O uso da Vitamina D para queda de Cabelo, será que ajuda?

O uso da Vitamina D para queda de Cabelo, será que ajuda?
Whey Protein Growth
Whey Protein Growth
Whey Protein Growth
Whey Protein Growth

Pesquisas sobre a vitamina D já conseguiram evidenciar muitas das suas funções para o organismo e certamente ainda há muito o que descobrir. Além de ser responsável pelo metabolismo adequado do cálcio e fósforo no sangue e ossos e atuar no sistema imunológico, alguns estudos realizados procuram comprovar a eficácia da vitamina D para queda de cabelo.

A vitamina D exerce um papel de hormônio no organismo, ela é produzida em exposição solar através dos raios ultravioletas que ativam um substrato do colesterol que fica armazenado na pele, o 7 dehi drocolesterol, também chamado de vitamina D7, que sofrendo a ação dos raios ultravioletas se transforma em vitamina D3 ou colecalciferol.

A vitamina D3 chegando ao fígado será sintetizada em vitamina D ou calcitriol, hormônio que vai agir na metabolização do cálcio facilitando sua correta absorção. Alimentos de origem animal como salmão, sardinha, atum, ostras, fígado, leite e derivados, também nos fornecem vitamina D3 que será sintetizada em vitamina D.

Alguns alimentos de origem vegetal como cogumelos, cereais e suco de laranja nos fornecem a vitamina D2 ou  ergocalciferol, que também será sintetizada em calcitriol, apesar de ser possível obter a vitamina D pelos alimentos, a melhor maneira de produzi-la é pela ação do sol.

Leia também:

O uso do suplemento de Vitamina D para Emagrecer

Benefícios da Vitamina D para Ganho de Massa Muscular

Deficiência de Vitamina D – Sinais, causas, sintomas e suplementação

Para que serve, quanto precisamos e onde encontrar a Vitamina D

É importante ressaltar que esta exposição seja sem uso de protetor solar, pelo período de no mínimo 15 minutos antes das 10:00 ou após às 16:00 hs para não prejudicar a pele.

A vitamina D pode se ligar a mais de 200 receptores nos genes e por esta razão desperta tanto interesse pela comunidade científica, levando a estudos em diversas áreas.

Em relação a queda de cabelos, alguns dermatologistas acreditam que os estudos feitos até agora ainda são um tanto controversos, mas é incontestável que a falta deste importante nutriente contribui para a queda dos fios.

Continue lendo e saiba mais sobre o papel da vitamina D para queda de cabelo.

 

Falta de Vitamina D

 

A falta da vitamina D está associada a muitos problemas de saúde como:

# Raquitismo;

# Osteoporose;

# Osteomalácia;

# Atraso no crescimento infantil;

# Dentes fracos;

# Diabetes;

# Doenças auto imunes (lupus, esclerose múltipla, alopecia areata, psoríase);

# Alguns tipos de câncer;

# Depressão;

 

Estima-se que uma grande parte da população mundial tenha deficiência de vitamina D, o fato de não ter a adequada exposição a luz solar é a razão principal desta deficiência.

Existem grupos de pessoas que são mais suscetíveis a falta desta vitamina como:

# Pessoas com pele mais escura (que precisam de maior exposição ao sol);

#  Idosos;

Creatina Growth
Creatina Growth
Creatina Growth
creatina Growth

Pacientes que se submeteram a cirurgia bariátrica têm maior dificuldade em sua absorção;

Habitantes de países que não têm muito sol durante o ano;

Portadores de doenças crônicas inflamatórias;

Gestantes;

Lactantes.

 

Quando não é possível obter os níveis adequados de vitamina D pela exposição ao sol e alimentação, a suplementação se faz necessária.

A quantidade de vitamina D que necessitamos diariamente depende da idade, exposição ao sol e condições de saúde.

 

Estudos sobre Vitamina D para queda de Cabelo

 

A relação entre a deficiência de vitamina D e queda de cabelos se deve ao fato de que estudos iniciais já demonstraram que esta vitamina tem influência imunomoduladora em uma queda de cabelo autoimune, a alopecia areata.

Foram realizados estudos em diferentes países e o que se observou foi que havia u baixo nível de vitamina D sérica ou 25 hidroxivitamina D em participantes com a alopecia areata.

Os estudos foram concluídos em abril de 2018, foram observados 1255 participantes com a doença e 784 sem alopecia areata, os resultados não conseguiram estabelecer relação direta entre a  extensão da perda dos fios de cabelo e os níveis séricos da vitamina D, não sendo possível determinar o tratamento e diagnóstico.

Mas os participantes com a doença apresentaram níveis séricos de vitamina D baixos em comparação aos indivíduos saudáveis, sendo possível afirmar que os níveis desta vitamina precisam ser avaliados em pacientes com alopecia areata e a suplementação da vitamina D pode favorecer a melhora da perda capilar.

Leia também:

10 dicas para Aumentar a Testosterona Naturalmente

MAGNÉSIO: O que é, para que serve, benefícios, função, colaterais, como tomar

O que é Biotina, para que serve, quais seus benefícios, suas função e onde encontrar

Glutamina engorda ou emagrece? É possível ganhar massa muscular usando Glutamina?

Baixa Imunidade: Sintomas, Causas, Tratamento e Suplementação

Vale ressaltar que os pesquisadores apontam que a suplementação com a vitamina D pode estar associada a um conjunto de tratamentos para a queda de cabelos, assim como deve aumentar o período de exposição ao sol por estes pacientes.

Ainda são necessários estudos mais profundos para que se possa afirmar com certeza a causa da queda capilar excessiva, mas já é possível perceber que a vitamina D para queda de cabelo pode contribuir para diminuir a perda acentuada dos fios.

 

Como a vitamina D influencia na saúde dos Cabelos?

 

A vitamina D é fundamental para divisão celular, para isso é ativado o sistema imunológico que  depende desta vitamina para seu funcionamento adequado, sendo assim a vitamina D favorece o funcionamento das células do couro cabeludo substituindo as células defeituosas.

A vitamina D sendo um hormônio tem a função de regular os níveis do cálcio e também do fósforo, minerais essenciais para os ossos, cabelos, pele e unhas.

Quando há falta de micronutrientes (que são os minerais e vitaminas), os folículos capilares ficam fracos e prejudicados, deixando os cabelos quebradiços e frágeis, facilitando a queda dos fios.

Segundo os dermatologistas, é normal que se perca até 100 fios de cabelo por dia, quando a quantidade supera este número é sinal de que algo está errado e deve-se procurar um médico para poder descobrir a causa.

A maneira de perceber que há uma queda de cabelo muito acentuada é verificando no travesseiro, escova de cabelo e se ao passar a mão pelos fios eles saem com facilidade e em uma quantidade maior que o normal.

Além da deficiência da vitamina D, a carência de outras vitaminas e minerais podem também influenciar a perda capilar, como a vitamina B7 (biotina), vitamina A e os  minerais como ferro, zinco e selênio.

Por esta razão o médico pode além de prescrever a vitamina D para queda de cabelo, querer indicar também a suplementação destes minerais e vitaminas.

Porém a prescrição dos suplementos citados ficará a critério médico que poderá ou não achar necessário receitá-los, principalmente a vitamina D que ainda não é um consenso para este tratamento.

 

Outras causas para Queda de Cabelo

 

Além de deficiências nutricionais, outras alterações podem ocasionar a queda capilar, os desequilíbrios hormonais são causas bastante frequentes.

Os hormônios levam mensagens para órgãos e tecidos trabalharem adequadamente, acionando comandos para regularizar o funcionamento do organismo, e agem sobre o metabolismo, sistema imunológico, fertilidade, etc.

Um hormônio pode trabalhar em mais de uma função em várias partes do corpo :

# Hormônios da tireoide (T3 e T4), regularizam o metabolismo, quando estes  apresentam níveis inadequados. seja no hipotireoidismo ou hipertireoidismo haverá queda de cabelos acentuada.

# Cortisol: produzido pela glândula pineal, é o hormônio do estresse, quando há um longo período de muita produção de cortisol, se desenvolverá uma condição chamada síndrome de Cushing, dentre  os sintomas desta síndrome está a alopecia (queda de cabelos acentuada).

Hormônios andrógenos, DHT (diidrotestosterona), DHEA (deidroepiandrosterona), SHEA (sulfato de deidroepiandrosterona), são hormônios que se convertem em testosterona, apesar de serem masculinos, mulheres também produzem em menor quantidade, quando há muita produção destes hormônios ocorrerá a alopecia androgênica tamto em homens como em mulheres.

# Síndrome dos ovários policísticos,  aumenta a produção dos hormônios andrógenos e acentua a queda de cabelo.

# Hormônios estrógeno e progesterona: desequilíbrios nestes hormônios que acontecem em certas  fases para a  mulher como adolescência, pós parto e menopausa favorecem a queda de cabelo acentuada.

# Hiperplasia adrenal congênita, grupo de doenças genéticas que levam a redução de uma enzima relacionada a produção do cortisol, adrenalina, aldesterona, testosterona, progesterona e estrógeno, levando ao desequilíbrio hormonal e o aumento na produção da testosterona que causa a queda de cabelos.

 

Quando usar vitamina D para Queda de Cabelo

 

A causa para queda de cabelos pode abranger vários aspectos, bem como o tratamento.

A vitamina D para queda de cabelo ainda não é um consenso médico, mas certamente influencia para a saúde capilar, diante do que foi exposto é certo afirmar que esta vitamina está envolvida para a manutenção da saúde dos cabelos, assim como em muitas funções do organismo

Somente o médico decidirá qual o melhor método de tratamento para cada caso, certamente quando há comprovada deficiência da vitamina D a suplementação é um método necessário para não prejudicar a saúde em geral e poderá contribuir para um resultado positivo na saúde dos cabelos.

 

Onde encontrar o Suplemento de Vitamina D?

Diante de tudo que foi exposto podemos concluir que a exposição ao sol é imprescindível para a produção da vitamina D no nosso corpo e também não poderão faltar os alimentos fonte desta vitamina.

Quando esta vitamina está deficiente é importante suplementar para manter a saúde e evitar muitas doenças.

E para garantir um uso com referências seguras deste suplemento, indicamos o suplemento da Growth Supplements, que é uma das marcas mais confiáveis presentes no mercado – ela é regularizada pelos órgãos responsáveis e tem um dos laudos mais transparentes do país.

Na Growth Supplements, por exemplo, além da autenticidade, é possível encontrar Vitamina D com valor muito baixo, que chega até 40% a menos que lojas convencionais. Clique aqui e confira!

 

Esperamos que tenha gostado do post e aproveite as dicas de quais alimentos encontrar a vitamina D.

Não esqueça de compartilhar com os amigos!

Até a próxima!

 

Referência

Bandeira F, Griz L, Freese E, Lima DC, Thé AC, Diniz ET, et al. Vitamin D deficiency and its relationship with bone mineral density among postmenopausal women living in the tropics. Arq Bras Endocrinol Metabol. 2010;54(2):227-32.

 

...VEJA TAMBÉM...



Whey Protein Growth

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui