30 nov

Quem tem Pedra nos Rins pode tomar Creatina? (todo cuidado é pouco)

Quem tem pedra nos rins pode tomar creatina?

A creatina é um aminoácido encontrado na carne vermelha e peixes, mas também em forma de suplementos esportivos. É muito utilizado por atletas profissionais e amadores e muito já se discutiu sobre os efeitos da creatina nas funções renais, sabe-se atualmente que pessoas saudáveis podem se beneficiar dela, mas será que quem tem pedra nos rins pode tomar creatina?

No Brasil a creatina já foi proibida pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) devido a pesquisas realizadas na década de 90 não terem evidenciado benefícios ou segurança no uso do suplemento.

Alguns estudos mais atuais acharam resultados diferentes, pois  obtiveram evidências de que este aminoácido favoreceu um aumento de aproximadamente 20% de creatina no músculo.

Mas apesar destas evidências para a performance esportiva, ainda há dúvidas em relação a segurança.

No entanto médicos concordam que quando é utilizada por um curto período e na dose adequada  não há perigo para o organismo de pessoas saudáveis.

Quer saber mais sobre o uso deste suplemento e se quem tem pedra nos rins pode tomar creatina? Então continue lendo, vamos tentar esclarecer suas dúvidas!

 

Como age a Creatina no Organismo

 

Além de ser encontrada na carne e no peixe, a creatina também é produzida no organismo pelo fígado, pâncreas e rins, após ser produzida ela se converte em fosfocreatina ou creatina fosfato, ficando então estocada na massa muscular e lá servirá como fonte de energia.

Quando estamos praticando exercícios intensos, a fosfocreatina é convertida em ATP que é uma molécula responsável por carregar energia para dentro das células.

Nossos músculos consomem energia mesmo quando estamos em repouso, por isso consumimos ATP continuamente, deste consumo de energia vai gerar um metabólito que é a creatinina que após ser produzida cai na corrente sanguínea e será excretada pelos rins na urina.

A creatinina serve como um marcador da creatina, ou seja quanto mais creatinina sobrar na corrente sanguínea , a creatinina que é como um lixo metabólico e sobrecarregará os rins, esta é uma das razões que levam as pessoas a questionarem se quem tem pedra nos rins pode tomar creatina.

 

O que diziam os estudos sobre a Creatina

 

Antes de falarmos sobre os estudos atuais, falaremos um pouco sobre a má fama que a creatina acabou ganhando anteriormente.

Na década de 90, estudos não apontavam eficácia e nem segurança para o consumo do suplemento de creatina e muito se deve ao fato de uma famosa revista europeia (L’EQUIPE) ter divulgado que a creatina era responsável por causar danos aos rins, dando margem a creditar ao aminoácido o surgimento de pedras renais.

Nessa época a creatina foi apontada como prejudicial à função renal e também danos hepáticos, foi até mesmo atribuído a ela o risco de morte, pois pesquisadores relacionaram o uso do suplemento com a morte de três atletas de luta greco-romana.

No entanto anos mais tarde descobriu-se que o suplemento de creatina não era o responsável pela morte destes lutadores, pois apenas um deles consumia o suplemento, porém já corria pelo mundo a má fama da creatina e por esta razão a sua utilização foi proibida no Brasil e outros países.

Mas com o avanço da ciência e de novos estudos formou-se outra opinião e o suplemento voltou a poder circular pelo Brasil e pelo mundo.

Atualmente no Brasil, a creatina é um dos suplementos mais consumidos por atletas e por frequentadores de academia.

 

O que dizem os atuais estudos sobre a creatina?

 

Pesquisadores da Escola de Educação Física da Universidade de São Paulo que fizeram uma avaliação em esportistas que consumiram 10 gramas de creatina diariamente por 60 dias evidenciaram que nenhum dos participantes apresentou danos nos rins.

Vale ressaltar que a dose considerada segura é de 3 gramas do suplemento por dia por um período máximo de 3 meses.

Os pesquisadores consideraram que a preservação dos rins dos participantes da pesquisa se deu pelo fato de o suplemento ter sido utilizado por um curto período e também pela boa qualidade do suplemento escolhido.

Em experimentos realizados pelo Laboratório de Fisiologia da Universidade Federal de São Paulo evidenciaram que o suplemento favorece a uma melhor performance em exercícios de força e esportes de explosão como corridas.

É preciso salientar que não são todos os estudos que evidenciam melhora para o desempenho físico para quem usa o suplemento, pois parece depender de cada indivíduo.

Muitas pesquisas continuam sendo realizadas para evidenciar os efeitos deletérios da creatina para os rins seja em curto ou longo prazo.

O que se sabe até agora é que os resultados apontam que a suplementação com creatina é danosa para quem já tem alguma doença renal pré existente ou que fazem uso de medicamentos neurotóxicos.

Whey Protein GrowthWhey Protein Growth

Esses estudos precisam ser mais profundos , mas é possível independente deles responder se quem tem pedra nos rins pode tomar creatina ou não.

Alguns cientistas acreditam que a creatina não cause danos nos rins para pessoas saudáveis, mas os médicos alegam que os estudos que existem não são muito consistentes, por isso têm cautela para liberar o uso do suplemento para quem é saudável e não permitem o uso para quem apresenta alguma patologia dos rins.

 

Como se deve tomar a creatina?

 

Para quem é saudável a primeira providência é passar por uma consulta nutricional para poder ajustar o suplemento a alimentação, pois deve-se adequar a quantidade das proteínas da dieta com a dose de creatina, pois se ultrapassar os níveis seguros de proteína diária acabará sobrecarregando os rins.

Atletas que buscam hipertrofia podem passar dos limites porque além da proteína da dieta, usam outros tipos de suplementos proteícos como o whey protein.

Há casos ainda em que os atletas fazem dietas hiperproteicas como a Dieta Dunkan e ainda utilizam os suplementos proteicos e a creatina, nestes casos os riscos de sobrecarga renal são altos. Já houveram casos que foram noticiados pela mídia em que fisiculturistas amadores foram levados a danos renais ou a morte devido só uso indiscriminado de suplementos.

A creatina pode ter um uso seguro sem causar danos se for administrada com responsabilidade, sem excessos por quem é saudável.

A dose segura não deverá ultrapassar 5gramas por dia, por 3 meses, segundo a ciência não há evidências suficientes que possam comprovar a segurança do consumo do suplemento por um longo período.

Leia também:

Café corta o efeito da Creatina? Mito ou Verdade?

CREATINA – O que é, para que serve, benefícios, função, colaterais e como tomar

O que é Creatina Monohidratada, para que serve, ingestão e seus efeitos

Devo tomar a Creatina Antes ou Depois do Treino? Qual o melhor horário?

O que é o Durateston, para que serve, benefícios, efeitos e como tomar

O que é a Trembolona, para que serve, benefício, efeitos colaterais e como tomar

É preciso ressaltar que o efeito no aumento da massa muscular com a creatina é passageiro, o que vai manter os músculos pós creatina serão os exercícios e a alimentação, pois não se pode usar creatina pelo resto da vida a menos que se queira por em risco a saúde dos rins.

Para ficar claro os médicos não recomendam o uso da creatina para quem tem pedra nos rins, pois mesmo que já tenha sido tratado o problema o risco de prejudicar os rins será muito alto.

Para quem quer ganhar músculos e tem pedras nos rins, uma alimentação balanceada, com alimentos adequados no pré e pós treino é o melhor caminho, pois desta maneira conseguirá manter o funcionamento dos rins sem riscos.

Mas para atletas saudáveis que tenham um acompanhamento com o nutricionista e respeitam as doses diárias os riscos são praticamente nulos segundo a ciência.

 

Para quem esta em busca de Creatina de qualidade…

Se você é saudável e já passou no nutricionista e quer uma creatina de qualidade, comprar diretamente do fabricante é muito mais vantajoso, especialmente para garantir a idoneidade do produto, e óbvio melhor preço.

Sites também disponibilizam o produto, no entanto os valores normalmente são altos e dificultam o consumo para ciclos.

Na Growth Supplements é possível encontrar um suplemento ímpar em qualidade e com valores 40% mais baratos. Clique aqui e confira!

 

Esperamos que tenham gostado do post e tenham esclarecido suas dúvidas a respeito se quem tem pedra nos rins pode tomar creatina.

Não esqueça de compartilhar !

Até a próxima!

 

Referência

COOPER, Robert et al. Creatine supplementation with specific view to exercise/sports performance: an update. Journal of the International Society of Sports Nutrition, v. 9, n. 1, p. 33, 2012.

 






DICAS RELACIONADAS


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Ir para o topo

Copyright© 2018 Dicas de Treino.