14 jan

Quer emagrecer? Desvende alguns mitos sobre o emagrecimento.

O verão está aí e todos os anos a história se repete. Com a corrida pela eliminação de peso, espalham-se receitas da dieta da proteína, da Lua, do tipo sanguíneo, do abacaxi, da sopa… Vale tudo! Quem nunca tentou uma delas na esperança de se livrar do excesso de peso? Porém, Já percebeu que o termo ‘ioiô’ aparece tão associado à palavra ‘dieta’? PORQUE DIETA ENGORDA! Um estudo da Universidade de Columbia, nos EUA, apurou que, depois de perdermos peso, as áreas do cérebro responsáveis pelo desejo de recompensa estão mais ativas do que as responsáveis pelo autocontrole; e os níveis do hormônio grelina, responsável pela sensação de fome, ficam 20% mais altos. Enquanto isso, os níveis hormonais de leptina, que inibe o apetite e aumenta a taxa metabólica, descem abaixo do normal. Portanto, NÃO FAÇA DIETAS! APRENDA A SE ALIMENTAR CORRETAMENTE. Comer equilibradamente e os alimentos certos, sem passar fome, é missão para o resto da vida.

O carboidrato sempre foi considerado vilão nas dietas de emagrecimento. Pois saiba que ninguém consegue viver sem ele, que é a principal fonte de energia do organismo. Sem carboidratos, o corpo perde o pique e o cérebro fica lento feito uma lesma. O problema não é com ele, e sim com os excessos cometidos graças a um trabalho de desinformação de muitos fanáticos por dietas! Ingira BONS carboidratos (frutas, hortaliças e grãos integrais) e restrinja os carboidratos RUINS (os altamente processados, em sua maior parte, dos quais todas as fibras foram eliminadas). Estudos revelam que, ao diminuirmos o consumo dos carboidratos simples, a resistência à insulina começa a diminuir. A menor ingestão de carboidratos processados melhora a química do sangue, resultando definitivamente na diminuição dos níveis de triglicérides, colesterol e causando como consequência o emagrecimento. Portanto, para emagrecer, faça refeições ingerindo carboidratos com fibras com baixo índice glicêmico.

Pular refeições para emagrecer é uma prática errada e arriscada, porque o organismo se readapta a estocar gordura a fim de tolerar esses períodos sem alimentação. Ou seja, quem faz jejum acaba acumulando mais gordura. O jejum prolongado (de ficar dias sem comer) faz a pessoa perder peso, mas prejudica a saúde e leva à perda de massa muscular. Quando volta a se alimentar, a pessoa engorda mais do que o normal, pois o organismo foi treinado para manter grandes reservas energéticas a fim de se prevenir de um novo período de jejum.

Comer à noite NÃO engorda. É claro que à noite o metabolismo é mais lento. É importante comer alimentos de fácil digestão como legumes, sopas, sucos, frutas. Não importa que hora do dia você coma, é o quanto come durante todo o dia que faz ganhar ou eliminar peso.

Beber durante as refeições: pode ou não pode? Muitas vezes ouvimos que consumir líquidos durante as refeições faz mal e que aumenta a barriga. Será? Na realidade, não existe consenso científico sobre esse tema. Embora evitar o consumo de bebidas durante o almoço ou o jantar seja o ideal, o hábito de tomar uns goles entre uma garfada e outra não está condenado. Se você gosta de beber algo, dê preferência à água, e não mais do que um copo pequeno (200ml) para não diluir o suco gástrico completamente, comprometendo o processo digestivo. O mais adequado é se hidratar durante todo o dia, bebendo muita água e sucos naturais, preferencialmente sem açúcar. Portanto, o que vale é o bom senso!

Muitos indivíduos creem que suar emagrece, mas é comprovado cientificamente que o suor não tem nenhuma relação direta com a queima de gordura! Por isso, SUAR NÃO EMAGRECE E PODE ATÉ DESIDRATAR. Ao suar o indivíduo perde somente água e sais minerais, e não gordura! Ingira líquido antes, durante e após atividades físicas para manter o corpo hidratado. Tome água, água de coco, sucos, chás e caldos leves. Além disso, coma saladas e frutas que também contêm sais minerais.

Whey Protein GrowthWhey Protein Growth

Está comprovado: ter uma bela, relaxante e revigorante noite de sono ajuda a emagrecer. Essa foi a conclusão de vários estudos, sendo que o maior deles, realizado pela Case Western Reserve University, em Cleveland, nos EUA, levou 16 anos para ser concluído e contou com a participação de 68 mil mulheres. Durante o estudo, as insones ganharam, em média, 2,4 quilos mais do que as que descansavam regularmente – o que resultou em um volume extra de 7,2 quilos em dez anos. Outro estudo, dessa vez apresentado pela American Thoracic Society International, EUA, mostrou que mulheres com noites maldormidas, mesmo comendo pouco, ganham mais peso do que as que dormem bem. O que acontece é que a privação do sono eleva os índices do hormônio do stress (cortisol), que, além de aumentar a fome, faz o organismo acumular gordura, principalmente na região abdominal. O cortisol também acelera os batimentos cardíacos, aumenta a pressão arterial e o nível de açúcar no sangue, o que leva a predisposição para doenças como diabete. Durante o sono, há liberação de leptina, um hormônio natural que tem a função de inibir o apetite. Ele age para que não sintamos fome por muitas horas, diminuindo o risco de haver interrupções no descanso. Mas a produção dele cai se você vai tarde para a cama ou dorme pouco. Isso detona o gatilho da fome na mesma noite e também durante o dia. Na falta de leptina, há maior produção de grelina, um hormônio produzido pelas células de gordura que aumenta a vontade de comer de tudo. Quem tem dificuldade para dormir ou levanta várias vezes da cama pode ter deficiência de GH (hormônio do crescimento), o que resulta em desequilíbrio na proporção de gordura (para mais) e massa muscular (para menos), pois ele é responsável pelo aumento do tônus muscular, melhora o desempenho físico e inibe o acúmulo de células adiposas no organismo. O pico de produção acontece na fase de sono profundo. Portanto, PRIORIZE SUAS NOITES DE SONO!

A água é fundamental para o funcionamento do corpo humano e também pode ser a solução e prevenção de problemas como intestino preso, celulite, problemas renais, acnes e outros. E PODE AJUDAR DE ALGUMAS MANEIRAS NO EMAGRECIMENTO. Uma pesquisa recente feita por especialistas da Universidade da Virginia, EUA, mostrou que beber dois copos de água em torno de 30 minutos antes de cada refeição pode fazer você comer menos e assim emagrecer. Homens e mulheres acima do peso ou até mesmo obesos, com idade entre 55 e 75 anos foram divididos em dois grupos. Metade dessa gente foi orientada a seguir uma dieta de baixa ingestão calórica e BEBER ÁGUA ANTES DO CAFÉ DA MANHÃ, ALMOÇO E JANTAR. O restante adotou o mesmo regime alimentar, porém sem recorrer aos goles de água. Depois de 12 semanas, o primeiro grupo havia perdido em média 15,5 quilos — um sucesso comparado aos 11 quilos do outro. Ao tomarmos água, a leptina e o PYY, dois hormônios envolvidos no controle da saciedade, são liberados pelo estômago. A leptina atua no próprio estômago, enquanto o PYY é produzido no momento em que a água chega ao intestino. São eles os responsáveis por enviar a mensagem de que estamos satisfeitos ao cérebro, que ao receber essa informação, se contentará com pratos menos fartos. Pesquisas mostram que ingerir 10 COPOS DE ÁGUA GELADA POR DIA PODE GERAR UM GASTO CALÓRICO DE ATÉ 200 KCAL. Esta queima seria por causa da termogênese, ou seja, o corpo precisa gastar energia para aquecê-lo. Mas não pense que esta é a solução para seus problemas! É preciso lembrar que a água, por si só, não é capaz de exterminar os quilos indesejáveis.

 

“Não existe milagre! Para que o emagrecimento seja efetivo, a prática de exercícios físicos regulares e a adoção de uma alimentação saudável e equilibrada também precisam ser levadas em conta”.

 

Salvar






DICAS RELACIONADAS


17 comentários em “Quer emagrecer? Desvende alguns mitos sobre o emagrecimento.

  1. Muito boa a matéria.
    Tenho problemas com ansiedade e estresse. Também não tenho uma boa noite de sono a muto tempo. Não sei porque não consigo dormir bem, acordo diversas vezes durante a noite e acordo extremamente cansada, até mais cansada do que a hora que fui dormir.
    Enfim… estou lutando contra a balança, minha alimentação é super regrada, como muitas frutas, verduras, legumes, alimentos integrais, evito refrigerante, fritura, fast food, faço academia, mas não emagreço!! Minha gordura é prenominante no abdômen, e apesar de não aparentar (visualmente falando) meu índice de gordura corporal é altíssimo.
    Não sei mais o que fazer, já pensei até a recorrer a inibidores de apetite!!
    Existe algum tratamento, alimento, medicação ou milagre (rs) para amenizar os efeitos do cortisol?

    1. Olá, Ná! Se a sua alimentação é regrada, vc não precisa recorrer a inibidores de apetite, concorda?! Para controlar a liberação do cortisol, procura controlar a ansiedade e o estresse, principalmente. Experimente praticar yoga ou fazer alguns exercícios respiratórios, de alongamentos e relaxamento antes de dormir, e também ‘esvaziar’ a cabeça, ou seja, evitar levar os problemas para a cama. Comer logo depois de acordar e após o exercício também é indicado. Que eu saiba a Glutamina em conjunto com a Vitamina C ajudam a reduzir o catabolismo que o cortisol gera, mas cuidado também com o overtraining, faça exercícios de forma correta e com intensidade suficiente, mas evite ficar horas treinando na academia. Um treino para ser eficiente não precisa durar mais do que 45 minutos, no máximo 1 hora. Se sua série está muito longa divida-a em vários treinos, trabalhe diferentes grupos musculares em dias alternados. Evite o consumo de estimulantes como a cafeína, presente no café, guaraná em pó e alguns energéticos, principalmente no fim da tarde e à noite. Só mais uma coisa: não é somente o cortisol que fará com que vc engorde. Engordar envolve vários fatores, talvez haja mais alguma coisa que esteja atrapalhando o seu emagrecimento. Abraços

  2. Ótimo texto Renata! Estou reeducando minha alimentação e fazendo caminhada acelerada intercalando com trote 6x por semana. O instrutor da academia onde estou sugeriu o uso do termogêncio Termogenic Liquid da Probiótica. O que vc acha? Estou 30 kg acima do meu peso ideal mas não tenho nenhum problema de saúde fora a obesidade. Obrigada!!!

    1. Olá, Geruza! Não recomendo o uso de termogênicos industrializados, que possuem cafeína em excesso ou alguma outra substância proibida, como a efedrina. Vc pode conseguir o efeito termogênico na alimentação: café, chá verde, guaraná em pó, gengibre, canela (uso todo dia no meu café com leite, amo!), pimenta vermelha, água gelada, kiwi, laranja amarga, hortelã, vegetais fibrosos, etc. Outra coisa, os termogênicos, geralmente, aumentam apenas 5% do gasto calórico. Então, o ideal é priorizar os exercícios físicos e seguir uma alimentação equilibrada. O que irá ajudá-la a emagrecer é a sua própria atitude, que parece estar no caminho certo, reeducando-se nos principais pilares do emagrecimento: reeducação alimentar, exercícios físicos e controle emocional. Para ajudar o seu metabolismo a dar uma acelerada, acrescente à sua rotina algo chamado de atividade termogênica sem exercício (conhecida pela sigla em inglês Neat). São movimentos de baixo impacto que ativam o metabolismo, tais como mexer no jardim, varrer casa, cozinhar, passear com o cachorro, subir escadas, fazer sexo, ou seja, MOVA-SE O MÁXIMO POSSÍVEL DURANTE O DIA. A musculação também é importante, pense nessa possibilidade. E o principal: FORÇA, FOCO E DETERMINAÇÃO. VC É CAPAZ! Tenha paciência que vc consegue! E procure focar nais no seu bem estar, na sua saúde do que no emagrecimento em si, pois ele é consequência de um estilo de vida saudável. Abraços

  3. Qual alimentos é recomendável pro café da manhã? Muitos dizem que fruta não sustenta, outros que pão engorda. Não sei de mais nada. Caminhada ajuda? Tem algum outro exercício recomendado?

    Abraços e parabéns pelo post. ^^

    1. Olá, André! Já que vc tem muitas dúvidas sobre alimentação, o ideal é que vc procurasse um nutricionista. No café da manhã recomenda-se a ingestão de carboidratos (pão integral, batata doce, inhame), proteínas (leite/iogurte/requeijão desnatado, queijo, presunto magro/peito de peru), gorduras (já tem nos alimentos proteicos e no pão, às vezes eu como castanhas, nozes, avelãs, amêndoas que tb têm gordura boa – insaturada), vitaminas e minerais (frutas, legumes e verduras). É claro que a quantidade é individual e só vc e um nutricionista podem saber! Para emagrecer, não há exercício recomendado, TODOS são recomendados, porém, o melhor é aquele que vc sente prazer, se sinta bem. O importante é se mexer, buscar uma alimentação equilibrada e gerenciar o estresse e as emoções. Abraços

  4. Boa tarde, eu tenho dezessete anos e a algum tempo começei a tomar anticocepsional tem cerca de quase dois anos e apos o uso deste medicamento não consegue emagrecer faço academia a dois anos e dieta sempre e não emagrecço perco cerca de 2 ou 3 kilos mas nada que me satisfaça preciso perder 7 kg e com a mesma frequencia que emagreco engordo como faço pra emagrecer e não ganhar com tanta rapidez ?
    Por favor me de dicas preciso muito emagrecer nao estou feliz do modo que estou e gostaria muito de perder pelo menoss 7 kg… Lembrando não tenho tireoide e nem nada do genêro so genetica de meu pai que e forte.

    1. Olá, Hingrithy! Infelizmente, não há dicas milagrosas nem segredos para emagrecer. E as pílulas modernas não engordam. Provavelmente, vc está ingerindo mais calorias do que gastando e o aumento de peso pode ter ocorrido pelo excesso de calorias ingeridas, mas não pelo uso contínuo da pílula. Para alguns médicos, o ganho dos (poucos) quilinhos pode estar relacionado ao estrógeno ou à progesterona, componentes do anticoncepcional que podem aumentar o apetite ou causar retenção de líquido nos primeiros meses, e em apenas 15% dos casos. Se vc acha que é a pílula que contribuiu com o seu aumento de peso, peça ao seu médico para trocá-la. O ideal seria vc consultar um nutricionista e fazer uma reeducação alimentar, pois dieta só fará vc ficar no efeito sanfona. O certo é aprender a se alimentar e não fazer dieta. Procure também fazer um treino com qualidade, pois “fazer academia” não significa treinar sério, de verdade. Peça ao seu professor para elaborar um treino em forma de circuito e faça esse treino com vontade, dê o melhor de si. Reflita se vc não “belisca’ guloseimas fora de hora, às vezes ingerimos um monte de calorias consumindo um docinho aqui, outro ali, e nem percebemos. Vc ainda é super jovem, está com o metabolismo a mil. Com alimentação e treino adequados, tenho certeza que vc atingirá o seu objetivo. Bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Ir para o topo

Copyright© 2018 Dicas de Treino.