Respiração Vs. Treino

Whey Protein Growth
Whey Protein Growth
Whey Protein Growth
Whey Protein Growth

Respiração Vs. TreinoJá imaginou que sua capacidade física pode estar reduzida pela metade, somente pela má respiração? Quando executamos nossos exercícios levamos em conta a série, a carga, o ritmo das repetições, tempo de descanso, etc. Contudo, um fator muito importante que temos que aprender a controlar e utilizar, é a respiração.

O oxigênio é primordial à nossa existência, pois dele produzimos energia para manter nossas atividades. A respiração que pode ser através da boca, nariz ou pele é fator primordial em nossas atividades físicas. Respirar de forma correta ou não, pode significar um ganho ou uma redução no seu desempenho.

Além da demanda energética, a respiração correta dá suporte para a coluna vertebral proporcionando mais estabilidade, isso acontece porque a pressão intra-abdominal é elevada pela contração da musculatura abdominal, do diafragma e dos músculos intercostais. Mas para que isso ocorra, você precisa saber a hora certa de inspirar, expirar ou travar a respiração, é o que vamos entender agora.

Temos então alguns tipos de respiração, são elas:

1. Continuada ou também chamada de Livre: é quando respiramos sem nos preocuparmos com a hora certa de respirar, simplesmente respiramos. Provoca troca de gases de forma constante e é bastante indicada para iniciantes, já que estes tem muitas coisas para prestar atenção e teriam baixa intensidade de treino. É uma boa técnica, porém seu uso constante pode prejudicar sua performance;

2. Ativa-Eletiva ou simplesmente ativa: menos indicada ao aluno iniciante, sendo muito utilizada em exercícios de força dinâmica, como os de hipertrofia tradicionais. Inspiramos na fase concêntrica e expiramos na fase excêntrica;

3. Passiva-Eletiva ou Passiva: também indicada a alunos que já passaram da sua fase de iniciação. Utilizada em treinos de força, potência, hipertrofia e também muito aplicada em gestos desportivos como saques de tênis, arremessos, chutes, etc. Esse tipo de respiração possibilita uma compressão na cavidade abdominal que facilita a respiração e promove maior estabilidade na coluna;

4. Bloqueada, apeia ou manobra de valsava: esta é a mais complexa, devendo ser aplicada com precisão, já que a oxigenação do sangue não pode parar. Quando a respiração é bloqueada o retorno venoso fica diminuído e a pressão sanguínea se eleva. Com esse aumento de pressão também fica aumentada a sobrecarga cardíaca, exigindo que o coração desenvolva maior pressão para ejetar o sangue, tornando o trabalho cardíaco mais difícil (FLECK; KRAEMER, 2006). Mcardle et al (2011), relata que essas respostas representam um perigo potencial para indivíduos com doença cardiovascular.

Existe a hora certa de utilizar esse tipo de respiração, mas cabe ao educador físico explicar e incentivar, principalmente os iniciantes, a criar um padrão contínuo de respiração durante as séries do exercício, evitando, assim, a realização da manobra de valsalva (TEIXEIRA; GUEDES JR., 2010)

Importante deixar claro que esse tipo de respiração se torna inevitável em exercícios com intensidade igual, ou superior, a 80% de 1RM (SOUZA; ET AL, 2012).

Acredito que a respiração deva ser instruída e controlada quando necessário, contudo, o aluno tem que se sentir confortável com determinada técnica de respiração empregada. Com a proporção de 1 ciclo respiratório para cada repetição haverá oxigenação constante e o desempenho será ótimo. Para a maior parte dos alunos de uma academia, que não treinam em alta intensidade, que me perguntarem como respirar a resposta será a mesma que Teixeira e Guedes Jr. (2010) descreveram, “simplesmente respire”.

 

Referências Bibliográficas

SOUZA, N. S. de et Al. Respostas e adaptações cardiovasculares ao treinamento resistido dinâmico, artigo 2012.

TEIXEIRA, C.V.L.S.; GUEDES JR. D.P. <b>Musculação: perguntas e respostas: As 50 dúvidas mais frequentes nas academias. São Paulo. Editora Phorte, 2010.

 

Salvar

...VEJA TAMBÉM...



Whey Protein Growth Grupo DT

2 COMENTÁRIOS

  1. Olá meu nome é Talita, tenho 17 anos e descobri hoje o site, estava procurando como fazer a realização correta dos exercícios, pois na minha academia não possuo instrutores muito bons. Já malho a 10 meses, utilizando suplemento há dois meses, dieta e tudo, mas não percebo mudanças no meu corpo, é desmotivador quando você malha há um certo tempo vê as pessoas da sua academia que muitas vezes nem malha tão correto, não cuida da alimentação tendo um ganho e você na mesma :/ mas não vou desistir.
    Gostaria de saber a opinião do senhor, sobre qual poderia ser meu problema, será que estou fazendo algo errado? E também gostaria de saber se para ocorrer a hipertrofia é necessário no dia posterior do treino você sentir dor, por exemplo ontem malhei pernas e glúteos na hora que estava malhando senti muita dor, quase chorei kk mas hoje não esta tão dolorido como outras vezes ficava, os glúteos estão um pouco mas a perna não, isso significa que meu treino não serviu? Ou não é necessário sentir essa dor após o treino . Desde já muito obrigada por estar disponibilizando esse espaço para tirarmos nossas dúvidas, o senhor está de parabéns.

    • Olá Talita, que bom que gostou do artigo. Antes de tudo, senhor não… rsrs.. Tenho 28 anos ainda =P
      A sua estagnação pode se dar por inúmeros motivos… falta de evolução nas execuções e cargas… falta ou excesso de estímulos tanto na dieta como no treino… sono… estresse.. falta de um acompanhamento adequado… são muitos os motivos de uma possível estagnação, teria que avaliar tudo o que gira em torno de vc….
      A dor pós treino pode ocorrer ou não.. normalmente ocorre sim, mas o fato de sentir dor não quer dizer que o treino não serviu… Com o passar do tempo você vai melhorando e ficando mais forte e resistente, com isso vem a evolução DO TREINO que, se nao acontecer da maneira correta, acaba atrapalhando seu desenvolvimento…

      Espero ter ajudado.. qualquer coisa entre em contato!!

      Bons treinos ;)

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui