparou. Acompanhe!

 

O que é Sertralina?

 

Tecnicamente, o Zoloft é um remédio antidepressivo que pertence ao grupo de medicamentos chamados de Inibidores Seletivos da Recaptação da Serotonina (ISRs).

Potencialmente atuante, a sertralina já ganhou prêmio de melhor antidepressivo, conforme publicação da revista The Lancet que dezenas de remédios.

Quando consumida, é capaz de controlar substâncias que estão em desequilíbrio no cérebro.

Esse tipo de alteração contribui diretamente para o desenvolvimento da depressão, ansiedade e pânico.

Além disso, os pacientes também podem sofrer de sintomas compulsivos. Portanto, o principal objetivo da Sertralina é ajudar o cérebro a gerenciar melhor essas substâncias.

Geralmente, a ação do medicamento começa a ser notada em 7 dias. No entanto, vale a pena destacar que existem casos em que a atuação pode exigir mais tempo.

Nos casos de compulsões obsessivas, também é preciso um pouco mais de paciência para que os resultados comecem a se manifestar.

É interessante saber também que a concentração do medicamento pode variar de acordo com cada caso.

As opções disponíveis são 50 mg e 100 mg de cloridrato de Sertralina. O especialista da saúde é quem irá avaliar qual é a melhor opção, dado a situação clínica do paciente.

 

Para que serve a Sertralina?

 

Além de ser utilizada no tratamento da depressão, a Sertralina tem outras finalidades.

Casos que envolvem ataques de pânico, transtorno de ansiedade social ou fobia, estresse pós-traumático e compulsão obsessiva são exemplos de complicações que podem se beneficiar do uso da substância.

O medicamento ainda pode ajudar a melhorar o apetite, a retomar o interesse pela vida diária, aumentar a disposição ao longo do dia a dia. Outras questões que envolvem sono e humor também podem ser trabalhadas por meio da utilização correta do Zoloft.

Após a obtenção de resultados positivos, o especialista responsável pelo caso pode optar por manter a continuidade do tratamento ou simplesmente suspender.

O cloridrato de Sertralina permite o primeiro tipo de decisão por demonstrar eficácia na prevenção de recaídas aos sintomas iniciais. E sem contar que contribui para afastar os episódios de depressão.

As especificidades de aplicações podem ser conferidas com mais detalhes na relação abaixo:

  • Em casos de transtorno obsessivo compulsivo, também conhecido como TOC, a Sertralina demonstrou bastante segurança e eficácia no tratamento a longo prazo;
  • Os sintomas causados pela Síndrome da Tensão Pré-Menstrual podem ser controlados com ajuda da substância Zoloft;
  • A fobia social, especialmente no estado inicial, pode ser muito bem controlada com ajuda do medicamento;
  • Demais transtornos relacionados a reincidência como, por exemplo, de pânico e pós-traumático podem ser prevenidos com ajuda da substância.

Para mais detalhes sobre os benefícios oferecidos pelo medicamento Sertralina podem ser conferidos a seguir.

 

Quais os benefícios da Sertralina

 

De maneira geral, o principal benefício oferecido pela Sertralina, sem dúvida, é a melhora do quadro clínico apresentado pelos usuários.

Caso o diagnóstico do especialista esteja dentro do esperado, e o tratamento seja seguido pelo paciente, o combate a complicação em questão pode ser bastante significativa.

Conforme descrito pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), dois estudos foram feitos com objetivo de verificar eficácia para combater a depressão.

Ambos foram realizados com pacientes que apresentavam transtorno depressivo maior.

Com duração de oito e seis semanas, mas com dosagens diferentes. No primeiro deles, as doses variaram de 50 a 200 mg por dia sendo a dosagem média de 145 mg por dia.

Já o segundo, foi realizado com as seguintes dosagens 200,100 e 50 mg por dia. Apesar de a segunda opção ter apresentado resultados inconclusivos, a primeira estratégia de tratamento demonstrou ser interessante. Pois contribuiu para que os pacientes apresentassem boas evoluções.

Com base na primeira situação, um terceiro estudo foi proposto. Esse, por sua vez, constatou a ocorrência de número menores de recaídas. Nesse caso, a dosagem média verificada foi de 70 mg por dia.

Leia também:

Orlistat (xenical): para que serve, efeitos colaterais, como tomar

Clembuterol: O que é, para que serve, benefícios, função, colaterais, como tomar

Além disso, é importante destacar que as análises não sugeriram qualquer diferença entre os resultados obtidos de eficácia em relação ao grupo de mulheres e o de homens.

Outros estudos foram conduzidos para tentar verificar a melhora proporcionada pelo medicamento.

No caso do Transtorno de Estresse Pós-Traumático, constatou-se que os pacientes que receberam a dosagem apresentaram menores taxas de recaídas ao longo de vinte e oito semanas.

Por meio dos resultados obtidos pelos estudos destacados, os especialistas da área da saúde podem avaliar se o Zoloft é a melhor opção de tratamento dentre as que estão disponíveis.

Mas claro, levando em consideração o quadro clínico do paciente.

 

Efeitos colaterais da Sertralina

 

Muito embora esse seja um dos principais pontos levados em consideração pelos médicos, é sempre interessante ter acesso a esse tipo de informação.

Whey Protein GrowthWhey Protein Growth

Por isso, o paciente antes de tomar o Zoloft precisa estar ciente dos seguintes pontos para evitar complicações futuras:

  • Reações alérgicas à substância podem ocorrer;
  • O mais indicado é fazer uso do medicamento comprimido. A forma líquida de Zoloft pode trazer graves reações ao organismo;
  • A combinação de ingestão Zoloft com inibidores como, por exemplo, tranilcipromina, selegilina, rasagilina e fenelzina pode gerar uma interação medicamentosa bastante nociva;
  • Para garantir a segurança do tratamento é fundamental informar ao profissional da saúde a ocorrência de doenças cardíaca, renal ou hepática, derrame, pressão alta e convulsão;
  • Há também casos de diabetes mellitus em que os pacientes sob tratamento de Sertralina demonstraram perda do controle dos níveis de glicemia. Para esses casos, a recomendação é que o devido acompanhamento seja feito para evitar novas complicações;

Estudos de caráter epidemiológicos demonstraram a possibilidade aumentada de ocorrência de fraturas ósseas.

Por isso, os pacientes sob tratamento precisam ter cuidado redobrado, principalmente, pela não identificação do mecanismo que leva a esse evento.

Pacientes grávidas também devem ter atenção redobrada. Conforme apontado pela ANVISA, o Zoloft está diretamente associado ao processo de retardamento na formação dos ossos do feto de acordo com estudos feitos com animais.

Leia também:

Proviron: O que é, para que serve, benefícios, função, colaterais, como tomar

Bupropiona / Zyban: O que é, para que serve, benefícios, função, colaterais, como tomar

Não há estudos bem controlados em mulheres gestantes e isso sugere cautela extrema para com usuárias deste remédio.

É preciso destacar ainda que estudos isolados foram feitos com número pequeno de lactantes.

Os níveis de Zoloft medidos foram considerados desprezíveis ou até mesmo indetectáveis no soro da criança recém-nascida.

Apesar desse apontamento, a utilização da substância como tratamento deve ser avaliada pelo médico.

E apenas assumida quando os benefícios forem superiores aos riscos envolvidos no caso.

 

Quais os efeitos colaterais do cloridrato de sertralina

 

O mercado disponibiliza várias marcas (genéricos, entre eles Zoloft, Tolrest, Novativ, Zysertin e outras ) que usam o cloridrato de sertralina como fórmula central.

Por isso é importante conhecer os efeitos colaterais. São eles:

  • Alteração mental;
  • Sensação de boca seca;
  • Febre;
  • Contrações musculares;
  • Midríase (pupilas dilatadas);
  • Ranger dos dentes;
  • Sonolência;
  • Insônia;
  • Rubor facial.
  • Batimentos cardíacos acelerados.

Em casos mais graves, pode ocorrer glaucomas, irregularidades na menstruação, alucinações, agitação, entre outros.

A sertralina é associada ao emagrecimento, sendo consumida inclusive, por pessoas que não necessitam de tratamento.

Neste sentido, afirma-se que emagrecer, assim como engordar, são efeitos colaterais do fármaco, que pode cessar com a descontinuidade do uso.

 

Como tomar Sertralina

 

A princípio, todas as orientações sobre como utilizar o medicamento devem ser passadas pelo especialista da saúde responsável pelo caso.

As especificidades apresentadas pelo paciente, pode levar o médico a adotar estratégias diferentes para obtenção de melhores resultados.

No entanto, a recomendação existente para cloridrato de Sertralina é de que a administração deve ser feita pela manhã ou à noite.

Além disso, o paciente deve se restringir à apenas uma dosagem por dia, exceto casos de aconselhamento médico.

A complexidade do caso está diretamente relacionada com a concentração da substância a ser recebida. Mas é importante que seja respeitado o limite de 200 mg por dia.

As complicações passíveis de tratamento com base em Zoloft podem exigir diferentes dosagem do medicamento. Alguns exemplos de dosagens iniciais podem ser conferidos logo abaixo:

  • TOC e depressão: para esses casos a dosagem recomendada é de 50 mg por dia;
  • Fobia social, transtorno de pânico e estresse pós-traumático: aconselhável iniciar o tratamento com base em 25mg/dia. Após sete dias, o paciente com aconselhamento médico pode aumentar para 50 mg/dia;
  • Tensão pré-menstrual: o uso de cloridrato de Sertralina deve ser de 50 mg por dia durante todo o período menstrual ou somente durante a etapa lútea do ciclo.

Existe a possibilidade de os pacientes não reagirem ao tratamento com base nas dosagens destacadas acima.

Nesses casos, os médicos podem prescrever aumento na dose. Contudo, vale a pena deixar claro que esse tipo de alteração sempre deve respeitar o intervalo mínimo de uma semana.

Leia também:

Femproporex: para que serve, benefícios, efeitos colaterais, como tomar

Sibutramina: para que serve, benefícios, função, colaterais, como tomar

Além desse ponto, em nenhuma hipótese a dosagem máxima de 200 mg por dia deve ser excedida. Caso contrário, o paciente estará sob grandes riscos de apresentar quadros graves dos efeitos colaterais.

Demais especificidades como, por exemplo, em crianças, idosos e pacientes com outras complicações, precisam ser particularmente analisados.

Existe a possibilidade de a dosagem de Sertralina ser realizada com menos frequência e com menor intensidade para não agravar ainda mais a situação.

 

Perguntas e Respostas

 

Sertralina emagrece?

O objetivo principal do cloridrato de sertralina não é o emagrecimento, isso na verdade é uma consequência do tratamento com o medicamento.

A função da sertralina não é inibir o apetite, mas sim cessar a ansiedade (que leva a pessoa a comer muito e por isso engordar).

Porém, a redução de peso, em alguns casos é percebida, graças as melhorias que a droga confere ao usuário.

 

Sertralina da sono?

Sim. O aumento do sono é um efeito colateral, porém, é possível que ocorra também o efeito contrário, ou seja, momentos de insônia.

Isso leva a confirmar que sertralina só deve ser prescrita por um médico.

 

Sertralina é tarja preta?

Não. A Sertralina é tarja vermelha, o medicamento deve ser prescrito por um médico, que emitira o receituário branco.

A tarja vermelha serve para alertar o usuário sobre a potência da droga e como poderá se comportar no organismo.

 

Para finalizar, lembramos que todas essas informações podem ser partilhadas com segurança nas redes sociais.

Desejando, poderá interagir com perguntas e colocações e para isso basta utilizar o espaço abaixo.

 

Referência

SPENCER J, GONZALES L, BARNHART D. Medications in the breast-feeding mother. Am Fam Physician, n.64, p.119-26, 2001.

CHAMBERS, C.D.; ANDERSON, P.O.; THOMAS, R.G.; DICK, L.M.; FELIX, R.J.; JOHNSON, K.A.; JONES, K.L. – Weight gain in infants breastfed by mothers who take fluoxetine. Pediatrics, n.104, v.5, 1999

RAMPONO J, HACKETT LP, KRISTENSEN JH, KOHAN R, PAGE-SHARP N. Transfer of escitalopram and its metabolite demethylescitalopram into breast milk. Br J Clin Pharmacol,n.62, v.3, p. 316-322, 2006.

 






DICAS RELACIONADAS


8 comentários em “Sertralina (Zoloft): O que é, para que serve, benefícios, função, colaterais, como tomar

  1. Sertralina não é tarja preta, apesar de necessitar de receita controlada de duas vias, como qualquer antidepressivo. Também não causa qualquer tipo de dependência.

  2. Eu uso esse medicamento há 3 anos me super bem já tentei para mais não consigo apenas só baixei a dosagem de 150 pra 50.

  3. Emagreci muito depois do uso de sertralina. Gostaria de saber se tem uma maneira de continuar o tratamento sem emagrecer.

  4. Faço uso da Sertralina a quase 10 anos, em mim os efeitos são completamente invertidos, ela me da insônia, me deixa elétrica e com muita fome o que gera ganho de peso.

    Fora isso não sofro com nenhum outro efeito colateral, como antidepressivo, ela funciona muito bem.

  5. Tomo sertralina, há 5 anos, estou a parar por conta, tomava 100mg, passei para 50mg e agora metade, estou tendo muita insônia e afogamento no peito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Ir para o topo

Copyright© 2018 Dicas de Treino.