12 Sintomas do Cansaço Crônico (Como tratar e Suplemento Adequado)

Sintomas do Cansaço Crônico (Como tratar e Suplemento Adequado)
Whey Protein Growth
Whey Protein Growth
Whey Protein Growth
Whey Protein Growth

O cansaço crônico também é conhecido por síndrome da fadiga crônica (SFC), e se encontra no cenário das chamadas síndromes funcionais, como: síndrome do cólon irritável, da Guerra do Golfo, da sensibilidade química múltipla, fibromiálgica, miofascial, dentre outras.

A história da síndrome da fadiga crônica começou no início dos anos 1980, onde séries de casos descreveram uma doença com sintomas semelhantes aos efeitos tardios de uma infecção viral, manifestando-se por fadiga e evidências serológicas de infecções prolongadas.

O diagnóstico vigora desde o fim da década de 1980, e é investigado até hoje em países como Inglaterra, Estados Unidos e Canadá. No entanto, nenhum teste específico pode comprovar, mas podem ser usados para compor evidências e excluir outras condições.

Portanto, como o cansaço crônico atinge milhares de pessoas e pode ser acarretado por sono ruim, má alimentação, falta de exercícios ou até mesmo uma doença, é preciso atenção. Por isso, vamos esclarecer neste texto informações precisas sobre a síndrome da fadiga crônica, os sintomas, tratamentos e suplementos que podem ser aliados para este problema.

 

Quais as possíveis causas e os fatores de risco do cansaço?

 

Ainda não se tem o que causa a síndrome da fadiga crônica, embora existem inúmeras teorias que vão desde infecções até estresse psicológico.

A hipótese que mais aceitam sobre o que causa o cansaço crônico é uma combinação de fatores, como:

 

Infecções Virais

Geralmente muitas pessoas desenvolvem o cansaço crônico depois ter tido uma infecção viral, como gripe, resfriado, sinusite… Porque mesmo que a infecção vá embora, ela deixa alguns sintomas em seu rastro.

 

Problemas no Sistema Imunológico

O sistema imunológico de quem possui esse cansaço em excesso é mais enfraquecido do que o de pessoas saudáveis.

 

Desequilíbrios Hormonais

As quantidades dos níveis de hormônios de quem possui a síndrome da fadiga crônica são anormais na corrente sanguínea.

Além desses possíveis causadores, há alguns fatores que são capazes de aumentar o risco de ocorrência do cansaço crônico, como por exemplo: a idade (pois é mais comum em pessoas com acima de 40 anos), gênero, (as mulheres são as mais afetadas), e o estresse (rotina de trabalho estressante e relações íntimas e familiares).

 

Quais os sintomas do do Cansaço Crônico?

 

A síndrome da fadiga crônica ou o cansaço crônico apresenta sinais e sintomas oficiais, mas alguns pacientes podem apresentar ainda sintomas diferentes, como febre, irritabilidade e até mesmo confusão. Entretanto, o principal deles é o que dá origem ao seu nome: fadiga.

Conheça os sintomas que são espécie de critério para determinar o cansaço crônico:

#01 – Cansaço persistente e sem que ele seja resultado de um grande esforço;

#02 – Dificuldade de concentração;

#03 – Perda constante de memórias recentes;

#04 – Oscilação de humor entre tristeza e euforia;

#05 – Estresse e ansiedade crônicos;

#06 – Sonolência diurna;

Creatina Growth
Creatina Growth
Creatina Growth
creatina Growth

#07 – Dores musculares pelo corpo sem causa aparente;

#08 – Dores nas articulações (sem evidência de artrite);

#09 – Dor de cabeça intensa;

#10 – Fadiga insuportável após esforço físico;

#11 – Inchaço nos gânglios linfáticos;

#12 – Inflamação na garganta.

 

 

O cansaço pode ser Sinal de Doenças?

 

 

Sim! Algumas doenças podem contribuir para o aumento da fadiga. Com o estresse do dia a dia e a necessidade de fazer várias coisas ao menos tempo, o cansaço crônico pode aparecer. Mas nem sempre essa fadiga quer dizer que o indivíduo esta precisando apenas descansar…

Muitas doenças podem estar por trás dessa sensação de cansaço constante. Por isso é preciso ficar atento quando o assunto é este. Então, veja abaixo as doenças que podem contribuir para o aumento da fadiga:

 

# Anemia

Essa doença ocorre devido à diminuição da hemoglobina, responsável pelo transporte de oxigênio e nutrientes pelo corpo. Por isso, a sensação de fadiga pode estar ligada a essa doença.

 

# Hipotireoidismo e Hipertireoidismo

Ambos podem causar a fadiga, porém, não da mesma maneira. O hipertireoidismo faz com que o metabolismo fique acelerado, o coração bate mais acelerado, sem qualquer atividade física. Já o hipotireoidismo acontece o contrário, a pessoa fica cansada sem fazer esforço e também pode haver mudanças no funcionamento do coração.

 

# Insuficiência Cardíaca

O coração perde a capacidade de bombear o sangue e o corpo carece oxigênio e nutrientes.

Assim, a fadiga é o principal e primeiro sintoma de doenças cardíacas como: angina, infarto agudo do miocárdio, pós-infarto, artérias entupidas, pressão alta, insuficiência cardíaca, arritmia, doenças valvulares, fibrilação atrial, entre outras.

 

# Diabete

Quando essa doença é mal controlada, também pode causar fadiga, pois o diabetes desequilibra o metabolismo e a parte do controle de líquidos do corpo, motivo pelo qual se perde líquido e consequentemente acontece a desidratação.

 

# Depressão

A falta de energia é um dos principais sintomas desta doença, sem contar, da queda de concentração, alterações do apetite e sono e pensamentos negativos constantes. Isso, porque as alterações químicas no cérebro interferem no sono, no humor e na disposição física e mental.

 

# Apneia do Sono

Esse distúrbio se caracteriza pelo fechamento repetitivo da passagem do ar pela garganta durante o sono, interrompendo a respiração por até 40 segundos. Por conta disso, essas pequenas paradas atrapalham o sono, rendendo uma boa canseira diurna.

 

# Síndrome da fadiga crônica ou Fibromialgia

A síndrome da fadiga crônica esta associada à fibromialgia, pois o quadro de cansaço não melhora nem com descanso. Logo, o principal sintoma de ambas é a fadiga, a falta de energia.

 

 

Qual o tratamento para quem sofre de cansaço crônico?

 

 

O tratamento é baseado de acordo com o histórico clínico do paciente, já que não há nenhum teste específico capaz de confirmar o diagnóstico para o cansaço crônico. Mas geralmente, o tratamento consiste em medicamentos e terapia. Confira:

 

# Medicamentos

Com os sintomas podem variar de pessoa para pessoa, muitas vezes os médicos receitam remédios para aliviar os sintomas, como antidepressivos, antivirais, analgésicos, ansiolíticos, antagonistas do cálcio, suplementos de vitaminais e minerais.

 

# Terapia

O acompanhamento psicológico é muito indicado, pois ajudará a entender os motivos pelos quais o indivíduo desenvolveu este cansaço. Além disso, recomenda-se combinar a terapia com a fisioterapia, pois exercícios leves também são eficazes.

 

 

Suplementos que podem ajudar a acabar com a Fadiga

 

 

Ter uma alimentação saudável, praticar exercícios físicos regularmente e ter uma boa noite de sono são quesitos muito importantes para manter um nível natural de energia. Porém, com o ritmo acelerado do dia a dia, nem sempre é possível fazer tudo como deveria.

Existem várias possibilidades para suprir essas deficiências, como por exemplo, fazer uso de suplementos e vitaminas que influenciam no melhoramento da vida diária.

