09 ago

BCAA: O que é, para que serve, benefícios, função, colaterais, como tomar

BCAA O que é, para que serve, benefícios, função, colaterais, como tomar

O BCAA em pó ou em cápsula é um dos suplementos mais consumidos entre atletas, praticantes de musculação que visam ganho de massa, definição, hipertrofia e resistência nas atividades físicas exaustivas.

Faz tempo que cientistas e pesquisadores buscam interpretar a relação entre maior consumo de proteínas e melhor desempenho em exercícios de endurance.

Relatos mostram que na antiguidade (500 a. C.), o lutador Milo de Crotona, da Grécia, extremamente forte, atribuía sua alta performance a sua dieta rica em carne.

Mas, foi somente em 1.840, que o fisiologista Von Liebger, iniciou estudos consistentes que sugeriram os aminoácidos como um potencial elemento para ganho de força.

Desde então, pesquisas mais sólidas apontam BCCA’s como responsáveis para vários fins nos setores: fisiculturismo, treino de alta intensidade, hipertrofia e outros.

Em cada dose de BCAA, isolada e sintetizada, podemos suprir o organismo com 3, entre 9 aminoácidos.

Especialmente os “essenciais” (Leucina, Valina e Isoleucina) – não sintetizados com autonomia pelo organismo –  se destacam na fórmula manipulada do suplemento.

 

O que é BCAA?

 

O BCAA (Branch Chain Amino Acids), traduzido para português, quer dizer Aminoácidos de Cadeia Ramificada.

São aminoácidos essenciais (o organismo não produz e é proveniente da dieta), correspondem em torno de 35%, da quantidade total de aminoácidos presentes nos músculos.

E, embora as fontes de proteínas completas (como as carnes e grãos, por exemplo) contenham BCAA’s, pesquisas mostram que a suplementação adicional pode ser benéfica.

Para que serve o bcaa

E, uma entre as vantagens da suplementação desses aminoácidos, reside na sua capacidade de aproveitar ao máximo o período pré e pós-treino.

Durante os exercícios de endurece (alto impacto), o corpo entra em estado catabólico.

Caso o organismo não tenha nutrientes necessários para se abastecer durante o treino, ele passa a retirar os aminoácidos presentes nos músculos para suprir a demanda do corpo por energia.

Nestas condições suprir o organismo com BCAA sintetizada traz ganhos relevantes, como:

  • Mais energia,
  • Menos percepção da fadiga,
  • Melhoras na capacidade de recuperação muscular,

Entre outros.

 

Composição do BCAA

 

Aminoácidos essenciais (Leucina,Valina e Isoleucina), vitamina B6, corantes flavorizantes e aromatizantes são os componentes básicos de BCAA’s.

Sumariamente um aminoácido é uma partícula com proteína concentrada.

Na ciência, entendemos como uma molécula orgânica que contém um grupo amina e um grupo carboxila. Alguns aminoácidos também podem conter enxofre.

A forma mais importante dos aminoácidos, os alfa-aminoácidos, que formam as proteínas, têm, geralmente, como estrutura um carbono central (carbono alfa, quase sempre quiral) que se liga a quatro grupos: o grupo amina (NH2), grupo carboxílico (COOH), hidrogênio e um substituinte característico de cada aminoácido.

Os aminoácidos se unem através de ligações peptídicas, formando os peptídeos e as proteínas.

Para que as células possam produzir suas proteínas, elas precisam de aminoácidos, que podem ser obtidos a partir da alimentação ou serem fabricados pelo próprio organismo.

 

Para que serve o BCAA

 

Nos anos 80, novas pesquisas realizadas por Eric Newsholme, instigaram a relação sustentável entre o consumo de BCAA e o aumento de Tripufano – aminoácido ligado a proteína – traria ganhos relevantes as pessoas de modo geral.

Especialmente com a elevação da serotonina (neurotransmissor) influenciando assim para melhoras no bem-estar, redução da fadiga muscular e mais disposição para atividades de modo geral.

Outros segmentos proferiram pesquisas sobre o uso de BCAA como progenitor de melhorias para o sistema imunológico. Inclusive com foco em melhorar os índices em desportistas.

No entanto, entre atletas e praticantes de treinos por exemplo, a suplementação com aminoácidos de cadeia ramificada, é tida como extremamente importante.

Leia também:

CREATINA: O que é, para que serve, benefícios, função, colaterais, como tomar

WHEY PROTEIN: O que é, para que serve, benefícios, função, colaterais, como tomar

HIPERCALÓRICO: O que é, para que serve, benefícios, função, colaterais, como tomar

Principalmente na recuperação de lesões musculares, formadas durante treino de musculação e outras atividades de alto impacto.

Isso porque durante o treino, o corpo entra em estado catabólico (o catabolismo muscular é um processo no qual existe um desgaste energético muscular), ou seja, uma degradação da massa muscular.

E se o organismo não tiver os nutrientes necessários para se abastecer durante o treino, ele passa a retirar os aminoácidos presentes nos músculos para suprir a demanda do corpo por energia.

E uma das consequências desta evidência é a perda de massa muscular.

 

Benefícios do BCAA

 

Um dos principais benefícios percebidos por quem consume BCAA na forma de suplementos é sua contribuição para o ganho de hipertrofia muscular.

No próprio Encontro Anual da Sociedade Internacional de Nutrição Esportiva do ano de 2009, foram apresentados estudos que destacam este benefício.

Pesquisas com fisiculturistas que consumiram shakes de proteína conjugados com BCAA, surpreendentemente alcançaram performance muscular superior a outros impedidos da complementação com aminoácido essencial.O que é BCAA e bcaa em cápsulas

Leia também:

CREATINA: O que é, para que serve, benefícios, função, colaterais, como tomar

WHEY PROTEIN: O que é, para que serve, benefícios, função, colaterais, como tomar

No pós-treino, o BCAA, assim como qualquer outro aminoácido essencial, auxilia de forma positiva na síntese proteica, recuperando e aumentando o músculo para o próximo treino.

Também foi verificado que o BCAA melhora os níveis plasmáticos de glutamina para a recuperação pós-treino.

Mas, outros benefícios são eminentes ao uso deste aminoácido, como veremos a seguir:

  • Melhores níveis na qualidade nutricional de forma geral: mais disposição e ânimo;
  • Otimização do sistema imunológico: relevante como vimos anteriormente;
  • Absorção rápida: suplementos com BCAA não são degradados no fígado, após consumidos são assimilados pelo intestino e transferidos para os tecidos musculares;
  • Evita perdas de músculos: em decorrência da baixa atividade física, dietas para emagrecimento com baixo índice de calorias ou mesmo no aumento da idade;
  • Torna menos provável a incidência de Dor Muscular Tardia – DOMS (Delayed Onset Muscle Soreness), agravante na performance de atletas;
  • Prevenir a degradação de proteínas (proteólise) que possam trazer perdas as fibras musculares;
  • Funciona como antianabólico e anticatabólico: ambas situações que prejudicam o desempenho para quem busca a hipertrofia;
  • Age como redutor de fadiga física e mental: especialmente a Valina que proage como aminoácido que ultrapassa barreira cerebral, competindo com o tripofano.

Além disso, de acordo com o Journal of International Society of Sports Nutrition (2209), BCAA’s – com protuberância a leucina – age como redutor de apetite, em contrapartida é potente para auxiliar no emagrecimento.

 

Efeitos Colaterais do BCAA

 

O excesso de qualquer aminoácido mesmo que ligado a poucas ligações peptídicas pode trazer malefícios.

A quebra no estômago, quando desnaturada, pode causar altas doses de estresse renal, causando desconforto e náuseas.

Se não procurar um médico, o problema pode ficar grave resultando em cálculos renais decorrente do excesso de amônia nos rins.

Entre os efeitos colaterais mais salientes temos:

  • Dor de cabeça frequente;
  • Propensão a crises de depressão;
  • Dificuldades motoras;
  • Aumento da flatulência e constipação;
  • Problemas gastrointestinais (irritações);
  • Náuseas eventuais;
  • Hipoglicemia (eventualmente).

Além desses, a probabilidade de insuficiência renal é eminente, todavia outros efeitos colaterais podem se manifestar considerando as diferentes reações metabólicas entre indivíduos.

 

BCAA: para quem não é indicado

 

Mulheres que estão tentando engravidar, ou que estão grávidas, bem como nutrizes não devem consumir aminoácidos na forma sintetizada.

Crianças, idosos ou portadores de síndromes e patologias sem diagnóstico preciso também devem evitar o consumo de aminoácidos sintéticos.

Igualmente pessoas que estejam consumindo medicamentos como Ledovopa – tratamento de Parkinson – não devem utilizar este tipo de aminoácido.

Whey Protein GrowthWhey Protein Growth

Outras interações medicamentosas que devem ser evitadas correspondem a redutores de açúcar no sangue; Corticosteróides; Diazoxida e fármacos com hormônios para tratar tireoide

Existem ainda evidências que o uso concomitante de BCAA’s em pessoas que apresentam a patologia “Doença de Lou Gehring”, podem estar expostas ao agravamento da doença.

Neste caso em decorrência de outras complicações como colapso do pulmão, inclusive levando a óbito.

Além dessas situações, alcoólatras e portadores de Leucinose – doença hereditária – podem prejudicar ainda mais a saúde consumindo aminoácidos.

 

Como tomar BCAA

 

Suplementos a base de BCAA’s são comercializados em pó, líquidos, injetável ou em cápsulas.

Na versão em pó o consumo corresponde a 0,20g por quilo, distribuídos em uma dose antes do treino e outro igual após.

Em cada cápsulas a quantidade do aminoácido é de 1g, usualmente são indicadas 4 cápsulas ao dia.

Na forma injetável o recomendado são 10ml com aplicação intramuscular semanalmente

O que é e para que serve o BCAA em póO BCAA líquido deve ser administrado conforme o peso da pessoa que irá consumir, sempre observando a quantidade diária indicada.

Que aliás não devem ultrapassar 154 mg/kg diariamente.

Análises rigorosas são necessárias antes de iniciar o consumo, inclusive com avaliação médica.

Para assim compor uma sequência segura de consumo de aminoácidos deste porte.

 

Quantidade indicada para ingestão do BCAA

 

A quantidade recomendada do BCAA é variável entre pessoas, pois considera:

  • A dieta: que pode conter mais ou menos fontes naturais de BCAA’s;
  • Características pessoais (idade, sexo, estilo de vida, etc.)
  • Demanda de atividades físicas (mais ou menos intensidade e frequência);
  • Propósito com a suplementação (clinico, estético).

Pesquisas que usaram BCAA’s, passaram a recomendar espaços de valores diários que podem ser consumidos com segurança, estes entre o mínimo de 0,05 gramas por quilo até o máximo de 0,1 grama por quilo.

Todavia, o ideal é a distribuição anterior e posterior ao treino. Salienta-se que quanto maior a demanda de exercícios maior também será a sugestão de uso, e igualmente na situação contrária.

Quantidades menores também vão surtir efeito, mas para se obter um melhor desempenho e uma recuperação mais rápida, uma dosagem maior será necessária para uma maior eficiência.

O BCAA pode ser ingerido antes do treino para aumentar seu rendimento, depois do treino para interromper o catabolismo e durante o dia para diminuir ao máximo a perda de massa.

 

Melhor horário para tomar BCAA

 

O BCAA estimula a produção de insulina – que é um hormônio altamente anabólico – e com sua elevação, propicia uma ótima absorção dos aminoácidos e outros nutrientes, servindo de matéria-prima na construção dos músculos.

Assim, permite uma maior entrada de glicose nas células, dando mais energia durante os treinos.

