6 diferenças entre o Treino do Homem e da Mulher (fique ligado)

Diferenças entre o Treino do Homem e da Mulher
Whey Protein Growth
Whey Protein Growth
Whey Protein Growth
Whey Protein Growth

Diferenças entre o treino do homem e da mulher, será que existe. Quais seriam?

Não precisamos consultar nenhum guru para sabermos que homens e mulheres são fisiologicamente diferentes, a começar pelo volume de massa.

Mulheres tem massa de volume menor em relação ao homem, e isso já é uma diferença importante na hora de escolher o tipo de treino.

O homem busca, em 98% dos casos, aumento de massa e hipertrofia, especialmente na região superior do corpo.

Culturalmente mulheres querem mesmo é definição nos glúteos, coxas e panturilhas, e não que isso não seja prioridade também para o sexo oposto, contudo, acreditam que bíceps volumosos lhe farão mais atraente.

Mas, o que é importante de fato, quando falamos em diferenças entre o treino do homem e da mulher? O que deve ou não ser feito por ambos?

Leia este artigo que falaremos sobre isso e muito mais!

 

O mais importante entre as Diferenças

 

Com ossos menos pesados e com mais gordura corporal, mulheres normalmente treinam com menos carga e intensidade.

Como a maioria dos homens buscam hipertrofia, às vezes sem se importar tanto com um pouco de gordura aqui ou ali, apostam em programas que envolvam cargas maiores, porém recuos em repetições e intensidade estendida.

Entretanto, o organismo de ambos, tem reações e momentos peculiares, e isso se pode perceber mais na mulher, por exemplo.

Quando ela está no período menstrual, ocorrem modificações na secreção de hormônios, 4 na verdade, que são:

    1. Hormônio Estrógeno;
    2. Hormônio Progesterona;
    3. Hormônio Luteinizante (LH);
    4. Hormônio Folículo Estimulante (FSH).

Além disso, o ciclo menstrual ainda modifica a força e disposição da mulher conforme acontece.

Ou seja, antes de menstruar, normalmente 3 ou 4 dias, percebe-se que sua força até cresce, inclusive a mulher sente grande disposição para o treino.

Porém, quando está no período lúteo, menstruada propriamente, decréscimos de força e disposição são aparentes.

Isso, por si só, é um grande diferencial entre mulheres e homens quando o assunto é programa de treino.

Contudo, ainda temos que abordar a questão da testosterona, que como deve saber, é um dos hormônios mais importantes para força muscular e que é muito superior no homem.

 

Diferenças entre o Homem e da Mulher e tal da Testosterona

 

Testosterona é um hormônio típico do homem. Graças a ela, a transformação de menino para um adulto, com todas as características é possível.

Acredita-se que mais de 150 funções orgânicas e fisiológicas dependem deste hormônio, entre elas estão o engrossamento da voz, aumento de pêlos, desenvolvimento de órgãos sexuais, etc.

O crescimento muscular também tem ligação direta com essa hormona,  que justifica porque o sexo masculino se preocupa tanto em aumentar a testosterona.

Homens podem ter até 15 vezes mais testosterona que  mulheres e é aí que a diferença entre o treino do homem e da mulher fica muito evidente.

E essa diferença atribui-se a quantidade de força dispensada por ambos. Algumas pesquisas apontam em torno de 20% ou mais de poder de força para homens.

Creatina Growth
Creatina Growth
Creatina Growth
creatina Growth

Treinos que envolvam modalidades como velocidade e deslocamento de pesos são vantajosos para homens, porém, mulheres tendem a ser mais flexíveis graças a estrutura do quadril mais largo.

Há ainda várias situações em que se deve ponderar a diferenças entre o treino do homem e da mulher, mas sobre isso, falaremos nos próximos tópicos. Acompanhe!

 

6 diferenças entre o Treino do Homem e da Mulher

 

#1 – Questões Emocionais e Psicológicas

Não apenas a anatomia que diferencia homens e mulheres, pois emocionalmente e no modo de conduzir a vida ambos se distinguem.

A princípio, mulheres são mais dinâmicas e fazem relações psicológicas entre todos os fatos da vida. Para um homem, o pensamento e a ação se assemelha a caixas (uma para cada coisa).

Assim sendo, quando ambos estão se exercitando, é muito comum a  mulher se sentir desconfortável se alguém a observa.

Logo, ambientes com espaços especiais femininos podem lhe favorecer no treino, ainda mais na musculação.

Ainda sobre a mulher, percebe-se que ele compete consigo mesma, buscando a auto-superação incisivamente.

O homem não se preocupar se alguém o observa enquanto treina, existe, até certo ponto, necessidade de mostrar como supera a carga, que ele próprio insiste em ser cada vez maior.

 

#2 – Uniformidade no Programa de Treino

O treino uniforme e que trabalha mais partes do corpo ao mesmo tempo é recomendado para mulheres.

Até mesmo porque desejam tonificação muscular, porém com harmonia estética.

Algumas esportistas, como halterofilista, poderão optar pelo trabalho por grupo muscular, afinal desejam a hipertrofia máxima que o corpo permitir.

Já, homens normalmente treinam pensando em manipular um grupo específico e fazendo alternâncias em cada período.

Afinal, gostam de peitorais e costas grandes e “poderosas”.

 

#3 – Tempo de Recuperação são bem Diferentes

Uma diferença entre o Treino do Homem e da Mulher se refere ao tempo de recuperação pós-treino.

Em atividades que envolvam alta intensidade, percebe-se que a mulher se recupera com mais rapidez.

Isso é um bom motivo para que elas também necessitem de intervalos menores de descanso antes de começar outra série.

Alguns especialistas e coachs esportistas dizem que uma mulher pode até se irritar quando precisa esperar para prosseguir em outro exercício durante o seu treino.

Assim sendo, é possível aproveitar essa brecha de tempo de recuperação menor para propor séries de exercícios que estimulem mais.

 

#4 – O quanto pode render em cada sessão de Treinamento

Sem ser repetitivo, deve-se focar no rendimento para entender a diferenças entre o Treino do Homem e da Mulher.

Homens, por vezes, gostam de extrapolar no trabalho de determinado grupo, logo aumentam o número de repetições e de séries.

Afinal, o crescimento muscular não lhes causa aversão alguma ao físico maromba.

Contudo, para mulheres, um músculo demasiadamente preponderante pode afetar-lhe a autoestima, porque não tinha como intenção hipertrofiar a tal ponto.

Dessa forma, é preciso instruir o treino feminino de tal maneira que a mulher se sinta segura quando precisar render um pouco mais na série.

Pois, sem a quantia de testosterona igual ao homem, acreditar que poderá destoar alguma parte do corpo e por isso regredir no treino é um temor incabível.

 

#5 – Periodização

No treino de musculação, a periodização é de suma importância para ambos.

Ainda se deve levar em conta variações e funcionalidades de cada organismo dentro do mesmo gênero.

Seja ela no macrociclo, mesociclo ou microciclo, cada objetivo deverá ser definido, posto em prática e posteriormente avaliado.

Não se pode conferir os mesmos objetivos para homens e mulheres, já que, mais uma vez, ambos dependem de condições hormonais.

 

#6 – Suplementação e Dieta

Outra diferença entre o Treino do Homem e da Mulher, inclui observar tipos de suplementação e dietas.

Mesmo que muitos digam que mulheres podem consumir os mesmo suplementos que homens, isso não é totalmente verdade.

O homem, mais uma vez ele…, tem um esteróide anabólico dentro de si, sim ela a testosterona. Enquanto que esse pré-requisito não pertence às fêmeas.

Com esteróides sintéticos, as chances de ganho de massa e shape grande são bem maiores entre o público masculino, que também são menos atingidos com efeitos colaterais (no longo prazo) pelo uso dessas substâncias.

Mulheres precisam ser cautelosas – tanto no uso de esteróides – como também na dieta.

Sim, a dieta do homem e da mulher que treina é diferente, porque é normal mais lentidão no metabolismo de mulheres o que resultaria em uma maior chance de engordar.

A menos que queiram seguir no halterofilismo, devem somente usar anabolizantes recomendados para elas e seguir então uma dieta hipercalórica.

Já, em relação ao uso de suplementos comuns na musculação e outras modalidades esportivas, como Whey Protein, BCAA e em alguns casos Creatina, os dois gêneros devem seguir recomendação conforme o fabricante.

 

Para finalizar…

Como conclusão, podemos perceber que são poucas as diferenças entre o treino do homem e da mulher, entretanto, elas existem.

Vale lembrar que bom senso, respeito e dedicação servem para ambos. Além de:

  • Levar em conta objetivos pessoais (o que cada um quer para si com o treino proposto);
  • Respeitar quando existir alguma restrição tanto para homens e mulheres;
  • Aderir a treinos que proporcionem uma estética harmoniosa.

 

Gostou de ler este post? Quer compartilhar com seus amigos e amigas? Então sinta-se a vontade para tal!

E lembre-se que bons suplementos – tanto para homens como para mulheres – na Growth Supplements você encontra!

Aproveite as promoções de temporada com descontos incríveis de 40%. Clique aqui e confira!

 

Referências

Rohden F. “O homem é mesmo a sua testosterona”: promoção da andropausa e representações sobre sexualidade e envelhecimento no cenário brasileiro. Horiz Antropol. 2011.
Martin CL, Ruble DN, Szkrybalo J. Cognitive theories of early gender development. Psychol Bull. 2002.
Ay C, Tengler T, Vormittag R, Simanek R, Dorda W, Vukovich T, et al. Venous thromboembolism–a manifestation of the metabolic syndrome. Haematologica. 2007.

 

...VEJA TAMBÉM...



Whey Protein Growth

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui