26 abr

MAGNÉSIO: O que é, para que serve, benefícios, função, colaterais, como tomar

MAGNÉSIO O que é para que serve benefícios função colaterais como tomar

Apostar em uma dieta rica em minerais e nutrientes é sempre uma atitude inteligente e que gera ganhos a curto, médio e longo prazo. Dentre os diversos minerais presentes na natureza, há o magnésio, um dos mais importantes para a manutenção da saúde humana.

Hoje iremos explicar um pouco mais sobre ele – suas funcionalidades, sintomas da sua carência e do seu excesso, sua função específica no organismo e onde é mais fácil encontra-lo especialmente contando com alimentos comuns do dia-a-dia. Falaremos também dos seus suplementos e quando é indicado optar por eles para combater seus sintomas de deficiência.

Confira mais abaixo tudo que separamos sobre o magnésio

 

O que é o Magnésio?

 

O magnésio é um dos minerais mais abundantes do corpo humano e um dos mais importantes para a manutenção da nossa saúde como um todo.

Estima-se que sua necessidade diária seja, no mínimo, de 300 mg por dia, dependendo da altura e da massa corporal de cada indivíduo. Essa quantidade é relativamente fácil de ser atingida se levarmos em conta que o magnésio é encontrado em muitos alimentos que ingerimos diariamente – falaremos mais deles logo abaixo.

Como elemento natural, o magnésio é o oitavo mais abundante da crosta terrestre e essencial para a formação biológica das plantas, que precisam dele para realizar a fotossíntese.

No geral, pode-se dizer que, sem ele, nossa saúde seria severamente comprometida. Por isso, é importante manter uma dieta equilibrada e variada.

 

Para que serve o Magnésio?

 

O magnésio, embora pouco falado e conhecido, é um dos minerais mais essenciais presentes em nosso corpo, como falamos mais acima. Para se ter uma ideia, ele é responsável por mais de 400 processos bioquímicos do organismo.

Especificamente, ele atua de forma bem direcionada nos músculos e nos tecidos, ajudando na contração muscular e no transporte de uma série de nutrientes, como o potássio, por exemplo.

Além disso, o magnésio também tem funções oxidantes, prevenindo diversas doenças crônicas e inflamatórias. Isso significa que ele age de forma bastante generaliza, embora tenha maior atuação nos músculos e ossos.

Leia também:

Vitamina B6, para que serve, benefícios, função

Vitamina B12, para que serve, benefícios, função

Vitamina C, para que serve, benefícios, função

Vitamina D, para que serve, benefícios, função

Em resumo, podemos dizer que sem o magnésio nosso corpo teria grandes dificuldades em se manter saudável e os sintomas da sua deficiência costumam ser muito severos, especialmente no longo prazo. Porém, no curto prazo já é possível sentir os primeiros sinais da sua falta, como explicaremos mais abaixo.

 

Benefícios do Magnésio

 

Músculos mais Fortes e Saudáveis

Sem dúvidas, para quem treina pesado, o magnésio é um dos nutrientes mais importantes que temos a disposição na natureza. Isso porque o mineral regula o transporte de potássio pelo sangue, fazendo com que ele chegue muito mais rapidamente até os tecidos.

Como consequência, temos a contração muscular muito melhor definida e diminuição de sintomas negativos durante os treinos, como a fadiga e as dores em excesso.

O magnésio é tão importante para os treinos que há uma série de suplementos que contam com ele em sua composição – embora em doses menores para evitar excesso no sangue.

 

Combate ao Envelhecimento Precoce

Os tais radicais livres que citamos mais acima são responsáveis por uma série de doenças, mas também pelo envelhecimento precoce, especialmente da pele do rosto e dos órgãos em geral. E como o magnésio combate-os de maneira bastante efetiva, ele é um fator essencial para frear o processo de envelhecimento.

Por isso, é bastante comum que idosos costumem ter menos do mineral no sangue e porque muitas vezes se torna necessária uma suplementação de qualidade indicada por médicos especialistas em problemas da idade.

Já a população geral pode evitar esse problema com a ajuda de uma alimentação equilibrada e focada em alimentos ricos em minerais e vitaminas.

 

Proteção aos Ossos

Além de agir nos músculos e nos tecidos, o magnésio também tem responsabilidade na formação de ossos e na sua densidade em geral. Pessoas com falta do nutriente podem sofrer com dores nas articulações e isso acontece porque ele age diretamente em células como os osteoblastos, que são as principais responsáveis pela proteção aos ossos e por manterem a tal densidade em perfeito estado.

Por isso, quando há um problema de falta de magnésio tão grande que atinge os ossos, a única saída se torna um tratamento direcionado com o médico, o nutricionista e o uso de suplementos muito específicos.

Whey Protein GrowthWhey Protein Growth

Prevenção de Diabetes

Por fim, um benefício mais indireto, mas que não pode ser deixado de ser citado é sua atuação nos níveis de insulina e de glicose no sangue. O magnésio pode ajudar a controlar esses níveis e evitar problemas severos como diabetes ou mesmo um pré-diabetes, que costuma exigir muito cuidado para ser revertido a tempo de causar a instalação completa da doença. Pessoas que sofrem com o excesso de glicose no sangue devem sempre realizar exames para descobrir se há falta de minerais no organismo.

 

Carência de Magnésio – O que ela causa?

 

Toda carência de vitaminas e minerais causa uma série de sintomas a curto, médio e longo prazo. Gostamos sempre de explicar quais são os iniciais, já que esse é um momento de evitar problemas maiores no futuro. Por isso, anote os sintomas iniciais da falta de magnésio no sangue:

Muita dor muscular, especialmente no caso de pessoas que treinam com bastante frequência. Pode haver a volta de fadigas musculares que haviam sido eliminadas com o treino de alta resistência e dificuldade de evoluir nas séries.

É comum também haver formigamento excessivo nos braços, pernas e em outras partes do corpo, sem que haja nenhum motivo aparente para isso. Vale a pena perceber esse sintoma logo no início, pois ele também pode significar outras doenças mais graves.

Em casos onde a falta de magnésio é mais presente, pode haver também problemas de taquicardia e ritmo anormal do coração. Esse não é um sintoma muito inicial, mas pode ocorrer nas primeiras semanas da deficiência e evoluir conforme o tempo passa.

Por fim, pode haver dores de cabeça localizadas na região do topo do crânio e alguma tensão na região da mandíbula. Obviamente, esse sintoma pode ser sinal de outra doença, por isso, procure um médico.

Vale a pena realizar exames de sangue para saber se há deficiência de vitaminas e minerais sempre que algum sintoma desagradável aparecer e começar a incomodar. Procure também seu treinador físico se houver mudanças nos rendimentos dos treinos ou problemas para evoluir nas séries.

 

Excesso de Magnésio – O que ele causa?

 

No geral, o magnésio é eliminado facilmente pela urina e é bem raro haver o seu excesso em pessoas saudáveis. Porém, há quem faça o uso de suplementos sem prescrição e isso pode causar alguns sintomas negativos, como:

Diarreia em casos onde os suplementos são muito concentrados e tomados de uma única vez.

Aceleração cardíaca ou irregularidade dos batimentos, que é um sintoma comum também da falta de magnésio.

Dores de cabeça, porém, ela é mais comum em sua deficiência do que em seu excesso.

Alergias na pele, que podem ocorrer tanto pelo mineral quanto por outros elementos presentes na composição da maioria desses medicamentos.

Por tudo isso, é sempre bom procurar um médico antes de fazer qualquer tipo de suplementação.

 

Alimentos com Magnésio

 

O magnésio é um mineral bem simples de ser encontrado em diversos alimentos que consumimos diariamente. Além disso, não é difícil atingir sua quantidade mínima, que é de 300 mg por dia. Separamos os principais alimentos ricos em magnésio, lembrando que eles não são os únicos que o contém:

Frutas: As principais frutas ricas em magnésio são o abacate, a banana e a uva. O ideal é consumir ao menos uma delas uma vez ao dia ou durante a semana, intercalando com as demais.

Grãos: Para quem não gosta das frutas citadas, há a opção dos grãos, em especial a granola, o trigo e a aveia. Todos eles são ótimas fontes de magnésio.

Peixes: Os peixes, como a sardinha e o salmão também são boas fontes de magnésio, além de serem ricos em ômega 3 e proteínas.

Além desses alimentos, os vegetais como a couve e a beterraba são boas opções para ingerir o magnésio diariamente, porém, com um percentual menor do mineral

 

Suplementação

 

Como sempre gostamos de lembrar, nenhum tipo de suplementação sem acompanhamento médico é recomendada, mesmo que haja desconfiança de que ele o mineral esteja em deficiência. É importante saber que apenas com exames específicos podemos ter a certeza de que os sintomas são mesmo da carência de magnésio.

Leia também:

Vitamina B6, para que serve, benefícios, função

Vitamina B12, para que serve, benefícios, função

Vitamina C, para que serve, benefícios, função

Vitamina D, para que serve, benefícios, função

Por isso, sempre procure um médico e faça a suplementação com o cuidado necessário. Mesmo no caso de atletas que usam suplementos com dosagens menores de magnésio, é essencial ter o suporte de um profissional da área para saber se não haverá o risco de um excesso que, como vimos, também pode causar problemas de saúde e desconfortos de maneira geral.

 

Gostou do artigo? Curta e compartilhe com seus amigos!

 






DICAS RELACIONADAS


3 comentários em “MAGNÉSIO: O que é, para que serve, benefícios, função, colaterais, como tomar

  1. Gostei muito do material publicado sobre a importância do magnésio começou a tomar agora só espero pelos resultados em meu corpo. Obrigado pela matéria publicada!

  2. Procuro pesquisar só como me manter ativo. Gosto de me cuidar, não faço uso de álcool/cigarro Busco alimentação, saudável e suplementos adicionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Ir para o topo

Copyright© 2018 Dicas de Treino.