Por esses fatores citados, entende-se porque o período ideal para se consumir os BCAA’s é antes e depois dos treinos, para pode suprir todas essas necessidades.

Porém, considerando que adultos necessitam de doses relevantes deste tipo de aminoácido, especialmente para fornecer nitrogênio a fim de auxiliar o organismo ciclar alanina e glutamina, existe a recomendação de optar por doses maiores antes dos treinos.

 

Diferença do BCAA em pó, em cápsula, líquido e injetável

 

Considerando que não há evidencias científicas para destacar um entre os formatos disponíveis de suplementos com BCAA’s, leva-se em conta a praticidade e a funcionalidade de cada modelo.

Em alguns casos, a versão líquida tem maior performance pela rápida condução e absorção.

No entanto existe a questão do paladar, o que muitas vezes sugere a preferência por cápsulas em relação ao pó.

As particularidades de cada proposta, podem ser avaliadas da seguinte forma:

# BCAA em Pó: maior concentração, mais econômico, podem ser dissolvidas em água, não contém excipientes. Como desvantagem podemos citar sua baixa capacidade de solubilidade, falta de praticidade e levemente desagradável ao paladar;

# BCAA em Cápsula: a maior vantagem é a praticidade, no entanto são adicionados excipientes para dar volume, e ainda existe o risco de perdas na qualidade, além de ser ofertado com valor mais alto que os demais;

# BCAA Líquido: prático e de rápida absorção, porém com concentração do aminoácido discutível, pode perder em qualidade pela exposição prolongada, baixa disponibilidade;

# BCAA Injetável: aplicação intramuscular semanalmente de 10ml, durante 3 meses, e posteriormente manutenção com incisões quinzenais.

Contudo deve ser prescrito por um médico obrigatoriamente.

 

Perguntas e Respostas sobre BCAA

 

Tomar BCAA com outros suplementos aumenta os resultados?

Sim! Especialmente com termogênicos, Glutamina, Creatina e Arginina percebe-se melhorias com mais significado, do que com outros do tipo Whey Protein, proteicos ou Albumina.

 

BCAA injetável é boa opção?

Sim! Primeiro pela praticidade. Pois as injeções são semanais (por 90 dias), sendo que inicialmente a dose é de 10ml. Após este período a recomendação é a aplicação a cada 15 dias.

É indicado para maiores de 18 anos, no entanto requer avaliação previa de um médico ou biomédico.

Tratamento de 3 meses e manutenção a cada 15 dias

 

BCAA prejudica os rins?

A segurança deste suplemento é superior em relação a outros, isso porque o próprio organismo humano secreta aminoácidos. Porém, o consumo exagerado pode ocasionar em sobrecarga renal.

 

BCAA engorda?

Não. O BCAA não engorda.

Os BCAAs são aminoácidos responsáveis pela construção muscular e não contém calorias, tão pouco carboidratos em sua composição (elementos que seriam responsáveis para ganho calórico).

 

BCAA emagrece?

Depende. Ele pode ajudar como agente secundário. O BCAA é apenas um aminoácido.

Para perder gordura em geral, deve-se ter em mente que o gasto energético diário deve ser maior que o valor energético total.

Resumindo, o nutricionista avaliando sua alimentação por questionários em geral vai ter em mente o cálculo de quanto você ingere de calorias diárias, e associar junto com um profissional de educação física um treino que passe quanto em calorias por dia você teve perder.

 

Tomar BCAA define?

Não. Na verdade, nenhum suplemento ou alimento gera definição. O que traz definição muscular é a associação de treino + boa alimentação, quando o número de massa magra aumenta e o percentual de gordura baixa.

 

BCAA aumenta somente a massa magra?

O BCAA como qualquer outro aminoácido essencial aumenta sim a síntese proteica.

O que acaba gerando ganho de massa muscular magra. Porém, o ganho de massa magra é decorrente do treinamento adequado com a dieta em geral.

 

É preciso ciclar o BCAA para não trazer efeitos colaterais?

Não. O BCAA, diferente de hormônios exógenos, não precisa ser ciclado, pois o corpo metaboliza o aminoácido para formação natural de uma proteína.

 

Onde comprar BCAA?

O BCAA é um suplemento mundialmente conhecido.

Justamente por isso a comercialização é viabilizada em lojas especializadas, farmácias, academias, sites na internet e até em espaços inusitados como supermercados.

Porém, comprar de fabricantes é vantajoso, principalmente para garantir um produto de qualidade, que não ofereça riscos a saúde por conter outros aditivos.

Na Growth Supplements, por exemplo, além da autenticidade, é possível encontrar BCAA em todas as suas versões, com valores muito interessantes, que chegam até 40% a menos que lojas convencionais. Clique aqui e confira!

 

 

Esperamos que o post tenha ajudado você a sanar suas dúvidas!
Passe essas informações adiante, compartilhe! 

 

 

Referências Bibliográficas

Blomstrand E, Celsing F, Newsholme EA. Changes in plasma concentrations of aromatic and branchedchain amino acids during sustained exercise in man and their possible role in fatigue. Acta Physiol Scand 1988; 133: 115-21

Blomstrand, E.; Andersson, S.; Hassmen, P. A.; Ekblom, B.;  Newsholme, E. A. Effect of branched-chain amino acid and carbohydrate supplementation on the exercise-induced change in plasma and muscle concentration of amino acids in human subjects. Acta Physiologica Scandinavica, v.153, n. 2, p.87-96, 1995;

Rogero, M. M.; Tirapegui, J. O. Aminoácidos de Cadeia Ramificada, Balanço Protéico Muscular e Exercício Físico. Nutrição em Pauta, v.83, p.28-34, 2007;

Rossi, L.; Tirapegui, J. O. Implicações do sistema serotoninérgico no exercício físico. Arquivos Brasileiros de Endocrinologia e Metabologia, v.48, n.2, p.227-233, 2004.

 




Posts Relacionados

117 comentários em “BCAA: O que é, para que serve, benefícios, função, colaterais, como tomar

  1. Texto bom mais ainda ficou com uma dúvida, tomar antes e pós-treino ok, mais quanto tempo antes para ter um efeito satisfatório 30 min 1 hr? Eu pratico atividade a 1 ano, emagreci 8 kg e agora pretendo ganhar massa, estou atualmente com 57 kg, então, pela manhã e antes de dormir eu tomo a albumina, estava tomando o whey antes e depois do treino, mais vi que no site que eu estava errada, corrigindo, tomarei só depois do treino e tomo o BCAA duas cápsulas antes e duas depois do treino e minha alimentação tá bem disciplinada, estou fazendo direito?

    1. Muito bacana o texto, e o bacana mesmo é que ele abriu um ótimo espaço para debate! Acompanho o Blog a um bom tempo e gosto de trocar ideias!

      Andreia, fui orientado pela minha nutricionista para tomar o BCAA antes e depois do Treino, 30min antes e depois logo em seguida junto com o Whey. (Na própria embalagem dos BCAAs que tomei esta descrito o tempo que deve ser ingerido antes do treino, mas uma média é de 30min).. Com relação à utilização da sua albumina, minha nutricionista também indicou tomar antes de dormir devidos sua absorção lenta e o Whey assim que finalizar o treino. Acredito que da forma que você est fazendo esteja correto, porém o ideal seria você fazer uma consulta com um Nutricionista Esportivo, pois cada individuo possui particularidades, ou seja, o que é bom pra mim pode não ser bom para você e vice-versa!

    1. João, sou magro e meu objetivo é ganhar massa muscular, e como o foco do BCAA é recuperação e construção muscular meu nutricionista orientou a tomar no pré e pós treino.. Sendo assim acredito que não tenha discriminação do uso pelo fato da pessoa ser magro..

  2. Realmente BCAA tem muitos benefícios para o ganho de massa e definição muscular. Na minha opinião é uns dos suplementos mais importantes na suplementação. E ainda tem muita gente dando muita importância a suplementos placebo e esquecendo dos suplementos importantes.

  3. Estou tomando o BCAA ,mais as vezes tomo e não vou pra academia .Gostaria de saber se tomando desse jeito pode me prejudicar ou se não faz efeito?

    1. O BCAA é um construtor muscular, e você precisa de construtores musculares todos os dias a todo o instante.. Na realidade muitos suplementos devem ser ingeridos não somente no dia de treino e sim todos os dias, independe se houver treino ou não.. Mas o interessante no seu caso é ter uma dieta prescrita por um Nutricionista, pois ele tem o papel de avaliar sua real necessidade e com base nisso dizer o quando e quais dias você deve ingerir o BCAA.

    1. Acredito que mal não vai fazer afinal o BCAA é apena uma aminoácido que vai ajudar você na construção muscular.. o problema é que o resultado do seu treino feito no dia vai pelo ralo abaixo.. :(

  4. É uma ótima substância, mas cuidado com o exagero. A atividade física, por si só, gera uma desidratação no individuo por perda de liquidos e sais na transpiração. Com o uso de forma incorreta de proteínas e/ou seus formadores, as chances de se ter um problema renal é maior, principalmente nas pessoas que possuem predisposição a adquirí-la.

  5. Muito legal, estou afim de começar uma suplementação com BCAA, mas ainda tenho um pouco de medo pois nunca tomei nada, então tenho medos dos efeitos colaterais, ou de alguma varia da P.A, pois tenho que fazer controle da minha, mas o texto e bem legal só ficou meio vago na hora do falar dos efeitos colaterais fora isso e muito bom!

  6. Olá, costumo fazer uso de bcaa antes do treino mas depois só uso whey com dextrose se passar a usar whey com bcaa terei mais aproveitamento ou posso usar todos eles juntos.

    1. Ricardo no texto possui uma pergunta que que responde sua pergunta!

      Posso utilizar o BCAA junto com Whey Protein? Até pode, mas está gastando dinheiro utilizando duas fontes de aminoácidos em uma mesma refeição. Lembrem que os aminoácidos formam uma proteína.

    1. Faço uso de BCAA, já utilizei da seguinte forma: antes do Treino BCAA junto com a L-Cartinina onde não obtive nenhum problema..

      A função dos dois são diferentes, de forma simplificada: o BCAA serve para recuperação e construção muscular e a L-Cartinina serve para que você utilize sua gordura como fonte de energia..

  7. Olá Boa Noite …. Gostei bastante da publicação, tirei minha duvida sobre o consumo do produto – PÓS TREINO mas eu queria e se possível tirar uma duvida sobre a dosagem certa …. Eu tenho 32 anos e 96 kilos, estou perdendo peso, mas quero ganhar massa muscular e força física….. bom, tenho 96kg x 0,20 g de BCAA = 19,2 g ??? Esta certo?? E quanto de dosagem de água?

    1. Segundo minha nutricionista o Café preto interfere na absorção de alguns nutrientes, por exemplo, ela pediu para não tomar café após o almoço pois o café poderia interferir na absorção da proteína ou algumas vitamisnas que eu havia ingerido..

      Particularmente eu não tomaria o BCAA junto com o café da manhã ou próximo do horario de café, tomaria ele antes do treino, mas para isso seria necessário saber (Que horas você toma café? E que horas você Treina?) para saber se existe um intervalo onde poderia ser ingerido o BCAA..

  8. Eu tomo da seguinte forma:

    Acordo e tomo whey, em seguida já vou para a academia (1h30 todos os dias);
    Volto tomo whey + bcaa;
    A noite, antes de dormir, tomo albumina;

    Minha dúvida é… como eu já acordo e vou malhar, eu devo tomar bcaa; whey; ou bcaa+whey? Comenta ai pessoal..

  9. Oi, gostaria de saber se o BCAA é tomado sozinho ou acompanhado de creatina, tenho uma amiga que toma BCAA com a creatina e mais o Whey ….é certo tomar assim?

    1. Oi Brenda, acredito que não tenha problemas em ingerir o BCAA com os demais suplementos pois fui orientado pela minha nutricionista onde eu fazia a ingestão de BCAA com Creatina por exemplo…
      Com relação ao Whey, como o texto fala.. tem que ver se na propria dosagem do Whey não tem BCAA.. Se tiver uma boa quantidade de BCAA provavelmente você não precisa ingerir o dois juntos..

  10. Fiquei confusa com uma coisa..

    Primeiro diz: Tomar o BCAA pós-treino juntamente com o Whey Isolado é uma ótima alternativa para auxiliar na reposição mais rápida de BCAA nos músculos, acelerando a recuperação muscular e prevenindo o overtraining.

    Depois fala: Posso utilizar o BCAA junto com Whey Protein? Até pode, mas está gastando dinheiro utilizando duas fontes de aminoácidos em uma mesma refeição. Lembrem que os aminoácidos formam uma proteína.

    Ficou contraditório…

    1. Seguindo o conceito de que toda proteína de origem animal contêm os 9 aminoácidos essênciais, a isoleucina, valina e leucina presente no BCAA é encontrada no Whey normalmente, e adicionar só aumentaria o trabalho de metabolizar os aminoácidos em proteínas, o excesso provavelmente poderia virar energia. O artigo foi revisado e algumas alterações foram feitas seguindo conceito de vários autores, e respondendo a Mariana o certo ou o mais adequado é utilizar o BCAA no pré-treino como uma fonte de energia secundária (na falta de glicose) evitando o catabolismo, ou no pós-treino com a função de aumentar a concentração de aminoácidos para a síntese de uma nova proteína. Melhor seria assim, BCAA no pré-treino evitando o catabolismo e regulando positivamente a sensação de dor com a ativação da serotonina, e no pós-treino, usar o Whey com algum carboidrato (isolado = menos proteína biodisponível).

      Espero ter sanado sua dúvida, Abraço!

  11. Estou pensando em começar a tomar… Creatina, Abulmina, BCAA, Carnivor (PROTEINA DA CARNE VERMELHA) e Dextrose.
    É uma boa? Gostaria muito de saber, pois vou importar.

    1. Parece ser um ótimo combo! Porém tem que ver ‘como’ e ‘quando’ você vai fazer a ingestão de cada um deles.. Isso é muito importante para que você não jogue $$$ fora!

    2. Eu tomo o carnivor e é a msm coisa do whey, muda na concentração. Agr se realmente for desnecessário tomar bcaa e whey (ou carnivor) juntos, escolha um dos dois.
      Quando acabar o meu carnivor vou experimentar tomar apenas bcaa’s.

      1. Matheus, o carnivor é derivado da proteína da carne e o whey da proteína do leite. Com relação a você tirar a proteína e fazer a ingestão só do BCAA, não sei se é uma boa ideia pois os dois possuem funções diferentes.
        O que o texto alerta é que no Whey, dependo do whey ele já tem uma dosagem de BCAA, sendo assim se você faz a ingestão do Whey + BCAA você pode estar ingerindo BCAA de mais.. Tem que ver se o carnivor tem BCAA..

  12. Pessoal, como foi informado na última frase do post. Não adianta tomar BCAA e Whey Protein, pois o Whey também contém aminoácidos. Vocês estão jogando dinheiro fora.

  13. Estou tomando BCAA antes dos treinos e Whey, proteínas após os treinos. Isso seria desperdício? Já que o recomendado e tomar BCAAa antes e depois e o Whey já possui BCAA.

  14. Comecei a treinar há 1 mês e fui orientada a tomar Whey quando acordar e antes do treino e após o treino tomar BCAA, ainda não comprei estarei fazendo certo? ME AJUDEM, POR FAVOR!!!

    1. Eu fui orientado pela minha nutricionista a fazer a ingestão do Whey em jejum e pós-treino e o BCAA pré e pós treino.
      A minha orientação foi essa, agora tem que ver quem te orientou… Será que a sua real necessidade é essa?

  15. A quantia aí esta certa? Porque me parece que a quantia em gramas é muito, não deveria ser miligramas? Porque Eu tenho 95kgs, teria que tomar 19g aproximadamente, se for comprimidos de 2000mg eu tomaria 10 por dia? Seria 10 antes e 10 depois ou 5 antes e 5 depois?

  16. Tomar BCAA ou ingerir qualquer suplemento proteico antes do treino é jogar dinheiro fora e prejudicar o desempenho físico e o desenvolvimento muscular.

    Os suplementos proteicos são indicados para pessoas que não tem uma ingestão diária de proteínas suficiente e precisarão destas para a anabolização muscular no pós treino, ou seja, reconstruir o músculo desgastado pelo exercício.

    O uso de suplemento proteico em pessoas que já consomem proteínas necessárias diariamente pode causar problemas sérios de saúde, como problemas no figado e rins, já que a super-ingestão de proteínas é desaconselhável e extremamente prejudicial a saúde.

    É preciso se informar melhor, com profissionais responsáveis e não cair em papo de revista folheto de interesse da industria ou sua saúde e perspectiva de aptidão física pode ir pro brejo.

  17. Ja tomei bcaa e me ajudou muito nos treinos ele minimizou as dores e agia nos músculos me dando mais força para os treinos mas como não contém líquido portanto devem se tomar água sempre toda hora na hora do treino e depois.

  18. Pratico ciclismo a 35 anos, não sou profissional mas ando bem! Nunca tornei nenhum suplemento, agora estou com 52 anos não fumo e não bebo bebida alcoólica.
    O suplemento BCAA vai me ajudar na performance?

    1. O BCAA serve para ajudar na sua recuperação muscular, como ele ajuda a recuperar seu musculo mais rápido acredito que de alguma forma ele possa ajudar na sua performance pois afinal você vai estar recuperado de corridas anteriores…

    1. Não Regiane, você não vai sentir nenhum efeito como esses ao fazer uso de BCAA. Tomei por vários anos e conheço pessoas que também fizeram o uso, onde ninguém se queixa do BCAA.. Você poderia ter esses efeitos fazendo uso de Termogenico ou Pré Treino.

  19. O BCAA realmente compete com o triptofano. Compete na barreira hematoencefálica, de forma que menos triptofano fica disponível no encéfalo. No encéfalo, o triptofano é convertido em serotonina, que NO ENCÉFALO vai produzir efeitos. O BCAA, dessa forma, diminui a produção de serotonina, o que diminui seu efeito de “bem estar” no sistema nervoso, mantendo a ‘disposição’ pro treino. O BCAA competir com o triptofano não deixa a serotonina disponível na corrente sanguínea (mesmo pq a serotonina não teria efeito estando na corrente sanguínea se não no encéfalo), em vez disso, diminui a produção de serotonina.

    1. O Whey deve ser ingerido como Pós Treino ou mediante a prescrição do Nutricionista;
      O BCAA geralmente é ingerido antes e depois do treino ou mediante orientação do seu Nutricionista.

    1. Fiz uso do BCAA na minha adolescência seguindo por alguns anos, hoje ainda faço uso.
      O BCAA é um suplemento super tranquilo, acredito fielmente que ele não trará problemas.
      É claro que é recomendado a ida ao um nutricionista ou médico, mas quanto a esse suplemento, pode ficar tranquila!

  20. Excelente artigo. Favoritei o site e farei a leitura de todos os outros artigos. Aqui o indivíduo aprende de verdade. Muito obrigado. Virei fã!

  21. Gostei muito deste post, pois apenas ouvia falar que era bom, mas não sabia dos benefícios, foi bem esclarecedor. Parabéns!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



INSCREVA-SE para receber dicas de treino, nutrição e suplementação

Ir para o topo

Copyright© 2018 Dicas de Treino.