26 set

Entenda a diferença entre os Tipos de Açúcar

tipos de açúcarEmbora o açúcar branco e refinado seja o mais comum nas prateleiras do mercado e também na casa dos brasileiros, ele não é o único. Outros tipos de açúcar podem ser obtidas através de diferentes tipos de colheita e industrialização, ou de outras matérias primas, como frutas e milho.

Conhecido por muitos como um “vilão das dietas”, o açúcar de fato deve ser ingerido com moderação, já que o uso desregrado pode provocar a obesidade e desenvolver alguns tipos de diabetes.

Para entender e escolher o melhor tipo de açúcar para sua dieta, segue uma lista detalhada sobre cada tipo específico.

 

Tipos de Açúcar

 

CRISTAL – O caldo de cana passa por processos de purificação, evaporação, cristalização, centrifugação e secagem. A partir do açúcar cristal, são obtidos outros tipos de açúcar, como o refinado e o confeiteiro. O açúcar cristal, portanto, passa por menos processos na hora de ser preparado. Possui grãos maiores e mais transparentes que o açúcar refinado, tornando-o mais difícil de ser dissolvido nos líquidos. Suas características devem-se às técnicas de refinamento leve, que tiram cerca de 90% dos sais minerais.

REFINADO – Tipo de açúcar conquistado a partir da diluição do açúcar cristal. A calda obtida passa por diversos processos até chegar ao peneiramento. A porção mais fina é separada para a obtenção do açúcar de confeiteiro. O restante é o açúcar refinado, dos vários tipos de açúcar o refinado é tipo mais comum de ser encontrado. No refinamento, aditivos químicos como o enxofre deixam o produto com aparência clara e uniforme.

DE CONFEITEIRO – A granulação do açúcar de confeiteiro é mais fina do que o refinado, podendo ou não ter como aditivo algum tipo de amido ou fosfato de cálcio para dar maior leveza. Sua minúscula constituição favorece a fixação sobre pães e doces após o seu preparo e para a confecção de coberturas. Pode ser feito em casa moendo o açúcar comum em um moedor de café ou em um processador.

MASCAVO – De cor caramela e com sabor parecido com o da rapadura, o açúcar mascavo é extraído da cana-de-açúcar e o que lhe confere características diferentes do refinado é a diferença no processo de industrialização, já que é obtido no cozimento e, portanto, não passa pelo processo de refinamento, ação que conserva seus valores nutricionais. Embora sua diferença calórica não seja considerável, o ingrediente é considerado uma das versões mais saudáveis dos tipos de açúcares.

ORGÂNICO – O diferencial é que a cana utilizada em sua fabricação é cultivada sem agrotóxicos ou qualquer fertilizante químico. Suas características nutricionais se assemelham com as do açúcar mascavo. Apresenta uma quantidade maior de vitaminas e minerais em relação ao açúcar refinado. Portanto, seus benefícios estão relacionados à ausência de aditivos químicos e preservação dos sais minerais e não aos valores calóricos. Por não ser refinado, o açúcar orgânico tem como características grãos mais grossos e cor mais escura.

LIGHT – É uma mistura de açúcar (sacarose) e adoçante (sucralose, ciclamato ou sacarina). Por causa dessa mistura, o light não apresenta o gosto residual que os adoçantes contêm, mas também não tem uma redução de calorias. Embora não seja isento de gorduras e calorias, o açúcar light adoça mais e é utilizado em menor quantidade, ação que resulta em ingestão de menos calorias (adoça entre duas a cinco vezes mais do que o açúcar comum). O seu consumo é contraindicado para dietas com restrição de açúcar, a exemplo dos diabéticos.

LÍQUIDO – Uma solução aquosa, também chamado de xarope simples, não é vendido nos supermercados e é utilizado frequentemente pela indústria alimentícia, para a fabricação de balas e refrigerantes.

FRUTOSE – Como o próprio nome indica, está bastante presente em frutas e no milho. É mais doce do que a sacarose (o açúcar propriamente dito). Você pode encontrá-la ainda em cereais, vegetais e até no mel. De sabor muito mais doce, carrega menores valores nutricionais e é utilizado na produção de doces industrializados.

DEMERARA – Em termos nutricionais, é muito parecido com os valores nutricionais do mascavo, pois mantém os teores minerais da cana-de-açúcar. O grão do açúcar demerara é marrom-claro e possui um beneficio em relação ao mascavo: não altera o sabor dos alimentos. Uma das formas mais caras dos açúcares extraídos da cana, o demerara é muito utilizado na receita de doces sofisticados.

ADOÇANTES ARTIFICIAIS – Também conhecidos como edulcorantes, foram criados para diabéticos. Apesar de não terem calorias, contêm diversos aditivos químicos, alguns deles comprovadamente prejudiciais à saúde a longo prazo. Os adoçantes artificiais podem prejudicar a saúde porque não são reconhecidos pelo organismo, logo precisam ser eliminados, gerando sobrecarga do fígado e dos rins. Estudos apontam que o excesso destas substâncias podem causar alterações genéticas e até mesmo alguns tipos de câncer.

 

Sempre que for iniciar uma rotina de treinamento, consulte um Educador Físico. Sempre que for fazer uso de suplementos alimentares, procure a recomendação de um Nutricionista.

Todo o post publicado possui autorização expressa do autor. Não é autorizada a cópia total ou parcial de nenhum conteúdo disponível no site.

22 set

10 dicas para Mulheres que querem Emagrecer

como emagrecerEmagrecer não é fácil, é preciso perseverança, um ótimo programa de treinamento e muito trabalho duro. Emagrecer exige enfrentar suas fraquezas, momentos de frustrações e dúvidas. Infelizmente, é ainda mais difícil quando você está inundado com informações ruins pelas vindas da mídia. Por esse motivo, criei esse artigo com o foco em orientar seus esforços na perda de gordura, fornecendo dicas baseadas na ciência para superar os estereótipos e má informação para você emagrecer de uma vez por todas!

 

#1 – Treine para Ganhar Músculos e não para Emagrecer

 

Um monte de mulheres cometem o erro de fazer exercício com um  único propósito: o de emagrecer. Embora pareça uma boa ideia, estudos mostram que quando as pessoas são motivadas a fim de perder gordura, elas geralmente não são bem sucedidas, porque elas acabam comendo mais calorias depois.

Em contraste, as pessoas que fazem para outros fins, tais como “para ficar mais forte” ou “para construir músculos,” não tendem a compensar por comer mais calorias.

Outra razão é que os exercícios que são voltados a aumentar o tecido magro tendem a ser metabolicamente estressantes e o seu corpo queima calorias exponencialmente maiores no período de recuperação pós-treino.

 

#2 – Não corte Calorias

 

Há um mito persistente de que, a fim de perder gordura corporal, as mulheres precisam passar fome. Elas são encorajadas por ambos os meios de comunicação e as revistas femininas para comer tão pouco quanto possível.

Esta é uma abordagem terrível, porque rapidamente o corpo irá regular negativamente o seu metabolismo, a fim de preservar seu combustível, você vai queimar menos calorias por dia. A regra geral é a de nunca ir abaixo de sua taxa metabólica de repouso, mesmo se você for uma pessoa sedentária.

 

#3 – Não fique Obcecada

 

Estudos mostram que a contagem de calorias aumenta a ansiedade e faz com que seu corpo se sinta ameaçado, o que eleva o estresse. Estresse mais elevado significa que seu corpo vai liberar mais cortisol. A restrição calórica também eleva o cortisol, então se você emparelhar os dois juntos, você obtém o duplo golpe de cortisol por falta de comida e pela preocupação com os números da sua dieta.

Altos níveis de cortisol é uma má notícia porque provoca ânsias para alimentos ricos em carboidratos e prepara o corpo para o armazenamento de gordura na região abdominal. A solução é descobrir uma maneira de comer que lhe permite ficar satisfeita e evitar a fome. Consuma alimentos saudáveis e consulte um nutricionista.

 

#4 – Não tenha medo de Gordura Dietética

 

Dietas de baixa gordura causam um monte de problemas para as mulheres. Primeiro, quando as mulheres tentam evitar a gordura na dieta, comem mais carboidratos, o que faz com que as flutuações de açúcar no sangue aumentem  a insulina, reduzindo a queima de gordura. Em segundo lugar, a gordura dietética inadequada contribui para desequilíbrios hormonais, porque o corpo usa o colesterol fornecido da gordura para a fabricação de hormônios.

Além disso, as fontes de gorduras naturais, tais como manteiga, ovos, e peixes, para citar alguns, proporcionam nutrientes essenciais que o corpo é facilmente capaz de absorver e utilizar. Quando as mulheres não recebem o suficiente destes nutrientes, é possível que sinais de fome são elevados, fazendo com que as mulheres comam mais.

Uma dieta interessante é rica em gorduras omega-3 de peixes e carnes alimentadas com capim, gordura monoinsaturada de nozes, abacate e sementes e gordura saturada a partir de ovos, manteiga e óleo de coco. Fique longe de gorduras processadas, como óleos vegetais e gorduras trans (gorduras hidrogenadas frequentemente encontrados em alimentos embalados).

 

#5 – Melhorar o Metabolismo do Estrogênio

 

Quando equilibrado com hormônios como a progesterona e os outros andrógenos, estrógeno é benéfico para a composição do corpo feminino e saúde. Mas estrogênio excessivo causa problemas e muitas vezes leva a um maior armazenamento de gordura. Onde é que o excesso de estrógeno vem?

Uma fonte é a exposição a estrogênios químicos em plásticos ou compostos industriais. A segunda é o metabolismo do estrogênio, muitas vezes devido a uma dieta pobre, falta de atividade física e falta de massa muscular.

 

#6 – Corte Carboidratos Refinados

 

Poucas pessoas percebem o quão importante carboidratos refinados estão em suas dietas. Tudo a partir de pão, cereais e alimentos embalados baixo teor de gordura, contém carboidratos que  causam pico de insulina.

Quando você comer esses alimentos, muitas vezes, as suas células se tornam resistentes à insulina, que prepara o corpo para o armazenamento de gordura. Em contraste, saudáveis carboidratos integrais, especialmente vegetais causam uma elevação gradual de açúcar no sangue e eles fornecem nutrientes que aumentam a sensibilidade à insulina. Eles também contêm fibras que retarda a digestão.

Frutas e grãos cozidos também são considerados carboidratos saudáveis, mas eles são mais calóricos do que os vegetais, por isso é importante estar consciente de porções e comê-los quando o corpo é mais sensível à insulina, como após um treino intenso.

 

#7 – JEJUM

 

Outra estratégia que pode ajudar as mulheres a emagrecer é criar estrutura para a sua dieta e comer dentro de uma janela de tempo, como 8 ou 10 horas, pois melhora a saúde metabólica, porque exige o corpo a queimar gordura durante o seu período de não comer. Você também evita a queda no metabolismo que vem com dietas de baixa caloria.

Todos sabem que eu defendo o jejum intermitente, no entanto, períodos de 16 ou 20 horas de jejum, pode levar à desregulação hormonal de ambos cortisol e hormônios reprodutivos em mulheres.

 

#8 – Obter Flexibilidade Metabólica

 

Flexibilidade metabólica é quando seu corpo é capaz de queimar facilmente gordura e carboidratos para a energia. É o estado ideal, porque torna mais fácil para você reduzir a gordura corporal e evitar baixos níveis de energia.

Quando seu corpo não é metabolicamente flexível, você não será capaz de queimar gordura corporal e você precisa comer carboidratos a cada poucas horas para a energia para sentir-se bem, porém você anula uma possível queima de gordura.

Há duas maneiras comprovadas de  melhorar a flexibilidade metabólica:

  1. Reduzindo a proporção de calorias a partir de carboidratos em favor da proteína e gordura,o que irá aumentar a queima de gordura. Por exemplo, se você está comendo mais do que 55 por cento de suas calorias de carboidratos, você poderia reduzir carboidratos para 40 por cento, aumentar a proteína para 25 por cento e gordura a 35 por cento. Tenha certeza de escolher carboidratos complexos saudáveis;
  2. O exercício é essencial para as mulheres.

 

#9 – Treine exercícios que usam o Corpo Todo

 

É fácil para as mulheres a se desviar em seus treinos, escolhendo exercícios de isolamento ou pequenos movimentos musculares que têm como alvo partes específicas do corpo. Esta não é uma abordagem muito eficaz, porque estes exercícios não são metabolicamente estressante e eles provocam uma queima  mínima pós treino em comparação com exercícios que usam todo o corpo.

Exercícios como agachamentos, flexões e similares têm como alvo os quadris e coxas, que é o último lugar que as mulheres tendem a perder gordura, devido a uma maior porcentagem de receptores alfa que inibem a perda de gordura.  (isso é assunto pra outro artigo)

 

#10 – SPRINTS

 

Exercício intermitente, tais como sprints  é superior para ficar magra por três razões. Ele queima muitas calorias durante o treino e desencadeia um grande efeito após o treino queimando calorias a mais durante 24 horas.

Também desencadeia a síntese de proteínas para que você melhore a massa magra e sustente a taxa metabólica. Por fim, leva à liberação de hormônio do crescimento e os hormônios catecolaminas que são seus hormônios de queima de gordura primários.

É isso ai, lembre-se também de procurar um Nutricionista e um profissional de Educação Física para te auxiliar. Um grande abraço e até o próximo post!

 

Sempre que for iniciar uma rotina de treinamento, consulte um Educador Físico. Sempre que for fazer uso de suplementos alimentares, procure a recomendação de um Nutricionista.

Todo o post publicado possui autorização expressa do autor. Não é autorizada a cópia total ou parcial de nenhum conteúdo disponível no site.

21 set

Entenda o que é e como funciona a Dieta do HCG

Dieta do HCGO  médico britânico Dr. Simeons, criou em 1954 um novo método para fazer dieta. Ele combinou uma dieta de 500 kcal por dia, com injeções diárias de hormônio da gravidez Gonadotrofina Coriônica Humana (HCG) (125 UI i.m.).

 

Entendendo o que é o HCG

 

A Gonadotrofina Coriônica (HCG) é uma glicoproteína hormonal produzida pelas células trofoblásticas sinciciais (células que formam a placenta). É o único hormônio exclusivo da gravidez, conferindo  diagnóstico de gestação. Possui a função de manter o corpo lúteo no ovário durante o primeiro trimestre de gestação, estrutura essencial à manutenção da gravidez. Esse hormônio é detectado no sangue em torno de 11 dias após a concepção ou, é detectado na urina em torno de 12-14 dias após a concepção.

O HCG sinaliza ao hipotálamo (região do cérebro que afeta o metabolismo) para mobilizar reservas de gordura. Na gravidez, isso ajuda a trazer nutrientes para a placenta, gerando ao feto a energia para crescer.

 

Indicações para o uso

O HCG pode ser usado, mas com indicações. A forma injetável de HCG, vendida com receita médica, é aprovada, como tratamento da infertilidade (na mulher), criptorquidismo, hipogonadismo hipogonadotrófico e puberdade tardia (no homem e crianças).

 

A Dieta

A dieta de HCG combina injeções diárias do hormônio e uma dieta  500 calorias/dia.

Normalmente, a dieta dura aproximadamente 30 dias. Nos 2 primeiros dias da injeção você pode comer normalmente, após a 3ª injeção, você deve aderir à dieta de 500 Kcal. Açúcares, frutas com alto índice glicêmico, alimentos processados e amidos são proibidos.

 

O hormônio funciona?

A aplicação do HCG é apenas uma ilusão com intuito de criar um estímulo em pessoas que estão fazendo uma dieta tão restritiva.

O emagrecimento acontece, não pela aplicação de HCG, mas sim  por conta de uma dieta de apenas 500 calorias. É óbvio que alguém ingerindo apenas 500 calorias durante 30 ou 40 dias irá emagrecer.

Além disso, a restrição calórica pode provocar anemia, perda de massa muscular e até mesmo desnutrição. Esses problemas podem aparecer em qualquer dieta restritiva, quando não há acompanhamento de um profissional  ou falta de suplementação de vitaminas e  minerais.

 

Recomendações

Por isso, quem quer emagrecer e manter o peso de uma forma saudável, não deve acreditar em soluções rápidas e milagrosas. As pessoas buscam fórmulas mágicas e frequentemente, surgem dietas da moda com essa proposta, mas isso não existe. O caminho continua o mesmo: reeducação alimentar e atividade física adequada.

 

Referências Bibliográficas

HOHL, ALEXANDRE. A volta da perigosa dieta do hormônio da gravidez. Revista Veja. São Paulo, 2015.

LOBO, Frederico. O mito da dieta hCG e porque os endocrinologistas do mundo todo desaprovam. Dezembro, 2015.

LOBO, Frederico. Controvérsias dentro da Ortomolecular por Dr. Frederico Lobo. Maio, 2015.

RABE, T. et al. Risk-benefit analysis of a hCG-500 kcal reducing diet (cura romana) in females. Geburtshilfe und Frauenheilkunde, v. 47, n. 5, 1987, p. 297-307.

  Salvar

Sempre que for iniciar uma rotina de treinamento, consulte um Educador Físico. Sempre que for fazer uso de suplementos alimentares, procure a recomendação de um Nutricionista.

Todo o post publicado possui autorização expressa do autor. Não é autorizada a cópia total ou parcial de nenhum conteúdo disponível no site.

20 set

Confira algumas das mudanças do Ator Matt Damon, para garantir espaço em alguns Filmes

Matt Damon

O trabalho de um ator não é nada fácil. São roteiros e textos para decorar, horas e horas de filmagem… Mas uma das mais difíceis tarefas que um ator deve realizar são as adaptações de peso para se interpretar um personagem.

Um dos atores que mais surpreende neste requisito é Matt Damon, com a habilidade de engordar e emagrecer para fazer seus filmes. O astro de ‘Perdido em Marte’ (2015), também já passou dos limites para entrar em um personagem.

 

perdido-em-marte-matt-damonPerdido em Marte, (2015)

 

Para fazer um soldado viciado em heroína em ‘Coragem sob Fogo’ (1996), Matt Damon perdeu quase 20 quilos. Mas a dieta estrita e os exercícios puxados afetaram a sua glândula suprarrenal, e o ator teve de tomar remédios por um ano e meio para melhorar.

 

matt-damon-coragem-sobre-fogoCoragem sob Fogo, (1996)

 

Em O Desinformante (2009), Matt Damon aumentou seu peso em mais de 13 kg e, no mesmo ano, participou de Invictus (2009), malhando muito para interpretar um capitão do time de rugby sul-africano. O resultado foi positivo, e acabou sendo indicado para o Oscar e ao Globo de Ouro como Melhor Ator Coadjuvante em 2010, por esse último filme.

 

o-desinformanteO Desinformante, (2009)

 

invictusInvictus, (2009)

 

As mudanças de físico são mais fáceis para uns do que para outros. É claro que devido à genética, limitações de tempo e acesso a boas academias, essas mudanças podem acontecer mais rapidamente ou com maior dificuldade. Se você se pergunta “como alguns atores conseguem mudar seu físico tão rápido?” ou “por que eu não consigo essa velocidade para atingir os resultados desejáveis?”, entenda que cada organismo responde de maneira diferente a cada estímulo, apesar de seguir as mesmas linhas de treinamento.

 

Dicas:

  • Lembre-se que a consistência é a chave. Um grande físico não vem de um dia para noite. Manter nos treinos e uma dieta, ele virá com o tempo.
  • Consulte seu médico antes de iniciar qualquer novo regimento de treino se você tiver quaisquer condições médicas pré-existentes.

 

O segredo para o sucesso em qualquer coisa que você deseja na vida é DETERMINAÇÃO e TRABALHO DURO. Todos tem a capacidade de se empenhar e mudar suas formas, basta acreditar que se é capaz.

 

Sempre que for iniciar uma rotina de treinamento, consulte um Educador Físico. Sempre que for fazer uso de suplementos alimentares, procure a recomendação de um Nutricionista.

Todo o post publicado possui autorização expressa do autor. Não é autorizada a cópia total ou parcial de nenhum conteúdo disponível no site.

14 set

CrossFit é a mais eficiente ou melhor do que outras modalidades?

crossfit-e-outras-modalidadesÉ muito comum presenciar uma discussão entre adeptos de uma modalidade x tentando provar que a mesma é a mais eficiente ou melhor do que outra modalidade Y. As discussões entre praticantes de diferentes modalidades muitas vezes se mostra infrutífera, pois acaba envolvendo mais paixões do que análises objetivas; mais defesas de posições do que compreensão da outra parte.

Para tentar acalmar os ânimos, vou trazer dados de uma pesquisa conduzida por James Fisher, Adele Sales, Luke Carlson e James Steele – que estará no Brasil esse mês, em Belém (PA) e Vitória (ES) – em um estudo cujo objetivo foi avaliar motivadores intrínsecos e extrínsecos dos praticantes de CrossFit, aulas coletivas, praticantes individuais e alunos de personal trainers.

Os resultados sugeriram que a participação no Crossfit envolve uma grande ênfase em conexões interpessoais, com adoção de comportamentos do grupo e reinvenção da sua própria identidade. Outro ponto interessante é que os participantes de CrossFit e atividades coletivas tinham os maiores pontos de reconhecimento social e competitividade, além de relatarem maiores valores para diversão e desafio. Já quem procurava um personal trainer era mais preocupado com saúde, seja para melhorá-la, seja para prevenir riscos. Outros fatores que foram mais relevantes para os alunos com personal trainers foram controle de peso e aparência.

Por outro lado, ambos alunos de personal trainer e crossfitters tiveram valores altos para ganhos de força e resistência. Isso é interessante, pois indica que para o crossfiter a performance está acima da aparência, mas relacionada à competividade e superação. Já para o aluno de personal trainer a performance está relacionada a aspectos de saúde, como a funcionalidade e qualidade de vida.

Enfim, espero que isso apazigue um pouco os ânimos entre os praticantes de cada modalidade, e que todos entendam que cada atividade tem suas características, benefícios e riscos, e, portanto, atraem pessoas com diferentes perspectivas de custo benefício. Deixando claro aqui que eu não estou rotulando pessoas e sim trazendo dados objetivos para que entendam as escolhas do próximo e, talvez, as suas!

 

Seja com o Crossfit ou qualquer outra modalidade, o que importa é você estar bem e em dia com sua saúde!

 

Referências Bibliográficas:

Fisher J, Sales A, Carlson L, Steele J. A comparison of the motivational factors between CrossFit participants and other resistance exercise modalities: a pilot study. J Sports Med Phys Fitness. 2016 May 11. [Epub ahead of print]

 

Sempre que for iniciar uma rotina de treinamento, consulte um Educador Físico. Sempre que for fazer uso de suplementos alimentares, procure a recomendação de um Nutricionista.

Todo o post publicado possui autorização expressa do autor. Não é autorizada a cópia total ou parcial de nenhum conteúdo disponível no site.

13 set

Cardio Cuts® – Pré treino para exercícios aeróbicos. Não tome antes de ler…

O que é o Cardio Cuts

Cardio Cuts ®, não tome antes de ler…

 

O sonho de todo praticante de corrida, futebol, ciclismo ou de qualquer outra atividade de média e longa duração, com certeza é consumir um único suplemento antes do exercício aeróbico que auxilie na performance, acelere a recuperação no pós-treino e de quebra ajude a eliminar aquela gordurinha.

Acabou de ser lançado no Brasil esse sonho de consumo que até agora estava disponível apenas nos Estados Unidos e Europa. O Cardio Cuts ® é o primeiro suplemento voltado especificamente para quem vai praticar algum exercício aeróbico, seja na esteira da academia, numa quadra ou na rua.

Mas será que funciona? Primeiro vamos entender como age esse tipo de suplemento alimentar.

 

Para que serve o Cardio CutsO pote contém 150 tabletes, divididos em 120 tabletes azuis e 30 amarelos.

 

Os tabletes azuis contém BCAA onde é metabolizado no músculo, especial interesse para os esportistas e praticantes de atividades físicas em geral. Auxiliam na performance e principalmente na recuperação pós-treino, reconstruindo e fortalecendo a musculatura. Nos tabletes azuis você ainda tem Ácido Málico, que acelera em até 40% a recuperação pós-treino e a Piridoxina ou vitamina B6 que, além de auxiliar no equilíbrio metabólico, é essencial para transformar alimentos que possuem gorduras e proteínas em energia.

Os tabletes amarelos são compostos de Cafeína, Chá Verde e Citrus Aurantium que promovem energia para seu treino e aceleram a queima de gordura, antes e após o exercício.

 

Conheça os ingredientes do Cardio Cuts e entenda porque o produto funciona!

 

BCAA : O termo BCAA é na verdade uma abreviação de Branched Chain Amino Acids, ou Aminoácidos de Cadeia Ramificada, que incluem a leucina, valina e isoleucina. Em conjunto, estes três aminoácidos formam cerca de 1/3 das proteínas musculares e são essenciais para o crescimento e desenvolvimento muscular. Os BCAAs servem como transportadores de nitrogênio, nutriente que atua na síntese de outros aminoácidos necessários para a produção de novas fibras musculares (anabolismo). Outra função dos BCAAs é estimular a produção de insulina, hormônio que promove a entrada de glicose e aminoácidos nas células.

Esses efeitos do BCAA ajudam a diminuir os danos musculares resultantes da prática esportiva, aceleram a recuperação muscular, estimulam a síntese de proteínas e reduzem a fadiga. O BCAA também garante mais energia aos músculos durante o treino, o que pode se traduzir em séries mais intensas e um treino mais longo e produtivo. Portanto, de maneira resumida, podemos afirmar que o BCAA serve para elevar os níveis de energia durante o treino, impedir o catabolismo, reduzir a fadiga física e mental, fornecer aminoácidos necessários para os músculos e estimular a síntese de proteínas.

ÁCIDO MÁLICO: O ácido málico é uma substância naturalmente encontrada em frutas e legumes – uma das mais ricas fontes naturais de ácido málico são as maçãs – sem contar que grande quantidade de ácido málico é produzida diariamente pelo corpo. O ácido málico possui muitos benefícios relacionados à saúde, tais como aumentar a imunidade do corpo, melhorar a saúde oral, reduzir o risco de acumulação de metais tóxicos no organismo e promover uma pele mais lisa e firme. Um de seus benefícios mais significativos é a sua capacidade de estimular o metabolismo e aumentar a produção de energia.

O ácido málico desempenha um papel fundamental na melhoria do desempenho muscular global, combatendo a fadiga muscular após o exercício, reduzindo o cansaço e restabelecendo os níveis de energia, bem como melhorando a clareza mental. Essas ações ajudam também no tratamento para quem sofre de fibromialgia, que envolve dor muscular, sensibilidade conjunta e baixos níveis de energia.

PIRIDOXINA: A vitamina B6, também chamada de piridoxina, desempenha funções no organismo como manter o metabolismo e a produção de energia adequados, proteger os neurônios e produzir neurotransmissores, substâncias importantes para o bom funcionamento do sistema nervoso.

Esta vitamina está presente em alimentos como peixes, fígado, batata e frutas, e a sua falta provoca sintomas no organismo como cansaço, depressão, confusão mental e inchaço na língua. Assim, consumir adequadamente vitamina B6 é importante para a saúde porque:

  • Participa da produção de energia no organismo;
  • Ajuda na produção de neurotransmissores, substâncias importantes para o bom funcionamento do sistema nervoso;
  • Melhora o sistema imune;
  • Previne anemia, por estimular a produção de hemácias, as células que carregam oxigênio no sangue;
  • Previne doenças cardíacas;
  • Previne enjoos matinais durante a gravidez;
  • Ajuda a prevenir doenças nos olhos e perda de visão;
  • Previne depressão;
  • Ajuda a aliviar os sintomas da TPM;
  • Ajuda a aliviar os sintomas da síndrome do túnel do carpo e de artrite reumatoide, por diminuir a inflamação.

CAFEÍNA: A cafeína é um estimulante utilizado para fornecer aporte concentrado de energia. Um de seus objetivos é combater a fadiga estimulando o sistema nervoso central. Esta substância presente em bebidas, alimentos e em muitos suplementos estimulantes para perda de peso é uma das mais ingeridas no mundo. Seu efeito lipotrófico (emagrecedor) está associado à liberação do hormônio catabólico adrenalina. É creditada a ela também a responsabilidade por inibir a fadiga mental e aumentar o desempenho físico.

CHÁ VERDE:
Alguns estudos preliminares apontam que umas das catequinas mais presentes no chá verde, a epigalocatequina galato (EGCG), estimula diversas enzimas que controlam o metabolismo das gorduras, inclusive incentivando a quebra delas. Isso faz com que elas sejam mais bem usadas pelo nosso organismo, não ficando apenas paradas no tecido adiposo. Além de promover o emagrecimento, as pessoas que tomam o chá verde obtém uma melhor composição adiposa no organismo, o que reduz as chances de diversas doenças aparecem, como diabetes e hipertensão. Além disso o Chá Verde acelera o metabolismo e é um potente antioxidante, além de otimizar a digestão.

Outras pesquisas indicam que as catequinas interagem com os receptores da leptina, hormônio relacionado à sensação de saciedade do nosso organismo. Ou seja, o consumo do chá nas quantidades recomendadas evita que você coma mais do que o necessário para seu organismo.

CITRUS AURANTIUM: O Citrus aurantium é o nome latino para uma fruta chamada laranja da sevilha, também conhecida no Brasil como laranja amarga. Da fruta usa-se o suco, a casca e o óleo essencial, já usados na medicina alternativa anteriormente para tratar problemas digestivos, doenças como a epilepsia, fadiga, insônia, alguns tipos de infecções, alguns problemas respiratórios, doenças de pele, e muitos outros.

O suplemento alimentar com Citrus aurantium tem como função acelerar o funcionamento do organismo, e isso faz com que a queima de calorias seja mais rápida. Com o uso do produto continuamente, o corpo começa a queimar calorias e, aliando a uma dieta com poucas calorias e exercícios físicos, o suplemento ajuda a emagrecer

 

Perguntas e Respostas

 

Quando tomar Cardio Cuts ®?
R: O produto é consumido 15 a 30 minutos antes do treino, ingerindo 4 tabletes azuis e 1 amarelo, com 300ml de água.

Esse produto tem alguma contra-indicação?
R: Cardio Cuts ® é um suplemento 100% seguro, liberado pela ANVISA e testado com atletas e não atletas. O usuário só não deve exceder a dose indicada.

O efeito do produto é rápido?
R: Sim! Você sentirá os efeitos do Cardio Cuts ® logo no primeiro dia de uso, uma vez que seus componentes agem imediatamente no corpo.

Onde eu compro Cardio Cuts ®?
R: Cardio Cuts ® é um lançamento nacional, então pode ser que você ainda não encontre em todas as lojas de suplementos do Brasil, mas você pode comprar pelo site oficial do produto de forma segura e garantia de entrega.

 

Com sua formulação exclusiva de tabletes combinados, o Cardio Cuts ® aumenta sua energia, acelera a queima de gordura e ajuda na recuperação pós treino! Clique Aqui e compre agora seu produto!

 

Sempre que for iniciar uma rotina de treinamento, consulte um Educador Físico. Sempre que for fazer uso de suplementos alimentares, procure a recomendação de um Nutricionista.

Todo o post publicado possui autorização expressa do autor. Não é autorizada a cópia total ou parcial de nenhum conteúdo disponível no site.

10 set

BURPEES não pode faltar no Treinamento Funcional e CrossFit!

Reebok CrossFit Ramsay Grand ReopeningMuito popular entre praticantes de artes marciais e militares, hoje o Burpees vem se tornando cada dia mais popular com o aumento dos treinamentos funcionais e cross fit. Os Burpees recrutam um grande número de músculos, em um movimento que flui através de um agachamento, uma única flexão, um salto e, em seguida, a repetição desses movimentos.

Dobrar as pernas e abaixar as mãos no chão envolve uma contração excêntrica e um alongamento dos músculos das pernas. O quadríceps, na frente da coxa, os isquiotibiais, na parte posterior de suas coxas e seu glúteo máximo, trabalham em conjunto para controlar sua velocidade de descida.

 

Entenda os movimentos do Burpees

 

Quando as pernas fazem o movimento para trás, em seguida, coloca-se as mãos no chão e realiza uma potente extensão do quadril para conduzir as suas pernas para a posição de flexão. Essa ação utiliza limitações do glúteo máximo. Com os dedos dos pés tocando o chão, seus quadríceps e flexores do quadril contraem para parar suas pernas, seu músculo reto abdominal é ativado juntamente com eretores para estabilizar a coluna. Os músculos em seus braços, peito e ombros são acionados para manter a parte superior do corpo longe do chão, fazendo o movimento de flexão dos braços.

Flexões ativam seus peitorais, seus deltoides ou músculos dos ombros e os músculos do tríceps braquial, localizados na parte traseira do seu braço. Estes músculos se contraem excentricamente para reduzir a aceleração e manter o peito em direção ao chão e, em seguida, de forma concêntrica para empurrá-lo de volta para cima. O reto abdominal e quadríceps devem permanecer tensos para manter o corpo reto, para que seus braços tenham uma forte plataforma para empurrar. Deixar de manter a sua coluna alinhada corretamente pode resultar em lesão nas costas, o core deve estar o tempo todo ativado.

Saltando com as pernas para a frente, de modo que você aterrisse os pés entre as mãos, durante o retorno das pernas. Usa o flexor do quadril e os músculos abdominais. Durante esta fase do exercício, seus músculos da parte superior do corpo devem permanecer tensos para que seus braços não façam com que você caia. Uma vez que seus pés estão entre as mãos, o ponto de equilíbrio é alterado, agora o peso sai das mãos e vai para os pés para que você esteja pronto para a parte final do exercício.

O salto vertical para o ar usa os mesmos músculos que o movimento de agachamento, no início do exercício. O quadríceps, isquiotibiais e glúteo contraem com alta potência, para levá-lo para o ar. Este tipo de ação é chamada de contração concêntrica e descreve como os músculos encurtam para gerar força. Balançando os braços para a frente e para cima para dar um impulso ao salto, usa-se os deltoides, músculos do ombro.

 

Execução do Burpees

 

Abaixo temos uma imagem que exemplifica a execução do Burpees onde os movimentos fluem através de um agachamento, uma única flexão, um salto e, em seguida, a repetição dos movimentos, conforme sequência:

como-fazer-burpees

 

Referências:
“Principles of Anatomy & Physiology, Ninth Edition”; Sandra R. Grabowski & Gerald J. Tortora; 2000 “Anatomy of Exercise: A Trainer’s Inside Guide to Your Workout”; Pat Manocchia; 2009 “Essentials of Strength Training and Conditioning”; National Strength and Conditioning Association; 2008 “The Fighter’s Body: An Owner’s Manual : Your Guide to Diet, Nutrition, Exercise and Excellence in the Martial Arts”; Loren W. Christensen and Wim Demeere; 2003

 

Inclua o BURPEES nos seus Treinos!
Até a próxima!!!

 

Sempre que for iniciar uma rotina de treinamento, consulte um Educador Físico. Sempre que for fazer uso de suplementos alimentares, procure a recomendação de um Nutricionista.

Todo o post publicado possui autorização expressa do autor. Não é autorizada a cópia total ou parcial de nenhum conteúdo disponível no site.

09 set

Receita Anabólica: Pizza Proteica de FILÉ MIGNON

pizza-fitnessNão existe ninguém nesse mundo que resista a um pedaço de pizza, ainda mais para quem precisa repor as energias depois de um longo dia de trabalho e treinamento. Mas o que você acha de experimentar uma PIZZA PROTEICA para sair do convencional?

Esta receita é perfeita para quem frequenta academia ou pratica algum esporte ou atividade física com frequência, que precisa estar constantemente consumindo alimentos altamente proteicos para repor as energias, além de ajudar na construção de massa muscular.

Quem segue uma dieta para emagrecer também se beneficia com uma dieta proteica quando a mesma é baseada no consumo de carnes magras e de baixo teor de gordura, peixes, frutos do mar e outros tipos de proteínas como ovo, cogumelos, peito de peru, etc.

Como a massa é caseira, o tempo de preparo é um pouco mais demorado, mas compensa por ser muito mais saudável e saborosa. Abaixo está a receita da massa e sugestões de recheios hiper proteicos.

 

INGREDIENTES (MASSA)

  • 3 ovos;
  • 4 colheres de sopa de requeijão zero ou creme de ricota;
  • 6 colheres de sopa de PIS (proteína isolada de soja) ou fibra de soja;
  • 9 colheres de sopa de leite em pó desnatado;
  • 6 colheres de sopa de leite desnatado líquido;
  • 1 colheres de chá de fermento químico;
  • 1 pitada de sal;
  • 1 pitada de açúcar;
  • Sal, orégano e pimenta do reino (quanto for necessário).

 

INGREDIENTES (RECHEIO)

  • 200g de filé mignon cortado em cubos ou tiras cozido e temperado;
  • 2 colheres de sopa de molho de tomate caseiro;
  • 1 tomate picado;
  • 100 g de champignon dourado no alho;
  • 100g de queijo mussarela light ralado;
  • 1/2 cebola picada;
  • Azeite a gosto;
  • Sal a gosto;
  • Pimenta a gosto;

 

MODO DE PREPARO (MASSA)

  • Bata os ovos com um garfo ou batedor, coloque o requeijão até se misturarem totalmente;
  • Depois coloque o PIS ou fibra de soja, leite em pó e misture até a massa ficar mais seca e coloque o leite e os temperos, depois bata bem até formar uma massa homogênea;
  • Por ultimo acrescente o fermento e apenas dê uma leve misturada;
  • Deixe a massa descansar por 20 minutos, abra a massa em uma superfície lisa e enfarinhada;
  • Leve a uma assadeira própria para pizza untada e leve para o forno pré-aquecido por 5 minutos para pré cozinha-la, depois vire o lado da massa e coloque o recheio de sua preferência.
  • Coloque no forno novamente, cerca de 20 minutos.

 

MODO DE PREPARO (RECHEIO)

  • Adicione o molho de tomate por toda superfície da massa;
  • Acrescente o queijo, o filé mignon e os outros ingredientes do recheio;
  • Salpique tempero e leve para o forno por até assar (aproximadamente 15 minutos).

 

Sirva a Pizza e bom apetite!

 

Sempre que for iniciar uma rotina de treinamento, consulte um Educador Físico. Sempre que for fazer uso de suplementos alimentares, procure a recomendação de um Nutricionista.

Todo o post publicado possui autorização expressa do autor. Não é autorizada a cópia total ou parcial de nenhum conteúdo disponível no site.

05 set

Aja como uma Dama, treine como um Monstro e torne-se uma Deusa

treine treino treinarGrande parte dos meus posts tem sido direcionado ao público feminino, então quem já é minha leitora conhece a minha forma de trabalho, a forma com que escrevo e sabe que não tenho problema nenhum em colocar a verdade nua e crua num pote de whey e servir para vocês.

Apesar da importância de se seguir uma dieta balanceada, ainda é preciso comer como um “animal carnívoro”, que ingere boa quantidade de proteínas de alto valor biológico e tem sua ração composta por carboidratos de baixo índice glicêmico e gorduras boas, além de, eventualmente, usar suplementos como whey protein, bcaa’s e glutamina.

O que quero dizer é simples:

  1. Alimente-se de forma inteligente e na quantidade que seu objetivo necessita;

  2. Tenha uma rotina de treinamento muito bem elaborada para que seus objetivos sejam atingidos, lembrando sempre da devida recuperação muscular;

  3. Deixe o preconceito de lado e faça o uso apropriado de suplementos. Suplementos jamais te engordarão, mas como eu disse, faça o uso APROPRIADO. Converse sempre com seu treinador ou nutricionista.

O grande problema da maioria das meninas é o preconceito e/ou a falta de conhecimento de alguns conceitos. Sempre deixo claro sobre a importância de aspectos como execução do exercício, uso de técnicas, amplitude e sobrecarga.

Também a importância de se treinar membros superiores (já usei outras vezes o exemplo de homens que não treinam perna, porém, muitas fazem o mesmo não treinando braços). Algumas conquistam belas pernas e glúteos, porém, um braço não treinado acaba ficando flácido e acaba com o shape de vocês. Vocês jamais terão braços masculinizados, mesmo se assim quiserem – mulheres produzem muito menos testosterona que os homens – dessa forma, nunca passarão de um belo braço definido (a não ser que façam uso sintético de testosterona).

Outro grande erro é achar que suplemento engorda. Bom, tudo engorda nessa vida, menos os ectomorfos (não engordavam, até que escrevi o artigo “Hipercalórico – o aliado dos ectomorfos”). O que quero dizer é que existem doses específicas para cada pessoa, mais que isso, produtos específicos para cada objetivo e cabe a vocês descobrirem qual o melhor, mas simplesmente deixar de usar por medo apenas atrasa um desenvolvimento muscular que você teria muito mais rápido se fizesse o uso correto.

Bom, esse artigo não tem objetivo didático, apenas para mostrar a vocês que não tem segredo; vocês precisam fazer praticamente o mesmo treinamento que homens fazem para ganhar massa muscular. Há outros artigos de minha autoria onde apresento diversas informações sobre treino, dieta, suplementação, etc.

 

NO EXCUSES. LET’S TRAIN!

 

Sempre que for iniciar uma rotina de treinamento, consulte um Educador Físico. Sempre que for fazer uso de suplementos alimentares, procure a recomendação de um Nutricionista.

Todo o post publicado possui autorização expressa do autor. Não é autorizada a cópia total ou parcial de nenhum conteúdo disponível no site.

05 set

Exercício AERÓBICO deve ser realizado ANTES ou DEPOIS da MUSCULAÇÃO?

exercicio eróbico antes ou depois da musculacaoAssunto muito discutido nas academias, o exercício aeróbico é sempre colocado quando o quesito é estética e mudança corporal. É certo dizer que o exercício aeróbico faz bem à saúde, melhora a oxigenação dos tecidos, aumenta a expectativa de vida e mais vários outros benefícios. Porém, quando o objetivo é mudar a composição corporal, alguns pontos devem ser observados com cautela.

O exercício aeróbico, se praticado de forma errada, pode fazer com que você perca massa muscular e até fazer você acumular gordura. É isso mesmo! Você “se mata” na esteira, bicicleta, elíptico ou qualquer outro, a fim de exterminar as terríveis gordurinhas e no final a única coisa que consegue é acumular mais gordura. 

Isso acontece porque o exercício em excesso aumenta a produção de cortisol, hormônio catabólico que reduz os níveis de testosterona, colocando sua massa muscular em risco, além de deixar o metabolismo mais lento, provocando o acúmulo de gordura. Simplesmente, seu corpo irá degradar (quebrar) sua massa muscular para usar como fonte de energia, poupando sua gordura. É triste, mas é verdade.

Sendo assim, se o objetivo é a queima de gordura faça o aeróbico DEPOIS da musculação, com duração de 20 a 30 minutos, não mais que isso. Na musculação, o corpo usa principalmente carboidrato como fonte de energia, que estará em níveis mais baixos depois do treino. Dessa maneira, ao iniciar um exercício aeróbico, seu corpo irá metabolizar (queimar) gordura mais rapidamente, sem passar primeiro pelo processo de usar glicogênio (carboidrato estocado nos músculos e fígado) como substrato energético. As reservas de glicogênio devem estar baixas para começar a lipólise (queima de gordura).

 

E se eu fizer o aeróbico antes da musculação?

 

Nesse caso, você perderá essa vantagem, gastará suas reservas de energia (glicogênio) e seu rendimento na musculação irá diminuir.

Em horário diferente da musculação ou em dias em que você não treina com pesos, o aeróbico pode ser feito com maior duração. Para quem quer ganhar massa muscular e adora fazer exercício aeróbico, a recomendação é diminuir esse tipo de treino, ou se for o caso, até abandoná-lo da sua rotina pelo menos por um período.

Não é impossível ganhar músculos ao praticar exercício aeróbico, mas ele naturalmente irá gerar num gasto energético muito maior que deverá ser reposto para se conseguir hipertrofia, fora as calorias a mais que você precisa ingerir para os músculos crescerem.

Outro ponto de grande importância é a dieta. Não adianta treinar de um jeito ou de outro se não tiver um suporte nutricional de acordo com o seu treino e seu objetivo. Uma boa suplementação ajuda bastante, especialmente para preservar sua massa muscular e fazer seu corpo usar mais gordura como substrato energético.  

 

Invista sempre em informação, procure um profissional para te ajudar e aos poucos você alcançará seus objetivos.

 

Sempre que for iniciar uma rotina de treinamento, consulte um Educador Físico. Sempre que for fazer uso de suplementos alimentares, procure a recomendação de um Nutricionista.

Todo o post publicado possui autorização expressa do autor. Não é autorizada a cópia total ou parcial de nenhum conteúdo disponível no site.