Conheça alguns Sinais de Baixa Testosterona

Baixa Testosterona

Sintomas de baixa testosterona podem se manifestar ainda na puberdade e em homens a partir de 35 anos podem se tornar graves.

A testosterona é um e o hormônio masculino que mais precisa de atenção para o bem-estar e saúde do homem.

A sua redução é gradual e inevitável depois de certa idade, no entanto, homens modernos estão sendo afetados pela baixa da testosterona cada vez mais cedo.

Esse é um fato contraditório, pois a algum tempo atrás, a queda hormonal estava relacionada a homens mais velhos.

O estilo de vida sedentário, stress, doenças infecciosas como HIV e outros fatores, estão sobrecarregando os consultórios médicos de homens jovens.

Às vezes, durante essas consultas, quando se percebe, os níveis da testosterona estão muito abaixo da necessidade, prejudicando e muito a vida do homem.

Considerando que homens jovens negligenciam que possam estar sofrendo com a testosterona baixa, resolvemos criar esse post.

Aqui vamos falar e relacionar os sintomas de testosterona baixa. O conteúdo está imperdível. Concentre-se em ler.

 

O que é esse hormônio e qual o mais grave entre os Sintomas de Baixa Testosterona?

 

A testosterona é um hormônio (esteroide e anabólico) mais importante para homens.

Graças a esse hormônio, os meninos se tornam adolescentes e posteriormente homens. É a principal hormona para promover a transformação do corpo em cada estágio.

Em síntese, é a testosterona que ajuda para o desenvolvimento de características como barba, pelos no corpo e crescimento longitudinal – que são mudanças externas.

No entanto, no organismo, ou melhor, internamente, é a testosterona que promove o desenvolvimento da próstata, crescimento dos testículos e a espermatogênese. Mas ela ainda tem outras funções no organismo e é claro vamos pontuar no decorrer do texto.

No entanto, qual é o sintoma de baixa testosterona que mais prejudica o homem?

A resposta para essa pergunta tem relação com cada fase da vida. Ou seja, a baixa testosterona para um menino prejudicará sua transformação corporal gravemente.

Enquanto isso, no homem adulto essa queda trará efeitos drásticos na libido e na potência sexual, o que de fato prejudica diretamente o psicológico e consequentemente é um agravante para outros problemas.

Leia também este texto complementar sobre efeitos da baixa testosterona:

Testosterona Baixa: conheça suas causas, malefícios e como aumentar

 

Produção e Conversão de Testosterona

 

No homem, a testosterona é produzida nos testículos, especificamente em seu interior através e nas células de Leydig.

Nessas células, vale lembrar, que outros hormônios também são secretados por ela, por exemplo, DHEA –  dehidroepiandrosterona  e outros androgênicos como androstenediona.

Entretanto, as suprarrenais também têm a função de secretar testosterona (mesmo em menor parte) são importantíssimas.

Lembrando que a testosterona é um esteróide natural. Que é catalisado, permitindo sua conversão em diferentes e essenciais substratos para o organismo.

A idade é um dos fatores que influencia na quantidade de testosterona livre. Mas de maneira geral homens com idade entre 23 e 48 anos devem manter os níveis de testosterona total no sangue de 241 até 827 ng/dL.

Leia também:

Lista dos Top 10 Anabolizantes para Secar (emagrecer)
Lista dos Top 10 Anabolizantes para Ganhar Massa Muscular

Se você pensa que pode estar com esse hormônio em queda porque tem alguns sintomas de baixa testosterona, os quais vamos pontuar mais adiante, o ideal é fazer exames.

Neste caso, é importante checar também os níveis de estradiol e as taxas de outros hormônios como di-hidrotestosterona e a 5-alfa redutase, e nessa altura, sim terá um bom diagnóstico, afinal existem ligações entre todos esses hormônios, okay?

 

A Testosterona e a Musculação

 

Sinais e sintomas de baixa testosterona podem se tornar mais notáveis quando uma pessoa começa a musculação para hipertrofia de músculos.

De fato, níveis baixos de testosterona torna-se um empecilho para ganhar músculos.

Logo, cabe aqui relacionar quais fatores podem levar a uma queda desproporcional deste hormônio, não considerando a idade que é um fator natural para a redução e da testosterona:

    • Muitas e rotineiras situações que envolvem stress;
    • Dieta inadequada (com muito carboidrato simples e pouco em ômega;
    • Privação do sono;
    • Doenças debilitantes, como Artrite Reumatoide; Distrofia Muscular; Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica entre outras.
    • Uso de remédios como antidepressivos; diuréticos; para queda de cabelo; para a próstata, entre outros.

Além disso, o overtraining – decorrente do exagero ao fazer exercícios – libera um antagônico preocupante para a testosterona, ou seja, faz com que o corpo libera mais cortisol.

Em síntese, o cortisol é um “destruidor” de testosterona e de qualquer plano de hipertrofia porque é altamente catabólico.

Enfim, essa breve explicação inicial foi necessária para então falarmos dos assuntos principais deste texto, ou seja, pontuar os sinais e sintomas de baixa testosterona.

Antes, porém, quer entender melhor como a testosterona influencia no ganho de massa? Então o post abaixo é ideal:

A importância da Testosterona para Definição Muscular

 

 

Principais Sinais e Sintomas de Baixa Testosterona

 

 

1 – Lentidão Metabólica e Sobrepeso

Veja bem, a questão aqui não é discutir se é o excesso de peso que sequestra a testosterona ou é a baixa liberação deste hormônio que leva ao ganho de peso.

O fato principal, é que a lentidão do metabolismo tem ligação direta com a testo, igualmente a liberação maximizada da aromatase devido ao excesso de gordura corporal.

Quando há muita gordura (adiposo branco), especialmente na parte superior do corpo, a aromatase é ainda mais estimulada, bem como é um agravante para a produção de citocinas inflamatórias.

Resumindo, uma reação em cadeia se inicia, pois o corpo além de criar processos inflamatórios, produz estradiol em excesso que é também um conversor de testosterona em estrogênio (hormônio feminino), trazendo ainda mais prejuízos para o homem.

 

2 – Perda de força, Diminuição de Massa e Catabolismo

Se sente fraco, cansado, lento? Pode ser baixa testosterona!

Entre os sintomas de baixa testosterona, estão também a redução na força (Sarcopenia), seja para as demandas do dia a dia e principalmente para treinar.

Calma aí: Sarcopenia é coisa de velho! (sentimos muito, não é mais).

O estilo de vida moderno está adoecendo a população através do sedentarismo e hábitos nutricionais péssimos.

E como uma coisa leva a outra, a testosterona reduz níveis circulantes gradativamente, e quando isso ocorre ainda sofre interferência de um excesso de cortisol, processos catabólicos e redução de massa (hipotrofia) passam a acontecer em homens jovens.

 

3 – Dificuldade em construir de MassaMagra

Embora outros hormônios tenham responsabilidade na construção de massa, é a testosterona a maior responsável.

Lembramos que a testosterona é um andrógeno que influencia em quase todos os tecidos, favorecendo, inclusive, o balanço nitrogenado positivo.

No entanto, não apenas isso, pois a testo vai influenciar também para a mineralização no músculo, captando sais minerais como potássio, fósforo, cálcio.

Então, se você está treinando, mas suas taxas de testo estão baixas, você pode não construir músculos e pode ainda perder massa.

 

4 – Não tem desejo, vontade e até evita o sexo

Entre os sinais e sintomas de baixa testosterona, certamente esse é um que faz soar o alerta.

A falta de libido e até mesmo problemas de ereção (perda de potência)  são sintomas que a Sociedade Brasileira de Endocrinologia, pontua como sendo a busca por consultas médicas.

E geralmente são problemas relacionados à baixa testosterona, que se não tratados levam a infertilidade.

 

5 – Mau humor, insônia e irritabilidade

A testosterona baixa afeta o corpo em diferentes aspectos e campos, inclusive no sistema nervoso do homem. Ela pode impedir o sono e pior, tornando recorrentes quadros de insônia.

Em homens mais velhos, conforme especialistas em endocrinologia da Universidade Estadual Paulista (UNESP), até mesmo a depressão está diretamente relacionada à diminuição deste hormônio.

Igualmente, a irritabilidade, quando surge de repente, tem relação com desregulagem de hormônios, especialmente a testosterona.

Além desses sintomas de baixa testosterona, podemos citar também:

    • Redução de massa óssea, especialmente em homens mais velhos;
    • Organismo mais resistente à insulina;
    • Problemas de memória de cognição;
    • Doença pulmonar.
    • Calvície;
    • Redução de pelos corporais.

Lembramos que existem formas naturais de aumentar a testosterona, através de suplementação e remédios.

Recomendamos este texto para saber mais sobre como aumentar naturalmente a testosterona:

10 dicas para Aumentar a Testosterona Naturalmente

Enfim, vimos aqui o que é e os principais sintomas de baixa testosterona. Relacionamos os 5 sinais mais evidentes de que esse hormônio pode estar muito baixo no seu corpo.

Reforçamos que esse hormônio é essencial para crescer massa e consequentemente hipertrofiar músculos e é claro, uma consulta médica é o ideal para saber exatamente como estão os níveis hormonais no organismo.

Por último, se este post lhe ajudou de alguma maneira, lembre-se de compartilhar e é claro enviar perguntas sobre o assunto se ainda tem dúvidas.

 

Referências

BORBA, Vinicius José de Andrade. Et al. Uso de testosterona e seus derivados por atletas. Revista Científica Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento. Ano 05, Ed. 08, Vol. 04, pp. 82-95. Agosto de 2020.

DAVIS, S. et al. Testosterone for low libido in postmenopausal women not taking estrogen. New England Journal of Medecine, Boston, v. 359, n. 19, p. 2005-2017, 2008.

FISHMAN, J. The making of Viagra: the biomedicalization of sexual dysfunction. In: CLARKE, A. et al. (Ed.). Biomedicalization: technoscience, health and illness in the U.S. Durkham: Duke University Press, 2010

 

Salvar

...VEJA TAMBÉM...



Whey Protein Growth Chamada Grupo Whats

2 COMENTÁRIOS

  1. Sensacional…Parabéns pela matéria.
    Realmente, vejo diversas pessoas definhando suas vidas porque estão desreguladas na parte hormonal. Inclusive casamentos que se acabam por conta disso, em ambos os lados.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui