02 maio

Vitamina F: O que é, para que serve, benefícios, função, colaterais, como tomar

Vitamina F O que é, para que serve, benefícios, função, colaterais, como tomar

Um dos pontos mais importantes de uma boa nutrição é o consumo diário de todas – ou a maioria – das vitaminas que temos disponível na natureza. Sem qualquer uma dela, nosso corpo começa a apresentar sinais de deficiência, que logo evoluem para problemas de saúde.
.
Pensando nisso, desenvolvemos uma série sobre esse assunto, produzida de maneira detalhada, para que você saiba o que cada um dos nutrientes essenciais traz de benefícios ao seu organismo. E hoje falaremos da vitamina F, a famosa vitamina da felicidade. Vamos entender para que ela serve, onde encontra-la e os sintomas da carência ou do seu excesso. Confira logo abaixo tudo que separamos!

 

O que é a vitamina F?

 

Quem já ouviu falar que a vitamina F é a vitamina da felicidade, está com boas informações em mãos. Embora ela não seja como o hormônio da serotonina, que age diretamente no cérebro, sua participação no bem-estar é bastante pesquisada e já comprovada por inúmeros médicos e cientistas.

A vitamina F é solúvel em gordura, ou seja, pode ser facilmente absorvida pelo corpo todo. Seu nome oficial é Ácido Graxo essencial e sua ingestão deve ser regular, pois os efeitos da sua deficiência podem ser bastante agressivos em alguns casos – falaremos disso mais abaixo.

Precisamos citar que, em geral, a denominação “Vitamina F” ainda causa algum desconforto entre os cientistas, já que ela se trata, na verdade, de um grupo desses ácidos que falamos. Porém, todos juntos têm os mesmos benefícios, agem de forma parecida e são encontrados nos mesmos alimentos. Por isso, hoje falaremos da vitamina F como sendo uma só.

 

Para que serve a Vitamina F?

 

A vitamina F ou os ácidos graxos têm funções diversas, dependendo da pessoa que os consomem e onde eles são mais essenciais naquele momento. Ela pode agir na proteção do organismo, diminuindo as chances de anemia e de infecções, como também pode agir na beleza e na maciez da pele.

Por ser solúvel em gordura, ela é absorvida mais facilmente pelo organismo e tem uma ação pontual em relação a manutenção do peso, já que é uma das poucas substâncias que conseguem invadir o interior de uma camada de gordura, por mais espessa que ela seja, e fazer com que ela se dissolva.

Leia também:

Vitamina B6: Para que serve, benefícios, função

Vitamina B12: Para que serve, benefícios, função

Vitamina C: Para que serve, benefícios, função

Vitamina D: Para que serve, benefícios, função

Esse conjunto de ácidos graxos tem sido estudado há anos pelos cientistas, que hoje compreendem sua importância em todos os níveis corporais. Há estudos que indicam sua relação com o transporte de oxigênio pelo sangue, tornando o bombeamento do coração mais eficaz, além de outros benefícios que iremos citar mais abaixo.

 

Benefícios da Vitamina F

 

Perda de gordura

O primeiro benefício a ser levado em conta quando falamos da vitamina F é sua ação nas células de gordura, mesmo aquelas mais localizadas e de difícil acesso. Sua característica solúvel em gorduras faz com que seja mais fácil eliminá-las, inclusive as saturadas – que são perigosas para a saúde de maneira geral.

Dito isso, é fácil entender como os ácidos graxos são fundamentais para que haja um emagrecimento saudável e definitivo, já que eles vão eliminar esses excessos sem prejudicar o organismo. Porém, é sempre importante lembrar que todo o processo de aumento de vitaminas deve ser acompanhado por um médico responsável, que saiba qual a dosagem ideal para cada pessoa.

 

Prevenção de doenças cardíacas

Se a vitamina F combate as gorduras saturadas, podemos entender que ela pode causar uma diminuição no risco de problemas cardíacos, como infartos e insuficiência. Isso ocorre porque essas gorduras podem entupir as artérias e fazer com que o sangue tenha dificuldades em se locomover de forma correta pelo corpo. Os ácidos graxos promovem a limpeza dessas artérias e evitam que elas se rompam, caracterizando problemas como infartos, AVCs e até trombose. Obviamente, apenas a vitamina sozinha não pode ser responsável por essa prevenção, mas seu consumo é altamente recomendável.

 

Pele mais saudável e bonita

Por ajudar no transporte de oxigênio e também agir nas gorduras localizadas, a vitamina F tem um poder intenso quanto à saúde da pele, sendo capaz de evitar problemas como envelhecimento precoce e rugas de expressão. É por esse motivo que alguns cosméticos apostam no nutriente para tornar os efeitos mais rápidos e duradouros. Porém, apenas a ingestão da vitamina costuma ser o suficiente para notar uma mudança estética significativa.

 

Whey Protein GrowthWhey Protein Growth

Prevenção de depressão

Como falamos logo no início desse texto, há inúmeros estudos que associam o consumo de vitamina F com uma melhora do humor e até diminuição de problemas como depressão e ansiedade. De fato, os médicos sabem que os distúrbios mentais têm relação com a produção de hormônios, como a serotonina, mas ainda não se sabe exatamente o que causa esse déficit. Porém, alguns estudos indicam que a vitamina F e outros nutrientes podem ajudar a aumentar a circulação e, com isso, aumentar a produção hormonal.

Embora não comprovado, esse benefício é relatado por inúmeras pessoas ao redor do mundo, assim como há indícios de que a vitamina F possa também ajudar na disposição e na energia para o dia-a-dia. Em todo caso, seu consumo é válido e altamente recomendável.

 

Carência de Vitamina F – O que ela causa?

 

Como sempre lembramos, a falta de vitaminas pode causar uma série de sintomas incômodos e isso não é diferente em relação aos ácidos graxos. Vamos citar os principais deles e os primeiros a aparecerem:

TPM intensa: Em mulheres, a falta de vitamina F pode causar uma TPM muito intensa, com fortes cólicas e, principalmente, uma mudança de humor repentina e brusca. Se os seus sintomas nessa fase estão muito mais intensos do que o comum, é essencial procurar um médico para que ele possa descobrir se há ou não algum déficit nutricional interferindo neles.

Acne: Outro sintoma muito comum da falta de vitamina F é o surgimento de acnes em pessoas que não tinham esse tipo de problema de forma recorrente. Esse sintoma costuma ser notado rapidamente, pois as espinhas geralmente aparecem em grande número e no rosto, onde o incômodo é maior. Mais uma vez, o médico deve ser consultado nesses casos.

Alergias: Por fim, alergias na pele são sintomas comuns da falta de vitamina F. Podem aparecer coceiras e erupções em todo o corpo, em maior ou menor grau.

Vale lembrar que esses sintomas são primários e que, caso o déficit de vitamina F se prolongue, podem haver problemas maiores, como psoríase e doenças mais graves, além do aumento súbito do colesterol.

 

Excesso de Vitamina F – O que ele causa?

 

Embora não seja muito comum haver excesso de ácidos graxos, ele pode aparecer em pessoas que abusam dos alimentos ricos neles ou mesmo que fazem algum tipo de suplementação sem acompanhamento médico. Os sintomas podem incluir:

Desequilíbrio hormonal: Assim como a falta da vitamina F pode causar um desequilíbrio hormonal, especialmente em mulheres, o seu excesso também traz o mesmo sintoma. Com ele, podem aparecer enxaquecas e cólicas fortes.

Dores intestinais: Também podem haver problemas intestinais, como dores ou mesmo sintomas mais severos, que incluem diarreias e náuseas – quando atingem o estômago. O ideal nesse caso é procurar um médico para que ele possa descobrir a causa e relacioná-la com o excesso de vitamina F.

 

Alimentos com Vitamina F

 

Muitas pessoas acreditam que a maior fonte de vitamina F está nos peixes e frutos do mar. Porém, há outros alimentos onde é possível encontrar boas quantidades dela, são eles:

Frutas mais gordurosas, como abacates são excelentes fontes de vitamina F e podem ser consumidas sem medo, já que não são fontes de gorduras saturadas.

Amêndoas e nozes também representam boa parte das fontes disponíveis de vitamina F, embora precisem ser consumidas em maior quantidade para que haja o mínimo diário necessário.

Sementes são fontes primárias de vitamina F, especialmente as sementes de girassol e a linhaça. Ambas podem ser consumidas todos os dias, mantendo o padrão de 100 gramas diárias, especialmente no caso da linhaça, que aumenta o seu tamanho dentro do estômago – o que pode causar uma sobrecarga para o órgão.

Os peixes e frutos do mar não representam boa parte da vitamina F, embora ainda hajam quantidades menores neles.

 

Suplementação

 

Além do consumir os alimentos citados acima, podem haver casos onde o paciente precisa fazer suplementação de vitamina F. Porém, isso acontece de maneira mais rara, onde já há algum problema de saúde instalado que precisa ser corrigido. Essa suplementação deve ser, obrigatoriamente, indicada por um médico especialista, já que o excesso de vitamina F pode causar uma série de problemas a longo prazo.

Leia também:

Vitamina B6: Para que serve, benefícios, função

Vitamina B12: Para que serve, benefícios, função

Vitamina C: Para que serve, benefícios, função

Vitamina D: Para que serve, benefícios, função

Já os suplementos para atleta não costumam ser munidos desses nutrientes, embora alguns podem apresentar quantidades menores em suas composições. Nesse caso, não há risco no consumo, desde que um profissional de educação física ou um nutricionista faça um acompanhamento de perto.

Faça exames e mantenha sua alimentação sempre em dia para evitar a carência de qualquer vitamina essencial.

 

Gostou do artigo? Curta e compartilhe com seus amigos!

 






DICAS RELACIONADAS


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Ir para o topo

Copyright© 2018 Dicas de Treino.