17 out

Cafeína pode ajudar nos Treinos (entenda como e porque) + Suplemento

Cafeína pode ajudar nos treinos entenda como e porque!

O café é uma das bebidas preferidas dos brasileiros e com razão, aquele aroma delicioso é irresistível e nada melhor do que um cafezinho para dar aquele ânimo de manhã ou durante a tarde, mas talvez o que você ainda não saiba é que este velho amigo tem uma qualidade a mais porque a cafeína pode ajudar nos treinos.

É isso mesmo além de ajudar a ter mais pique para aguentar o dia de trabalho ou as aulas, o café, ou melhor a cafeína tem sido objeto de pesquisas na área da performance esportiva e vem mostrando resultados muito interessantes.

Gostou da notícia? Parece uma bênção poder juntar o útil ao agradável para dar aquela turbinada na hora de pegar mais pesado na academia ou para quem prefere atividades ao ar livre como uma boa corridinha, a cafeína será uma boa aliada.

 

Por que a cafeína pode ajudar nos Treinos?

 

Todo mundo já sabe que a cafeína estimula o nosso sistema nervoso central e ajuda na nossa concentração nos dando mais clareza e disposição, se ela nos favorece ficarmos mais atentos e dispostos, temos então já a primeira ação facilitadora para a cafeína poder ajudar nos treinos.

Esta ação da cafeína servirá para melhorar o rendimento durante os exercícios, o que é muito importante, pois sem disposição não se vai longe não é? E claro que temos a ciência comprovando!

Em um estudo de Kalmar e Cefalleri foi observado que com o consumo da cafeína houve uma diminuição da fadiga durante o exercício físico, já Helou observou que a cafeína age auxiliando na lipólise (quebra de gorduras).

Mas estas não serão as únicas utilidades da cafeína para turbinar os treinos, estudos realizados por outros pesquisadores ao redor do mundo constataram muitos outros benefícios da cafeína para quem pratica atividades físicas.

Confira:

# Diminui a sensação de cansaço muscular durante o treino

# Potencializa a resistência física e mental

# Tem ação termogênica, aumentando a queima de gorduras e ajudando na perda de peso

# Facilita a lipólise ( quebra das gorduras)

# Diminui a dor muscular

# Facilita a absorção do cálcio ajudando na contração dos músculos

# Ajuda a liberar adrenalina e noradrenalina, hormônios que preparam o corpo para a prática dos exercícios físicos

# Ajuda no transporte dos carboidratos para os músculos

# Auxilia os músculos se recuperarem para treinos posteriores

# Potencializa o ganho de massa muscular

Por todas as razões mencionadas e observadas pela ciência é que podemos afirmar que a cafeína pode ajudar nos treinos desde que bem utilizada.

 

A Cafeína não está só no Café

 

Existem bebidas que tem boa concentração de cafeína além do café e no chocolate amargo, meio amargo e ao leite ela também é encontrada, veja a lista:

# Café torrado, instantâneo, expresso, descafeínado (apesar do nome tem baixo teor de cafeína)

# Chás mate, preto, verde

# Refrigerantes tipo cola, guaraná ( baixo teor)

# Bebidas energéticas

# Chocolates amargo, meio amargo e ao leite ( sendo o amargo com maior concentração)

# Cacau

# Achocolatados

 

Como consumir a Cafeína para Treinar

 

A orientação pode ser para que se tome uma xícara de café antes do treino por exemplo como também pode ser para que se use um suplemento em cápsula.

A suplementação é mais indicada em casos de atletas que precisam desempenhar maior performance em treinos puxados e competições, já para frequentadores de academia vai depender de cada caso, daí a necessidade do profissional adequado para prescrever.

O suplemento certamente é mais prático mas tem que ser usado com cautela por causa dos seus efeitos estimulantes assim como o consumo do café e outros alimentos com cafeína não pode ser exagerado, tanto o suplemento quanto o café se mal utilizados trarão consequências. Fica a dica!

Whey Protein GrowthWhey Protein Growth

Leia também:

Café corta o efeito da Creatina? Mito ou Verdade?

Conheça os Benefícios do Bulletproof Coffee: o Café à Prova de Balas

Café no Pré Treino: 4 razões para você tomar Café antes de ir Treinar!

ECA ( Efedrina + Cafeína + Aspirina ): Para que serve, benefícios, colaterais

A recomendação da dosagem do suplemento levará em conta a quantidade do café e outros alimentos com cafeína consumidos, também levará em consideração o peso de cada um e a atividade física realizada, além claro das condições individuais de saúde.

O uso do suplemento de cafeína há alguns anos atrás foi suspenso para os atletas em competições em todos os países do mundo porque era considerado dopping, porém esta posição mudou e hoje já é utilizada novamente desde que seja numa dose permitida pelo comitê anti-dopping.

É importante salientar que quando o organismo se acostuma com o uso da cafeína, o efeito pode entrar em declínio em casos onde este consumo dura um longo período, por essa razão apenas deverá ser usada quando necessário, então dia sem treino, dia sem suplemento também.

 

Cafeína no Pré Treino

 

Para garantir que a cafeína tenha efeito estimulando o desempenho esportivo durante os exercícios e por ser de rápida absorção tendo o seu pico de 15 a 45 minutos após a ingestão, é recomendado que seja consumida entre 30 a 60 minutos antes das atividades.

Desta maneira evitará o cansaço, estimulará a concentração, diminuirá a dor muscular e agirá como termogênico ajudando a acelerar o metabolismo para o gasto energético.

Para atletas que buscam um maior ganho de músculos, a recomendação é para que seja consumida no pós treino devido a sua ação de ajudar no transporte da glicose para os músculos e assim auxiliar na recuperação dos mesmos.

É recomendado e necessário consultar um nutricionista, pois este profissional poderá orientar corretamente a necessidade de cada um e mostrar como a cafeína pode ajudar nos seus treinos.

 

Efeitos Colaterais da Cafeína

 

Apesar de ser natural e como tudo que é consumido em excesso, a cafeína poderá causar efeitos que poderão ser perigosos como estes:

  • Gástricos: diarreia, enjoo, vômito, dores de estômago, refluxo.
  • Sistema nervoso: agitação, insônia, ansiedade, tremores
  • Sistema cardiovascular: hipertensão, arritmia cardíaca, palpitações, parada cardiorespiratória
  • Convulsões

Obviamente que estes efeitos acontecerão quando a quantidade de cafeína extrapola os limites aceitáveis pelo organismo que seria até no máximo 400 mg de cafeína/dia ou 3 xícaras de 150ml de café, não esquecendo que existem outros alimentos com cafeína, por isso muita calma nesse consumo.

O importante é ter bom senso e boa orientação para consumir a cafeína seja como alimento ou suplemento.

 

Quem não deve usar a cafeína para treinar?

Se você tem problemas como gastrite, refluxo, úlcera, problemas cardíacos e hipertensão, já sabe que a cafeína não é boa para você.

Pessoas com problemas estomacais como os citados acima não devem consumir a cafeína porque ela aumenta a produção do ácido gástrico e terão uma piora nestes quadros.Quem tem hipertensão arterial também não deve usar a cafeína porque ela tem ação estimulante o que pode levar a uma alta na pressão.

 

Onde encontrar o suplemento de cafeína?

 

Seja qual for a escolha do consumo e a orientação, se você faz atividade aeróbica ou anaeróbica e não tem nenhum problema de saúde, tem agora o conhecimento de como e porque a cafeína pode ajudar nos treinos para uma melhor performance com menos cansaço, mais concentração, maior ganho de massa muscular e perda de peso.

Na Growth Supplements vários suplementos com este elemento estão disponíveis para ajudar homens a melhorar o aporte de massa.

Use este recurso a seu favor! Conheça a cafeína da Growth, Cápsulas com 210mgCápsulas com 420mg.

 

Se você gostou deste artigo, compartilhe! Não seja egoísta querendo guardar conhecimento só para você, seus amigos também merecem saber…

Até a próxima!

 

Referências

HELOU, T; et. al: INFLUENCIA DA CAFEINA NA LIPÓLISE E METABOLISMO DA GLICOSE DURANTE UMA AULA DE CICLISMO INDOOR.Revista Brasileira de Nutrição Esportiva, São Paulo. v. 7. n. 39. p.185-191. Maio/Jun. 2013.

KALMAR,M.J; CEFARELLI,E: Caffeine: A Valuable Tool to Study Central Fatigue in Humans. Exercise and Sport Sciences Reviews: Issue 4- p143-147. Oct 2004.

SILVA, M.S. Os efeitos da cafeína relacionados à atividade física: uma revisão. EFDeportes.com, Revista Digital. 2003.

Elisa Celina Berezoski dos Santos,, Fabiana Eufrasie de Oliveira Ribeiro, Rafaela Liberali ; COMPORTAMENTO ALIMENTAR PRÉ-TREINO DE PRATICANTES DE EXERCÍCIO FÍSICO DO PERÍODO DA MANHÃ DE UMA ACADEMIA DE CURITIBA – PR . Revista Brasileira de Nutrição Esportiva, São Paulo. v. 5. n. 28. p. 305-316. Julho/Agosto. 2011. ISSN 1981-9927 .

Rafael Annunciato , Rodrigo Mello , Tatiane Vanessa Oliveira de Faria , 1 1 1 João Batista Marcelino , Antonio Coppi Navarro; SUPLEMENTAÇÃO AGUDA DE CAFEÍNA RELACIONADA AO AUMENTO DE FORÇA .Revista Brasileira de Nutrição Esportiva, São Paulo. v. 3. n. 18. p. 508-517. Nov/Dez. 2009. ISSN 1981-9927.

 






DICAS RELACIONADAS


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Ir para o topo

Copyright© 2018 Dicas de Treino.