Porém, é válido lembrar que antes de iniciar a ingestão de qualquer suplemento, é muito importante consultar um médico ou especialista para orienta-lo sobre qual tomar, a dosagem e o horário.

Por conseguinte, para ajudar a acabar com a fadiga e aumentar a energia, manter uma boa saúde, segue abaixo os suplementos que podem grandes aliados nisso. Confira:

 

# Coenzima Q10 (CoQ10)

A Coenzina Q10 é mais conhecida como ubidecarenona, um composto que auxilia o organismo a produzir energia de forma natural nas células.

O problema, é que sua produção começa a diminuir com a idade, consequentemente, a energia não é mais suficiente para crescer e manter a saúde, levando ao aumento da fadiga.

Porém, para aprimorar este processo indica-se consumir um suplemento dietético que contém enzimas. Assim, a CoQ10 além de proteger as células de danos oxidativos, ajuda a melhorar: distúrbios cerebrais, diabetes e câncer.

Alimentos como carne, peixe e nozes também são fontes dessa enzima. Mas como as quantidades desses alimentos não são o suficiente para atender as necessidades, o ideal é tomar o suplemento.

 

# Vitamina B12

Esta vitamina tem a capacidade de transformar a comida em energia, para assim as células usarem. Sem contar, que protege os nervos, células do sangue e excelente na prevenção da anemia.

A vitamina B12 está presente em alimentos como carne vermelha, peixe, proteínas animais e outros produtos que oferecem a vitamina.

No entanto, um grupo de pessoas que abrange vegetarianos, adultos com mais de 50 anos e portadores de doença celíaca, podem ter menos desta vitamina, já que o corpo não consegue absorve-la através dos alimentos.

Então, como ela desempenha um papel importante na produção de energia, recomenda-se mudar a alimentação e/ou tomar suplementos vitamínicos.

Leia também:

Vitamina B12, para que serve, benefícios, função, alimentos e suplementos

Lista de Alimentos Ricos em Ferro para complementar sua Dieta

Creatina – O que é, para que serve, Benefícios, Maleficios e Como Tomar

Hormônio do Sono (Melatonina): Benefícios em tomar para Dormir Melhor

Cafeína pode ajudar nos Treinos (entenda como e porque) + Suplemento

O que é L-CARNITINA, para que serve e como ela pode ajudar na Perda de Peso

 

# Ferro

Geralmente quem começa a se sentir muito cansado, logo já pensa em anemia. Pois é, o ferro é quem ajuda na formação da hemoglobina, ou seja, sem os níveis de ferro, os glóbulos não conseguem transformar oxigênio para os tecidos. I

sso resulta na anemia, que causa a fadiga e falta de energia. A falta desde mineral geralmente aparece em pessoas veganas, grávidas e aqueles que acabam perdendo muito sangue.

Para ajudar nesta missão, o suplemento de ferro é o mais aconselhável. Também, comer alimentos riscos em ferro, como: espinafre, carne bovina, fígado, feijão, peru e chocolate amargo, ajudarão a manter um nível normal desse mineral no organismo.

 

# Creatina

A creatina mantem um nível estável de energia na célula e fornece energia rápida e disponível quando o corpo necessita. Portanto, o suplemento contém composto que alerta e previne a fadiga e depressão.

Alimentos como carne vermelha, frango e peixe são ricos em creatina, e quando combinados com carboidratos de alto índice glicêmico, como o açúcar da uva, a absorção torna-se bem melhor.

 

# Citrulina

A citrulina vem da palavra latina melancia, porque na melancia é onde se encontra o mais alto nível de citrulina. Sua função é produzir óxido de nitrogênio no corpo, expandindo os vasos sanguíneos, aumentando os nutrientes, e fornecendo oxigênio as células. Com isso, aumenta a energia e diminui a fadiga.

Ela pode ser encontrada tanto na forma de suplemento, como nos alimentos: abóbora, pepino, abobrinha e melão.

 

# Melatonina

A melatonina é um hormônio secretado no corpo quando estamos no escuro, ou seja, um grande do sono. Entretanto, seu nível pode ser diminuído e causar insônia, fadiga e baixa energia, quando há exposição excessiva a luz azul no escuro.

Então, para aqueles que não conseguem dormir e estão procurando uma alternativa, pode utilizar pílulas ou suplementos e também ingerir alimentos como banana, cerejas, aveia, tomates e abacaxis, pois são ricos em vitaminas que ajudam na produção da melatonina.

 

# Tirosina

A tirosina produz substâncias cuja função é enviar mensagens para o cérebro. A falta dessa produção diminui a concentração e a energia. Por isso, mesmo o organismo produzindo-a naturalmente, a tirosina é encontrada em alimentos ricos em proteínas, com frango, ovos e laticínios.

 

# Cafeína e Teanina

A cafeína é utilizada por muitos por fornecer energia de forma rápida ao corpo. Além de ser encontrada em forma de suplemento, alimentos como café, chá e chocolate auxiliam no aumento da energia.

O fator preocupante é que depois de um pico do consumo de cafeína, vem à queda de energia. Mas estudos relatam que a combinação de cafeína e teanina melhoram a memória e o tempo de reação, diminuindo a fadiga física e mental.

Leia também:

Vitamina B12, para que serve, benefícios, função, alimentos e suplementos

Lista de Alimentos Ricos em Ferro para complementar sua Dieta

Creatina – O que é, para que serve, Benefícios, Maleficios e Como Tomar

Hormônio do Sono (Melatonina): Benefícios em tomar para Dormir Melhor

Cafeína pode ajudar nos Treinos (entenda como e porque) + Suplemento

O que é L-CARNITINA, para que serve e como ela pode ajudar na Perda de Peso

 

# Chá Verde

O chá verde, muito conhecido por auxiliar na perda de gordura é também um grande aliado quando o assunto é a falta de energia.

Por conter polifenóis e catequinas na sua composição, ele reduz a formação de radicais livres no organismo, protegendo as células destes compostos.

Logo, ajuda na função cognitiva, aumentando a concentração e capacidade de raciocínio.

O chá verde pode ser encontrado tanto na forma de suplemento (em cápsulas), como em pó e em folhas.

 

L-Carnitina

A L-carnitina é outro suplemento que acelera o metabolismo e promove uma maior produção de energia. A carnitina atua diretamente nos tecidos, aliviando a fadiga física e mental e promovendo a diminuição de massa gorda.

 

 

Para finalizar…

Concluímos que a fadiga persistente preocupa a ciência, inclusive aquelas que duram pelo menos seis meses, afetando a qualidade de vida.

O cansaço excessivo é um pedido de socorro ao organismo, então, vencer a fadiga é fundamental para superar os desafios do dia a dia.

Não podemos esquecer também que com a correria do dia a dia, a maioria das pessoas acabam esquecendo-se de ter uma alimentação saudável, praticar exercícios físicos e consequentemente ter um bom sono.

Motivos que podem propiciar o cansaço crônico. Desta forma, recomenda-se manter uma vida saudável, fazer alguma atividade física regularmente, dormir bem, não se estressar, etc.

Mas caso comece a sentir os sintomas deste problema, como falta de concentração, menos energia, fadiga…

Procure um médico para saber como esta sua saúde física e mental, porque as doenças que citamos, por exemplo, podem gerar o cansaço excessivo.

Contudo, a notícia boa é que tem tratamento e até mesmo suplementos para ajudar a livra-se da fadiga.

 

...VEJA TAMBÉM...



Whey Protein Growth Grupo DT

1 COMENTÁRIO

  1. Sensacionais as matérias de vc’s, não é só maromba, tem muita informação científica e de alta qualidade para melhora da vida e saúde como um todo… Parabéns!

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui