Sintomas de Deficiência de Vitamina D (cuidados e ações)

Sintomas de Deficiência de Vitamina D (cuidados e ações)
Whey Protein Growth
Whey Protein Growth
Whey Protein Growth
Whey Protein Growth

O corpo nos dá sinais que alguma coisa está errada, mas geralmente ignoramos, as vezes uma dor ou cansaço fora de hora pode ser sinal de um simples resfriado, mas a falta de alguns nutrientes também nos manda avisos. Por exemplo a fadiga e dor muscular podem ser sintomas de deficiência de vitamina D, sabia?

A vitamina D é considerada pelos cientistas um hormônio que regula funções no organismo, sendo que a mais conhecida é regular a fixação do cálcio nos ossos e dentes e manter os níveis deste mineral e do fósforo em níveis adequados para a saúde óssea.

Esta ação da vitamina D acontece porque ela controla a absorção do cálcio e fósforo no intestino delgado.

Esta vitamina atua também no sistema imunológico, nas funções do cérebro, controle da pressão arterial, secreção da insulina, regula funções do metabolismo, dentre outras.

A vitamina D é produzida pela ação do sol na nossa pele e também pode ser obtida em alimentos, porém em bem menos quantidade e quando sua deficiência é comprovada através de um exame específico, pode ser necessário utilizar seu suplemento.


Para que o suplemento seja indicado é necessário avaliar a dosagem que há no sangue da fração da vitamina , o 25 hidroxivitamina D, após passar pelo fígado, que é onde acontece a síntese desta vitamina para sua forma ativa.

Leia também:

O uso do suplemento de Vitamina D para Emagrecer

Conheça as Doenças causadas pela Falta de Vitamina D

O uso da Vitamina D para queda de Cabelo, será que ajuda?

Vitamina D Engorda ou Emagrece? (conheça os prós e contras)

Vitamina D na Gravidez (falta, sintomas, ingestão e suplementação)

Baixa Imunidade: Sintomas, Causas, Tratamento e Suplementação

Sintomas da Vitamina D Baixa, causas, tratamento e Suplemento Adequado

O que faz a Vitamina D, para que serve, função, carência,  alimentos e suplemento

Comprar Vitamina D (observações que devem ser tomadas na hora da compra)

Dependendo dos resultados do exame, o médico definirá se é necessário iniciar o uso do suplemento ou se poderá alcançar os valores adequados apenas com banhos de sol e alimentos com vitamina D.

Os sintomas de deficiência de vitamina D podem aparecer apenas quando o nível da vitamina já estiver muito abaixo do normal, nosso post de hoje vai mostrar quais são estes sintomas, por isso continue aqui e saiba mais!

 

Como o corpo produz Vitamina D

 

# Os raios de sol convertem um derivado do colesterol que fica armazenado na pele em vitamina D3.

# A vitamina D3 ( forma inativa da vitamina D) chegará até o fígado onde é transformada na forma ativa da vitamina D ou calcitriol.

# A vitamina D então chega nos rins e la´é transformada em um hormônio que facilitará a absorção do cálcio no organismo.

 

É necessário esclarecer que a quantidade produzida de vitamina D está relacionada com o local, a cor da pele, estação do ano e horário, além de fatores ambientais como poluição, nebulosidade e latitude.

O ambiente ideal e as melhores condições para uma síntese adequada de vitamina D seria em baixa latitude com céu claro no verão em ambiente com ar puro…

Este cenário porém não é muito possível para a maioria das pessoas na maior parte do ano, talvez no mês de férias, mas não em sua rotina.

Como prevenir a falta de vitamina D


Para conseguir manter bons níveis da vitamina D no organismo é preciso tomar sol todos os dias, nas condições mais parecidas possíveis com as descritas acima.

No quadro abaixo descrevemos o tempo necessário de acordo com a cor da pele:

 

Pele Clara

10 a 15 minutos por dia;

Horário : após as 10:00 e antes das 15:30;

Deixar exposto pernas e braços sem filtro solar.

 

Pele Morena e Negra

30 a 60 minutos;

Horário: após as 10 e antes das 15:30;

Deixar exposto pernas e braços sem filtro solar.

 

Observações:

 

1 – As pessoas de pele mais escura necessitam de mais tempo de exposição, pois a vitamina D tem maior resistência para ser absorvida.

2 – Embora estes horários não sejam adequados para tomar sol, é o momento em que os raios UV estão mais ativos, mas não se deve estender muito este período para não prejudicar a pele.

Estes minutos podem ser divididos por exemplo: 10 minutos após as 10 e mais 5 minutos antes das 15:30 para pele clara e 15 minutos antes das 10 e mais 15 antes das 15:30 para peles mais escuras.

3 – O derivado do colesterol que fica armazenado na pele é obtido através das gorduras da alimentação, por isso pessoas que fazem dietas restritivas em gorduras podem ter deficiência de vitamina D, pois esta vitamina precisa dos ácidos graxos para ser produzida.

 

Valores de referência da Vitamina D

 

Whey Protein Growth
Whey Protein Growth
Whey Protein Growth
Whey Protein Growth

Os valores de referência para vitamina D no sangue são medidos em ng/ml, já a quantidade de vitamina D diária é medida em Unidades Internacionais (UI) e também é esta a medida que se encontra nos suplementos.

Muita divergência já houve em torno dos estudos para estabelecer uma referência para os níveis da vitamina D no sangue, porém atualmente os valores estabelecidos são estes que se encontram na tabela abaixo:

 

Situação Valores de Referência
Deficiência < que 10ng/ml
Insuficiente De 10 a 30 ng/ml
Suficiente De 30 a 60ng/ml
Toxicidade > que 100ng/ml

Interpretação desta Tabela

 

1 – É correto afirmar primeiramente que todas as pessoas que apresentarem deficiência necessitarão de suplementação, neste estágio os sintomas da deficiência de vitamina D certamente não poderão ser ignorados.

2 – Pessoas com insuficiência um pouco abaixo de 20 ng/ml podem precisar do suplemento, mas não obrigatoriamente, pois alguns médicos podem sugerir primeiro os banhos de sol e o aumento da ingestão de alimentos com vitamina D ou sugerir estas duas ações com uma dose mais baixa de suplemento, com estes níveis provavelmente os sintomas de deficiência de vitamina D podem estar começando a aparecer.

3 – Logicamente se os níveis estão suficientes não é necessário nenhuma medida especial, apenas manter os hábitos e banho de sol.

4 – Os casos de toxicidade acontecem quando há excesso de exposição ao sol ou intoxicação devido a exagero na dose de suplementação.

É válido salientar que alguns estudos classificam que os níveis entre 20 a 25 ng/ml são adequados para indivíduos saudáveis e para alguns grupos de risco como mulheres grávidas, idosos, pessoas com doenças inflamatórias, pacientes em pré cirurgia bariátrica devam apresentar níveis entre 30 a 60ng/ml.

 

Sintomas da Deficiência de Vitamina D

 

# Fraqueza Muscular e Fadiga

A deficiência da vitamina D desequilibra o magnésio, mineral que dentre outras funções regula o funcionamento dos músculos.

 

# Doenças Infecciosas e Respiratórias

A vitamina D atua no sistema imunológico e este fica afetado com a sua falta ocasionando gripes, resfriados, pneumonia, otite, etc.

 

# Depressão

A vitamina D auxilia na secreção da serotonina, hormônio relacionado ao bem estar, quando ela está muito baixa há inibição na liberação deste hormônio.

 

# Dores e Inflamações

Esta vitamina ajuda a controlar inflamações, quando seu nível está muito baixo aumenta a probabilidade destes processos se manifestarem.

 

# Osteoporose

Devido ao papel da vitamina na fixação do cálcio nos ossos, aumenta o risco de doenças associadas a saúde óssea como osteomalacia e raquitismo (em crianças) também, além do risco de fraturas.

 

# Inflamação e Sangramento das Gengivas

Como já foi citado a vitamina D em níveis baixos  aumenta o risco de inflamações.

 

# Aumento da Pressão Arterial

A vitamina D regula a produção da renina, hormônio que controla a pressão arterial, com níveis baixos de vitamina D a renina também  será produzida em menor quantidade.

 

# Aumento de Peso

A vitamina D acelera o metabolismo, favorece a produção da leptina, hormônio que controla o apetite, portanto com sua falta o metabolismo fica mais lento e há menos saciedade.

 

# Diabetes

A falta de vitamina D diminui a produção de insulina, fazendo com que sobre mais glicose no sangue.

 

Como já havíamos citado anteriormente, os sintomas de deficiência de vitamina D podem surgir apenas quando o quadro já estiver bem avançado, pois podem ser confundidos com outras patologias, por isso é aconselhável sempre que tiver alguma suspeita conversar com um médico e pedir que ele solicite o exame para verificar o nível de vitamina D no sangue.

 

Como tratar a Deficiência de Vitamina D

 

Diante de tudo que foi aqui exposto, já sabemos que quando é necessário repor esta vitamina e se possível que isso aconteça antes de aparecerem os sintomas de deficiência de vitamina D, a suplementação será prescrita, mas além disso o banho de sol também deverá ser recomendado e ainda o consumo dos alimentos com vitamina D.

Os alimentos que contém esta vitamina são:

# Peixes: salmão, sardinha, atum, cavalinha ( inclusive os enlatados)

# Gema de Ovo

# Leite e derivados enriquecidos

# Cereais enriquecidos

# Cogumelo shitake marrom


# Fígado bovino

# Suco de laranja enriquecido de vitamina D

O tratamento eficaz para a deficiência de vitamina D depende destas três ações realizadas em conjunto e após ser concluído o tempo indicado pelo médico do uso do suplemento, é necessário manter o consumo dos alimentos e a exposição ao sol para que o problema não aconteça novamente.

 

Onde encontrar o Suplemento de Vitamina D?

Diante de tudo que foi exposto podemos concluir que a exposição ao sol é imprescindível para a produção da vitamina D no nosso corpo e também não poderão faltar os alimentos fonte desta vitamina.

Para garantir um uso com referências seguras deste suplemento, indicamos o suplemento da Growth Supplements, que é uma das marcas mais confiáveis presentes no mercado – ela é regularizada pelos órgãos responsáveis e tem um dos laudos mais transparentes do país.

Na Growth Supplements, por exemplo, além da autenticidade, é possível encontrar Vitamina D com valor muito baixo, que chega até 40% a menos que lojas convencionais. Clique aqui e confira!

 

Concluindo…

A melhor maneira de prevenir a deficiência de vitamina D é tomando um pouco de sol por dia, pois  desta maneira é adquirida a maior parte de sua absorção, além de também se previnir a toxicidade por excesso de vitamina D porque o organismo pode controlar a sua síntese, diferente do que acontece quando se usa o suplemento.

É preciso no entanto tomar cuidado com a exposição ao sol sem o uso do filtro solar, pois as recomendações para evitar riscos de câncer de pele devem ser levadas a sério e isso vale para todas as pessoas de todas as idades.

O consumo de alimentos com vitamina D ajudam a obtê-la, mas apenas uma pequena porcentagem  de sua necessidade pode ser conseguida através destes alimentos.

 

Para finalizar…

E vamos aqui finalizando o nosso post de hoje, esperamos que vocês tenham ficado satisfeitos com as informações sobre os sintomas de deficiência de vitamina D e tenham esclarecido suas dúvidas, pois nosso objetivo é levar sempre o melhor para vocês!


 

Obrigada por estarem aqui!

Até a próxima amores! Não esqueçam de compartilhar com os amigos e nos dar suas opiniões!

 

Referências

Silva, Bárbara C; et al. Prevalência de deficiência e insuficiência de vitamina D e sua correlação com PTH, marcadores de remodelação óssea e densidade mineral óssea, em pacientes ambulatoriais .Arq. bras. endocrinol. metabol. (Online), 1677-9487.

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui