Piridoxina – O que é, para que serve, Benefícios, Como Tomar

O que é Piridoxina, para que serve, beneficios
Whey Protein Growth
Whey Protein Growth
Whey Protein Growth
Whey Protein Growth

Piridoxina é o mesmo que Vitamina B6, faz parte do complexo B e deve ser adquirida totalmente da alimentação e suplementação.

Todos sabemos que o complexo B integra muitos elementos fundamentais para a saúde humana.

Entre esses estão 9 micronutrientes, como Tiamina, Niacina, Riboflavina, Ácido Pantotênico, Biotina, Ácido Fólico, Cobalamina e a Piridoxina.

Todos, sem exceção, são essenciais para manter a saúde, ainda mais quando a pessoa é ativa. Entretanto, cabe a Vitamina B6 uma ampla funcionalidade.

Pois é a piridoxina que interage, na maioria dos casos, com outras enzimas para formar assim diversas reações metabólicas e enzimáticas.

Como dito, devemos prover ao organismo a vitamina B6, mas como conseguir piridoxina na dieta?

No que ela influencia e porque é necessário suplementar, serão alguns dos temas abordados neste artigo.

 

Para que serve Piridoxina

 

Piridoxina ou vitamina B6 é uma entre as vitaminas do complexo B, sendo que é essencial para que ocorra o processo de conversão de proteínas e gorduras em energia.

Existe tamanha dependência entre piridoxina e proteínas, tanto que se uma pessoa ingerir muitas fontes proteicas, precisa também consumir mais vitamina B6.

Sua primordial função de coenzima é providencial para que a catalização de aminoácidos entre esses leucina, prolina e isoleucina.

Igualmente cabe a piridoxina a síntese de outros neurotransmissores, como a serotonina e dopamina, para que ocorra de forma contínua.

Piridoxina tem ainda a função de decompor glicogênio no organismo, e como sabemos tanto o glicogênio hepático como o muscular precisam estar disponíveis quando músculos são requisitados com mais ênfase.

A vitamina B6 é ainda muito recomendada para prevenir e tratar anemia, porque é ela que interfere na quantificação saudável de hemáceas.

E, quanto mais equilibrado a quantidade de hemácias, melhor a transmissão do ferro no organismo.

A cútis também é beneficiada, porque quanto mais equilíbrio interno a elasticidade da pele também melhora.

 

Benefícios da Piridoxina

 

Piridoxina é essencial para muitas funções como já vimos, entretanto, vale pontuar e explicar seus benefícios para adultos e crianças como segue nos tópicos abaixo.

 

#1 – Como coenzima é a Melhor

Vale salientar que a capacidade co-enzimática da piridoxina é gigante e totalmente necessária para que várias enzimas trabalhem.

Dentre os sistemas, o nervoso é um dos maiores beneficiários desta vitamina.

 

#2 – Fortalece o Sistema Imune

O sistema imunológico é totalmente dependente da dieta e adequação da vitamina B6.

Creatina Growth
Creatina Growth
Creatina Growth
creatina Growth

É necessário permanentemente nutrir o corpo com diferentes vitaminas e neste contexto a piridoxina é a coadjuvante para melhorar a absorção destas.

Ou seja, a Vitamina C e outras do complexo B são pouco efetivas sem a inclusão da piridoxina.

 

#3 – Traz efeitos positivos para a Pele

Desde evitar problemas como acne e seborréia, até providenciar proteção a agentes nocivos, a vitamina B6 é a mais recomendada para cuidar da pele.

 

#4 – Ajuda no metabolismo de Nutrientes

Metabolizar lipídeos e carboidratos de forma completa, é necessário para evitar engordar, desenvolver colesterol e triglicerídios.

A piridoxina tem essa função e quando certa no corpo interfere para manter o peso.

 

#5 – Melhora a função Cerebral

Inúmeros benefícios traz a piridoxina para a função cerebral pois é ela quem ajuda na produção de dopamina e serotonina – ambas cruciais para o bem estar mental.

Podemos destacar seu poder para:

  • Amenizar convulsões;
  • Aliviar dores crônicas ligados ao SNC – sistema nervoso central;
  • Tratar quadros de depressão;
  • Melhorar a memória;
  • Evitar Parkinson.

 

#6 – Fortalece a Musculatura

Todas as fontes de piridoxina naturalmente disponíveis em alimentos e suplementação, são providenciais para nutrir músculos.

Evitando assim ruptura de fibras e amenizando o impacto de lesões, caso ocorram.

Além desses benefícios, piridoxina também é fundamental para:

  • Auxiliar em casos de infertilidade;
  • Abrandar sintomas na gravidez como náuseas;
  • Ajudar na digestão;
  • Otimizar o funcionamento do aparelho cardiovascular;
  • Fortalecer unhas e cabelo;
  • Diminuir sintomas pré menstruação.

 

Piridoxina engorda?

 

Em suma, a resposta para essa pergunta é não. Contrariamente, a falta desta vitamina no organismo poderá interferir no peso elevando-o.

Quando uma pessoa tem depressão, por exemplo, a probabilidade de também estar com os níveis de piridoxina baixo é maior.

Sabe-se que muitas pessoas que sofrem com a depressão engordam. Logo, existe confluência entre carência de vitamina B6, depressão e aumento de peso.

 

Cloridrato de Piridoxina para que Serve?

 

Grande parte dos remédios são oferecidos em forma de cloridrato.

Porque são bases mais “puras”, digamos, da substância principal usada no remédio.

No caso do Cloridrato de Piridoxina, temos uma maior concentração da vitamina, sempre hidrossolúvel, ou seja, dissolvidas em água e por isso chegam rapidamente ao intestino, sistema circulatório e tecidos.

A metabolização é rápida, igualmente a excreção de saldos via aparelho urinário.

Cloridrato de Piridoxina é muito usado para prevenção, ainda mais quando uma pessoa está exposta a alguns fatores, como:

  • Seguindo uma dieta com restrição de alimentos;
  • Dietas pobres, pouco nutritivas;
  • Ajuda em casos de eclâmpsia;
  • Quando sofre de alguma doença crônica;
  • Para grávidas ou que amamentam.

Sabe-se ainda que em muitos tipos de doenças o organismo acaba debilitado por perder vitaminas e não conseguir no tempo hábil.

Assim sendo, Piridoxina passa a ser um suporte importante para melhorias rápidas.

Casos como o alcoolismo, febre prolongada, distúrbios no metabolismo, queimaduras e mesmo infecções virais, precisam de um olhar mais apurado porque denigrem os níveis de vitamina no corpo.

Logo, a piridoxina entra como uma solução para aumentar os níveis vitamínicos.

 

Cloridrato de Piridoxina Dimenidrinato

 

Neste caso, existe uma composição orgânica medicamentosa com objetivos bem específicos.

A fórmula mencionada neste tópico é a substância ativa e que resulta no conhecido Dramim, porém, com adição de vitamina B6.

Neste caso, a tolerância do organismo aos efeitos colaterais é maior, já que os sintomas negativos, normais do fármaco ao ser consumido, também ficam reduzidos.

Como dito, usa-se Cloridrato de Piridoxina Dimenidrinato é muito eficiente nos casos de:

  • Cinetose ou enjoo do movimento;
  • Vômitos e náuseas quando se está grávida;
  • Enjoos comuns nos casos de radioterapias;
  • Situações de enjoos antes de cirurgias e também após;
  • Quadros de doenças que provocam náuseas como a labirintite.

Composição Piridoxina

Piridoxina é a forma natural da Vitamina B6  e está presente em muitos medicamentos como:

  • Injeções de Citoneurin;
  • Defatig;
  • Frutoplex modo oral;
  • Combiron;
  • Gerivix.

Há no mercado também dezenas de suplementos com vitamina B6, inclusive multivitamínicos.

Esses podem ser consumidos mediante indicação de um médico, pois é a pessoa certa para dizer se precisa ou não suplementar com piridoxina.

Entretanto, suplementos inteligentes devem ser consumidos por esportistas de um modo natural, bem como pessoas que seguem dietas restritivas como veganos e vegetarianos.

 

Piridoxina com Extrato de Gengibre

 

Até agora reforçamos como a piridoxina ajuda a amenizar enjoos em diferentes momentos. Com a inclusão do extrato de gengibre, essa performance aumenta ainda mais.

Esses dois elementos juntos são providenciais para que a metabolização hepática seja otimizada, especialmente melhorando a secretação de aminas (dopamina e outras) e proteínas naturais do corpo.

O gingerol do gengibre tem efeito antiemético sobre o cérebro, sendo assim, um importante aliado para amenizar quadros de enjoos, inclusive recomendado para gestantes.

Conforme a  Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia – FEBRASGO, 1000mg de gengibre (diariamente) associado a piridoxina podem ser usados com segurança, mas sempre com supervisão de um médico.

 

Cloridrato de Piridoxina – Dramin

 

Dramin é um medicamento tradicional para resolver problemas com enjoos proveniente de diferentes situações.

É indicado também quando a pessoa sente vertigens ou está vomitando sem causa aparente.

Outras situações em que o uso de Dramin é indicado, por exemplo são, quem está prestes a sair para uma viagem de carro, barco ou avião. Sente vertigens devido a labirintite, tem muita tosse e esta leva ao vômito, etc.

p posts=”26644″ name=”Vitamina B6 – O que é, para que serve, Alimentos e Suplementos”]

Existe em diferentes versões (gotas, comprimidos e injetável) e atende diferentes públicos, desde crianças até adultos, inclusive gestantes.

Situações que por algum motivo causam enjoos são tratadas com Dramin e com êxito graças a Piridoxina e também a sua ação super rápida. Normalmente em 15 minutos os efeitos positivos do remédio já surgem.

 

Efeitos Colaterais

 

Normalmente Piridoxina é bem tolerada, contudo, não se descarta alguns efeitos colaterais que desaparecem com a descontinuação do uso. São eles:

  • Sensação de frio e às vezes de muito calor;
  • Muito sono;
  • Canseira;
  • Elevação nos níveis de ácido fólico.

Pessoas alérgicas a algum medicamento que contenha piridoxina devem evitar consumir, da mesma forma mulheres que estão amamentando só devem usar sob orientação de um médico.

 

O que o excesso de Piridoxina pode Causar

 

Se tomar piridoxina por um longo tempo e usar doses além do recomendado, poderá desenvolver neuropatia sensorial.

Também chamada de doença dos nervos ou síndrome neuropática, nesta doença a pessoa encontra problemas para se locomover devido a dormência nos pés.

Nas mãos ocorreM contrações musculares involuntárias o que também prejudica o fazer diário.

Se uma mulher que amamenta tomar piridoxina em dose alta terá como consequência a diminuição do leite ou até mesmo cessamento.

 

Como tomar Piridoxina

 

Vitamina B6 sendo usada como suplemento, padrões entre 40 mg até 180 mg diariamente são recomendados.

Porém uma dose precisa deve ser definida levando em consideração vários aspectos, como idade, sexo, hábitos alimentares, etc.

Se existe comprovação de deficiência, doses que oscilam entre 100 mg até 300mg parecem surtir bons efeitos.

Piridoxina é recomendado para quem enfrenta problemas com álcool, conforme mencionamos acima.

Assim sendo, uma dose diária de até 50mg é bastante indicado e pode ser estendida para até 30 dias, sem danos ao organismo.

Agora,  quando usamos o Dramin, por exemplo, e no caso de evitar enjoos, 30 minutos antes de embarcar é o ideal.

Para outras situações (maiores que 12 anos) a posologia recomenda doses de 50 mg até 100 mg de 4 em 4 horas pode ser usado. É importante não ultrapassar 400 mg por dia.

 

Para completar este artigo sobre Piridoxina é importante deixar claro que caprichar na dieta, incluindo alimentos fonte de vitamina B6 é essencial para não ser acometido pela falta.

Entre as fontes de vitamina B6, podemos citar:

  • Carnes: suína e de gado;
  • Ovos;
  • Leite;
  • Banana;
  • Aveia;
  • Batata inglesa;
  • Levedo de cerveja;
  • Abacate;
  • Nozes.

 

Você gostou deste artigo? Achou interessante saber mais sobre Piridoxina?

Ficamos felizes por isso. Sendo assim, compartilhe este texto na sua rede social preferida!

 

Referências

NRC (National Research Council). Dietary Reference Intakes: for Thiamin, Riboflavin, Niacin, Vitamin B6, Folate, Vitamin B12, Pantothenic Acid, Biotin, and Choline. Washington: National Academy Press, 2000.

Harvey, Richard A. & Champe, Pamela C. Bioquímica Ilustrada. 2.ed. Porto Alegre: ARTES MÉDICAS, 1996.

Vannucchi H, Chiarelo PG. Biotina e ácido pantotênico. In: Cozzolino SMF. Biodisponibilidade de nutrientes. Barueri: Manole, 2005.

 

...VEJA TAMBÉM...



Whey Protein Growth

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui