21 mar

O que é a Vitamina E, para que serve, função, carência, excesso, alimentos, suplementos

O que é a Vitamina E para que serve função carência excesso alimentos suplementos

O consumo de alimentos saudáveis e bem escolhidos é uma das melhores formas de nutrir nosso corpo e garantir que nossa saúde será muito melhor ao longo dos anos. Por isso, temos feito uma série de artigos informativos para que seja possível saber a função de cada uma das vitaminas e minerais que temos disponíveis. Hoje iremos falar da vitamina E, uma das mais importantes e conhecidas. Você vai entender melhor para que ela serve, como encontrá-la, seus benefícios e sintomas de deficiência ou excesso.

Confira o que separamos logo abaixo!

 

O que é a vitamina E?

 

A vitamina E é uma das mais importantes para nosso organismo e é o que os médicos chamam de nutriente lipossolúvel. Isso significa que ela é facilmente absorvida pelas células e tem um efeito pontual sempre que ingerida. Assim como a Vitamina C, a Vitamina E tem funções protetoras e tem sido estudada como fonte principal de uma dieta realmente balanceada. Sabe-se hoje que a deficiência de ambas as vitaminas pode gerar inúmeros problemas – como falaremos mais abaixo – e que ela deve ser evitada ao máximo.

Seu nome científico é tocoferol e sua descoberta foi por volta dos anos de 1920, quando uma série de estudos encontrou um conjunto de nutrientes que foram identificados com funções parecidas, se tornando conhecida como a famosa vitamina E que conhecemos nos dias de hoje. Seu consumo deve ser diário e pode haver necessidade de suplementação em casos onde ele que ele não ocorra, sempre sob consulta médica.

A vitamina E é bastante estudada pelos cientistas, especialmente porque é relacionada com a prevenção de doenças e também porque é antioxidante, um benefício que iremos explicar mais abaixo como impacta na nossa saúde.

 

Para que serve a Vitamina E?

 

A vitamina E tem muitas funções no organismo e uma delas é a ação antioxidante que citamos mais acima. Isso significa que ela tem o poder de combater os radicais livres, que são grandes causadores de doenças graves, como câncer. Porém, os estudos sobre essa função ainda estão em fase de testes e esse é um dos motivos pelos quais os pesquisadores estão sempre atualizando os dados em relação à vitamina E.

Leia também:

Entenda a Importância da Vitamina D

O que é e para que serve a Vitamina C

O que é a para que serve a Vitamina B12

Também temos que citar sua ação protetora. Como a vitamina C, ela é capaz de ajudar e muito o organismo a se manter protegido e é uma das mais importantes fontes de nutrientes auxiliadoras da boa imunidade. A vitamina E também ajuda a transportar o colesterol pelo sangue de foram eficaz e sua ação no sistema cardíaco e nervoso é estudada com frequência, já que há indícios que sua deficiência possa causar problemas sérios em órgãos essenciais para o organismo. Por isso, é importantíssimo que haja o consumo de vitamina E todos os dias, de diversas fontes diferentes.

 

Benefícios da Vitamina E

 

Proteção contra doenças

Se a vitamina E auxilia o sistema imunológico a se tornar mais forte e resistente, obviamente ela tem uma ação protetora importante no organismo. Há inúmeras pesquisas que relacionam o consumo da vitamina com a melhora do sistema imune de pessoas debilitadas, como idosos ou portadores de doenças graves. Embora ainda não se tenha a certeza da sua ação isolada, sabe-se que a vitamina E em conjunto com as demais é fundamental para essa finalidade.

 

Otimiza os treinos

Esse benefício da vitamina E tem duas características: o indireto e o direto. O benefício direto dela para a otimização dos treinos está relacionado a sua ação antioxidante, que elimina toxinas e ajuda os músculos a se formarem mais rapidamente. O benefício é visto no transporte adequado de cálcio, que é um mineral essencial para que haja a construção de massa magra e de força nos ossos e articulações. Em suma, é possível notar grandes mudanças em pessoas que consomem alimentos ricos em vitamina E e realizam treinos pesados.

 

Saúde do coração

A vitamina E, por ajudar no transporte adequado do colesterol, evita que o LDH seja despejado no corpo de forma irregular, o que poderia causar problemas graves como infartos e entupimento das artérias. Sabe-se a vitamina E tem grande atuação contra os agentes causadores de problemas no coração e sua deficiência pode significar uma saúde cardíaca muito debilitada. Além disso, a ação antioxidante, mais uma vez, atua no combate dos radicais livres, que apresentam riscos também para o sistema cardiovascular como um todo.

 

Beleza

Quando falamos em radicais livres, não podemos esquecer do problema que eles causam na estética, especialmente na saúde da pele, que pode se tornar envelhecida e com marcas fortes de expressão. Por combate-los, a vitamina E é uma verdadeira aliada da beleza e é, inclusive, utilizada em diversos cosméticos e cremes para o rosto e para o corpo.

Whey Protein GrowthWhey Protein Growth

Além disso, é importante citar a elasticidade da pele que pode ser beneficiada com grandes quantidades de vitamina E – não só a pele do rosto, como a do restante do corpo. Por isso, há grandes chances de que o consumo da vitamina seja um dos motivos para que algumas pessoas apresentem uma aparência mais jovem do que outras, que seguem uma dieta desequilibrada.

 

Carência de Vitamina E – O que ela causa?

 

Toda vitamina é fundamental para o nosso organismo e quando há um déficit de qualquer uma delas, os sintomas logo aparecem. No caso da vitamina E, não é diferente. Vamos citar os principais:

Infecções: Um sintoma mais comum da deficiência de vitamina E é o aparecimento de infecções mais simples, como as de garganta. Isso acontece especialmente porque a primeira função a ser afetada é a proteção do sistema imune.

Perda de massa muscular: O catabolismo é um sintoma bem comum da deficiência de vitamina E e pode ser notado melhor por quem treina pesado e mede os resultados com uma certa frequência. Nesse caso, a suplementação é fundamental, pois irá evitar que o problema evolua de forma a se tornar um processo de perda muscular severo.

Fadiga e cansaço: Em casos mais incomuns, pode haver fadiga, cansaço e até mesmo perda de força muscular, especialmente pelo transporte de cálcio que ficará prejudicado.

Em geral, esses sintomas desaparecem após a suplementação correta ou a alimentação equilibrada. Em casos mais severos, o médico precisará ser consultado para que haja um alinhamento entre a dieta e medicamentos eu supram essa deficiência. Exames podem apontar caros mais graves, onde pode haver perda óssea e até mesmo dificuldades para respirar e problemas cardíacos.

 

Excesso de Vitamina E – O que ele causa?

 

Embora seja importante manter o consumo de vitaminas sempre em dia, é possível haver um excesso quando uma suplementação é feita sem acompanhamento médico. Por isso, é importante evitar medicamentos desse tipo, mesmo que eles sejam liberados para compra. Os sintomas de excesso podem incluir:

Problemas de liberação do cálcio: Assim como a deficiência da vitamina E pode causar problemas no transporte de cálcio, seu excesso também está relacionado a eles. Em geral, isso acontece raramente, porém, pode haver perda muscular e até dores na hora de treinos e atividades físicas.

Inflamações: Em altas dosagens, a vitamina E pode causar inflamações em diversas áreas do organismo, como músculos e até mesmo dos vasos sanguíneos.

Vale lembrar que o equilíbrio é sempre a receita para uma saúde impecável. Caso note algum mal estar com a sua suplementação, converse com o seu médico para que ele possa suspendê-la

 

Alimentos com Vitamina E

 

Alguns alimentos são mais ricos em vitamina E do que outros e ela não é de fato extremamente comum, embora também não seja rara de ser encontrada. Vamos citar os principais deles e que possuem a vitamina em maior quantidade:

Alguns tipos de Carne: Existem algumas carnes que são mais ricas em vitamina E, especialmente as brancas. Um exemplo é a carne de ganso, que tem grandes quantidades para oferecer, mas não é tão comum no Brasil. Para contrapor, temos o salmão, que é mais fácil de ser encontrado e tem quantidades parecidas da vitamina.

Amêndoas e Avelãs: Se você tem alguma dificuldade para consumir as carnes citadas, pode apostas nas amêndoas e nas avelãs, que são excelentes fontes de vitamina E, mesmo quando consumidas em pequenas quantidades. Porém, é importante lembrar que o creme de avelã doce que conhecemos não é uma boa opção nesse sentido e o ideal é consumi-la in natura.

Além desses alimentos, há outros com quantidades menores, porém, que podem auxiliar no consumo de vitamina E, como a castanha-do-pará e os amendoins.

 

Suplementação

 

Por fim, precisamos falar sobre a famosa suplementação de vitamina E. Por ela ser um poderoso antioxidante, há quem acredite que os suplementos sejam a chave para um corpo mais saudável e até mais em forma. Porém, essa não é uma boa ideia e esse tipo de intervenção só deve ser feita por meio de uma consulta médica garantindo que há essa necessidade.

Leia também:

Entenda a Importância da Vitamina D

O que é e para que serve a Vitamina C

O que é a para que serve a Vitamina B12

Os suplementos para ganhar massa muscular podem apresentar vitamina E na composição, mas geralmente oferecem uma quantidade muito pequena, que não representa um risco de sobrecarga ao organismo.

 

Gostou do artigo? Curta e compartilhe com seus amigos!

 






DICAS RELACIONADAS


2 comentários em “O que é a Vitamina E, para que serve, função, carência, excesso, alimentos, suplementos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Ir para o topo

Copyright© 2018 Dicas de Treino.